Câmara de Mangualde evocou José dos Santos Pinto em tertúlia-concerto

Município de Mangualde homenageou no passado domingo, dia 11 de julho, o músico José dos Santos Pinto durante a tertúlia-concerto comentado que teve lugar na Igreja Matriz de Lobelhe do Mato. O evento contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal, Elísio Oliveira, e do Vereador da Cultura, João Lopes.

Cumprindo todas as regras de segurança emanadas pela Direção Geral da Saúde – DGS, cerca de 25 pessoas marcaram presença na iniciativa e assistiram à tertúlia–concerto moderada por Ana Margarida Cardoso. O momento cultural contou ainda com a presença do oboísta Luís Francisco Vieira, antigo aluno Uma imagem com pessoa, chão, interior, em pé

Descrição gerada automaticamentede Santos Pinto, que partilhou com o público algumas das memórias com o músico.

Tiago Coimbra no oboé e Joana Moreira no piano, protagonizaram o momento musical composto pelo seguinte repertório: José S. Pinto – Sonate dans l’Spirit Classique, para oboé e piano; Tomás Borba – Rosas Bravas: Melodia do Pastor (para oboé); Marcello/Bach – Adagio em Ré menor; José S. Pinto – Segunda Sonata, para oboé e piano.

A ação aconteceu no âmbito do projeto Reviver José Santos Pinto, cujo intuito é recordar o trabalho do músico e homenageá-lo. Constava ainda na programação deste projeto um Concerto Sinfónico com a Orquestra Poema, mas que acabou por ser cancelado.

PROJETO REVIVER SANTOS PINTO

O projeto Reviver Santos Pinto é da autoria de Ana Margarida Cardoso, que escreveu o livro “José dos Santos Pinto: retrato de um músico profissional durante o Estado Novo”, e do oboísta Tiago Coimbra. Através desta parceria pretendem recuperar duas sonatas para oboé compostas pelo próprio José dos Santos Pinto, apresentando-as ao público com o oboé que o músico utilizou durante toda a sua carreira. Este instrumento faz parte do espólio constante na Sociedade Filarmónica Lobelhense, foi restaurado e é único no mundo, uma vez que a sua dedilhação foi patenteada pelo músico.

 

 

Carregal do Sal:Feriado municipal celebra-se em Cabanas de Viriato

Assinala-se na próxima 2.ªfeira, dia 19 de julho, o Dia do Município.

E a Câmara Municipal preparou um programa comemorativo que, pela primeira vez, é deslocalizado.

A sessão solene vai realizar-se na Casa do Passal, em Cabanas de Viriato, situação motivada pelo facto de, nesse dia, ser a data de nascimento do humanista Aristides de Sousa Mendes.

Um dos momentos altos da sessão será, portanto, a evocação ao aniversário do Cônsul que salvou milhares de vidas do extermínio nazi.

A Câmara Municipal vai também distinguir as empresas com resultados meritórios em 2020 que conquistaram, por isso, as distinções PME Líder e PME Excelência.

O programa integra ainda ao lançamento e apresentação de mais um livro alusivo ao património concelhio – “Lagares e Lagaretas rupestres no Concelho de Carregal do Sal” e a entrega de prémios aos melhores alunos do ano letivo 2019/2020, cerimónia que foi adiada devido à situação pandémica.

Coligação PSD/CDS.Paula Ribeiro cabeça de lista à AM de Tábua

Pela primeira vez uma mulher é candidata à Presidência da Assembleia Municipal de Tábua.
Quando se apresenta um conjunto de pessoas para os lugares de responsabilidade, nem sempre se tem a preocupação de dar esses cargos a uma mulher. Não, isso que sucede connosco, na verdade, queremos romper com todas as ideias e convicções formadas.
Tábua é de todos e para todos, dando voz e atenção a cada um sem olhar à sua condição social, crença, sexo ou raça.
A Paula Ribeiro é disso um enorme exemplo, uma mulher com todas as provas dadas em prol da nossa terra, dos Tabuenses e do seu próximo.
Candidata-se à Presidência da Assembleia Municipal, leva consigo a responsabilidade de nunca permitir que nenhum Tabuense fique sem ser ouvido, sem lhe ser dada a devida e merecida atenção.
A todas as mulheres que como a Paula Ribeiro amam esta nossa terra muito agradeço por, tal como ela, terem a CORAGEM PARA MUDAR!
Comunicado da candidatura do PSD/CDS em Tábua

