Tábua.André Rui Graça candidato pelo PSD/CDS à Assembleia Municipal

A candidatura Coragem para Mudar (FERNANDO TAVARES PEREIRA), apresenta um dos candidatos à Assembleia Municipal de Tábua.
Trata-se de André Rui Graça, um jovem de apenas 30 anos, docente universitário, investigador científico e consultor.
“Quando se ouve o André Rui Graça, quando se sente a genuinidade das suas palavras, são mais do que a força motivadora para a existência de toda esta equipa que levará a um rumo de futuro a nossa terra. Obrigado ao André e a todos que como ele, eu e todos vocês temos TÁBUA NO CORAÇÃO”, refere a candidatura da coligação PSD/CDS.

Autárquicas.PS Tábua apresenta publicamente candidatos

PS Tábua apresenta os seus candidatos às eleições autárquicas 2021 em evento com transmissão online

Ricardo Cruz, candidato à Presidência da Câmara Municipal de Tábua, discursou este domingo na apresentação oficial dos candidatos do Partido Socialista, destacando: “TABUENSES, tenho muito orgulho na nossa terra, nas suas tradições e costumes, e é por isso que assumo este COMPROMISSO.”

No passado domingo, dia 4 de julho, o PS Tábua reuniu-se no jardim Sarah Beirão para apresentar, oficialmente, os seus candidatos às eleições autárquicas de 2021.

A apresentação contou com diversas intervenções, nomeadamente, do atual Presidente da Câmara Municipal de Tábua, Mário Loureiro, da Mandatária de Campanha, Sandra Mêna, do candidato a Presidente da Assembleia Municipal, Nuno Tavares, do Presidente da Federação de Coimbra do PS, Nuno Moita, do Secretário de Estado da Juventude, João Paulo Rebelo e ainda, claro, do candidato à Câmara Municipal de Tábua, Ricardo Cruz.

Estiveram também presentes os Deputados à Assembleia da República, José Rui Cruz, Presidente da Federação de Viseu do PS, e Rosa Isabel Cruz, Presidente do Departamento Distrital de Coimbra das Mulheres Socialistas, a quem Ricardo Cruz agradeceu e reconheceu o desempenho.

Devido ao contexto pandémico que se vive atualmente, o evento foi restrito a um número limitado de convidados, tendo sido transmitido em direto no Facebook da candidatura, para que todos pudessem acompanhar. (Pode ser revisto em https://vimeo.com/570851969).

A candidatura “COMPROMISSO COM TÁBUA” assume um compromisso com a comunidade, com as pessoas, com as instituições, entidades e empresas. É um compromisso que pretende ser inclusivo, abrangente e que, em conjunto com todos os Tabuenses, potencialize o crescimento do Concelho de Tábua.

“Candidato-me por acreditar profundamente no potencial de Tábua e por querer que o nosso Concelho, com a ajuda de TODOS, seja uma referência.”, salientou o candidato à Câmara Municipal de Tábua, Ricardo Cruz.

PSD Carregal do Sal.Adelino Brito candidato à Junta de Parada

Nota de Imprensa da candidatura do PSD em Carregal do Sal:

Temos o gosto de, com entusiasmo e confiança, informar todos os nossos conterrâneos e sobretudo os que habitam na Freguesia de Parada que o nosso Candidato a PRESIDENTE DA JUNTA DE FREGUESIA DE PARADA será o Senhor ADELINO BRITO.

O Senhor Adelino Brito é conhecido nas nossas terras e muito especialmente na Freguesia de Parada.

Apostámos no Senhor Adelino Brito,uma pessoa com grande vontade de colocar a Freguesia de Parada no lugar que ela merece,uma pessoa com caráter , de palavra e disponível para abraçar o nosso projeto.

Decidiu abraçar e dar muito do seu tempo, esforço e trabalho ao serviço de PARADA, PÓVOA DE SANTO AMARO e de PÓVOA DAS FORCADAS, será acompanhado por uma VASTA EQUIPE de conterrâneos e conterrâneas, que assumem o compromisso de não descansarem, nos próximos quatro anos, e fazerem mais e melhor pela suas queridas terras e Freguesia.

PARABÉNS SENHOR ADELINO BRITO

PODE CONTAR CONNOSCO E COM A CÂMARA MUNICIPAL NO TRABALHO, NA DEDICAÇÃO E NAS REALIZAÇÕES DA FREGUESIA DE PARADA E DE TODOS OS SEUS HABITANTES.

