Catarina Martins (BE) em Carregal do Sal para apresentar candidatura concelhia

A Coordenadora Nacional do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, vai marcar presença na apresentação da candidatura do partido no concelho de Carregal do Sal.
A apresentação vai contar com as intervenções de Diego Garcia (deputado municipal), Hermínio Marques (candidato à Câmara Municipal) e Catarina Martins (Coordenadora Nacional do Bloco de Esquerda).
A iniciativa vai decorrer no próximo sábado, dia 17 de abril, por volta das 15h na antiga sede da Junta de Freguesia do Sobral.
“Porquê no Sobral? Porque para a candidatura do Bloco de Esquerda todas as localidades do concelho contam”, referem os Bloquistas em nota que fizeram chegar à nossa redação.
A apresentação vai decorrer em formato online com transmissão em direto, na página do Facebook  “Carregal Positivo”.

Nelas.Empréstimo para financiar investimento em Escolas e Centros de Saúde aprovado

Hoje, 14 de abril, em reunião de Câmara, foi aprovada a proposta de contratação de um empréstimo de médio e longo prazo, no valor de 1,5 milhões de euros, para financiar a comparticipação Nacional do pacote de 10,4 milhões de euros de investimentos estruturantes candidatos ao Programa Operacional do Centro – Centro 2020, que terão uma comparticipação comunitária de 8,8 milhões de euros.

Votaram a favor o presidente da Câmara, proponente, o Vice presidente, Fernando Silvério, e os dois Vereadores do PS (Mafalda Lopes e Aires dos Santos). Joaquim Amaral (PSD) e Júlio Fernandes (CDS), abstiveram-se e Manuel Marques (CDS), votou contra.

O empréstimo, que o Executivo PS pretende contrair junto do BEI (Linha BEI PT2020 Autarquias), representa cerca de 15% de um conjunto de investimentos  que o Município se propõe realizar, nas áreas da educação e saúde:

  • Intervenção na Escola Secundária de Nelas e na Escola EB 2/3 de Canas de Senhorim.
  • Requalificação e Modernização dos Centros de Saúde de Nelas e Canas de Senhorim.

O atual Executivo fundamenta esta proposta de financiamento, com “a gestão rigorosa”, que tem levado a cabo, o que lhe tem permitido “responder a grandes desafios da atividade municipal”, pretendendo com estas despesas de capital, prosseguir com a “qualificação e modernização do concelho”.

No total são assim assim quatro as candidaturas que a Autarquia pretende submeter, sendo “imprescindível para se concretizarem, a contratação do empréstimo junto do BEI”, que está, de acordo com a Lei, “excecionado para efeitos de limite de dívida dos municípios”.

Está entretanto marcada uma sessão da Assembleia Municipal, para 23 de Abril, pelas 21h,  em termos mistos( presencial e videoconferência), para ser discutida e votada a contratação do empréstimo.

Borges da Silva informa que Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) poderá vir a financiar toda a comparticipação da Câmara
“Depois da candidatura, que faremos até final de Abril, informei que tenho o compromisso do Ministro da Educação de pagar 7,5% das obras das Escolas Secundárias (cerca de 500 mil euros que seriam abatidos no empréstimo como receita consignada) e ainda que o Plano de Recuperação e Resiliência ( PRR), poderá financiar toda a comparticipação da câmara havendo verbas para Escolas e centros de saúde ( financiamento a 100%)”.

Hermínio Marques candidata-se pelo BE à Câmara de Carregal do Sal

A Assembleia de Aderentes Concelhia de Carregal do Sal do Bloco de Esquerda aprovou, por unanimidade, no passado dia 12 de abril, Hermínio Alexandre Ribeiro da Cunha Marques como cabeça de lista à Câmara Municipal nas próximas eleições autárquicas. 

Hermínio Marques tem 54 anos, é natural de Carregal do Sal, onde reside.  É licenciado em Matemática pela Universidade de Coimbra, pós-graduado em Matemática e Aplicações pela Universidade de Aveiro e mestre em Docência e Gestão da Educação, pela Universidade Fernando Pessoa, com a tese “Administração das escolas – órgão de gestão unipessoal ou colegial?”, que obteve a menção de excelente.