Carregal do Sal em risco máximo de incêndio

Vinte e sete concelhos dos distritos de Faro, Santarém, Portalegre, Viseu, Coimbra e Castelo Branco apresentam esta quarta-feira um risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Em risco máximo de incêndio estão os concelhos de Portimão, Monchique, Loulé, São Brás de Alportel e Tavira (Faro), Portalegre, Marvão, Castelo de Vide, Nisa e Gavião (Portalegre), Vila Velha de Ródão, Castelo Branco, Fundão, Proença-a-Nova, Sertã e Vila de Rei (Castelo Branco). Também os concelhos de Mação, Sardoal, Tomar, Sardoal, Ferreira do Zêzere, Abrantes, Vila Nova da Barquinha, Constância e Chamusca (Santarém), Oliveira do Hospital (Coimbra) e Carregal do Sal (Viseu) estão hoje em risco máximo de incêndio.

O IPMA colocou também vários concelhos de todos os distritos do continente (18) em risco muito elevado e elevado de incêndio. O risco de incêndio vai manter-se elevado em algumas regiões do continente pelo menos até domingo. Este risco de incêndio determinado pelo IPMA tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo. Os cálculos são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

O IPMA prevê para esta quarta-feira no continente céu pouco nublado ou limpo, temporariamente com períodos de maior nebulosidade em alguns locais, do litoral Centro até início da manhã e da costa sul do Algarve durante a tarde. Está também previsto vento fraco a moderado do quadrante norte, sendo do quadrante sul na costa sul do Algarve durante a tarde, por vezes forte e com rajadas até 60 quilómetros por hora, na faixa costeira a norte do Cabo Espichel, em especial durante a tarde, e nas terras altas do Norte e Centro até meio da manhã.

A previsão aponta ainda para uma pequena subida da temperatura mínima, em especial no interior, e subida da máxima, sendo acentuada em alguns locais do litoral Norte e Centro, e pequena descida da temperatura máxima no sotavento algarvio. As temperaturas mínimas vão oscilar entre os 12 graus Celsius (em Bragança, Leiria e Coimbra) e os 19 (em Portalegre e Faro) e as máximas entre os 26 (na Guarda, Porto e Aveiro) e os 37 (em Santarém).

Todos os distritos de Portugal continental e o arquipélago da Madeira apresentam esta quarta-feira um risco muito elevado de exposição à radiação ultravioleta (UV), segundo o IPMA. No arquipélago dos Açores, as ilhas Terceira, Faial, Flores e São Miguel apresentam risco elevado de exposição à radiação UV. Para as regiões com risco muito elevado, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) aconselha a utilização de óculos de sol com filtro UV, chapéu, ‘t-shirt’, guarda-sol, protetor solar e evitar a exposição das crianças ao sol.

Lusa

Luís Pinheiro anuncia não ser candidato mas diz “estarei por aí”

Luís Pinheiro,atual presidente da Junta de Freguesia de Canas de Senhorim,pelo Movimento de Restauração do Concelho,fez chegar à nossa redação um comunicado,em que anuncia a sua retirada da política ativa, pelo menos nas próximas autárquicas, deixando aos “partidos esse papel”.

“Não serei candidato a nenhum cargo nestas eleições”,assegura,não deixando contudo de assumir a continuidade do Movimento que lidera e pretende continuar a liderar. Fala do período de dois anos em que foi Chefe da Gabinete do atual autarca,Borges da Silva,considerando que, em Nelas,foi “um alvo a abater”. Vai mesmo mais longe a afirma que “o inferno ficou instalado e alguns Nelenses deitaram mão a tudo, para me complicar a vida e alimentar um ódio que já não faz sentido”. Apesar de se retirar, e lembrando as palavras de um antigo Primeiro Ministro,Luís Pinheiro diz: “Até breve.Estarei por aí”.

Comunicado na íntegra: 

Considero ser meu dever, depois de mais de duas décadas à frente dos destinos da Freguesia de Canas de Senhorim, quer na Junta, quer no Movimento, informar a população que é chegada a hora de me retirar e deixar esse papel aos Partidos. Claro que a continuidade do Movimento e da minha liderança à frente do mesmo, não estará em causa.

Não serei candidato a nenhum cargo nestas eleições. Agradeço ao Povo que sempre me apoiou, que confiou no meu trabalho, empenho e desafios em todas as frentes, que em conjunto fomos superando.

Neste momento, embora com falhas, estão à vista todas as dificuldades ultrapassadas na defesa das nossas causas e valores; na estreita colaboração com todo o Movimento Associativo; na continuidade das nossas Instituições, assim como, um melhor entendimento com todo o Poder Político Local e Nacional.

