Nelas: Avança a requalificação da Avenida João XXIII e Mercado Municipal

Está já concluído o procedimento concursal realizado pela Câmara Municipal de Nelas, para realização da obra de requalificação da Av. João XXIII, em Nelas (entre a Rotunda da Igreja e a antiga Escola Primária da Avenida).
A obra será realizada pela empresa “Irmãos Almeida Cabral, Lda”, que, no concurso público, apresentou o melhor preço de 769.162,50€, e terá o seu início em maio próximo, decorrendo faseadamente (minimizando o impacto sobre a utilização da via, que terá uma alternativa de trânsito já requalificada nos arruamentos da Feira) nos meses seguintes.
O investimento consiste, nomeadamente, na alteração e melhoria das redes existentes de saneamento, água e águas pluviais, nos passeios, nas passadeiras e mobilidade, nos pavimentos e na iluminação, visando modernizar esta importante via urbana e comercial de Nelas.
Na intervenção serão, não apenas preservadas todas as árvores atualmente existentes, como serão plantadas outras, sendo mantidos todos os lugares de estacionamento.
Os fundos comunitários asseguram o financiamento desta obra em 85% (conforme Aviso CENTRO 2020 publicado no passado dia 12 de fevereiro, que contempla o Município de Nelas com a verba de 1.029.202,00€ para este género de obras, apenas no centro histórico da sede de Concelho) sendo o restante assumido pelo orçamento municipal.
Estas obras de reabilitação sucedem a todas as que já foram nos últimos anos realizadas nas Quatro Esquinas e Rua Sacadura Cabral, na Rua Abel Pais Cabral, Praça do Monumento ao Bombeiro, Praça da Estação da CP, Rua Guilherme Faure e Av. António Joaquim Henriques.
Neste projeto PARU vai também ser requalificado proximamente o Mercado Municipal de Nelas.
CM de Nelas

Incêndio em barracão agrícola em Carregal do Sal

Pelas 02h32 desta madrugada, a corporação Carregalense foi alertada para um incêndio num barracão agrícola. Deste incêndio resultaram danos na estrutura do mesmo barracão e alguma lenha.
No local esteve o nosso VTTU-02 e VCOT-02 num total de seis elementos.
A GNR de Carregal do Sal esteve presente com um veículo.
VTTU – Veículo Tanque Tático Urbano
VCOT – Veículo de Comando Tático

Câmara de Nelas moderniza Centros de Saúde. Investimento de 2,4 milhões

A Câmara de Nelas garantiu já junto da CCDRC e do Ministério da Saúde as verbas necessárias para a requalificação e modernização quer do Centro de Saúde de Nelas quer do Centro de Saúde de Canas de Senhorim, edifícios esses cuja construção remonta ao final dos anos 70 do século XX.
O Centro de Saúde de Nelas terá um investimento de mais de 1,9 milhões de euros, numa área superior a 2.000m², e o Centro de Saúde de Canas de Senhorim, com uma área de cerca de 500 m², terá um investimento estimado superior a 550.000€.

Os projetos de arquitetura e especialidades estão a ser realizados com o acompanhamento da ARS – Administração Regional de Saúde, de Coimbra, e terão que estar aprovados em reunião de câmara e candidatados num aviso de candidatura recentemente aberto no Centro 2020 do PT2020, até 30 abril próximo.
O financiamento de fundos comunitários será de 85%, procurando ainda a Câmara Municipal, junto do Ministério da Saúde, que o mesmo suporte pelo menos parte dessa comparticipação nacional.
Também na área da saúde o Município de Nelas receberá obrigatoriamente a transferência de competências que a partir de abril de 2022 o governo central decretou, conseguindo a Câmara Municipal desta forma que essa transferência se faça com instalações requalificadas e modernizadas, prevendo-se que as obras se iniciem até ao final do corrente ano, depois de realizado o necessário procedimento concursal e obtido o obrigatório visto do Tribunal de Contas.
Ficará o Concelho de Nelas, numa área tão essencial como a saúde, dotado de infraestruturas de excelência para as próximas décadas, infraestruturas essas que não deixarão de ser apetrechadas com os equipamentos e recursos humanos necessários, nomeadamente médicos, adaptados a uma boa prestação de cuidados de saúde.

