Alexandre Borges vai lutar pelo pódio em Montalegre

Alexandre Borges, atual líder do Campeonato de Portugal de Kartcross, parte para a segunda passagem do Campeonato, pela capital do Misticismo, determinado em lutar pelo pódio.

Depois de um fim de semana onde viu goradas as suas aspirações, na Final de Sever do Vouga, fruto dos danos provocados no seu Semog Bravo, em consequência de alguns toques, o piloto da NelaSport, viaja para o Circuito Internacional de Montalegre, focado em ser um dos protagonistas em pista e voltar a subir ao lugar mais alto do pódio.

Nesta, que é uma das pistas mais rápidas de todo o Campeonato, os níveis de concentração, têm que estar sempre no máximo, ao longo das várias corridas, fator que contribuirá certamente, para corridas emocionantes, que podem ser acompanhadas via live streaming, uma vez que a prova decorrerá sem a presença de público nas bancadas, face às medidas de contenção da pandemia de COVID-19.

“Vamos com o objetivo de lutar pelo pódio, mas conscientes que a tarefa não se avizinha fácil. O Campeonato está ao rubro, com um lote muito vasto de pilotos extremamente rápidos. Arrisco mesmo a dizer, que esta é provavelmente, uma das edições mais competitivas dos últimos anos. Queria deixar um agradecimento especial para a minha estrutura, que foi incansável, para ter o Kartcross nas melhores condições para Montalegre”, refere Alexandre Borges.

Para a presente época, a equipa conta com os apoios de: A Oficina – Borgesport; Qbeiras Energia; JC Automóveis; Câmara Municipal de Nelas; Officelan; Junta de Freguesia de Nelas; Valvoline; Maciça; Opção Atual – Consultores de Gestão; Quinta da Fata; Planus; Grafinelas; Movsil; Ana Mendes – Mediação Imobiliária; Auto Mecânica Ideal de Nelas – Posto GALP; Movsteel; Transportes Penacovense; Tinita; Avencar; News Motor Sports; Semog; Maxi Shocks; Artes & Letras, Papelaria.

Detido por posse ilegal de armas e munições

O Comando Territorial de Viseu, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Moimenta da Beira, ontem, dia 19 de julho, deteve um homem de 50 anos por posse ilegal de armas e munições, no concelho de Tabuaço.

No âmbito de uma denúncia que o suspeito teria, ilegalmente, diversas armas em casa, os militares da Guarda desenvolveram diligências policiais que culminaram numa busca domiciliária, tendo sido apreendido o seguinte material:

·         Três espingardas de caça com lanternas e lasers acoplados;

·         Duas carabinas (uma com silenciador);

·          Duas pistolas;

·         Oito carregadores;

·         Três velas de pólvora seca com cordão detonante;

·         Quatro detonadores;

·         Duas cartucheiras;

·         Três coldres;

·         5,5 metros de cordão detonante;

·         207 cartuchos;

·         179 munições de diversos calibres.

O detido foi constituído arguido, e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Moimenta da Beira.

Arte urbana: comunidade vai colorir as ruas de Nelas, Mangualde, Gouveia e Fornos de Algodres

As ruas de Nelas, Mangualde, Gouveia e Fornos de Algodres vão ganhar nova vida. Cores e linhas vão preencher as paredes e contar a história e as estórias dos que por cá vivem e dos que por cá passam. Trata-se de uma iniciativa do Alto Mondego’ Rede Cultural que desafiou o artista urbano Desy a criar 4 murais, um em cada município. Mas há mais. A comunidade também vai ser chamada a pegar no spray e a pintar a sua terra e criar o seu próprio mural.

4 murais, 4 histórias para contar, 4 puzzles que se juntam numa única narrativa: o Alto Mondego e aquilo que une e diferencia estes 4 Municípios. Em Fornos de Algodres o trabalho já está concluído e a homenagem é ao fadista António Menano, natural do concelho. Os outros murais vão ser pintados muito em breve. Em Gouveia será pintada a figura de Vergílio Ferreira, romancista e ensaísta português, natural de Melo; já em Mangualde a personalidade escolhida é Ana de Castro Osório, escritora e ativista feminista.

Fadista António Menano foi a personalidade escolhida em Fornos de Algodres.

“Procuramos homenagear personalidades locais ligadas à cultura e aos territórios. Cada mural tem uma leitura individual, mas todos têm uma ligação comum”, explica Desy que não tem dúvidas: Este projeto de arte urbana é um instrumento muito importante “para embelezar e enriquecer os Municípios”.