Defendi e defenderei sempre os interesses da Nossa Terra e, é com alguma tristeza que vejo a falta de respeito por parte de algumas Pessoas e Partidos, para com a nossa Instituição e o nosso Movimento pois, não vale tudo na corrida ao poder.

Considerei em 2019, que seria melhor aceitar o lugar que me foi proposto pelo Sr. Presidente da Câmara Municipal de Nelas, para integrar a sua equipa, na tentativa de uma aproximação das gentes de Canas e de Nelas assim como das suas Instituições. Trabalhei durante cerca de dois anos afincadamente, para que esta ponte fosse uma realidade e se esbatessem alguns azedumes já sem sentido. Se em Canas isto foi de certa forma incompreendido, em Nelas (onde dei mostras de grande envolvimento e dedicação ao Concelho), o entendimento foi de que eu, independentemente do trabalho, seria um alvo a abater. Consideram que Canas (ou pelo menos eu) não têm lugar na Sede do Concelho.

Não me arrependo porque, para além de não ganhar mais, tentei que este problema fosse ultrapassado e se conseguisse trabalhar em conjunto. Engano meu, porque o Inferno ficou instalado e alguns Nelenses deitaram mão a tudo, para me complicar a vida e alimentar um ódio que já não faz sentido. Superei e mostrei-lhes como se trabalha, até chegar a hora de dizer basta e voltar para o meu lugar porque, nunca estive dependente deste ou de qualquer outro cargo.

Penso que cometi em conjunto convosco, o erro de em 2005 termos dado o poder Camarário ao PSD/ CDS, onde mostrámos uma forma diferente de como recebemos aqui os Nelenses da Coligação assim como a forma como conseguimos trabalhar com Eles durante dois mandatos. Acontece que este acordo de votação desse ano, foi negociado com os Partidos da coligação que depois acabaram por não cumprir, “como poderei explicar mais tarde”.

Este trabalho foi continuado, com a entrada do Dr. Borges da Silva, pese embora que, nem num lado nem noutro conseguimos tudo a que temos direito, mas com afinco e boa vontade, fomos superando.

Neste momento apoiarei, o Candidato Mário Pires, Independente do PS. Acho que devemos apoiar quem trabalha afincadamente e garante o empenho, a continuidade do trabalho e o conhecimento profundo de todos os nossos graves problemas, fazendo de tudo para os ultrapassar.

Deixo, não sozinho, aquilo que considero primordial para a sobrevivência da nossa Freguesia – uma Escola; Zona Industrial; Etar ́s e Ecopontos; Parques; Correios; Piscinas; uma Instituição Bancária; arruamentos para futuras construções; Piscina, Sedes para a maioria das Associações; qualidade de vida, e muitas obras já concluídas e outras que espero fiquem acabadas até ao final do mandato. Espero ainda que outras obras e defesa de causas, tenham a continuidade, com o afinco que, só serão garantidos pelo Mário Pires com uma equipa renovada.

Mais uma vez, apelo ao vosso bom senso, pelo conhecimento que têm de tudo o que foi feito e defendido por nós, na Nossa Terra, pedindo-vos para, sem demagogias e enganos que vão aparecer por aí, apoiar quem luta, sabe e dá continuidade ao trabalho desenvolvido por todos, honrando a nossa História, o nosso Presente e preparando o nosso Futuro.

Peço desculpa por todas as falhas cometidas, agradecendo mais uma vez o Vosso carinho e apoio que nunca me foi negado, mas… preciso de fazer uma pausa, embora esteja sempre disponível para tudo e todos, esperando que me deixem em paz nesta campanha que se aproxima porque estarei fora… embora cá dentro!

Obrigado por todo o apoio e até breve. Estarei por aí.

O Presidente da Junta

Luis Pinheiro

Balanço da campanha “Taxa Zero ao Volante”

A Campanha de Segurança Rodoviária “Taxa Zero ao Volante” da responsabilidade da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), da Guarda Nacional Republicana (GNR) e da Polícia de Segurança Pública (PSP), decorreu nos dias 6 a 12 de julho e teve como objetivo alertar os condutores e todos os ocupantes dos veículos para os riscos da condução sob a influência do álcool.

Inserida no Plano Nacional de Fiscalização de 2021, a campanha foi divulgada nos meios digitais e através de cinco ações de sensibilização da ANSR, realizadas em simultâneo com as operações de fiscalização realizadas pela GNR pela PSP, em Lisboa, Bragança, Vila Real, Gouveia e Setúbal.