CM de Nelas

Detido por posse ilegal de arma

O Comando Territorial de Viseu, através do Posto Territorial de Tondela, ontem, dia 4 de março, deteve um homem de 59 anos por posse ilegal de arma, no concelho de Tondela.

No seguimento de uma denúncia, os militares da Guarda apuraram que o suspeito ameaçou um vizinho com uma arma de fogo. No decorrer das diligências policiais, foi efetuada uma busca domiciliária, tendo sido apreendido o seguinte material:

  • Duas armas de fogo;
  • Uma arma branca;
  • Oito cartuchos de diversos calibres.

O suspeito foi constituído arguido, e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Tondela.

A GNR relembra que, de acordo com o Regime Jurídico das Armas e Munições, quem detiver arma não registada ou manifestada, quando obrigatório, constitui um crime de posse ilegal de arma.

Iniciativa “Tudo por um Sorriso” em Mangualde

Com a pandemia, a terceira idade viu-se numa situação vulnerável quer a nível físico, quer a nível psicológico com a obrigação ao confinamento, sem contacto físico com os seus familiares e/ ou cuidadores/as. Tendo como principal objetivo quebrar o isolamento em tempo de pandemia, melhorar a qualidade de vida e o bem-estar dos/as idosos/as, promover o envelhecimento ativo minimizando os efeitos associados, respeitando o idoso na sua individualidade, o município vai fazer nascer, a 15 de março, a iniciativa “Tudo por um Sorriso”!

Cumprindo todas as orientações da DGS, este projeto pressupõe o desenvolvimento de várias atividades na proximidade do domicílio. Tais como oficina música/dança, oficina de expressão oral e escrita, de expressão plástica, de estimulação cognitiva, de jogos de mesa, de informática, de teatro, de exercício físico, entre outras. Com o sentido de criação de uma nova metodologia de trabalho social com os idosos, inovadora, em que a animação sociocultural assume um papel fundamental, incentivando-os a melhorar o seu dia-a-dia e, consequentemente, a sua qualidade de vida.

“Este é um novo projeto da área social para idosos/as confinados/as há bastante tempo, no sentido de minimizar o peso da solidão e o medo que os/as está a “atrofiar” física e psicologicamente. É este o tempo de intervir e voltar a fazê-los/as sorrir numa relação de confiança, de rede de vizinhança, cumprindo escrupulosamente todas as regras emanadas pela DGS. Esta faixa etária deve sentir-se envolvida e acarinhada e, é isso que vamos fazer para que não se instale a inatividade e sim o bem-estar”, afirma Maria José Coelho, vereadora da Câmara Municipal de Mangualde.

Novo canil municipal de Nelas praticamente pronto

Prosseguem os trabalhos de construção do novo Canil Municipal de Nelas, oficialmente denominado “CRO – Centro de Recolha Oficial de Animais de Companhia”, localizado no sítio da Longra, junto à estrada antiga (agora requalificada) entre Nelas e Carvalhal Redondo.

Esta infraestrutura, cujo investimento não será inferior a 115.000€, tem a comparticipação da Direção Regional das Autarquias Locais através de Contrato Programa até ao montante máximo de 50.000€, vai dispor de um edifício administrativo, de uma zona de alojamento de animais, de um gabinete veterinário equipado com tudo o necessário para o tratamento e bem-estar animal e de uma zona de atendimento ao público, sendo previsível que a conclusão das obras ocorra até ao final do mês de abril do corrente ano.

Com a construção deste equipamento, a Câmara Municipal de Nelas pretende diminuir os problemas decorrentes da sobrepopulação animal, em especial de cães e gatos errantes e em risco, que vem acolhendo a partir de 2015 em espaços especialmente construídos para o efeito na Quinta da Cerca e que tem contado com a preciosa ajuda, além do Veterinário e Técnicos Municipais, com os amigos da Associação “SOS Animais”, proporcionando condições para que possam ser recolhidos, recuperados, tratados, identificados, esterilizados e encaminhados para adoção responsável.