Comunidade desafiada a pegar no spray e a pintar a sua terra

Dos 8 aos 80, a comunidade vai ser desafiada a colorir a sua terra. Nos meses de agosto e setembro serão promovidas sessões de capacitação em todos os Municípios. “As pessoas vão ficar a perceber como funciona a arte urbana, quais as técnicas, qual a história e o porquê desta ser uma das artes deste século”, adianta Desy.

 

Da teoria à prática o projeto culmina com a criação de mais 4 murais. Os participantes poderão testar os seus conhecimentos e dar o seu contributo para embelezar os seus territórios.

“O envolvimento da comunidade é para mim a grande mais-valia destes projetos. As pessoas vão poder criar algo que é para o Município delas, mas é também delas. Os murais vão valorizar o Município, mas também vão valorizar as pessoas, muitas delas podem até perceber que é este o futuro que querem seguir e que é possível seguir este futuro”, sublinha.

Comunidade desafiada a descobrir a Arte Urbana.

As primeiras capacitações decorrem em Fornos de Algodres, de 2 a 4 de agosto, depois serão em Gouveia de 12 a 14 de agosto. Mangualde é o terceiro Município a acolher a iniciativa. As sessões decorrem entre 23 e 25 de agosto. A ação termina em Nelas com as capacitações de Arte Urbana a decorrerem de 6 a 8 de setembro.

As inscrições são gratuitas e já estão abertas. Os interessados devem contactar:

  • Fornos de Algodres: André Pereira – [email protected] – 967 377 759
  • Município de Gouveia: Rui da Eufrázia – [email protected] – 961 730 876
  • Mangualde – [email protected] – 925 785 552
  • Nelas – [email protected] – 961 671 526

    Acompanhe em primeira mão todas as novidades na página do facebook da Rede Cultural do Alto Mondego.

    O projeto “Alto Mondego Rede Cultural” junta os municípios de Nelas, Mangualde, Fornos de Algodres e Gouveia e é cofinanciado pelo Centro 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Tábua.Candidatura PSD/CDS apresenta candidato à Junta de Espariz e Sinde

Nesta caminhada que fazemos para a construção de uma equipa que venha trabalhar por Tábua, por cada freguesia, por cada Tabuense, chegou agora a hora de apresentar o Humberto Fernandes, candidato à União de freguesias de Espariz e Sinde.

Este jovem, está disponível a elevar a qualidade de vida e conduzir os rumos da união de freguesias em ciclo inverso ao que se tem neste momento. Sim quando se diz ciclo inverso, temos a coragem de afirmar que daremos dignidade, oportunidade e igualdade em cada lugar deste município. Espariz e Sinde têm muito trabalho para se fazer, pode contar com o Humberto para dar a devida atenção e boa resolução, com uma presença assídua nos próximos 4 anos.

Candidatura do PS à Câmara de Nelas apresenta todos os cabeças de lista

Foi na passada sexta feira,16 de julho, que a candidatura liderada por Borges da Silva (recandidato a um terceiro mandato à presidência da Câmara), apresentou os cabeças de lista aos restantes órgãos autárquicos.

O mandatário será Francisco Paula, empresário.António Borges é novamente cabeça de lista à Assembleia Municipal.

Na lista encabeçada por José Borges da Silva ao executivo camarário foram apresentados Irene Ligeiro, Aires dos Santos, Fernando Silvério e Salomé Simões.

Em relação às freguesia os candidatos a presidente são:

Nelas: João Pedro Vaz

Canas de Senhorim: Mário Pires

Santar/Moreira: Jorge Abreu e por Moreira : Hugo Fernandes

Carvalhal Redondo/Aguieira: Carlos Moreira e por Aguieira: José Marques

Lapa do Lobo: António Costa

Senhorim: Tiago Santos

Vilar Seco: Paulo Abrantes

Borges da Silva,no seu discurso, enfatizou o “orgulho no muito que foi feito e está a ser feito nos diversos domínios, mas também tenho noção do muito que está por fazer e da experiência que ganhei para o alcançar, nomeadamente da relação excelente com o Governo,e da continuação do aproveitamente dos fundos comunitários,incluindo o PRR”.