Na campanha foram sensibilizados 365 condutores e passageiros a quem foram transmitidas as seguintes mensagens:

  • Com uma taxa de álcool no sangue de 0,5 g/l o risco de sofrer um acidente mortal duplica;
  • Os acidentes que decorrem da condução sob a influência do álcool são particularmente graves;
  • Conduzir sob a influência do álcool causa perturbações ao nível cognitivo e do processamento de informação, o que acarreta, entre outros efeitos, uma menor capacidade e rapidez de decisão, aumento do tempo de reação, diminuição do campo visual (visão em túnel) e descoordenação de movimentos.

Durante as operações das Forças de Segurança, realizadas entre os dias 6 e 12 de julho, foram fiscalizados 55.264 veículos, tendo sido registado um total de 14.341 infrações, das quais 622 relativas à condução sob o efeito do álcool.

  Número de veículos fiscalizados Total de Infrações Infrações por condução sob a influência do álcool
GNR 32981 8605 537
PSP (22283), dos quais (18438) em território continental (5736), das quais (4853) em território continental (85), das quais (77) em território continental
Total Continental 55264 14341 622

No período da campanha, de 6 a 12 de julho, registou-se um total de 2195 acidentes, de que resultaram 9 vítimas mortais, 53 feridos graves e 756 feridos leves. Relativamente ao período homólogo de 2020, verificaram-se menos 92 acidentes, menos uma vítima mortal, mais sete feridos graves e mais nove feridos leves.

Esta campanha, simultaneamente implementada a nível nacional por todas as entidades envolvidas, foi mais um passo para o envolvimento dos condutores no desígnio de tornar a segurança rodoviária uma responsabilidade de todos.

Concerto da Escola Municipal de Música em Nelas

Cerca de 70 alunos da Escola Municipal de Música, professores de música e professores de atividades lúdico expressivas, apresentaram no passado dia 10 de julho 2021, no Largo do Município, Nelas, o resultado do trabalho desenvolvido durante o corrente ano letivo.

“Com um repertório musical composto por músicas clássicas e contemporâneas, a apresentação traduziu o talento, empenho e dedicação dos alunos e professores, merecendo os aplausos de pais, familiares e amigos presentes. Excelentes momentos musicais neste fim de ano letivo 2020/2021”, escreve o município na sua página no Facebook.

CIM Viseu Dão Lafões Apresenta “Viseu Dão Lafões Riders Challenge”

Após o sucesso da primeira edição, a Comunidade Intermuncipal (CIM) Viseu Dão Lafões apresentou, hoje (dia 12 de julho), em Castro Daire, a segunda edição do Viseu Dão Lafões Riders Challenge.

Neste desafio de ciclismo de estrada, a decorrer entre os dias 15 de julho e 15 de setembro, os participantes são desafiados a cumprir quatro circuitos, cujos percursos integram as quatro Subidas Épicas| Viseu Dão Lafões.

Embora as componentes de superação e de descoberta continuem a ser os condimentos principais de atração, a componente competitiva está presente, através do registo do tempo que os participantes demoram a percorrer cada uma das etapas.

Este desafio foi desenvolvido num formato que permite incrementar a dinâmica de descoberta do território, potenciando o tempo de permanência dos atletas, causando um impacto direto nos agentes locais ligados ao turismo.

Procurando dinamizar a atratividade deste evento, para os agentes turísticos da região e para os atletas, a CIM Viseu Dão Lafões deu uma especial atenção à estruturação de parcerias com as unidades de alojamento e de restauração, exemplo disto é a criação do “Rider Card” (cartão digital), que promove, junto dos atletas e acompanhantes, o acesso a condições especiais nas reservas de alojamento e restauração

Para o Secretário Executivo da CIM Viseu Dão Lafões, Nuno Martinho, “Este desafio surge no âmbito da estratégia que a CIM  delineou, de ativação da região enquanto destino de turismo natureza e desportivo, através do desenvolvimento de um produto compósito no domínio do Walking & Cycling que alia percursos pedestres, Ecopistas, Centros de BTT e Trail às Subidas Épicas, com o objetivo de atrair para o território uma dinâmica e animação permanente.”

“Com esta iniciativa, a CIM pretende assegurar a  ativação do destino Viseu Dão Lafões enquanto referência para o Turismo Desportivo, em particular para o Ciclismo de Estrada, em torno das quatro Subidas Épicas traçadas nas encostas das Serras do Caramulo, Arada e Montemuro”, concluiu o Secretário Executivo.