CM de Nelas

Nelas.Projeto de 175 mil euros para integrar ciganos na comunidade

Enquadrado no Programa Operacional Inclusão Social e Emprego (POISE), com o apoio do Portugal 2020 e do Fundo Social Europeu, a Câmara Municipal de Nelas selou no dia de hoje a sua parceria com o Agrupamento de Escolas de Nelas, através da assinatura do Memorando de Entendimento para Implementação do Projeto “Nelas – Mediação InterCOOL, Rede de Mediação Intercultural do Município de Nelas”, que visa a realização de uma estratégia e ações com vista a uma melhor integração das populações mais vulneráveis do concelho de Nelas, designadamente as comunidades ciganas, correspondendo a um investimento aproximado de 175.000,00€, totalmente financiado por fundos comunitários.
Este projeto, coordenado pelo Município de Nelas, prevê o desenvolvimento de diversas ações, em diferentes dimensões da vida destas comunidades, favoráveis à sua integração, desde a mediação escolar, à promoção da sua empregabilidade, compromisso com a saúde, a organização associativa e participação cívica, as quais assumem o objetivo comum de garantir a transversalidade da mediação intercultural.
O projeto terá um coordenador nomeado do quadro ca Câmara Municipal e dois técnicos especialmente contratados para o desenvolvimento das ações que terão lugar até ao final do ano de 2022.
A Câmara Municipal, além deste projeto, tem em curso numa outra área essencial como é a habitação, uma iniciativa no âmbito do 1.º Direito, que visa aderir ao esforço nacional de reabilitar a construir fogos para habitação social para extratos mais desfavorecidos da população.
CM de Nelas

Autarquia de Nelas procede à poda de mais de 8 mil árvores

Num trabalho que vem desenvolvendo desde outubro passado e que teve um custo superior a 75.000€, levado a cabo pela empresa especializada “Ecomadeiras”, sediada no nosso Concelho, a Câmara Municipal de Nelas promoveu em todas as Freguesias a poda das mais de 8.000 árvores que constituem o património arbóreo do Município de Nelas.
Com esta operação, foi possível antecipar, assim, a época da queda da folha, mantendo o espaço público mais limpo, minimizando também os fatores de transmissão da pandemia Covid-19, sendo além disso evidente o arranjo e cuidado do espaço público urbano em todas as Freguesias.
CM de Nelas

Constituído arguido por furto em oficina automóvel

O Comando Territorial de Viseu, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Santa Comba Dão, ontem, dia 2 de março, identificou um homem de 19 anos por furto em oficina automóvel, no concelho de Tondela.

No âmbito de uma investigação por furto numa oficina de automóveis que decorria há cerca de um mês e meio, os militares da Guarda conseguiram identificar o autor do furto e, no decorrer das diligências policiais, realizaram uma busca domiciliária que culminou com a apreensão de diverso material, destacando-se:

  • Quatro injetores;
  • Um turbo;
  • Uma cabeça de motor e árvore de cames;
  • Molas de suspensão;
  • Um sensor de medição de ar;
  • Um tubo de linha de escape direto.

Foi ainda apreendida uma viatura por alteração de características técnicas, tendo sido elaborado o respetivo auto de contraordenação.

O suspeito foi constituído arguido, e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Tondela.

Grande reservatório de água em Nelas está quase concluído

Encontram-se neste momento em curso as obras de acabamento quer da infraestrutura dos depósitos e da casa de máquinas do Grande Reservatório Municipal de Água de 4000 m³, quer da finalização dos trabalhos de ligação de todo o sistema de abastecimento, incluindo as caixas e todo o sistema de válvulas e telegestão de que vai estar dotado.
Este investimento superior a 1,7 milhões de euros, é financiado em cerca de 1 milhão de euros pelo POSEUR e prevê-se estar em pleno funcionamento até ao próximo mês de maio, constituindo o maior investimento que no setor da água é efetuado desde os anos 40 do século XX no Concelho de Nelas, dotando-o de uma autonomia de abastecimento de água de pelo menos 48 horas.
Fonte: CM de Nelas

Autarquia de Mangualde promove Webinar gratuito inserido nas comemorações do Dia da Mulher

No âmbito da prevenção e combate ao flagelo da violência doméstica em contexto familiar, a Câmara Municipal de Mangualde reconhece esta problemática como sendo de extrema preocupação. Assim, e para comemorar o Dia da Mulher, a 8 de março, irá promover um webinar gratuito, dirigido a profissionais de diversas áreas de atuação e à comunidade em geral, tendo como objetivo discutir o agravamento da violência doméstica e de género, dos abusos físicos e psicológicos, causados pela pandemia. O dia será ainda assinalado com uma homenagem a personalidades femininas de destaque na sociedade local, na área da saúde.