O candidato do Bloco de Esquerda à Câmara Municipal de Carregal do Sal é Professor de Matemática do Ensino Secundário há 33 anos, tendo sido Diretor do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal, entre 2011 e 2019. Desempenhou ainda, entre outros, o cargo de Presidente da Comissão Administrativa Provisória do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal (2010), Diretor da Escola Secundária de Carregal do Sal (2009-2010), Presidente do Conselho Geral Transitório da Escola Secundária de Carregal do Sal (2008-2009), representante do pessoal docente do ensino secundário público no Conselho Municipal de Educação de Carregal do Sal – eleito pelos respetivos docentes (2004-2007), Presidente da Assembleia de Escola da Escola Secundária de Carregal do Sal (2002-2008), Professor Acompanhante do Programa Ajustado para o Ensino Secundário nos distritos de Viseu, Coimbra e Aveiro (1998-2001), Presidente do Conselho Diretivo da Escola Secundária de Tábua (1994-1996), Presidente da Assembleia Geral da Associação de Professores de Matemática (2008-2010) e Presidente da Associação de Estudantes da Escola Secundária de Carregal do Sal (1981-1982).

Hermínio Marques obteve reconhecimento público, através de um louvor publicado em Diário da República como Louvor n.º397/2019, pelo Conselho Geral do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal, onde é referido:  “o reconhecimento por todo o trabalho, empenho, dedicação e competência que colocou no exercício dos seus mandatos, privilegiando o bom nome do agrupamento, nomeadamente através do envolvimento em projetos internacionais como «Uma Escola Unesco» e «Erasmos+», tudo isto contribuindo para uma clara melhoria dos resultados escolares dos nossos alunos nos últimos anos”.

Hermínio Marques foi, em 2019,  candidato à Assembleia da República, tendo integrado a lista do Bloco de Esquerda, pelo círculo eleitoral de Viseu.

Em 1985, embora não filiado, participou, em Coimbra, com elementos ligados ao PSR, em campanhas anti-militaristas  e antirracistas. Um ano depois, na Associação Académica de Coimbra, conheceu, através de César de Oliveira (natural de Fiais da Beira), o político Lopes Cardoso, com quem colaborou em diversas iniciativas ligadas aos movimentos estudantis, simpatizantes da UEDS. Nessa altura, através de Fernanda Lopes Cardoso, conheceu  Maria de Lurdes Pintassilgo, a pedido da qual colaborou, como estudante universitário, num grupo de apoio ao conselho da universidade das Nações Unidas.

Os e as aderentes de Carregal do Sal do Bloco escolhem Hermínio Marques, porque não querem que o seu concelho seja um local por onde se passa, mas a terra onde se fica; porque não querem um concelho onde se ouviu dizer, mas um concelho onde se faz; porque não querem mandar os jovens embora, mas querem que fiquem; porque querem um concelho para as pessoas e não apenas para os números; porque querem uma Câmara Municipal de portas abertas e não um conjunto de gabinetes.

Mas, sobretudo, porque amam demais todas e cada uma das localidades que compõem o seu concelho. Porque esta é a sua terra!

Pelo referido, a apresentação da candidatura do Bloco de Esquerda à Câmara Municipal de Carregal do Sal vai realizar-se no próximo sábado, dia 17 de abril, pelas 15 horas, no edifício da antiga Junta de Freguesia do Sobral.

A iniciativa contará com as intervenções de Diego Garcia (deputado municipal do Bloco de Esquerda), Hermínio Marques (candidato do Bloco de Esquerda à Câmara Municipal) e Catarina Martins (Coordenadora Nacional do Bloco de Esquerda).

O formato da sessão será online com transmissão em direto nas redes sociais do partido devido às condições epidemiológicas do concelho de Carregal do Sal.

Fernando Ruas poderá ser candidato pelo PSD em Viseu

Fernando Ruas, tem 72 anos, e é um peso pesado do PSD, a nível nacional e em Viseu. Atual Deputado à Assembleia da República, onde é presidente da Comissão de Administração Pública, Modernização Administrativa, Descentralização e Poder Local, poderá regressar às suas raízes, e ser candidato pelo PSD, novamente, à presidência da Câmara de Viseu, como é avançado hoje, 14 de abril, pela edição digital do Jornal Económico.

Lembramos que o falecimento de Almeida Henriques, que se iria recandidatar pelos social-democratas a um terceiro mandato, deixou o partido no vazio, sendo assim uma forte hipótese o nome de Fernando Ruas, que, caso se concretize, irá ter como principal opositor, João Azevedo, também ele atual deputado pelo PS.

