Manuel Marques afirma : “O candidato está escolhido e eu sacrifiquei o meu nome”

O Vereador do CDS, acaba de publicar este comentário na nossa notícia : 
“Por muito respeito que tenho pelo jornalismo, sou obrigado a desmentir a noticia. A Coligação em Nelas está assumida e já com candidato definido. Eu pessoalmente tudo fiz para que a coligação fosse uma realidade, sacrificando o meu próprio nome. Só assim será possível que o nosso concelho volte a trilhar o CAMINHO DO PROGRESSO E DO DESENVOLVIMENTO NUNCA ESQUECENDO O CAMINHO DA VERDADE”.
Contudo o atual Vereador do CDS, assim como dirigentes do PSD por nós contactados, não quiserem avançar qual o nome escolhido, que tudo indica seja Joaquim Amaral.

PSD/CDS Nelas: Coligação aborta ou decide entre Joaquim Amaral e Manuel Marques?

Está ao rubro a luta pela escolha do candidato da putativa coligação PSD/CDS em Nelas, que apenas tem um pré acordo, dado que, e de acordo com dirigentes dos dois partidos, existe uma entropia que está a provocar “areia na engrenagem”.  As direções nacionais estarão a intervir para que seja uma realidade.

Dirigentes dos dois partidos confirmaram ao nosso jornal que existe um acordo para que seja Joaquim Amaral, atual Vereador do PSD, o candidato. Isto gorada a hipótese Sofia Relvas, que foi abordada (como noticiámos), mas acabou por não aceitar e seria uma opção consensual para a coligação, ao que apurámos.

Mas sendo o CDS a principal força política desta coligação, como consequência dos resultados de 2017, o candidato derrotado e atual Vereador, Manuel Marques, estará a “forçar” a sua candidatura à presidência da Câmara. E tudo isto por alegada “pressão” do atual Vice Presidente do Partido, Paulo Duarte (Viseu). O próprio Marques, avançou ao Jornal do Centro essa posição : “Tanto posso ser eu como o Joaquim Amaral, ou outro nome”. Mas outro nome já não está em cima da mesa. O peso político do atual Vereador ainda será grande e veio provocar a tal “areia na engrenagem”, o que deixa em suspenso a possibilidade de coligação. Isto porque, a atual Comissão Política Concelhia do PSD não aceitará o nome de Marques, assim como a Distrital. Dado que foi renhida a luta pela Concelhia do PSD, com um empate entre Artur Jorge Ferreira e Jorge Laima, na primeira volta, contactámos este último, para indagar da sua posição, que diga-se foi o único a enviar-nos posição oficial (Manuel Henriques – CDS e Artur Jorge Ferreira – PSD, não enviaram, até ao momento, posição oficial) :

“As eleições internas em Outubro legitimaram a Comissão Política do PSD para gerir os destinos do Partido, pelo  que aceitamos a decisão de quem lidera o partido, seja ela qual for. Depois de a conhecermos então informamos se apoiamos ou não a escolha feita, pelos dirigentes locais. As comissões políticas tem toda a legitimidade para decidirem pois são elas que gerem os destinos dos dois partidos”.

 

 

Luís Fidalgo (PSD Carregal do Sal): “Candidato-me por um imperativo de consciência”

A declaração do  candidato do PSD à Câmara Municipal de Carregal do Sal, o advogado Luís Fidalgo, na sua página no Facebook, revela algumas das suas motivações. 
“Candidato-me ciente de que seria muito mais cómodo, em termos pessoais, não o fazer. Contudo, a minha decisão fundou-se num imperativo de consciência”, revela.
“Carregal do Sal, já foi e tem que voltar a ser, um “pilar” de referência importante da nossa região. Esta é uma candidatura de todos quantos gostam muito da sua terra – sei que é impossível agradar a todos e, alguns de vós, até nem “simpatizam comigo”, seja por razões meramente relacionais, seja por qualquer outra”, enfatiza, aproveitando para atirar umas farpas aos seus opositores : “Alguns detratores e adversários, vêm experimentando, do alto da sua sobranceria, à falta de outro argumento, a invocação de que, no passado, protagonizei e integrei candidaturas do PS, do PSD e do CDS. Ora, a verdade é que nunca tive outras “pretensões politicas” que ultrapassassem o território do nosso Concelho”.