 

Na passada sexta-feira, dia 16, tivemos oportunidade de apresentar os candidatos a todos os Órgãos Autárquicos do Município de Nelas.
Francisco Paula como Mandatário da Candidatura do PS deu as boas vindas a todos os cabeças de lista. António Borges volta a encabeçar a lista à Assembleia Municipal.
 Um conjunto de pessoas que Vive Nelas na sua plenitude e com provas dadas da sua competência, dedicação e resiliência, a quem se junta os nossos candidatos às Freguesia:
Mário Pires – Cabeça de lista Freguesia de Canas de Senhorim
Carlos Moreira – Cabeça de lista Carvalhal Redondo – União de Freguesias de Carvalhal Redondo e Aguieira
José Marques – Aguieira da União de Freguesias de Carvalhal Redondo e Aguieira
António Costa – Cabeça de lista Freguesia de Lapa do Lobo
João Pedro Vaz – Cabeça de lista Freguesia de Nelas
Jorge Abreu – Cabeça de lista Santar – União de Freguesias de Santar e Moreira
Hugo Fernandes – Moreira da União de Freguesias de Santar e Moreira
Tiago Santos – Cabeça de lista Freguesia de Senhorim
Paulo Abrantes – Cabeça de lista Freguesia de Vilar Seco
Bem-haja a todos os que estiveram presentes e a todos aqueles que assistiram através da nossa transmissão online, neste que foi o arranque da caminhada que nos vai levar a manter o município no rumo do crescimento e da prosperidade, com confiança e esperança, porque esta é a força que nos une!

Prestação sólida da UCI Tavfer-Measindot-Mortágua no Troféu Joaquim Agostinho

A Equipa Continental UCI Tavfer-Measindot-Mortágua terminou hoje a sua participação no Troféu Joaquim Agostinho com a terceira etapa, uma ligação de 185 quilómetros, entre Serra d’El Rei e o alto de Montejunto. Mais um dia onde a equipa esteve entre os melhores com Tiago Antunes e Joaquim Silva entre os 10 primeiros na alto, cimentando assim os seus ligares também nos 10 primeiros da Classificação Geral.

Etapa mais longa da competição mas nem assim deixou de ser atacada desde o quilómetro 0. Uma fuga de 14 elementos viria a formar-se após cerca de 30 quilómetros mas que nunca teve grande margem por parte da equipa do camisola amarela. A nossa equipa manteve-se junta e coesa no pelotão, aguardando as principais dificuldades do dia para fazer diferenças.

Já dentro dos últimos 10 quilómetros com as subidas ao Avenal e Montejunto, a corrida explodiu por completo com o aumentar do ritmo. No grupo da dianteira contávamos com a presença de Tiago Antunes, Joaquim Silva e Gaspar Gonçalves. Já nos derradeiros quilómetros Tiago Antunes e Joaquim Silva trabalharam em conjunto para alcançar a frente da corrida e no Alto do Montejunto Tiago Antunes foi 5o e Joaquim Silva 10o classificado. Com estas posições cimentaram os seus lugares dentro dos 10 primeiros da Classificação Geral, terminando assim em 6o e 7o lugar respetivamente.

Coletivamente foi mais um dia bastante positivo e o assalto à liderança desta classificação foi falhado por apenas escassos 6 segundos. Um grande esforço de toda a equipa não só no dia de hoje, mas ao longo dos 3 dias de competição. Esta foi a última prova antes da Volta a Portugal, que uma vez mais foi concluída com um desempenho positivo.

Classificação Etapa
Serra d’El Rey – Alto do Montejunto: 185 Kms
1.o José Fernandes (W52-FC Porto), 4h38m26s
5.o Tiago Antunes (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 1m15s
10.o Joaquim Silva (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 1m29s 16.o Gaspar Gonçalves (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 2m11s 39.o Rui Carvalho (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 7m30s
65.o Francisco Morais (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 19m19s 78.o Pedro Paulinho (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 23m32s 97.o Leangel Linarez (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 37m57s

Classificação Geral

1.o Frederico Figueiredo (Efapel), 10h56m38s
6.o Tiago Antunes (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 2m03s 7.o Joaquim Silva (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 2m04s

Velo Clube do Centro, Rua da Ponte, 26, Povoinha. 3450-450 Mortágua
Tlm: 918754986 – 911952447 | Tlf: 231921740 | @: [email protected]

PRESS RELEASE

17.o Gaspar Gonçalves (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 4m02s 33.o Rui Carvalho (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 11m53s
59.o Francisco Morais (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 28m54s 73.o Pedro Paulinho (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 29m15s 94.o Leangel Linarez (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 1h03m05s