De acordo com o Presidente da Câmara Municipal de Castro Daire, Paulo Almeida, “Estas iniciativas são importantes para o território na medida em que  dinamizam a economia e ajudam a promover a atratividade, ao longo de todo o  ano, junto de novos públicos.

Riportico fiscalizou a Unidade de Saúde da Alta de Lisboa

A nova Unidade de Saúde da Alta de Lisboa já está em funcionamento e a Riportico, uma das melhores consultoras de engenharia em Portugal, foi a responsável pelos serviços de Gestão, Fiscalização e Coordenação de Segurança em Obra. A unidade de saúde, cuja construção representou um investimento de 3,1 milhões de euros por parte do município de Lisboa, foi inaugurada no final do mês de junho, com a presença da ministra da Saúde, Marta Temido, e do presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina.

O edifício da Unidade de Saúde da Alta de Lisboa, cuja empreitada começou em fevereiro de 2020, é constituído por um piso térreo e dois pisos elevados. Os trabalhos, para além dos aspetos arquitetónicos e de uma estrutura em betão armado, incluíram instalações elétricas, infraestruturas de telecomunicação, instalações de aquecimento, ventilação e ar condicionado, instalações de segurança, instalações eletromecânicas (elevadores) e um sistema de gestão técnica para gerir todas as infraestruturas.

Preço dos combustíveis em máximos de 10 anos motiva manifestações

Centenas de pessoas manifestaram-se ontem,11 de julho, em Portugal, contra o preço dos combustíveis, com a organização a considerar a situação “insuportável e insustentável” para o país e a exigir uma redução dos valores.

Na convocatória divulgada na rede social Instagram e no comunicado enviado à comunicação social, os organizadores lembraram que os preços dos combustíveis dispararam para o valor “mais elevado dos últimos 10 anos” num ano “especialmente difícil para as famílias portuguesas”.

“Portugal está no top 5 dos países com os combustíveis mais caros, sendo que 60% do valor que pagamos por cada litro se deve à carga fiscal portuguesa”, referem, sublinhando que Portugal “está entre os seis países da União Europeia com o salário médio mais baixo”.

Gritando palavras de ordem como “o Estado que mente põe a gente doente”, “nós só queremos os impostos a baixar”, “a gasolina está cara”, “chega de valores abusivos”, “isto é um assalto” ou “Governo baixa o gasóleo”, os manifestantes saíram da Praça do Saldanha até ao Marquês de Pombal e desceram a Avenida da Liberdade, em direção ao Rossio.

À partida, marcada para as 1 horas, eram cerca de 200 as pessoas que se encontravam no Saldanha, constatou a agência Lusa no local.

Uma faixa cor de vinho, em que se lia “Não há gota para esta palhaçada”, encabeçava a coluna de manifestantes a pé, seguida por outros tantos que se faziam transportar de mota, acompanhados de perto pela PSP. À sua frente, o camião negro da organização, que entoava as palavras de ordem repetidas pelos manifestantes, agitava bandeiras, entre as quais do Movimento Cumprir Portugal.

Em declarações à agência Lusa quando a comitiva passava no Marquês de Pombal, Tomé Cardoso, da organização, explicou que a manifestação estava a “decorrer muito bem”, tendo uma “grande adesão”.

O representante frisou que os manifestantes protestam contra os elevados preços dos combustíveis, salientando que não vão parar até terem uma resposta do Governo. “Não vamos parar até baixarem os combustíveis. Vamos estar na rua daqui a 15 dias se não tivermos resposta e nos 15 dias seguintes, sempre aos domingos”, frisou.

Tomé Cardoso adiantou à Lusa não ter dados sobre os protestos no Porto, que decorrem ao mesmo tempo, salientando que durante a manhã, em Faro, houve perto de duas centenas de pessoas a manifestar-se.

Centro Notícias com Lusa

Iúri Leitão conquista duas medalhas de prata na Rússia

Iúri Leitão terminou ontem a sua participação na Taça das Nações de Pista em São Petersburgo, ao serviço da Seleção Nacional. Desempenho brilhante do nosso corredor que alcançou duas medalhas de prata, em Madison (dupla com João Matias) e Omnium.

Ao longo dos 4 dias de competição Iúri leitão esteve presente em quatro provas distintas. Começou a sua participação na prova de Perseguição Individual onde alcançou a 8a posição a 12,5 segundos do vencedor, o britânico Kyle Gordon.