 

Nelas.Secretária de Estado inaugura seis novas ETAR´s

A Secretária de Estado do Ambiente, Inês Santos Costa, procederá, na próxima sexta-feira, dia 2 de julho, durante a parte da manhã, à inauguração de seis novas ETAR’s no Concelho de Nelas.
Estas infraestruturas foram construídas com o objetivo de reduzir a poluição urbana das massas de água, procurando assegurar a proteção do ambiente em geral e das águas superficiais em particular, dos efeitos nefastos das descargas das águas residuais urbanas, através de soluções adequadas para as populações de Vilar Seco, Casal Sancho, Santar, Moreira, Carvalhal Redondo, Aguieira e Lapa do Lobo, representando a construção destas 6 novas ETAR’s um investimento total superior a 2 milhões de euros, contando o Município de Nelas com o apoio financeiro do POSEUR/PT2020.
A construção e entrada em funcionamento destas novas ETAR’s e infraestruturas relativas à água está já a permitir uma melhoria substancial da qualidade ambiental e de vida no Concelho, permitindo uma melhor resposta às necessidades do Município no domínio do tratamento das águas residuais e do abastecimento de água, constituindo um passo determinante na resolução de um problema de saúde pública, aumentando a taxa de cobertura de saneamento com destino final adequado.

Tiago Santos poderá ser candidato pelo PS à Junta de Senhorim

Fonte ligada à candidatura do PS nas autárquicas de Nelas,confirmou ao nosso jornal esta possibilidade.

Tiago Santos,atual secretário da Junta de Freguesia,eleito pelo CDS,poderá encabeçar a lista socialista à Assembleia de Freguesia,em Senhorim.

“Esta poderá ser uma forte aposta do PS para ganhar a eleição em Senhorim”,avança ao nosso jornal a mesma fonte.

Tentámos um contacto com Tiago Santos, mas até ao momento sem sucesso.

IL Viseu acolhe como positiva o Centro de Ambulatório e Radioterapia de Viseu

O Núcleo Territorial de Viseu da Iniciativa Liberal saúda pela positiva
o anúncio do CHTV do projeto do Centro de Ambulatório e Radioterapia de
Viseu. É apesar de tudo uma primeira batalha ganha, mas é essencialmente
apenas a primeira de muitas etapas a vencer.

Importa agora garantir que:
– O projeto na sua globalidade incluindo especialidades garante a sua
candidatura a fundos comunitários no prazo anunciado
– O CHTV conclui e torna públicos os termos da afiliação com o IPO
Coimbra, condição sem a qual a obra mesmo que construída não terá
qualquer funcionalidade para os doentes oncológicos da região
– difunde e compromete-se com um cronograma realista e exequível para o
projeto

Caso contrário, estaremos em presença de uma mera campanha publicitária
com a finalidade de beneficiar aqueles que há décadas usando a mesma
politica têm enganado os Viseenses, com múltiplas promessas atrás de
promessas.

Pedro Pereira, médico e candidato pela IL Viseu à Assembleia Municipal,
destaca que em Portugal, a doença oncológica é a segunda principal causa
de morte e a sua incidência tem vindo a aumentar, à medida em os meios
técnicos se desenvolvem e os planos de rastreio se tornam mais
universais, mas também com o esperado envelhecimento populacional das
próximas décadas. Qual dos Viseenses não lida, ou já lidou, com um
cancro, seja diretamente ou enquanto cuidador, amigo ou familiar. Não se
trata, portanto, dum tema estranho à maioria dos cidadãos, mas antes da
maior relevância para os doentes, os seus mais próximos e a sociedade em
geral, que tem para com estes um dever de proteção e assistência.

O Centro Oncológico é um equipamento que a Iniciativa Liberal Viseu
encara como fulcral para a região e uma luta da qual só desistirá quando
vir a obra a funcionar a favor dos utentes da região. Até lá, encaramos
os desenvolvimentos recentes à luz dos sucessivos atrasos desde 2015
como apenas mais uma promessa, com elevado risco de aproveitamento
politico em ano de eleições autárquicas, e o mesmo modus operandi de
tentativa de ludibriar o eleitorado. Exemplo disso foi a chamada a si de
quota parte de louros no avanço do projeto do Centro Oncológico de Viseu
por João Azevedo, candidato do Partido Socialista, quando o seu partido
tentou chumbar – contra os votos das restantes bancadas partidárias,
como da Iniciativa Liberal – uma proposta de alteração ao Orçamento de
Estado 2021 para a efetiva construção do Centro Oncológico no CHTV.

Na política não pode valer tudo, e a saúde das pessoas é um bem
demasiado valioso para jogadas políticas baixas.