Classificação Geral por Equipas

1.o Euskaltel – Euskadi, 32h58m01s 3.o Tavfer-Measindot-Mortágua, a 6s

PSS/CDS Nelas candidata Jorge Coelho à Junta de Nelas

Apresentamos o candidato a Presidente da Junta de Freguesia de Nelas:
JORGE COELHO
Jorge Coelho é um nome que não necessita de apresentações.
O seu percurso profissional e cívico é conhecido em toda a Freguesia de Nelas e no Concelho. Fortemente ligado ao movimento associativo. Foi jogador, treinador e dirigente do SL e Nelas, dirigente nos Bombeiros, Bairro da Igreja e ABC de Nelas, clube onde foi jogador, é dirigente e treinador de imensos jovens há mais de 20 anos. É há 35 anos um dos principais rostos da CGD.
Jorge Coelho é mais um munícipe que aceitou este desafio porque acredita no projeto da Coligação PSD/CDS-PP, liderado por Joaquim Amaral, e que a mudança também está nas mãos dele, assim como de todos nós.
“Chamo-me Jorge Coelho e sou natural de Nelas. Toda a minha vida escolar, profissional e associativa foi feita em Nelas.
Desde novo que sempre estive ligado às associações da Freguesia, quer como atleta, quer como dirigente.
Fui atleta, treinador e dirigente do SL Nelas. Fiz parte da direção do Bairro da Igreja. Atualmente sou vice-presidente do ABC e faço parte da direção dos Bombeiros Voluntários de Nelas.
No ABC de Nelas ao longo destes anos da sua existência desempenhei as funçoes de treinador em todos os escalões e a coordenação técnica para o futsal.
O meu percurso profissional foi sempre na Caixa Geral de Depósitos.
Sou candidato a Presidente da Junta de Freguesia de Nelas, pela Coligação PSD/CDS-PP, por que acredito na democracia. Acredito que é possivel fazer democracia de forma transparente, sincera e clara.
Sou o rosto de uma equipa unida, competente, motivada e com capacidade de mudança positiva tendo por base o diálogo e a proximidade com todos os habitantes da Freguesia.
Estou certo que será um percurso exigente, mas estou ainda mais certo que contará com o contributo de todos aqueles que acreditam nas minhas capacidades e da minha equipa, e se identificam com a nossa postura na ação politica e na vida social e profissional, para continuar a engrandecer a Freguesia de Nelas.
Aceitei este desafio poque acredito que a mudança também está nas minhas mãos.”
Candidatura da Coligação PSD/CDS em Nelas

Joaquim Silva entre os melhores na Serra do Socorro, foi 4o em chegada inédita

A Equipa Continental UCI Tavfer-Measindot-Mortágua concluiu hoje a sua participação na 1a Etapa do Troféu Joaquim Agostinho, uma etapa de 85 quilómetros com chegada inédita à Serra do Socorro. Mais um dia onde a equipa esteve na disputa direta da etapa com dois homens no Top-10, Joaquim Silva 4o e Tiago Antunes 8o.

A etapa foi marcada foi marcada por uma fuga de 5 elementos, mas que nunca teve grande margem para o pelotão. A equipa manteve-se unida no pelotão, na tentativa de proteger os homens mais fortes na montanha, Joaquim Silva, Tiago Antunes e Gaspar Gonçalves.

Na subida à Serra do Socorro, toda ela muito dura com pendentes perto dos 20%, a seleção foi feita e à entrada do último quilómetro era já um grupo muito restrito de cerca de 10 unidades onde estavam presentes Joaquim Silva e Tiago Antunes. Já nas rampas finais, os ataques sucederam-se e Joaquim Silva resistiu até aos últimos metros e no risco de meta terminou na 4a posição a 19 segundos do vencedor Frederico Figueiredo (Efapel). 36 segundos depois chegou Tiago Antunes marcando a sua presença no Top-10.

Gaspar Gonçalves foi o nosso 3o homem a cortar a linha de meta, fechando assim a equipa. Por equipas ocupamos agora um honroso 3o lugar. A prova continua neste sábado. A segunda etapa parte às 12h45 da Câmara Municipal de Arruda dos Vinhos, terminando, cerca das 16h45, na Variante Poente, na quarta passagem pela meta. É o dia do tradicional circuito de Torres Vedras, que, entre outros pontos de interesse, inclui as subidas do Varatojo e da Serra da Vila.

Classificação Etapa
Turcifal – Serra do Socorro: 85,3 Kms
1.o Frederico Figueiredo (Efapel), 2h10m38s
4.o Joaquim Silva (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 19s
8.o Tiago Antunes (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 36s
32.o Gaspar Gonçalves (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 1m35s 46.o Francisco Morais (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 2m18s 57.o Rui Carvalho (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 2m53s
92.o Leangel Linarez (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 6m59s 97.o Pedro Paulinho (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 7m01s

Velo Clube do Centro, Rua da Ponte, 26, Povoinha. 3450-450 Mortágua
Tlm: 918754986 – 911952447 | Tlf: 231921740 | @: [email protected]

Classificação Geral por Equipas

1.o Efapel, 6h33m13s
3.o Tavfer-Measindot-Mortágua, a 1m11s

PRESS RELEASE

GNR:Balanço de ações contra a criminalidade

A Guarda Nacional Republicana, para além da sua atividade operacional diária, levou a efeito um conjunto de operações, em todo o território nacional, entre os dias 9 e 15 de julho, que visaram, não só, a prevenção e o combate à criminalidade e à sinistralidade rodoviária, como também a fiscalização de diversas matérias de âmbito contraordenacional, registando-se os seguintes dados operacionais.

  1. Detenções390 detidos em flagrante delito, destacando-se:
  • 163 por condução sob o efeito do álcool;
  • 86 por condução sem habilitação legal;
  • 44 por tráfico de estupefacientes;
  • 15 por furto e roubo;
  • 13 por posse ilegal de armas e arma proibida;
  • Sete por violência doméstica;
  • Um por incêndio florestal.

  1. Apreensões:
  • 61 779 doses de haxixe;
  • 950 doses de liamba;
  • 646 doses de cocaína;
  • 341 doses de heroína;
  • 202 pés de canábis;
  • 24 armas de fogo;
  • 24 armas brancas ou proibidas;
  • Dez veículos.

  1. Trânsito:

Fiscalização6 773 infrações detetadas, destacando-se:

  • 2 539 excessos de velocidade;
  • 1 669 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;
  • 591 por falta de inspeção periódica obrigatória;
  • 479 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei;
  • 321 relacionadas com anomalias nos sistemas de iluminação e sinalização;
  • 238 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução;
  • 196 por falta de seguro de responsabilidade civil;
  • 177 relacionadas com tacógrafos.

PSD Nelas critica Luís Pinheiro

QUEM RENEGA O SEU PASSADO, JAMAIS TERÁ FUTURO
´´A vida é uma só.
O que somos hoje foi resultado da construção de toda uma história.
Negar quem participou dessa construção contigo é negar a si mesmo.´´
Por fim o ex-militante Luis Pinheiro assumiu o que já se sabia.
Nas eleições de 2017 aproveitou-se do acordo que existia entre Ele (MRCCS) e o PSD e o CDS-PP para vencer as eleições à junta de freguesia.
Luis Pinheiro e Mário Pires por um lado diziam que eram apoiados por estes partidos, por outro pediam para votar no atual presidente da câmara e no PS.
Com o último comunicado foi assumido o que à muito se sabia/suspeitava, e dá por consumada a transferência do MRCCS para o PS.
Mais, no comunicado quer colar a população de Canas à sua decisão de os trocar por quem sempre ele excluiu.
Durante anos, segundo Luis Pinheiro, o PSD, e o CDS-PP, foram excelentes (e foram) para a freguesia de Canas de Senhorim, agora para tentar justificar o injustificável, vem dizer o contrário, parecendo querer estar a pagar algum favor ou a querer justificar o seu futuro próximo.
A política deve excluir quem tem este tipo de jogos, de comportamento e quem se aproveita das pessoas para estes esquemas.
E aqui não é só Luis Pinheiro. Mário Pires e Borges da Silva são farinha do mesmo saco.
A política deve ser para estarmos ao serviço das populações e não o contrário.
A CP do PSD de Nelas

Rui Rio marca presença na apresentação da candidatura PSD/CDS em Tábua

Sob o lema ‘CORAGEM PARA MUDAR, Fernando Tavares Pereira, com a presença de Rui Rio, presidente do PSD, apresenta a sua candidatura à liderança do município de Tábua para os próximos quatro anos, no espaço do Multiusos de Tábua, dia 23 de Julho, a partir das 18.00h.