 

Autarquia de Nelas pretende contrair empréstimo de 1,5 milhões para financiar obras estruturantes

Reunião de Câmara, discute e vota, hoje, 14 de abril, pelas 15h, sob proposta do presidente Borges da Silva, a proposta de contratação de um empréstimo de médio e longo prazo, no valor de 1,5 milhões de euros, para financiar a comparticipação Nacional do pacote de 10,4 milhões de euros de investimentos estruturantes candidatos ao Programa Operacional do Centro – Centro 2020, que terão uma comparticipação comunitária de 8,8 milhões de euros.

O empréstimo, que o Executivo PS pretende contrair junto do BEI (Linha BEI PT2020 Autarquias), representa cerca de 15% de um conjunto de investimentos  que o Município se propõe realizar, nas áreas da educação e saúde:

  • Intervenção na Escola Secundária de Nelas e na Escola EB 2/3 de Canas de Senhorim.
  • Requalificação e Modernização dos Centros de Saúde de Nelas e Canas de Senhorim.

O atual Executivo fundamenta esta proposta de financiamento, com “a gestão rigorosa”, que tem levado a cabo, o que lhe tem permitido “responder a grandes desafios da atividade municipal”, pretendendo com estas despesas de capital, prosseguir com a “qualificação e modernização do concelho”.

No total são assim assim quatro as candidaturas que a Autarquia pretende submeter, sendo “imprescindível para se concretizarem, a contratação do empréstimo junto do BEI”, que está, de acordo com a Lei, “excecionado para efeitos de limite de dívida dos municípios”.

Grande Reservatório de Água do Concelho de Nelas em fase de conclusão

Está em fase de acabamentos a construção do Grande Reservatório de Água do Concelho de Nelas, com capacidade de 4.000m3, dando autonomia ao abastecimento em todo o Município de 48 horas.
O investimento de 1,7 milhões de euros, financiado em cerca de 1 milhão de euros pelo POSEUR/PT2020, entrará em funcionamento em Junho próximo, estando dotado de telegestão na ligação aos outros reservatórios, substituindo o sistema manual que atualmente, e desde 40 do Século XX, existe no Município.
Nota: Foto de 12 de abril 2021
Nota da Câmara Municipal de Nelas

OPINIÃO POLÍTICA: Esperamos surpresas em Carregal do Sal

O desenho político neste momento no município Carregalense.

Luís Fidalgo (PSD) e Paulo Catalino (PS), disputam presidência da Câmara.

Bloco de Esquerda (BE), com Hermínio Marques, e Iniciativa Liberal (IL), que pondera avançar com um ex Vice de Atílio Nunes, poderão vir a ter peso eleitoral, com candidatos prestigiados no Concelho.

Surpreendeu (ou talvez nem tanto), mas o certo é que o atual presidente da Câmara de Carregal do Sal e da CIM Viseu Dão Lafões, Rogério Abrantes, perdeu para o médico Paulo Catalino a possibilidade de se recandidatar a um terceiro e último mandato, como era seu desejo (embora tenha repetido, em várias Assembleias Municipais, que não o pretendia fazer). E isto quando as diretivas nacionais do PS são claras no sentido de reconduzir a recandidatura dos atuais Autarcas, salvo casos excepcionais. São sempre as sondagens internas que ditam as escolhas. Terão sido claramente mais favoráveis ao também presidente da Concelhia. Ou seja, na nossa opinião, e a concretizar-se tudo isto, Rogério Abrantes sai da política local pela porta pequena! Mas pode não sair. Em jeito de sátira, ou talvez não, até já o vimos, nas redes sociais, associado a uma candidatura do CHEGA ! Lembramos que Abrantes é militante do PSD, ao que sabemos com quotas em dia, e como avançámos chegou a ser hipótese no seu partido de sempre.

Assim, prevemos uma disputa muito interessante no concelho Carregalense, com a divisão interna dos socialistas. Pelo PSD, vai avançar o advogado Luís Fidalgo, que terá com cabeça de lista à Assembleia Municipal, o médico Vasco Jorge Almeida. Ambos foram Vice Presidentes da Câmara, nos mandatos do histórico Atílio Nunes, e o partido está unido em torno destes dois nomes.

Paulo Catalino estreia-se nestas lides, é natural de Tabuaço, mas está envolvido em várias instituições do Concelho, desde logo no Centro de Sáude, do qual é o atual Coordenador. Também é presidente do Clube de Futebol. Luís Fidalgo  é natural de Cabanas de Viriato. Destes dois candidatos deverá sair, se o “normal” acontecer, o novo presidente da Câmara.