Já no sábado, Iúri Leitão que fazia dupla com João Matias, tiveram um desempenho de grande qualidade nos 50 quilómetros do Madison. A dupla de Portugal manteve-se na luta pelo pódio, pontuando em vários sprints. À entrada do último terço da corrida, os portugueses arriscaram tentar ganhar os 20 pontos atribuídos às equipas que dobram o pelotão. O esforço de Iúri Leitão e João Matias foi bem sucedido e, com essa movimentação, Portugal ficou na luta pela medalha de ouro. No final a seleção russa levou a vitória com 7 pontos de vantagem para a dupla portuguesa que levaram assim para casa a medalha de prata.

No último dia de competição, Iúri Leitão esteve de novo em ação competindo no Ominium, esta que é uma prova composta pelas disciplinas de Scratch, Tempo Race, Eliminação e Corrida por Pontos. Iúri teve uma entrada muito forte no concurso, vencendo desde logo as duas primeiras provas de Scracth e Tempo Race. Com um 3o lugar na Eliminação ficou tudo em aberto para a Corrida por Pontos. Iúri Leitão defendeu-se bem, ganhou duas voltas ao pelotão e pontuou em quatro sprints. Com este desempenho desceu ao segundo lugar da geral, com 166 pontos alcançando assim mais uma medalha de prata.

Autárquicas Nelas.Manuel Marques mandatário da candidatura da coligação

A candidatura da Coligação PSD/CDS às autárquicas, apresenta Manuel Marques como mandatário:
“Aceitou fazer parte desta mudança sendo mandatário da candidatura de Joaquim Amaral.Homem desde sempre ligado às causas cívicas do concelho vem fortalecer a coligação com o seu conhecimento e visão que tem das freguesias e munícipes do concelho.
Manuel Marques é conhecido pelo ser Homem de trabalho e lutador. Com um percurso profissional, autarca e associativo reconhecido, subiu a pulso desempenhando várias tarefas/trabalhos durante a sua vida. Hoje é jurista do Município de Mangualde.
Desempenhou vários cargos em diversas associações do concelho e é reconhecido pelo que tem feito em prol dos ovinocultores na ANCOSE.
Enquanto autarca o seu nome está ligado (sem placas) a diversas obras realizadas por todo o concelho que contribuíram para o seu desenvolvimento.
Manuel Marques é mais um dos rostos que acredita que é preciso MUDAR.
Mudar a forma de fazer política e de gerir a câmara, e assim implementar um trabalho empreendedor, honesto e de grande ligação ao concelho e às pessoas que aqui vivem.”

GNR: Balanço da atividade de combate à criminalidade

A Guarda Nacional Republicana, para além da sua atividade operacional diária, levou a efeito um conjunto de operações, em todo o território nacional, entre os dias 2 e 8 de julho, que visaram, não só, a prevenção e o combate à criminalidade e à sinistralidade rodoviária, como também a fiscalização de diversas matérias de âmbito contraordenacional, registando-se os seguintes dados operacionais:

  1. Detenções311 detidos em flagrante delito, destacando-se:
  • 119 por condução sob o efeito do álcool;
  • 82 por condução sem habilitação legal;
  • 22 por tráfico de estupefacientes;
  • 21 por furto e roubo;
  • 12 por posse ilegal de armas e arma proibida;
  • Três por incêndio florestal;
  • Três por violência doméstica.

Apreensões:

  • 569 plantas de canábis;
  • 23 armas brancas ou proibidas;
  • 18 armas de fogo;
  • 32 munições;
  • 40 armadilhas.
  1. Trânsito:

Fiscalização7 526 infrações detetadas, destacando-se:

  • 2 407 excessos de velocidade;
  • 332 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;
  • 626 por falta de inspeção periódica obrigatória;
  • 232 relacionadas com anomalias nos sistemas de iluminação e sinalização;
  • 368 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei;
  • 242 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução;
  • 186 por falta de seguro de responsabilidade civil;
  • 99 relacionadas com tacógrafos.

Temperaturas sobem.Risco de incêndio rural aumenta

PERIGO DE INCÊNDIO RURAL – MEDIDAS PREVENTIVAS

1. SITUAÇÃO

De acordo com a informação disponibilizada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), prevê-se um agravamento das condições favoráveis ao incremento do risco de incêndios, devido ao tempo quente e seco, sendo de destacar os seguintes aspetos para as próximas 72 horas:

  • −  Subida da temperatura máxima, com maior incidência nas regiões do Alentejo, Algarve e interior Centro, estendendo-se ao interior Norte;
  • −  Humidade relativa do ar com valores baixos na generalidade do território, sem recuperação noturna;
  • −  Vento intenso nas terras altas, soprando por vezes forte;
  • −  Condições meteorológicas propícias a ocorrências de comportamento errático dos

    incêndios, em especial nas regiões do Alentejo e Algarve.