O evento que além de aceitar presença de público, respeitando todas as normas e diretivas da DGS (Direção-Geral da Saúde), terá transmissão em Live Streaming, nas redes sociais da candidatura.

O rompimento com políticas que fazem do concelho de Tábua um dos menos apelativos para se viver e investir. A descentralização a todos os níveis, não se preocupando com a sede do município, mas com todas as freguesias, aldeias e lugares e com quem neles habita são pilares fundamentais para o candidato e sua equipa.

Fernando Tavares Pereira assume que não será um presidente de gabinete e muito menos, ausente ou divorciado dos problemas reais de cada Tabuense, a quem se propõe ouvir, acompanhar e ser a solução.

Uma equipa de pessoas da terra, preocupadas com a atual situação do município e que, nos próximos 4 anos, se propõem inverter o rumo colocando no caminho do desenvolvimento e tornando Tábua num concelho exemplar em todo o país.

Coligação PSD/CDS Tábua:António Nina candidato à Assembleia Municipal

A equipa que apresento, foi constituída para servir os interesses de todo município e de garantir trabalho, empenho, rigor e competência.
António Nina, um homem que todos conhecem e lhe reconhecem o valor, por um percurso de vida irrepreensível, que vem assegurar que este grupo que tenho a honra de liderar, está de corpo e alma empenhado em mudar o rumo do município de Tábua.
Sei que existe a necessidade de romper com o passado, sei que existe a necessidade de inverter as políticas que nos conduziram a ser um concelho pouco atrativo a viver e investir. A garantia de que em breve tudo se irá alterar, apenas tem que ter A CORAGEM PARA MUDAR.

MAAVIM: “Já passou tempo demais para não se apresentarem as contas”

A MAAVIM, na defesa dos lesados dos Incêndios de Outubro de 2017, continua a reivindicar ajudas aos seus lesados e à população afetada.

E porque estamos em tempos de crise e de clarificar muito do que se tem passado, não compreendemos porque passados 45 meses ainda tanto está por fazer.

Em Outubro de 2017, a área afetada, muito superior à de Pedrogão em 2017, não teve um critério de igualdade em apoios e ajudas.

Continuamos com um território devastado e que não foi objeto das promessas dos governantes.

Relembramos este mês os números anunciados pelos vários Ministérios e pelas várias entidades governamentais e autárquicas, mas que não são divulgados:

Até hoje nunca ninguém disse para onde foram os mais de 60 milhões que a CCDR-C diz ter aplicado no terreno. Será isso porque existem habitações que ficaram em mais de 300000€??

Porque será que ainda existem muitas habitações sem licença de utilização, com as famílias lá a habitar? Qual será o problema legal? Os empreiteiros já receberam?

Porque ainda existem dezenas de famílias sem habitação, 4 verões após Outubro de 2017???

Na Agricultura não sabemos quanto o Estado realmente pagou, porque desde 2019 que nunca mais se soube o paradeiro dos mais de 60 milhões que o Ministro da Agricultura na altura divulgou?

Quem os recebeu? Afinal o que foi feito?

Na área da Floresta quantas toneladas de madeira queimada foram compradas nos parques de recolha? E quais os projetos apoiados, com os mais de 100 milhões vindos da UE, que sofreram com os Incêndios, foram apoiados?

Na Industria, além das empresas que nunca tiveram apoio, quantos milhões ainda faltam pagar?

Urge explicar ao povo português e á União Europeia saber o que aconteceu a tantos milhões e explicar porque milhares de pessoas e empresas na região nunca nada receberam ou não receberam o prometido.

Já passou tempo demais para não se apresentarem as contas.

Continuamos Abandonados.

Proteção Civil alerta para perigo de incêndio rural

TEMPO QUENTE E SECO – PERIGO DE INCÊNDIO RURAL – MEDIDAS PREVENTIVAS

1. SITUAÇÃO

De acordo com a informação disponibilizada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), para as próximas 48 horas, prevê-se tempo quente e seco, com condições favoráveis ao incremento do risco de incêndio rural, destacando-se os seguintes aspetos:

  • −  Humidade relativa do ar com valores baixos, em especial no interior Norte e Centro e na região Sul, sem recuperação noturna;
  • −  Subida gradual das temperaturas com máximas que podem atingir os 41oC no interior Sul e no vale do Tejo. Noites tropicais em grande parte do território.
  • −  Vento a predominar do quadrante leste nas terras altas, sendo moderado a forte até final da manhã e a partir do final da tarde.
  • −  Aumento gradual do risco de incêndio em especial no Norte e Centro, até dia 17 de julho.

    Informação meteorológica mais detalhada em: www.ipma.pt

2. EFEITOS EXPECTÁVEIS

Esperam-se condições favoráveis à eventual ocorrência e propagação de incêndios rurais.

3. MEDIDAS PREVENTIVAS
A Autoridade Nacional de Emergência de Proteção Civil recorda que durante o PERÍODO CRÍTICO (01 de julho a 30 setembro) é:

  • −  PROIBIDO fazer Queimadas Extensivas SEM AUTORIZAÇÃO. Informe-se na sua câmara municipal ou pelo 808 200 520.
  • −  PROIBIDO fazer Queima de Amontoados SEM COMUNICAÇÃO PRÉVIA/AUTORIZAÇÃO. Informe-se na sua câmara municipal ou pelo 808 200 520.
  • −  PROIBIDO utilizar fogareiros e grelhadores em todo o espaço rural salvo se, usados fora das zonas críticas e nos locais devidamente autorizados, para o efeito.
  • −  PROIBIDO fumar ou fazer qualquer tipo de lume nos espaços florestais.
  • −  PROIBIDO lançar balões de mecha acesa e foguetes. O uso de fogo-de-artifício só é

    permitido com autorização da câmara municipal.

  • −  PROIBIDO fumigar ou desinfestar apiários exceto se os fumigadores tiverem dispositivos de retenção de faúlhas.
  • −  PROIBIDO usar motorroçadoras (exceto se possuírem fio de nylon), corta-matos e destroçadores nos dias de Risco Máximo. Evite o uso de grades de discos.
  • −  OBRIGATÓRIO usar dispositivos de retenção de faíscas e de tapa-chamas nos tubos de escape e chaminés das máquinas de combustão interna e externa nos veículos de transporte pesados e 1 ou 2 extintores de 6 Kg, consoante o peso máximo seja inferior ou superior a 10 toneladas.

    Acompanhe a evolução do perigo de incêndio para os próximos dias, disponível nos sítios da internet da ANEPC, do IPMA e do ICNF, ou junto dos Serviços Municipais de Proteção Civil e dos Corpos de Bombeiros.

Troféu Joaquim Agostinho será o último desafio antes da Volta a Portugal

A Equipa Continental UCI Tavfer-Measindot-Mortágua regressa este fim de semana à competição com o Troféu Joaquim Agostinho, prova internacional de categoria 2.2 que se disputa de 16 a 18 de julho na região de Torres Vedras.

A tirada inaugural da prova parte do Turcifal, junto à igreja matriz, pelas 15h15. Os corredores vão ter de percorrer 85,3 quilómetros até à Serra do Socorro, onde deverão chegar às 17h20, após um percurso que poderá fazer algumas diferenças.

Para a segunda etapa, os ciclistas vão partir de Arruda dos Vinhos, junto à Câmara Municipal, às 12h45, num dia que poderá ser propício para um final ao sprint. Chegados a Torres Vedras, onde se situa a chegada, os corredores vão ter de completar três voltas a um circuito, terminando à quarta passagem pela meta, após terem sido percorridos 166 quilómetros.

Na terceira e última etapa, a partida está marcada para as 11h45, perto da junta de freguesia de Serra d’el Rei, a partir de onde o pelotão terá de completar 185 quilómetros até ao Alto de Montejunto. A chegada será pelas 16h00, numa tirada marcada por duas contagens de montanha de primeira categoria, na parte final do percurso.

Esta vai ser uma prova com um nível de exigência muito alto com duas chegadas em alto em três etapas, todas elas bastante duras. Será com certeza um bom teste para a Volta a Portugal que se irá iniciar cerca de 15 dias após terminar esta competição. Para esta prova vamos alinhar com 8 corredores, são eles Joaquim Silva, Leangel Linarez, Tiago Antunes, Gaspar Gonçalves, Ash Coning, Francisco Morais, Rui Carvalho e Pedro Paulinho.

Em antevisão a esta prova, o diretor desportivo adjunto Xavier Silva afirma que “Vamos com ambições para esta prova que é o derradeiro teste para a Volta a Portugal. A equipa encontra-se à algumas semanas em estágio na Serra da Estrela e estamos preparados para disputar a vitória das etapas bem como a Classificação Geral.”