Coligação PDS/CDS Tábua anuncia candidatos

Comunicado da candidatura de Fernando Tavares Pereira:
Tenho o privilégio de apresentar alguém, que tenho plena consciência e convicção que se trata de o homem certo para o cargo e função que se propõe desempenhar.
O Luis Carlos Ferreira candidata-se à Junta de Freguesia de Mouronho. Um homem do povo, que todos conhecem, respeitam e acreditam no enorme trabalho que irá realizar, pela sua freguesia, pela sua terra, por todos.
Um concelho faz-se de todas as freguesias juntas, por isso, tenho a preocupação de propor as pessoas certas, que garantam à população os serviços e apoios que precisam para ter uma vida melhor.
Apresento também mais um homem que liderará a Junta de Freguesia de Póvoa de Midões.
O Emanuel Dinis (Nelo) é aquela pessoa que será merecedor da confiança, da aposta pelo voto da população de Póvoa de Midões. Homem trabalhador, honesto e sempre dedicado a tudo e todos, disponível para ajudar o seu próximo e agora ainda mais do que isso, disponível para trabalhar pela sua freguesia, pela sua terra que tanto ama e tem no seu coração.
Póvoa de Midões merece o Nelo como futuro presidente da junta.

BE Carregal do Sal.Vanessa Rodrigues número 2 lista à Câmara

Vanessa Rodrigues é a 2ª candidata do Bloco de Esquerda à Câmara Municipal de Carregal do Sal:
“O meu nome é Vanessa Rodrigues, tenho 25 anos e sou operária fabril.
Como defensora dos direitos humanos e, claro, dos animais anseio pela mudança. Uma mudança onde seja possível viver em harmonia, sem preconceitos e julgamentos, onde haja aceitação e respeito pelo próximo.
Apesar de parecer muito idealista, acredito que seja isso mesmo que faça a diferença entre apenas desejar e lutar por algo, pois sem luta tudo permanecerá igual.
Por gostar tanto de viver numa localidade tão tranquila e cheia de natureza como o Carregal do Sal, embarquei nesta candidatura à Câmara, numa tentativa de lutar por um Carregal melhor, onde se deseje verdadeiramente viver, permanecer e construir um futuro.”

Mário Pires candidato pelo PS à Junta de Canas de Senhorim

O atual tesoureiro da Junta de Freguesia e ex presidente, pelo Movimento pela Restauração do Concelho de Canas de Senhorim,muda-se para os socialistas e vai encabeçar a Lista à Assembleia de Freguesia, sendo assim o candidato à presidência da Junta de Freguesia.

A informação acaba de ser confirmada ao nosso jornal pelo presidente da Câmara e recandidato pelo PS, Borges da Silva.

Coligação PSD/CDS Nelas já tem candidato à Junta de Canas de Senhorim

Nuno Pereira, um nome fortemente ligada ao associativismo Canense (foi muitos anos presidente da Associação do Paço), é o escolhido para liderar a lista do PSD/CDS à junta de freguesia de Canas de Senhorim,nas próximas autárquicas, que se deverão realizar em setembro de 2021.

Lembramos que ambos os partidos, desde a década de 80 não apresentam lista à Junta de Canas.

Fonte ligada à coligação confirmou ao nosso jornal o nome do candidato e adiantou que “esta candidatura vai devolver a Canas o respeito que merece”, frisando que “foi com a coligação que Canas teve o um grande desenvolvimento e a ele vai regressar, com o Nuno Pereira e a coligação no poder”.

É o primeiro nome a ser anunciado como candidato a uma Junta de Freguesia no concelho de Nelas.

CDS:Ex líder da distrital de Viseu desfilia-se do partido.

Francisco Mendes da Silva vai deixar o CDS. O antigo dirigente democrata-cristão, membro da Assembleia Municipal de Viseu, e ex líder da distrital, decidiu deixar o partido por não se rever no rumo escolhido pela atual liderança e por entender que o CDS deixou de querer ser um “instrumento relevante, atual e autónomo” na definição da direita e da política portuguesa.

A informação foi confirmada pelo próprio em declarações ao Observador. Mendes da Silva, comentador na TSF e canal Q e cronista no jornal “Público”, renunciou também ao mandato na Assembleia Municipal de Viseu. A falta de predisposição para estar na linha da frente do combate partidário também pesou na decisão.

A desfiliação do advogado é mais um sinal do período delicado que o partido atravessa. Depois de ter desafiado no Conselho Nacional de janeiro, Francisco Rodrigues dos Santos prometeu convocar um congresso para realizar eleições internas e terá, ao que tudo indica, Adolfo Mesquita Nunes como adversário.

Nem esse cenário — a eventual saída de Rodrigues dos Santos e a possível liderança de Mesquita Nunes, de quem Mendes da Silva é muito próximo — ajudou a evitar a rotura. O democrata-cristão decidiu bater com a porta por entender que já não passa por ele a definição do futuro do CDS.