    Informação meteorológica em: www.ipma.pt

2. EFEITOS EXPECTÁVEIS

Considerando a previsão meteorológica, esperam-se condições favoráveis à eventual ocorrência e propagação de incêndios rurais em especial nas regiões do Algarve, Alentejo, Centro interior, estendendo-se posteriormente ao interior Norte do país.

3. MEDIDAS PREVENTIVAS
A Autoridade Nacional de Emergência de Proteção Civil recorda que durante o PERÍODO CRÍTICO (01 de julho a 30 setembro) é:

  • −  PROIBIDO fazer Queimadas Extensivas SEM AUTORIZAÇÃO. Informe-se na sua câmara municipal ou pelo 808 200 520.
  • −  PROIBIDO fazer Queima de Amontoados SEM COMUNICAÇÃO PRÉVIA/AUTORIZAÇÃO. Informe-se na sua câmara municipal ou pelo 808 200 520.
  • −  PROIBIDO utilizar fogareiros e grelhadores em todo o espaço rural salvo se, usados fora das zonas críticas e nos locais devidamente autorizados, para o efeito.
  • −  PROIBIDO fumar ou fazer qualquer tipo de lume nos espaços florestais.
  • −  PROIBIDO lançar balões de mecha acesa e foguetes. O uso de fogo-de-artifício só é permitido com autorização da câmara municipal.
  • −  PROIBIDO fumigar ou desinfestar apiários exceto se os fumigadores tiverem dispositivos de retenção de faúlhas.
  • −  PROIBIDO usar motorroçadoras (exceto se possuírem fio de nylon), corta-matos e destroçadores nos dias de Risco Máximo. Evite o uso de grades de discos.
  • −  OBRIGATÓRIO usar dispositivos de retenção de faíscas e de tapa-chamas nos tubos de escape e chaminés das máquinas de combustão interna e externa nos veículos de transporte pesados e 1 ou 2 extintores de 6 Kg, consoante o peso máximo seja inferior ou superior a 10 toneladas.

    Acompanhe a evolução do perigo de incêndio para os próximos dias, disponível nos sítios da internet da ANEPC, do IPMA e do ICNF, ou junto dos Serviços Municipais de Proteção Civil e dos Corpos de Bombeiros.