WEBINAR- Violência nas Relações Íntimas e Pandemia

Por ocasião do Dia da mulher, que se assinala no dia 8 de março, vai ter lugar a conferência online #Violêncianas RelaçõesÍntimasePandemia. Este Webinar será transmitido em direto no TEAMS e no Facebook da Câmara Municipal de Mangualde. A sessão de abertura está a cargo da Vereadora da Ação Social, Maria José Coelho, que moderará também a conferência, e com a participação presidente da Câmara, Elísio Oliveira, na sessão de encerramento. 

O Webinar tem como palestrantes:

Ilda Afonso, diretora do P´RA TI – Centro de Atendimento e Acompanhamento de Mulheres Vítimas de Violência e em 2018 a coordenação do EIR – Emancipação, Igualdade e Recuperação, centro de Atendimento para Vítimas de Violência Sexual, cuja temática incidirá nas Dificuldades no atendimento a Vítimas de Violência Doméstica, em tempo de Pandemia.

Maria Benedita Gomes, Psicóloga Clínica, Coordenadora dos Projetos Agir +, Sinergias, Convergências e DiverCidade, apoiado pela Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género – na Associação Famílias instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) que abordará a temática: Impacto psicológico da Violência Doméstica

O webinar é um evento GRATUITO para toda a comunidade. Para participar basta enviar um email para: [email protected] ou  [email protected] .

 Homenagem às Mulheres Locais

Como forma de celebrar o Dia da Mulher, o município de Mangualde marca ainda este dia com uma singela homenagem a todas as mulheres que prestam serviços na área da saúde, como forma de agradecimento pelo trabalho abnegado que têm executado em prol dos concidadãos.

A cerimónia de homenagem realizar-se-á junto da USF Terras de Azurara, USF de Mangualde, Unidade de Cuidados na Comunidade, Unidade de Recursos Assistenciais Partilhados e Unidade de Cuidados Continuados da Santa Casa da Misericórdia.

PCP exorta à reabertura e alargamento do horário das urgências em Mangualde

A Comissão Concelhia de Mangualde do PCP realizou hoje, pelas 10h30, junto ao Centro de Saúde de Mangualde, uma acção de luta pela reabertura e alargamento do horário das urgências neste concelho.

Esta iniciativa enquadrou-se na Acção Nacional do PCP “pela defesa e reforço do SNS” tendo por objectivo mais do que denunciar problemas no SNS, evidenciar as medidas que constam no Orçamento do Estado para 2021 e que tardam em ser aplicadas. Medidas que contribuirão para a resolução dos problemas mais imediatos, fruto da situação epidémica que o país enfrenta, mas igualmente problemas estruturais que no futuro garantirão o direito universal de acesso aos cuidados de saúde de todos os portugueses em todo o território nacional.

No caso concreto do Centro de Saúde de Mangualde, desde o encerramento do SAP e a sua transformação em USF, que os mangualdenses se viram diminuídos no seu direito à saúde, desde logo, pela perda de um serviço de proximidade e essencial para aliviar o entupimento das urgências no Hospital de Viseu.

No actual contexto o que se impõe é a reabertura das urgências, evitando deslocações desnecessárias ao Hospital de Viseu, o alargamento do seu horário de funcionamento, 24h diárias, como forma de evitar concentrações de utentes e assim garantir um atendimento mais eficaz e rápido, dotar com os meios técnicos, humanos e materiais necessários à resposta da actual situação epidémica e à recuperação de atrasos no acompanhamento e tratamento a outras patologias.

Para o PCP a situação epidémica que se vive desde Março de 2020 evidenciou que é o SNS o principal factor quanto à garantia dos portugueses receberem o tratamento e cuidados de saúde adequados, sejam quais forem as circunstâncias. É assim necessário proceder ao investimento no SNS, reforço esse que passa pelo reforço e melhoria das condições de acesso à saúde dos magualdenses.

Foi esse o sentido das reivindicações lidas na iniciativa e entregues à Srª Coordenadora da USF de Mangualde.

Mangualde, 01 de Março de 2021

A Comissão Concelhia de Mangualde do PCP

Contributo da MAAVIM para o Plano de Recuperação e Resiliência

A Maavim, foi constituída após os Incêndios de Outubro de 2017.

É nesse contexto, em defesa dos interesses dos lesados e vítimas dos incêndios de Outubro de 2017 e porque existiram muitas promessas que nunca foram colocadas em prática, que vem através desta consulta manifestar o seu descontentamento, por o PRR não contemplar as principais zonas afetadas pelos Incêndios de Outubro de 2017.

Foi devastada uma área de mais e 200000 hectares, que compreende mais de 15 municípios.

A Economia regional foi afetada, e se, já tinha falta de acessibilidades e de infraestruturas, ainda ficou pior a partir de 2017.

Foram anunciados apoios para as regiões afetadas, mas nunca se avançou com um plano concreto para desenvolver a região após tal catástrofe. É nesse sentido e por uma questão de Coesão Territorial e de justiça para com a população, que achamos que os investimentos até 2026, contemplem promessas que são justas que se concretizem.

Esta também é uma oportunidade para que se avance para uma programação da floresta e da preservação do nosso território. Os planos de regadio para a região e das bacias hidrográficas do Mondego e Zêzere em especial devem ser tidos em conta e não adiados.

Esta é uma oportunidade de investir nas regiões afetadas pelos incêndios de Outubro e equilibrar o mapa territorial português, não continuando a investir onde já tudo existe.

O território precisa de aproveitar as energias alternativas, mas também investir nos recursos naturais, quer no seu desenvolvimento, quer na sua promoção como atividade económica para evitar a continuação do êxodo populacional.

É por isso que a Maavim, enquanto associação que defende este território propõe vários investimentos, que conforme o PRR recomenda, sejam executáveis até 2026, aumentando a Coesão Territorial e a descarbonização.

Propomos vários investimentos públicos vitais para o setor económico, para a Economia Circular, mas também para a Economia Social.

Também achamos que a oportunidade de haver apoios para o setor privado é demais importante, para que se apoie a reconstrução das nossas aldeias e lugares que foram devastados por diversas catástrofes.

Listas de reivindicações:

Investimentos rodoviários – Execução do IC6 (Tábua-Covilhã), Execução do IC7 (Seia-Viseu), Execução do IC37 (Seia- Celorico da Beira), Ligação A13/IP3 (Miranda do Corvo- Penacova), Ligação A17/IP3 (Mira-Santa Comba Dão), Ligação IC12 (Nelas-Mangualde), Melhoria da N334 (Pampilhosa da Serra-IC8), Melhoria da N112 (Pampilhosa da Serra-A23).

Melhoria das ligações ferroviárias com o eixo Europa/Lisboa.

Investimentos Florestais – Apoio na plantação de árvores autóctones nas regiões afetadas com incentivos para melhorar a descarbonização, limitando o crescendo número de plantações de Eucaliptos.

Investimentos Agrícolas – Criação de regadios nas zonas afetadas, com especial destaque para as zonas do rio Dão, Mondego, Zêzere. Criação de bolsas de terrenos para plantação. Apoios ao investimento agrícola sem critérios de criações de OP´s, para que os projetos não deixem de ter aprovação e não sejam efetuados.

Apoios para investimento em Agricultura Biológica.

Investimentos Rurais – Apoios para a reconstrução de aldeias e lugares devastados pelos incêndios, bem como para todas as famílias que ficaram sem habitação.

Investimentos Ecológicos – Incentivos para promover a energia Solar, Eólica e Hídrica.

Apoios para as Eco-Aldeias sustentáveis.

Incentivos Fiscais – Criação de apoios fiscais para quem investir nas regiões afetadas, isenções nas TSU e acesso a formação profissional em modo gratuito, para a criação líquida de emprego.

Investimentos Socias – Criação de “lojas Sociais” em cada freguesia com acesso à saúde, educação, justiça e informação de toda a população, para evitar a mobilização da sua população para as sedes de concelho ou de distrito, evitando custos e até a diminuição de emissão de carbono nos transportes.

Apoio e fomentação dos Bombeiros locais, para que tenham melhores equipamentos e estejam mais bem preparados.

Estes são algumas das sugestões para as zonas afetadas pelos incêndios de Outubro de 2017, que continuam deprimidas, com falta de investimento público e privado, com falta de serviços, com falta de apoios e sobretudo com falta de um olhar futuro para que não se continue a assistir à morte lenta destas terras e das suas gentes. Sem a presença humana e investimento para fixar as populações, não será possível evitar que se repitam acontecimentos como os de 2017.

Nuno Tavares Pereira

Porta-Voz MAAVIM

Entrega de máscaras e álcool gel concretizada em Nelas

Missão cumprida. Era o sentimento sentido pelos mais de 100 voluntários que este fim de semana procederam em todo o Concelho à distribuição dos Kits de máscaras cedidas pela “Borgstena” com um frasco de álcool gel adquirido pela Câmara Municipal num saco oferta da “Plastidão”.
Um enorme bem haja aos mais de 80 colaboradores da Câmara que nos dois dias ajudaram em mais esta nobre missão. Gratidão também para os membros e colaboradores das Juntas de Freguesia que deram amplo apoio.

CM de Nelas

Autarquia de Nelas investe mais de 160 mil euros em limpezas florestais

A Câmara Municipal de Nelas tem em curso neste momento investimentos de mais 160.000€ para intervenções de limpeza florestal particularmente nas encostas do Mondego e do Dão e junto da rede ripícola (rios e ribeiros) para limpeza de matos como prevenção contra os fogos florestais.
Os trabalhos estão a cargo da empresa “Floresta Bem Cuidada” e são apoiados até 110.000€ pelo PDR/PT 2020, incluindo também a plantação de milhares de árvores autóctones, sendo acompanhados pelo Gabinete de Ambiente do Município.
CM de Nelas

PSD Nelas propôs e Assembleia Municipal aprovou voto de louvor à Borgstena

O Grupo Parlamentar do PSD de Nelas apresentou ontem, 26 de fevereiro, no decorrer da Assembleia Municipal de Nelas, um voto de louvor à Borgstena pelo altruísmo e sensibilidade social que a empresa nelense manifestou em se ter associado à campanha de combate à pandemia da Covid-19, com a oferta de 1.5 milhões de máscaras cirúrgicas, a distribuir – já este fim de semana por toda a população do concelho de Nelas, instituições de solidariedade social e saúde, bombeiros, forças policiais, profissionais de saúde e demais membros da proteção civil, estendendo ainda a oferta por todos os municípios do distrito.

O PSD de Nelas manifesta ainda o seu agradecimento e reconhecimento a todas as forças vivas que no passado, e hoje também: Pontapé na Covid, Associações Carnavalescas, Bombeiros e demais Associações e Movimento associativo do Concelho, empresas, particulares e muitos anónimos – sem fotografias, selfies e holofotes -contribuíram e contribuem genuinamente, com verdadeiro espírito solidário, no apoio ao próximo e a toda a comunidade envolvente.

Um bem-haja bem beirão para todas e todos, que publicamente ou de uma forma mais discreta, mostraram o quanto se respira Solidariedade e Fraternidade no nosso Concelho!

Nelas.Autarquia distribui máscaras e álcool gel em todas as casas do Concelho

Começa amanhã, sábado, dia 27 de fevereiro, a distribuição pelos colaboradores da Câmara Municipal, em conjunto com elementos das respetivas Juntas de Freguesia, de um “kit” composto de saco contendo uma caixa com 50 máscaras cirúrgicas, doadas pela empresa “Borgstena”, e um frasco de álcool gel com dispensador adquirido pela Câmara Municipal.
Esta ação, coordenada pela Câmara de Nelas, insere-se na disponibilização de parte do 1,5 milhões de máscaras cirúrgicas doadas recentemente pela empresa “Borgstena” para que fossem distribuídas quer por todas as Câmaras Municipais do Distrito de Viseu, o que já aconteceu, bem como pelas Instituições Sociais, de Saúde e Proteção Civil e também pela população do Concelho de Nelas.
O objetivo da presente ação é que, a todas as habitações existentes no Município de Nelas, chegue um “kit” com as máscaras e o álcool gel, razão pela qual, nas casas onde não for encontrado o respetivo morador será deixado um vale que depois servirá para o mesmo proceder ao levantamento das máscaras e do álcool gel ou na sua Junta de Freguesia ou no gabinete da Proteção Civil Municipal.
Apesar da situação da pandemia ter abrandado em termos locais e nacionais nos últimos dias, não deixamos de continuar em estado de emergência e de confinamento, com restrição a muitas das atividades, justificando-se por isso que, todos e cada um continuem, com o maior rigor, a respeitar as medidas de proteção contra a Covid-19, como são, nomeadamente, a utilização obrigatória da máscara e a limpeza e desinfeção frequente das mãos.
CM de Nelas

Estado vai arrendar à força floresta abandonada

Regime obriga proprietários a aderir a plano de reorganização do território. Valor das rendas de terras sem dono conhecido será depositado na Caixa Geral de Depósitos.