Entretanto, no Facebook, Francisco Mendes da Silva confirmou a decisão. “Não saio desiludido nem em conflito pessoal com quem quer que seja. Saio por falta de predisposição para o envolvimento partidário activo, nesta fase da minha vida, e por progressiva convicção de que o CDS deixou de querer ser um instrumento relevante e autónomo, dinâmico e moderno – e o mais representativo possível – dos princípios políticos que defendo. Não saio por ter deixado de acreditar no que há muito acredito; saio porque, acreditando no que acredito, sinto que deixei de ser útil no – e ao – CDS”, escreveu o democrata-cristão.

PS adia apresentação candidatos autárquicos devido à Covid-19

“Estando agendadas para o próximo sábado sessões regionais de apresentação dos candidatos autárquicos do PS, e tendo em conta a situação pandémica e o teor das decisões do Conselho de ministros de hoje, a direção nacional do partido decidiu o adiamento desses eventos para um momento posterior, a anunciar oportunamente, após avaliação das condições de saúde pública”, refere uma nota dos socialistas.

Na mesma nota da direção do PS, adianta-se que esta decisão “é tomada no respeito pelo princípio da prudência e na base do especial sentido de responsabilidade cívica e política que o partido inequivocamente assume”.

De acordo com o programa inicial dos socialistas, António Costa deveria estar presente em Vila Real, Viseu, Almada, Portimão e Évora, entre este sábado e 04 de julho, em sessões para a apresentação dos candidatos socialistas às eleições autárquicas.

Com estas cinco sessões de âmbito regional, ao longo dos dois próximos fins de semana, a direção do PS pretendia reunir todos os candidatos autárquicos do partido que concorrem no território continental.

Carregal do Sal.Fernando Alves candidato à presidência da Câmara pelo CDS

Uma campanha “limpa”, em que “os compromissos assumidos são para cumprir”. Estas são as linhas gerais que adiantou, para já, ao nosso jornal, o candidato designado pelo CDS.

Fernando Alves tem 47 anos,nasceu e reside em Carregal do Sal e como nos explica “são 47 anos de vida dedicada a este concelho”. O empresário do ramo da construção civil, esteve desde sempre ligado ao associativismo no concelho. “Sempre que me foi pedida colaboração, em várias instituições, como bombeiros voluntários, disse presente”, adianta-nos.

Demitiu-se da Comissão Política Concelhia do PS, da qual era membro eleito em 2019, na lista encabeçada pela atual vereadora, Ana Borges.

 

Câmara de Nelas melhora situação económico financeira

Contas chumbadas pelos vereadores da oposição e pela vereadora do PS, Mafalda Lopes.
A análise global das contas de 202o do Município de Nelas,indica que, pela primeira vez em muitos exercícios, a gestão autárquica alcançou um resultado líquido de positivo. Situando-se em 37 mil euros, contrasta,por exemplo, com os dois anos anteriores, em que apresentou resultados negativos de 129 mil euros (2019) e 532 mil euros (2018).
O prazo médio de pagamentos a fornecedores foi de 65 dias, enquanto a despesa corrente representou 64% do total (8,3 milhões de euros) e a despesa de capital 36% do total (4,5 milhões de euros).
O presidente da Câmara enfatiza, numa declaração na página oficial do Município no Facebook, a “excelente execução orçamental depois de um mandato com a necessidade de ultrapassar três calamidades como os fogos e a seca de 2017 e a pandemia Covid-19 de 2020 e 2021″.
O autarca de Nelas alerta ainda para as consequências da não aprovação das contas de 2020: “Implicou a não discussão e votação do ponto seguinte da ordem de trabalhos, que era uma revisão orçamental para integração do saldo positivo da gerência de 2020 no montante de 958.000€, bem como a não aprovação da reprogramação financeira da ETAR de Nelas III, que visava um aumento de apoio por parte do POSEUR de fundos comunitários do Município de Nelas no montante de 856.000€, bem como o não aproveitamento de um apoio de 307.000€ atribuído pelo Fundo de Emergência Municipal, para reparação de danos causados no Concelho pelos furacões Elsa e Fabien, que tiveram lugar em dezembro de 2019”.
Borges da Silva revela ainda: “Vou aguardar o envio de declarações de voto para verificar quais as razões que estiveram na base da decisão dos Senhores Vereadores, no sentido de as procurar demover, para bem do Concelho e das suas populações quanto à aprovação dos documentos de prestação de contas que, além do mais, em termos de legalidade, têm parecer positivo dos Revisores Oficiais de Contas do Município.Através do link abaixo poderá consultar todos os documentos da Prestação de Contas: https://bit.ly/3jexgng”.