PS Carregal do Sal e Federação Distrital reprovam eventual candidatura de Rogério Abrantes

Foi na Página no Facebook dos socialistas Carregalenses, que a informação foi avançada: 

“Em reunião da Comissão Política concelhia do PS, realizada  ontem, 27 de março, foi aprovado a não recandidatura do atual Presidente da Câmara como candidato do PS à edilidade de Carregal do Sal nas próximas eleições autárquicas”.

Embora nesta publicação não conste o apoio da Federação Distrital a Paulo Catalino, candidato indicado pela Concelhia, já tínhamos informação (de dentro do partido), que a estrutura distrital o iria apoiar. A presença do seu presidente, José Rui Cruz, na reunião de ontem, parece não deixar margem para dúvidas.

Falta agora a palavra final da Direção Nacional, que, ao que apurámos, deverá acontecer nos próximos dias. Ressalve-se que a indicação geral do PS é reconduzir a recandidatura dos atuais presidentes de Câmara. Assim, embora tal possa não acontecer em Carregal do Sal (tornando este concelho numa exceção à regra geral), ainda não é certa e oficial a candidatura de Paulo Catalino.

 

O que esperar das Autárquicas em Carregal do Sal

Estamos a chegar à hora de todas as decisões em matéria de candidatos à próxima eleição para as autarquias, que se deverá realizar em setembro ou outubro de 2021. Até final do mês, mais nomes serão conhecidos, um pouco por todo o país, e nas primeiras semanas de abril, os processos estarão todos concluídos.

No concelho de Carregal do Sal, depois do PSD ter apresentado o seu candidato (o independente e advogado, Luís Fidalgo), o PS prepara-se para decidir qual o seu cabeça de lista à Câmara Municipal.

Fonte ligada ao partido,  adianta ao nosso jornal que dentro de poucos dias a estrutura nacional deverá confirmar o nome do médico Paulo Catalino, líder da concelhia e da bancada socialista na Assembleia Municipal. A confirmar-se representa a saída de cena do atual Edil, Rogério Abrantes. Resta saber se foi por vontade própria que decidiu não se recandidatar a um terceiro e último mandato.

O candidato do PSD, Luís Fidalgo, já saiu entretanto em defesa de Rogério Abrantes, usando a sua página no Facebook:

“O Presidente da Concelhia do PS assumiu-se prematuramente como candidato à Câmara Municipal, pretendendo, com isso, impedir a recandidatura do actual Presidente da Câmara. As “coisas” não têm, infelizmente, sido bonitas de ver e acompanhar. A verdade é que a inusitada e censurável postura do Presidente da Concelhia do PS, fundamentada numa incompreensível ambição pessoal, “deitou para o lixo” o princípio e a “regra”, definida e vincada pelo seu Secretário Geral, António Costa, da “recandidatura” dos actuais Presidentes de Câmara. Mas… ao que parece, um verdadeiro “golpe de teatro” está em preparação!!! O receio da perda da Câmara para o PSD, está a obrigar a deitar por terra tal “regra” fixada pelo Secretário Geral do PS, António Costa e, ao que se sabe, irá ser “imposta” uma candidatura em Carregal do Sal, com violação de um “princípio” ou “regra”, há muito definido por António Costa e que visou, precisamente, impedir “golpes de aparelho”, como o que foi preparado pelo Presidente da Concelhia do PS”.Se isto se confirmar…. onde ficam os “valores”!!!???

Na mesma publicação a  Vice Presidente da concelhia do PS, Celina Gomes, reagiu da seguinte forma:  “Percebi. Estamos num concelho de atores. Quando há uns anos um vereador eleito pelo PS (que tinha sido cabeça de lista) se muda, a meio do mandato, para o PSD, onde ficaram os valores? Depois faz um mandato pelo PSD e candidata-se pelo CDS. Onde ficaram os valores e as convicções? E agora volta a ser candidato pelo PSD. Onde estão os valores e as convicções? Ou será interesses pessoais? Ou será teatro? O PS tem os seus órgãos democraticamente eleitos para tomar as decisões que entender”.