O Estado vai arrendar à força a floresta abandonada ou cujo dono não autorize intervenções, durante um máximo de 50 anos. A renda será calculada mediante o valor que os proprietários estejam a retirar do terreno e será paga uma vez por ano. O regime deverá ser aprovado no Conselho de Ministros de 4 de março, dedicado à floresta e presidido pelo presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. O arrendamento forçado só se aplicará a terrenos integrados em Planos de Reordenamento e Gestão de Paisagem, uma das pedras basilares da reforma da floresta aprovada em junho passado [ler Pilares]. A intenção do Governo é de que o arrendamento seja feito durante 25 anos, prorrogáveis até ao máximo 50, lê-se no pedido de autorização legislativa entregue à Assembleia da República.

“É só para os casos em que o Estado paga o projeto, dá apoio durante 20 anos e, mesmo assim, o proprietário não faz, nem deixa fazer”, disse ao JN, numa entrevista recente, João Paulo Catarino, secretário de Estado da Conservação da Natureza, Florestas e Ordenamento do Território. O objetivo é garantir que todo o território integrado num Plano de Reordenamento e Gestão de Paisagem seja requalificado, evitando “buracos” que tornem a intervenção contraproducente. É essa, diz João Paulo Catarino, uma das grandes falhas do modelo das Zonas de Intervenção Florestal (ZIF).

Fonte: Jn online

Custa o preço de um smarthphone e gera até 5kwh/dia de energia

A startup Avant Garde Innovations, da Índia, lançou um gerador de energia de baixo custo, que pode ajudar famílias em regiões isoladas e também pessoas que desejam economizar dinheiro com energia elétrica.

O equipamento possui 3 metros de diâmetro e é ideal para casas, comércios ou até áreas rurais, é capaz de gerar 5 kWh por dia e custa apenas US$ 899, menos que celulares como iPhone.

A turbina denominada AVATAR™, gera energia dia e noite, tanto havendo chuva, como havendo sol. Possui baixa manutenção, gera energia renovável confiável e limpa com garantia de 2 anos e vida útil de 20 anos. E ainda pode ser instalada em um curto espaço de tempo em uma área pequena no solo ou na cobertura.

E ainda mais em tempos de pandemia e de alta de conta de energia, bandeira amarela e bandeira vermelha, gerar a sua própria energia pode ser uma excelente opção.

Veja um vídeo oficial da empresa em inglês:

Características Técnicas

  1. Turbina de fluxo axial super eficiente: multifásica, multivoltagem e sem escova.
  2. Energia renovável limpa: Produção diária de 5 kWh a velocidades médias do vento de 5,5 m / s.
  3. Acionamento Direto e Sem Engrenagem: Problemas relacionados ao desgaste e desgaste do Zero Gear ou trocas de óleo.
  4. Brisa para ciclone: Velocidade inicial de apenas 1,4 m / s de brisa. Velocidade de sobrevivência de 60 m / s (134 mph ou 216 km / h) de ventos ciclônicos.
  5. Silencioso: Menos de 10% do som do próprio vento.
  6. Controle de RPM para maior vida útil do rolamento e instalação segura no telhado.
  7. Enfrenta automaticamente qualquer direção do vento.
  8. Geração de energia: dia e noite, chuva e brilho, verão e inverno.
  9. Eficiência na utilização do espaço – Somente 1/3 do espaço é necessário em comparação com os painéis solares e pode funcionar híbrido com o Solar.
  10. Amigo dos pássaros: visibilidade durante o dia pintada nas lâminas. A noite brilha no anel escuro.
  11. Mais de duas décadas de vida operacional de 20 a 25 anos.
  12. Baixa manutenção e sem necessidade de limpeza regular.
  13. Resistência Climática Áreas Marinhas, Nevadas e Desertas.
  14. Potência nominal 1kW.
  15. Tensão nominal 24V / 48V / 230V.