“Culturiza-te” uniu arte e política em Carregal do Sal

No dia 4 de julho, o Núcleo Concelhio de Carregal do Sal do Bloco de Esquerda realizou a quarta edição do Culturiza-te, uma iniciativa que pretende juntar a arte à política.
Esta quarta edição serviu também como mote para a inauguração da sede de campanha do Bloco de Esquerda em Carregal do Sal, localizada na Avenida Nossa Senhora das Febres, umas das vias de entrada na vila.
O Culturiza-te contou com uma exposição de arte, de artistas como a Micaela Correia, António Abrantes, Joana Sousa, Bruno Pereira e Rafaela Bento, e com uma instalação sonora de Pedro Abrantes, um jovem carregalense, mas também houve a oportunidade de realizar um balanço do mandato de quatro anos que está a terminar na Assembleia Municipal e para a apresentação de algumas propostas que vão constar no Programa Eleitoral do Bloco de Esquerda.
A iniciativa teve a presença de vários candidatos do Bloco, nomeadamente os dois primeiros candidatos à Câmara Municipal, Hermínio Marques e Vanessa Rodrigues, e os primeiros candidatos à Assembleia Municipal, Diego Garcia e Ana Mendes.
Diego Garcia começou por falar sobre a proposta de promoção de Unidades de Gestão Florestal, apresentada em 2018, e rejeitada pela maioria do Partido Socialista, mas também foi debatida a criação do Centro de Recolha Oficial de Animais, que foi uma proposta do Bloco e sobre o processo de transferência de competências.
O atual deputado municipal e 1º candidato à Assembleia Municipal referiu que “o Partido Socialista já tentou chamar a medida do canil municipal para si, mas de facto a presença do Bloco faz a diferença como o comprovam estes dados: 108 adoções entre 2011 e 2017; 122 adoções de julho de 2017 a dezembro de 2020”. Relativamente às transferências de competências, Diego Garcia sublinhou que “o Bloco foi o primeiro partido na Assembleia Municipal a refutar estas transferências, ficando isolado num primeiro momento, mas passado uns meses já foi a Câmara Municipal a pedir à Assembleia Municipal para rejeitar estas transferências, sobretudo na área da saúde e da educação”.
Por sua vez, Ana Mendes, a segunda candidata à Assembleia Municipal, também falou sobre algumas propostas apresentadas pelo Bloco ao longo destes últimos 4 anos, como por exemplo a criação de um cinema no Centro Cultural, a carta do associativismo e a criação do Gabinete do Cuidador Informal, que segundo Ana Mendes “foi criada uma rubrica no Orçamento Municipal para 2019 para a implementação desta estrutura, mas desde então ainda não saiu do papel”.
Vanessa Rodrigues, a segunda candidata à Câmara Municipal, começou por apresentar algumas propostas que vão integrar o Programa Eleitoral do Bloco, uma delas é a criação de um plano especial de adoção para cães idosos que estejam no canil municipal, mas também a criação da figura do Guarda-Rios, como forma de proteger e preservar os cursos de água do concelho. Relativamente ao turismo, Vanessa Rodrigues alertou que “é importante valorizar as praias fluviais existentes no concelho como forma de promoção dos nossos recursos naturais”.
O candidato do Bloco à Câmara Municipal, Hermínio Marques, disse que o Bloco “sempre alertou para os principais problemas do concelho”, desde o ambiente até à habitação, e foi dos poucos partidos a levar essas preocupações à Assembleia da República. O candidato bloquista falou das propostas do Bloco na área da educação e da saúde.
Hermínio Marques frisou que “não há vencedores antecipados, às vezes há fenómenos extraordinários”, acrescentando que aquilo que o fez candidatar-se à Presidente da Câmara foi “fazer com que as pessoas do concelho de Carregal do Sal sejam felizes e vivam bem”.

Grande reservatório de água de Nelas inaugurado

O Secretário de Estado Adjunto e do Desenvolvimento Regional,Carlos Miguel, procederá amanhã, durante a parte da manhã, à inauguração do Grande Reservatório de Água do Concelho de Nelas, com capacidade de 4.000m3.
Com esta infraestrutura, que representa um investimento superior a 1,7 milhões de euros, tendo sido financiada em cerca de 1 milhão de euros pelo POSEUR/PT2020, o Município de Nelas passará a ter uma autonomia de 48 horas no abastecimento de água.
Este reservatório está dotado de telegestão na ligação aos outros reservatórios, substituindo o sistema manual que existe no Município desde os anos 40 do Século XX.
CM de Nelas

Carregal do Sal passa a estado de alerta.Câmara cancela eventos

Independentemente do cumprimento integral das medidas de saúde pública, o risco de transmissão de infeção pelo coronavírus durante eventos é real e não pode ser desvalorizado.

A situação epidemiológica a nível concelhio começa a ser preocupante. Nos últimos 14 dias, de 23/06/2021 a 06/07/2021, a taxa de incidência por 100 mil habitantes, no concelho de Carregal do Sal é 236,0.

Neste sentido, o Serviço Local de Saúde Pública com intervenção na área geográfica de Carregal do Sal, desaconselha a realização de quaisquer eventos que promovam a aglomeração de pessoas, familiares ou não.

É do conhecimento comum que qualquer evento, independentemente da sua natureza, constitui, no contexto da situação epidemiológica atual, um risco acrescido para a saúde pública, condicionando um risco real de que possam circular pessoas infetadas, com ou sem sintomas, ainda que com um esforço de testagem prévia.

Deve ser tida em conta a aplicação de medidas de redução de risco, garantido o cumprimento integral da legislação em vigor, bem como das normas, orientações e recomendações da DGS, uma vez que a atual imprevisibilidade da evolução epidemiológica da COVID-19, determina o grau de incerteza em que vivemos. “

Delegada de Saúde, ACeS Dão Lafões

Face ao parecer ora transcrito, a Câmara Municipal de Carregal do Sal vai proceder ao cancelamento das atividades dos dias 8 e 9 de julho de 2021, designadas por Noites do Parque, que teria a participação do Naco Cantat e do O Torreão.

A decisão ora tomada será reavaliada na próxima semana, relativamente a outras atividades programadas das Noites do Parque, cuja decisão será, de imediato, tornada pública.

Carregal do Sal, 8 de julho de 2021.

O Presidente da Câmara,

Rogério Mota Abrantes.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies