Isaura Pedro mostra-se “esperançada” na resolução do problema da falta de médicos no concelho

O estado doente da saúde no concelho, com uma grande falta de médicos – por exemplo no Domingo dia 26 de Fevereiro, logo de manhã, não havia nenhum médico de serviço na urgência, levou a Presidente da Câmara, como noticiámos na última edição, a reunir com o presidente da ARS do Centro. Instada pelo nosso jornal, a revelar quais os resultados dessa reunião, Isaura Pedro deu-nos conta que “tenho esperança que a situação se resolva, pois se até aqui os médicos reformados, estão impedidos por lei de exercer a profissão para o estado, há intenção de mudar a lei e possibilitar que possam fazer uma horas no serviço público”. “Por exemplo aqui em Nelas temos alguns médicos reformados, que estariam dispostos a dar horas no centro de saúde”, assegura a autarca, que lamenta a saída de dois médicos do quadro de Nelas, para o agrupamento da Guarda “onde foram ganhar praticamente o dobro, o que é inadmissível”. Isaura Pedro, mostrou-se assim “esperançada” na resolução deste problema a curto prazo, e aproveitou a oportunidade para vincar que “fomos nós que suportando os custos com os funcionários, impedimos o encerramento das extensões de saúde de Santar e Carvalhal Redondo”.

“Glossário pastoril” lançado na Festa do Queijo Serra da Estrela de Oliveira do Hospital

“Com os Pastores também se Aprende” é o nome do livro, da autoria de António Vaz Patto, que será lançado pela Câmara Municipal de Oliveira do Hospital no dia 18 de março, no âmbito da programação da Festa do Queijo Serra da Estrela e outros Produtos Locais de Qualidade.
O livro é constituído por uma recolha de mais de 1600 termos ligados à linguagem dos pastores e do fabrico do queijo, organizada pelo autor ao longo dos últimos 30 anos. Fica assim constituído um glossário que regista para memória futura um vasto conjunto de termos acumulados no âmbito de uma atividade que traduz uma tradição milenar.
Médico de profissão, António Vaz Patto está também ligado ao setor da ovinicultura há mais de 40 anos, tendo sido fundador e presidente da ANCOSE e da EstrelaCoop. Nos primeiros anos do século XXI tornou-se igualmente produtor de Queijo Serra da Estrela.
A apresentação de “Com os Pastores também se Aprende” está marcada para as 14h30 do dia 18 de março, na tenda de eventos da Feira do Queijo Serra da Estrela.

Concurso Gastronómico “COM QUEIJO SERRA DA ESTRELA”

A programação da 21.ª Festa do Queijo Serra da Estrela e outros Produtos Locais de Qualidade de Oliveira do Hospital insere este ano o concurso gastronómico “Com Queijo Serra da Estrela”.
O concurso é aberto a todos os residentes no concelho, e integra duas categorias, Doces e Salgados. Os concorrentes podem participar a nível individual ou coletivo e inscrever-se em ambas as categorias, podendo apresentar uma única receita a concurso em cada uma delas. A confeção das receitas obriga à utilização de Queijo Serra da Estrela ou Queijo de Ovelha e seus derivados, não sendo permitidas inscrições ou participações com receitas que já fizeram parte de concursos promovidos em anos anteriores.
Os pratos concorrentes serão avaliados por um júri de 5 pessoas constituído conjuntamente pelo Município de Oliveira do Hospital e pela Confraria do Queijo Serra da Estrela, o qual deverá fazer a sua apreciação tendo em conta os critérios de apresentação, degustação, originalidade da recolha ou da receita e viabilidade da sua produção empresarial.
Em cada uma das categorias a concurso serão atribuídos três prémios nos valores de 100, 75 e 50 euros, devendo as inscrições ser formalizadas até ao dia 9 de março. A apreciação pelo júri decorrerá no primeiro dia da feira, a 17 de março.

Fundação Lapa do Lobo comemora o Dia Internacional da Mulher

Porque a MULHER merece, a Fundação Lapa do Lobo vai levar a cabo no próximo dia 9, Sexta Feira, uma iniciativa dedicada à mulher. Assim, a partir das 21h30m, no auditório Maria José Cunha, terá lugar um evento muito especial, particularmente intimista, de apresentação do livro “Sedução e Utopia”, de Filipa Duarte, de Tondela, com música e poesia de pano de fundo.

Festa do Queijo de Oliveira do Hospital terá lugar nos próximos dias 17 e 18 de Março

Aquela que é considerada a melhor Feira do Queijo da região, realizar-se-á em Oliveira do Hospital, nos próximos dias 17 e 18 de Março. A edição deste ano, cuja organização é da responsabilidade da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, está mais uma vez recheada de motivos de interesse. Com algumas novidades, em relação a certames anteriores, como por exemplo o Festival Equestre, o autarquia Oliveirense irá mais uma vez aliar este produto de excelência da região (umas das 7 maravilhas da gastronomia de Portugal) a outros que são considerados o complemento perfeito, como os vinhos do Dão, que terá provas orientadas. Também haverá uma demonstração culinária ao vivo, tosquias e fabrico de queijo ao vivo, provas de queijos e enchidos,animação de rua, música tradicional,exposição animal, concurso de gastronomia, numa grande promoção dos produtos do concelho e da região. A não perder, no mercado municipal de Oliveira do Hospital.

INSÓLITO – uma imagem que vale mais do que mil palavras ….


Um indivíduo com cerca de 30 anos, entrou ontem, pelas 19 horas, com um autómóvel de matrícula Espanhola, porta dentro do posto da GNR de Nelas, por duas vezes, até à sua destruição total. O condutor foi detido por um agente, que terá saltado da varanda do posto para o tejadilho da viatura, para o prender, tendo sido depois encaminhado para o Hospital de São Teotónio em Viseu, para receber tratamento. De acordo com testemunhas no local, o homem estava visivelmente transtornado.
Nenhum agente do corpo policial sofreu qualquer ferimento e a porta já foi entretanto substituída. Sabe-se que a viatura andou “descontrolada” pelas ruas da vila.
Na próxima edição do nosso jornal, que estará nas bancas na próxima Segunda Feira, o relato completo deste insólito acontecimento.

Um encontro com o famoso jornalista Brasileiro Rogério Martorano ….

– O jornalista de Santa Catarina, que colocou no mapa este estado do Sul do Brasil, revelou no último número da famosa revista “O Cruzeiro”, uma personagem ímpar – Fryderika, uma Austríaca, que viveu no Sul do Brasil e namorou com Adolf Hitler

Eram 7 da tarde, numa chuvosa Quinta Feira de Fevereiro, na bela e mágica Florianópolis, capital do estado de Santa Catarina, situado no Sul do Brasil. Um estado com cerca de 5 milhões de habitantes, mas maior do que Portugal em área. Florianópolis é uma cidade com pouco mais de 420 mil habitantes, situada numa ilha, com 42 magníficas praia,sendo uma cidade modelo, ao nível de beleza natural e qualidade de vida. Floripa, como é chamada, tem intactos os sinais da colonização Açoreana – na arquitetura, nas tradições, na cultura. Floripa contrasta com a região Serrana de Santa Catarina, onde no Inverno chega a nevar. Foi precisamente numa cidade de montanha, São Joaquim, que nasceu Rogério Martorano, que fomos encontrar, depois de prévia marcação, num “wine bar”, situado numa das mais charmosas ruas da capital Catarinense – o Emporium Bocaiúva. Um fim de tarde chuvoso, propício a uma boa tertúlia, entre espumante Catalão, Cava, e brancos maduros Portugueses, infelizmente não o nosso encruzado do Dão, mas um Alentejano da Cartuxa. Martorano tem faro de jornalista, procura captar tudo à sua volta, nada lhe escapa. Martorano tem sede de informação …de a beber e de a revelar. Veio também ao nosso encontro para nos entregar um mítico artigo que escreveu para o último número da célebre revista Brasileira “O Cruzeiro”, precisamente o 2428º. Como repórter, Rogério Martorano participou de entrevistas com gente famosa, como o filósofo francês Jean-Paul Sartre e o cantor americano Nat King Cole, dentre outras do mesmo nível. Entrevistas com políticos e chefes de Estado estrangeiros também permitiram que o Joaquinense conhecesse de perto figuras como Fidel Castro e outros políticos de proeminência internacional.
Além disso, o contexto político da época e o fato de pertencer à redação do Cruzeiro, acabaram aproximando Rogério Martorano de políticos como Carlos Lacerda e Juscelino Kubitschek, o visionário Presidente do Brasil, dos anos 50. Uma das reportagens mais marcantes da carreira de Martorano, foi então a revelação ao mundo, de uma namorada que o Adolf Hitler teve no Brasil – Fryderika, uma Aústriaca, que veio morar para a também Catarinense cidade costeira de São Francisco do Sul. Esta reportagem, que poder ser lida em (http://aluizioamorim.blogspot.com/2012/02/fryderika-namorada-de-hitler-que-viveu.html), revelou toda a sensibilidade e sagacidade de um jornalista que marcou uma época áurea do jornalismo Brasileiro.

Fundação Lapa do Lobo pretende criar grupo musical de cordas

Tendo em vista a criação de um grupo de cordas da Fundação Lapa do lobo, estão abertas inscrições para aulas de guitarra clássica e violino. Os participantes que se vierem a inscrever terão de ter em mente o objetivo principal desta formação assumindo compromisso de virem a integrar o referido grupo.
Jovens a partir dos 10 anos.
Aulas de violino: Segundas e Terças feiras das 18h30 às 20h30
Aulas de Guitarra Clássica: Quintas feiras das 18h00 às 20h00 e Sábados das 11h00 às 13h00.
Inscrições Limitadas ao número de vagas. ~
Sónia Simão : Secretariado GeralTel. 232 671 084

Novos Vices da CCDRC estão nomeados. Manuel Marques não chegou a ser nomeado.

Graças a um leitor, que nos fez chegar estar informação,veiculada hoje pelo “Diário de Viseu”, José Alberto Costa Ferreira e Luís Filipe Caetano, são os 2 novos Vice Presidentes da CCDRC, acabados de nomear pela Ministra da Agricultura, Assunção Cristas, o que indica que Manuel Marques não foi na realidade nomeado, o que contraria a informação do jornal “As Beiras”. Estes dirigentes são oriundos do distrito de Viseu. Na próxima edição impressa do nosso jornal, iremos relatar toda esta rocambolesca história.

Bairros e Junta de Canas emitem comunicado violento contra o nosso jornal

Típico de um “democracia” podre, resolveu o presidente da Junta de Canas, Luís Pinheiro, desenterrar as suas velhas armas de guerra contra a Comunicação Social, tendo-se juntado a ele os presidentes do Paço e Rossio, acusando-nos de “querer destruir o Carnaval de Canas”. Primeiro ponto – não sabíamos que tínhamos tanto poder – com este facto ficamos obviamente muito satisfeitos. Segundo ponto – jamais demos como um dado aquirido que o desentendimento (que toda a gente sabe que há anos existe, de forma até visceral, entre os dois bairros – basta ler por exemplo a Edição número 69 no nosso jornal, datada de 3 de Março de 2011, em que a rota de colisão era total) era definitivo. Se os Senhores que redigiram o comunicado não sabem Português, eu explico – está assim referido na notícia “poderemos vir a ter corsos separados …. podendo vir a perder-se o despique”. Ora se consultarem o dicionário de Língua Portuguesa diz lá que isto significa ” possibilidade de”. OU SEJA UMA POSSIBILIDADE. E ainda bem que acertámos nalguma coisa …porque as nossas fontes em Canas, custe ou não a estes senhores, que se julgam “donos do pedaço”, são muito fidedignas. CONFIRMAMOS QUE A GNR TEM TRAJETOS EM QUE OS CORSOS DOS DOIS BAIRROS NÃO SE CRUZAM, O QUE MOSTRA A GRANDE DIVERGÊNCIA ENTRE AS SUAS DIREÇÕES.
Sobre as restantes divergências, a nossa leitura é esta – foi a saída do nosso jornal que as ajudou a resolver. Ainda bem que assim é, pois a população de Canas merece um GRANDE CARNAVAL 2012 – o nosso jornal TEM UM GRANDE RESPEITO E ADMIRAÇÃO EM RELAÇÃO À POPULAÇÃO DE CANAS E ÀS SUAS TRADIÇÕES CULTURAIS, que são de grande projeção regional e nacional. Agora tentativas de boicotar o nosso trabalho, enquanto órgão livre e totalmente independente, ao abordar assuntos de GRANDE INTERESSE PÚBLICO, direcionem-nas para outros alvos, pois aqui a resposta será sempre a mesma – O MEDO FAZ PARTE DOS FRACOS E COBARDES. Não nos enquadramos neste grupo de cidadãos. Quem nele se enquadra é um alto responsável da freguesia.

Depois de nomeado, Marques renuncia à Vice Presidência da CCDRC

Depois do jornal “As Beiras”, na sua edição da passada Terça Feira, ter avançado com a confirmação do nome de Manuel Marques, atual Vice Presidente da Câmara de Nelas, para a Vice Presidência da CCDRC, ao que apurámos o também líder local do CDS/PP, vai acabar por renunciar ao cargo (dado que já estará alegadamente nomeado, o que provavalmente irá ser inclusive publicado em Diário da República). Sobre as razões deste possível recuo de Marques, elas poderão ter a ver com as medidas em curso, relativas ao encerramento de diversos serviços públicos em Nelas (Finanças, Tribunal, por exemplo) e ainda a extinção de freguesias no concelho, da responsabilidade do atual governo PSD/CDS-PP, aliança que curiosamente também governa a Câmara de Nelas.

PSA Mangualde despede 350 trabalhadores

Depois de em finais de 2010 ter retomado a laboração do terceiro turno, pouco mais de um ano depois a fábrica da Peugeot Citroen (PSA) de Mangualde decidiu suspendê-lo. No ano passado a empresa atingiu números recorde na produção de veículos, mas os sinais recessivos para este ano ditaram o encerramento do terceiro turno, situação que já tinha sido equacionada em Outubro.
A decisão de suspender o terceiro turno da fábrica da PSA de Mangualde foi comunicada aos trabalhadores ontem à saída do último turno, avança a edição on-line do Diário de Notícias. Os trabalhadores receberam a notícia com “apreensão” mas a Comissão de Trabalhadores assegura que a decisão ainda não é oficial.

Jorge Abreu, presidente da Comissão, não quis comentar a decisão, ao DN, e adiou esclarecimentos hoje de manhã, quando reunir com a administração da empresa, num encontro marcado para as 9h30.

Em causa estão cerca de 300 postos de trabalho, que poderão segundo aquele jornal vir, eventualmente, a ser mais. Estas três centenas de trabalhadores iniciaram funções em Outubro de 2010, quando a empresa retomou o terceiro turno de laboração que tinha sido eliminado no auge da crise do sector automóvel mundial, em 2009.

Na altura a administração da empresa de Mangualde assegurou que os trabalhadores seriam “contratados por seis meses e a sua continuidade estaria dependente do evoluir de mercado”, afirmou então Juan Codina que dirigia a unidade de Mangualde do construtor francês.

Em 2011, a fábrica da Peugeot Citroën em Mangualde obteve resultados animadores. A empresa faturou 400 milhões de euros, com as exportações a atingirem 97% desse valor. Produziu cinquenta mil automóveis números que se prevê que venham a diminuir em 2012 e que terão estado na base da decisão do construtor francês.

Recentemente, a marca francesa anunciou o despedimento de cinco mil trabalhadores na Europa devido à crise. Em 2008, a fábrica de Mangualde passou por um período díficil que se prolongou até finais de 2009, tendo, na altura, extinto centenas de postos de trabalho. No entanto, a situação foi ultrapassada e os mais de 500 trabalhadores que deixaram a fábrica em 2009 foram reabsorvidos com a melhoria das condições de mercado. Em Setembro, a PSA contava com 1300 funcionários.

Jornal de Negócios on line

Desfile de carnaval das crianças do Agrupamento de Escolas de Canas foi dedicado à liberdade de imprensa




Com orientação do sub-diretor do Agrupamento de Escolas de Canas de Senhorim, que também é Presidente da Junta, Luís Pinheiro, a DEMOCRACIA, LIBERDADE DE IMPRENSA e COMUNICAÇÃO, foram os temas escolhidos pelo Agrupamento para o desfile de Carnaval que teve lugar hoje de manhã, na segunda maior freguesia do concelho. Muita cor e alegria, com centenas de crianças, professores e auxiliares, num grande espetáculo Carnavalesco.

O Medo e a Intimidação em Canas, em dia de desfile dedicado à LIBERDADE DE IMPRENSA

É uma verdade o que o nosso leitor on line acaba de publicar no nosso Blogue … o medo existe em Canas. Fomos hoje intimidados nesta vila, por um personalidade com grandes responsabilidades locais. O estilo trauliteiro, intimidatório, caciqueiro e rude de estar na vida, típicos de senhores feudais, ou ditadores de repúblicas de bananas, tem os dias contados. Vivemos em democracia e dela não sairemos … desenganem-se aqueles que pensam que todos são cobardes como eles. Portugal criou a democracia e a coragem para enfrentar a cobardia e a tentativa de limitação a uma das grandes conquistas de Abril – a liberdade de expressão e de imprensa.

José Miguel Silva

MAIS TARDE imagens do grande desfile de carnaval de crianças, do Agrupamento de Escolas de Canas, dedicado curiosamente à Comunicação Social e à liberdade de imprensa … um bom exemplo que vai ser documentado nesta edição on line.

Manuel Marques confirmado Vice Presidente da CCDRC, segundo o jornal “As Beiras”

De acordo com uma informação avançada na passada Terça Feira, pelo diário “As Beiras”, Manuel Marques acaba de ser nomeado Vice Presidente da CCDRC, estando de acordo com aquele jornal,desfeita qualquer dúvida sobre este assunto, depois de uma demora mais do que o previsto nesta nomeação e depois do próprio Presidente nomeado, Norberto Pires, atual administrador da “Coimbra Inovação” e Prof. Universitário na Lusa Atenas,não ter sido o primeiro nome indicado (seria um nome do distrito de Aveiro).O outro Vice-Presidente nomeado, é um técnico do distrito de Viseu, da confiança pessoa do atual Secretário de Estado da Economia, Almeida Henriques. E proclamava o atual governo PSD/CDS-PP, o velho e gasto slogan “no jobs for the boys”.