Autárquicas Nelas.Coligação apresenta candidato à Junta de Carvalhal/Aguieira

Apresentamos o candidato a Presidente da Junta da União de Freguesias de Carvalhal Redondo e Aguieira:

António Andrade

Andrade, como é mais conhecido, é uma pessoa com grande vontade de colocar a União de Freguesias de Carvalhal Redondo e Aguieira no lugar em que merece. É uma pessoa com caráter, de palavra e disponível para abraçar o nosso projeto e dar muito do seu tempo, esforço e trabalho ao serviço da freguesia.
Será acompanhado por uma equipa de conterrâneos e conterrâneas que assumem o compromisso de, nos próximos quatro anos, fazerem mais e melhor pelas suas terras.
Com António Andrade e a sua equipa, Carvalhal Redondo e Aguieira voltarão a crescer.

“Aceitei este desafio porque acho que eu, e a equipa que me acompanha, podemos dar muito à União de Freguesias, sendo que irei sempre colocar os interesses das nossas terras acima de tudo. Juntos, tudo faremos para que Carvalhal Redondo e Aguieira não caiam no esquecimento e se desenvolvam como merecem.
Esta candidatura tem muita gente jovem com novas e boas ideias, com vontade de contribuir para o futuro. Tem, também, gente com maior experiência de vida e que não quer deixar de a partilhar, alertando e aconselhando sobre situações que possam surgir. Certo é que todos estamos prontos para a mudança que se exige nas nossas terras.
Tenho um percurso profissional e associativo conhecido por todos e tenho, também, lutado por causas e obras para melhor servir as populações da União de Freguesias.
Com a coragem e o trabalho que me conhecem, com o trabalho da equipa que me acompanha e com o apoio do executivo camarário liderado pelo Dr. Joaquim Amaral, estou certo de que Carvalhal Redondo e Aguieira serão novamente tratados com a dignidade que merecem.
MUDAR está nas mãos de todos!”

“Mercadinho de Produtos Agrícolas” em Nelas apoiou mais 18 famílias

Na sequência de mais um “Mercadinho de Produtos Agrícolas” realizado no passado domingo, dia 11 de julho, nas antigas instalações da Federação dos Vitivinicultores do Dão, novamente com grande êxito, os Serviços Sociais da Câmara Municipal de Nelas deram continuidade à distribuição de fruta e produtos hortícolas pelas famílias mais carenciadas do Concelho de Nelas.
Nesta semana foram beneficiadas mais 18 famílias carenciadas, referenciadas no Serviço Municipal de Apoio à Economia Social da Câmara Municipal (com o apoio das Juntas de Freguesia), abrangendo 65 pessoas no total, residentes nas localidades de Nelas, Canas de Senhorim, Santar, Carvalhal Redondo e Lapa do Lobo, que receberam os 18 cabazes com diversificados produtos hortícolas e fruta.
Desde o começo desta iniciativa em 24 de maio de 2020, os Serviços Sociais da Câmara Municipal de Nelas já entregaram um total de 822 cabazes às famílias mais carenciadas do Concelho.
Na próxima semana, prosseguirá a distribuição de mais produtos hortícolas e fruta por outras famílias referenciadas nos Serviços Sociais, de acordo também com as indicações fornecidas pelas Juntas de Freguesia, como se referiu.
CM de Nelas

Detido pelo crime de violência doméstica

O Comando Territorial de Viseu, através do Posto Territorial de Resende, ontem, dia 13 de julho, deteve um homem de 36 anos, pelo crime de violência doméstica, no concelho de Resende.

No decorrer de uma ação de patrulhamento no dia 8 de julho, os militares da Guarda detiveram o suspeito na sequência de um episódio violento em que o homem se encontrava a agredir e a ameaçar com uma arma branca os seus pais, ambos com 59 anos. O detido foi presente ao Tribunal Judicial de Lamego, tendo-lhe sido aplicada como medida de coação afastamento e proibição de contacto com as vítimas.

No seguimento, e perante o incumprimento da medida de coação, o agressor no dia 10 de julho, foi novamente detido por violência doméstica uma vez que começou a injuriar e ameaçar de morte os seus progenitores no momento em que os visualizou.

No dia 12 de julho foi dado cumprimento a um mandado de detenção, tendo o detido sido presente no dia 13 de julho, ao Tribunal Judicial de Lamego, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.