Na corrida à Câmara Municipal está também praticamente certo Hermínio Marques, professor e ex diretor do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal. Deverá encabeçar a lista pelo Bloco de Esquerda, que pela primeira vez concorre a este órgão. A apresentação oficial deverá ocorrer em Abril.

Aguardam-se ainda eventuais candidaturas do CDS e do Chega e talvez de outros partidos.

Luís Fidalgo é o candidato do PSD à Câmara de Carregal do Sal

Luís Humberto da Costa Fidalgo é candidato à presidência da Câmara Municipal de Carregal do Sal.

Luís Fidalgo, advogado, é o candidato escolhido pelo Partido Social Democrata para encabeçar a lista à presidência da Câmara Municipal de Carregal do Sal.

Luís Fidalgo que já exerceu vários cargos autárquicos, nomeadamente Vice-Presidente no Município de Carregal do Sal, entre 2009-2013 pelo PSD, foi apresentado esta terça-feira, dia 23 de Março, pela Comissão Política Nacional do PSD.

No seguimento desta apresentação, as Comissões Políticas Concelhias de Carregal do Sal do PSD e da JSD, congratulam-se com o apoio incondicional da Comissão Política Distrital e Nacional ao candidato Luís Fidalgo, nome consensual das estruturas locais, votado e aprovado em reunião de Comissão Política e posteriormente validado em reunião de Assembleia de Secção de 20 de Março.

As Comissões Políticas Concelhias do PSD e JSD, reconhecem no Dr. Luís Fidalgo, competências e qualidades que o definem como o candidato com capacidade e determinação para apresentar um projeto com visão de futuro, sério, ambicioso, dinâmico, com rigor para os Munícipes de Carregal do Sal, ganhado assim a liderança da Câmara Municipal nas autárquicas de 2021.

As Comissões Políticas Concelhias do PSD e JSD de Carregal do Sal

 

Oliveira do Hospital. Chega candidata António Cardoso à Câmara Municipal

Em nota enviada à nossa redação, a Comissão de Trabalho Concelhia do Chega de Oliveira do Hospital,  informa que Antonio José Cardoso será o candidato do partido à presidência da Câmara Municipal, nas próximas eleições autárquicas.

“O director de operações industriais, de 46 anos, casado, pai de dois filhos, e com uma vasta carreira no mundo industrial, será portanto o cabeça de lista”, anuncia o partido liderado por André Ventura.

“Nos próximos dias serão apresentados os nomes para a assembleia municipal e juntas de freguesia”, refere ainda a comunicação.

Oliveira do Hospital.Francisco Rodrigues dos Santos cabeça de lista à Assembleia Municipal

Depois da reunião do conselho nacional de ontem,  para preparar as próximas eleições autárquicas, o líder centrista revelou que será candidato em Oliveira do Hospital. 

Francisco Rodrigues dos Santos irá encabeçar a lista à Assembleia Municipal na coligação com o PSD, que terá como cabeça de lista à Câmara Municipal, Francisco Rodrigues.

Borges da Silva classifica oposição de “bota abaixo” e mostra indicadores de desenvolvimento de Nelas

Em nota que fez chegar à nossa redação, o Autarca de Nelas reafirma que a oposição continua a negar “todas as evidências”:
OPOSIÇÃO “BOTA ABAIXO” ATÉ NO INVESTIMENTO E NA CRIAÇÃO DE EMPREGO NO CONCELHO DE NELAS NOS ÚLTIMOS 8 ANOS, CONTRA TODAS AS EVIDÊNCIAS!
Só a política seguida nos últimos anos permitiu que durante a pandemia de 2020 as empresas e os empresários conseguissem aguentar o máximo do emprego criado, sendo obrigação dos autarcas manifestar-lhes gratidão e não, contra todas evidências, por mesquinhas razões de sede de poder e política de bota abaixo, dizer mal da Câmara, do Concelho de Nelas e do trabalho dos autarcas e dos empresários, como faz o PSD!
NOS ÚLTIMOS ANOS FORAM ALCANÇADOS RESULTADOS HISTÓRICOS EM MATÉRIA DE INVESTIMENTO E EMPREGO NO CONCELHO, COM MAIS DE 1500 NOVOS POSTOS DE TRABALHO, O MAIS BAIXO DESEMPREGO DE SEMPRE, RECORDES DE VOLUME DE NEGÓCIOS E EXPORTAÇÕES DAS EMPRESAS, NÚMERO DE EMPRESAS E DE EMPRESAS EXPORTADORAS, COMPRA DE TERRENOS PARA INDÚSTRIA ( MAIS DE 600.000M2);
Se há política em que o Concelho de Nelas é elogiado ( e até invejado) em termos regionais e até nacionais, é a da captação de investimento e criação de emprego!
Isso resulta inequívoco não porque o digo, mas pelos RESULTADOS ALCANÇADOS NUMA PARCERIA ESTRATÉGICA CÂMARA/EMPRESÁRIOS que podem ser consultados em:“Análise do Tecido Empresarial Nelas” da “INFORMA – Business by Data”, dos anos 2013 a 2019 ( Dados da Indústria sem agricultura e serviços); IEFP ESTATÍSTICAS; PORDATA; CONTAS DOS EXERCÍCIOS DA CÂMARA DE NELAS; todos disponíveis online.

Quem vai liderar a coligação PSD/CDS em Nelas?

Foi no jornal Público, na sua edição da passada quarta feira, que foi levantada a possibilidade das negociações em curso entre o PSD e CDS de Nelas, levarem a uma liderança da coligação por parte dos Centristas.
Contactados pelo nosso jornal os líderes das respetivas estruturas concelhias desmentem tal informação.

 

Manuel Henriques (CDS), adiantou-nos  “que essa questão não é relevante no propósito da anunciada coligação. Essa situação dependerá da escolha final do candidato que será sempre consensual. O processo continua em bom ritmo e é possível que esteja concluído no início de abril”.”A possibilidade aventada pelo Público, decorre dos resultados eleitorais de 2017, onde o CDS-PP foi a segunda força mais votada”, remata.

Artur Jorge Ferreira (PSD), clarifica que “em Nelas isso não vai acontecer.Há acordo entre as Comissões Políticas sobre quem lidera a lista aos diversos órgãos, e ambos os partidos irão cumprir esse acordo”.

Quem veio a terreiro criticar esta coligação foi o atual autarca de Nelas, Borges da Silva. Aproveitando as declarações do Secretário Geral Adjunto do PS, sobre o acordo nacional entre PSD e CDS, para as autárquicas deste ano, que o considerou baseado em “coligações negativas”, Borges da Silva, alinha pelo mesmo diapasão em Nelas: “Realmente, além do número de Câmaras, onde fica para uma Coligação CDS/PSD a vida das pessoas no que respeita a saneamento, água, ambiente, impostos municipais, escolas, saúde, educação, cultura, desporto, rede viária, apoio integração e coesão social, emprego e empreendedorismo industrial, comercial, agrícola e de serviços, promoção da natalidade, apoio ao envelhecimento ativo, proteção civil, proteção animal, urbanismo e qualidade de vida e tantas outras incumbências autárquicas?! VOLTAMOS AO MESMO!?PARA TRÁS…!?”.

PSD/JSD de Carregal do Sal acreditam que os Carregalenses “podem ficar mesmo sem a Cruz Vermelha”

Comunicado do PSD/JSD Carregal do Sal sobre o encerramento da Cruz Vermelha Portuguesa de Oliveira do Conde

No seguimento de novo “ataque” às instalações da Cruz Vermelha Portuguesa de Oliveira do Conde, vem esta Comissão referir o seguinte:

1 -Repudiar mais uma vez, a maneira como os munícipes estão a ser tratados pela Cruz Vermelha Nacional.

2- Estando a decorrer um processo de averiguações, atitudes deste tipo, podem demonstrar que alguém está a tomar decisões sem ponderação .

3- Mais uma vez quem fica a perder são os munícipes, pois ficaram sem um serviço de apoio.

4- O silêncio, poderá querer dizer que, infelizmente, os Carregalenses irão ficar sem Cruz Vermelha no Concelho..

Carregal do Sal 18 de Março de 2021

A Comissão Política Concelhia do PSD e JSD

“Unidos para construir o futuro” em Oliveira do Hospital

O candidato da coligação PSD/CDS à presidência da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, Francisco Rodrigues, fez a sua primeira declaração como candidato homologado pela direção nacional do PSD, na sua página no Facebook. Depois de ter sido aprovado por unanimidade e aclamação na comissão política concelhia de Oliveira do Hospital dos social democratas, é agora, “oficial a todos os níveis de decisão a que estava sujeita”, escreveu.
“Sou, portanto, o candidato da coligação PPD/PSD e CDS/PP sob a designação “UNIDOS PARA CONSTRUIR O FUTURO” às eleições autárquicas de 2021 no nosso concelho de Oliveira do Hospital”, anuncia, sustentando que “faço-o por imperativo de consciência e sentido de dever à causa pública, com uma equipa motivada, por um projeto muito ambicioso, estruturado e realista, tendo em vista preparar um futuro promissor para o Concelho e para todas as nossas pessoas, comunidades, empresas e instituições. Sempre inspirados e comprometidos com o elemento essencial e inalienável desta candidatura, que é a afirmação da verdade na ação política e da honradez como primeiro e principal mecanismo de relacionamento, num clima de compromisso e confiança, com os Oliveirenses e com as suas instituições”.
“Podeis contar comigo para, todos juntos, fazermos de Oliveira do Hospital um território desenvolvido, atrativo, inclusivo e de mãos dadas com o progresso”, revela, dando conta pretender cumprir este desígnio “com o máximo de mim em esforço, dedicação, experiência, competência, integridade e sentido de justiça e equidade”.
“Só assim faz sentido estarmos ao serviço do bem comum, só assim seremos dignos de merecer o apoio maioritário dos oliveirenses nas próximas eleições autárquicas”, conclui.

“Borges da Silva tenta desmentir o que ele próprio apresenta”

Comunicado do PSD Nelas:
O Sr. Presidente da Câmara confirmou, mais uma vez, que de contas autárquicas não percebe ao tentar desmentir o que ele próprio apresenta. O que o PPD/PSD afirma tem como fundamento os documentos que Borges da Silva, e os seus avençados da contabilidade, apresentaram nas reuniões da câmara e da assembleia municipal.
Não é de agora que alertamos para o estado em que se encontram as finanças do Município. Mas pelas tentativas do Presidente da Câmara de explicar o inexplicável vai percebendo o porquê das contas da autarquia estarem como estão.
Nem mesmo com o mapa que apresenta consegue provar o contrário. Borges da Silva continua a baralhar e a misturar tudo. Em contabilidade não é, nem pode, ser assim. Mas quanto a isto não se pode fazer mais nada. Já lhe foi explicado. Se não quer perceber …
Quanto aos habituais insultos de Borges da Silva apenas se pode dizer que, vindo de quem vem, que de contas já se viu pouco ou nada percebe, são considerados como elogios, e que não iremos por aí.
“Pagar na mesma moeda é um dos maiores erros do ser humano.
O que uma pessoa faz connosco é problema dela, o que nós fazemos com isso é problema nosso.vNão vale a pena retribuir maldade. Por mais que haja fundamento, não devemos falar mal de quem fala mal nós, isso nos iguala com a mediocridade da pessoa e não nos torna seres melhores que ela. Se alguém falar mal de você, ignore.
Maturidade, coerência, consciência limpa e um sorriso no rosto, são melhores formas de pagamento”.

Autarquia de Carregal do Sal leva a cabo diversas obras

Melhorar as acessibilidades no Concelho continua a ser um compromisso do executivo. Por isso, prosseguem os trabalhos de alargamento de algumas ruas e respetivo alinhamento/construção de muros.

Atualmente os serviços operativos da Câmara Municipal estão a intervencionar a Rua da Alagoa, em Carregal do Sal, onde está a ser alargada aquela via e simultaneamente se procede à construção de muros, conforme oportunamente protocolado.

Em Cabanas de Viriato, na Travessa do Fojo, a Câmara Municipal iniciou, entretanto, os trabalhos de reconstrução do muro do Estádio de Futebol, para posterior pavimentação e o novo alinhamento do muro existente e mais recuado.

CM de Carregal do Sal

Fernando Tavares Pereira (Tábua) e Francisco Rodrigues (Oliveira do Hospital) confirmados pela direção nacional do PSD

Candidatos confirmados pela direção nacional do PSD, hoje, 12 de março

ANADIA – João Nogueira Almeida
ESPINHO – António Vicente Pinto
OLIVEIRA DO BAIRRO – José Carlos Soares
CAMINHA – Liliana Silva
TÁBUA – Fernando Tavares Pereira
CONDEIXA-A-NOVA – Nuno Claro
LOUSÃ – Victor Carvalho
OLIVEIRA DO HOSPITAL – Francisco Rodrigues
ARRAIOLOS – António Garcia
ÉVORA – Henrique Sim Sim
MOURÃO – João Fortes
REDONDO – David Galego
REGUENGOS DE MONSARAZ – Marta Prates
VENDAS NOVAS – Ricardo Manuel Videira
LAGOS – Pedro Moreira
OLHÃO – Álvaro Viegas
TAVIRA – Dinis Faísca
GUARDA – Carlos Chaves Monteiro
MANTEIGAS – Nuno Soares
TRANCOSO – João Carvalho
POMBAL – Pedro Pimpão
ALENQUER – Nuno Henriques
ODIVELAS – Marco Pina
ALTER DO CHÃO – Francisco Miranda
BAIÃO – Paulo Portela
MATOSINHOS – Bruno Pereira
PAREDES – Ricardo Sousa
SANTO TIRSO – Carlos Alves
VILA DO CONDE – Pedro Soares
MESÃO FRIO – António Teixeira
MONTALEGRE – José Moura Rodrigues
SABROSA – Mário Varela
STA MARTA DE PENAGUIÃO – Daniel Teles
SANTA COMBA DÃO – António Correia
S. JOÃO DA PESQUEIRA – Vitor Sobral
ALFANDEGA DA FÉ – Vitor Bebiano
MACEDO DE CAVALEIROS – António Morais
MIRANDA DO DOURO – Helena Barril
MOGADOURO – António Joaquim Pimentel
VILA FLOR – Pedro Lima
VINHAIS – Carlos Almendra Frias
ALVAIÁZERE – João Paulo Guerreiro
ANSIÃO – Célia Freire
VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO – Luís Gomes
CHAVES – Francisco Tavares
PEDRÓGÃO GRANDE – António José Lopes
PORTALEGRE – Fermelinda Carvalho
FIGUEIRA DA FOZ – Pedro Machado
ESTREMOZ – José Roquete
MARCO DE CANAVESES – Maria Amélia Ferreira
COIMBRA – José Manuel Silva

Empresário Fernando Tavares Pereira candidato à Câmara de Tábua

Fernando Tavares Pereira, líder do Grupo Tavfer, que tem mais de 600 colaboradores em todo o país e no estrangeiro, natural de Touriz (Tábua), será novamente candidato à Câmara Municipal de Tábua, como independente, com o apoio do PSD e do CDS-PP.

A candidatura será oficializada em breve, sendo revelados os apoios com que vai contar, da sociedade civil, assim como a equipa que o acompanhará. “É uma das mais importantes decisões que tomo”, referiu ao nosso jornal, com “grande determinação e coragem, no sentido de melhorar a vida dos Tabuenses”.

Borges da Silva reage a acusações do PSD Nelas: “Recebi a Câmara falida em 2013”

Comunicado do Presidente da Câmara de Nelas, José Borges da Silva: 
“Quem te manda a ti sapateiro tocar rabecão?!” Provérbio Popular
A PROPÓSITO DE “PSD Concelhia Nelas – A MENTIRA COMO PROCEDIMENTO A DESONESTIDADE INTELECTUAL COMO RECURSO.” O EXERCÍCIO DO PSD!
Distinto Artur Jorge Ferreira (atual líder do PSD e um dos 4 membros do Gabinete Político de Apoio à Sra. Presidente Isaura Pedro e Sr Vice Presidente Manuel Marques e mais 3 Sras/es Vereadores) aprecio o esforço que tenta fazer para passados 8 anos tentar branquear o desastre da “gestão” financeira da COLIGAÇÃO CDS/PSD que conduziu a Câmara a uma situação de falência ou desequilíbrio financeiro estrutural em 2012.
Apreciei a sua “ginástica” em tentar disfarçar a vergonha dos Resultados Líquidos dos Exercícios com o Acumulado dos Resultados Transitados, com a consideração das amortizações, depreciações e provisões, mas, por mais voltas que dê, a falência impede-o de encontrar qualquer comparação entre a GESTÃO da Câmara de 2014 a 2019 ( Exercícios económicos encerrados e aprovados) com o DESASTRE para que contribuiu entre 2008 e 2013.
Mesmo levando em consideração tudo o que refere, é inequívoco que:
Os Resultados Líquidos dos Exercícios (RLE) de 2008 a 2013 acumulados foram de 16,4 MILHÕES DE EUROS, dando uma média anual de resultados negativos de 2,7 milhões de euros;
Os Resultados Líquidos dos Exercícios de 2014 a 2019 acumulados foram de 3,4 MILHÕES DE EUROS, dando uma média anual de resultados negativos de 0,5 milhões de euros;
TERMINO REAFIRMANDO, AO SR ARTUR JORGE FERREIRA E AO SEMPRE APOIANTE DA DESASTROSA “gestão” SR VEREADOR JOAQUIM AMARAL QUE SUBSTITUIU A EX PRESIDENTE (E QUERIA ATÉ SER SEU VICE PRESIDENTE HÁ 4ANOS!) QUE DEVIAM ESTAR CALADOS E NÃO PERSISTIREM EM FAZER AS PESSOAS DE PARVAS! É QUE NUNCA VÃO CONSEGUIR APAGAR A VERGONHA DE TER CONTRIBUÍDO PARA UMA SITUAÇÃO DE FALÊNCIA DA CÂMARA QUE OBRIGOU AO CUMPRIMENTO DE UM RIGOROSO PLANO DE AJUSTAMENTO FINANCEIRO COM IMPOSTOS MÁXIMOS COMO O IMI.
Foi assim que recebi a Câmara em final de 2013!
Agora está bem e recomenda-se!
🤌O QUADRO RESUMO QUE PUBLICO DOS RESULTADOS LÍQUIDOS DOS EXERCÍCIOS (RLE)DE 2008 a 2019 FALAM POR SI!
✍️A SUA CONSULTA ESTÁ DISPONÍVEL EM:

Grupo de jovens Carregalenses apoia Paulo Catalino na candidatura à Câmara

Comunicado de um movimento de jovens, criado em apoio à candidatura de Paulo Catalino à Câmara Municipal de Carregal do Sal: 
Enquanto jovens orgulhosamente Carregalenses, estamos atentos e preocupados com o nosso futuro e com o futuro do Concelho em que habitamos.
Visto que a inércia da nossa parte não era uma opção, criámos um movimento de jovens, de todas as freguesias do concelho, de apoio à candidatura do Dr. Paulo Catalino a Presidente do Município de Carregal do Sal.
O que nos motivou à sua criação?
Por um lado, a evidente estagnação a que assistimos, que se torna bastante clara quando observamos a dinâmica implementada nos concelhos limítrofes.
Por outro lado, consideramos ter capacidade para vencer este estado de inércia, ajudando a pensar e a implementar um novo ritmo de crescimento.
Consideramos que o Dr. Paulo Catalino demonstra possuir um enorme potencial e vontade de fazer acontecer, ressalvando-se a qualidade do seu trabalho magnífico como médico e coordenador do Centro de Saúde. Importa igualmente mencionar o seu envolvimento benemérito e altruísta em várias organizações do concelho.
Uma das evidências da sua grande capacidade dinâmica é perceptível nos diversos investimentos na área social e da Terceira Idade, um empreendimento que originará a criação de um número significativo de postos de trabalho estáveis.
Com o Dr. Paulo Catalino ao leme da autarquia, iremos ter a criação de inúmeras oportunidades, o que permitirá devolver a esperança, potenciar o concelho e melhorar a qualidade de vida dos Carregalenses. Em particular, irá permitir que se estabeleçam mais condições e mais empregos para que os jovens se fixem no Concelho. Por conseguinte, todas estas mudanças certamente irão contribuir para gerar uma maior procura, crescimento e progresso no Concelho de Carregal do Sal.