Um médico e um advogado já conhecidos como candidatos à presidência da Câmara. Hermínio Marques, um professor, natural de Carregal do Sal,  diretor do Agrupamento de Escolas do Concelho, durante vários anos, vai encabeçar a lista do BE, faltando apenas a confirmação oficial. Saúde, Justiça e Educação. De alguma forma, estarão também em jogo. E de todas, a sociedade precisa e muito. Mas também se perfila um empresário …

Isto porque, os partidos emergentes, mais jovens, podem aparecer. Sabemos que a IL poderá ir a votos, sendo Telmo Lopes um possível candidato à presidência da Câmara. Lembramos que este empresário Carregalense, foi Vereador e Vice presidente da Câmara, no último mandato de Atílio Nunes, pelo PSD. Telmo Lopes tem expressão e interesses em vários concelhos no Centro de Portugal, em áreas tão diversas como consultoria, contabilidade, trabalho colaborativo e formação profissional.

CDS e Chega são ainda uma incógnita, mas, no caso do partido de André Ventura, este já sinalizou que irá apresentar candidaturas em todos os 308 concelhos do país. O CDS costuma apresentar listas nas autárquicas em Carregal do Sal.

José Miguel Silva

DIRETOR

Joaquim Patrício é o candidato do PSD em Mangualde

A direção nacional dos social democratas, apresentou hoje, 7 de abril, o seu candidato à presidência da Câmara Municipal de Mangualde : Joaquim Patrício.

O candidato indigitado para disputar as autárquicas deste ano, foi antigo vice-presidente dos executivos do PS, em 2009 e 2017, que tiveram como edil João Azevedo.

O nosso jornal já tinha avançado (citando o site Rua Direita), que a Distrital do PSD tinha aprovado o seu nome.

 

Joaquim Amaral é o candidato do PSD à Câmara de Nelas

Em Nelas terminou a novela em torno da possível coligação do PSD com o CDS. Joaquim Amaral foi hoje, 7 de abril, apresentado como candidato dos social democratas à presidência da Câmara Municipal de Nelas, pela direção nacional do partido.

A imagem publicada na PSDtv diz isso mesmo. Imagem que vale mais que mil palavras, que aqui publicamos.

O slogan já é conhecido também: “Nas mãos de Nelas”.

 

 

Manuel Henriques ainda acredita num consenso entre PSD e CDS

O ex líder do CDS/PP de Nelas, que se demitiu na passada semana, ouvido pelo nosso jornal, está convencido que a coligação com o PSD, tem condições para avançar, mas tudo está nas mãos dos órgãos próprios dos partidos.

O advogado Canense, lembramos, assumiu a presidência da Comissão Política Concelhia dos centristas, em 2017, após as autárquicas que colocaram o CDS com a segunda força política no Concelho. Em guerra aberta, no final do seu mandato, com Manuel Marques, decidiu demitir-se e deixar ao atual Vereador a responsabilidade de decidir o que fazer. O pré-acordo com o PSD, visando uma coligação para as autárquicas de 2021, é o dossier mais premente para resolver.

“Estou convicto que a coligação tem condições para se concretizar, julgo que só faltará mesmo que os partidos coloquem os nomes no documento do acordo”, revela-nos. Sobre uma eventual participação sua no processo e integração nas listas, clarifica: “Se o consenso existir, como acredito, e os órgão legítimos do CDS manifestarem essa vontade, poderei estar disponível”. “Neste momento não estou dentro do processo, não fui convidado pelo CDS, mas se os dois partidos eventualmente entenderem que eu possa ajudar, analisarei a situação”, afirma.

Manuel Henriques instado a revelar a sua posição sobre a indicação de Joaquim Amaral para candidato a presidente da Câmara, mostra o seu apoio inequívoco : “Tenho a maior consideração pelo Joaquim Amaral e considero que é uma boa escolha da eventual coligação, conforme já tornei público no meu comunicado de demissão”.

Funeral de Almeida Henriques realiza-se esta tarde

Realizam-se, nesta segunda-feira, 5 de abril, às 16h00, as exéquias fúnebres do edil de Viseu, Almeida Henriques. De acordo com uma nota do município, “serão privadas e reservadas à família e amigos mais próximos”, devido “às restrições impostas pela pandemia da Covid-19”.

Almeida Henriques morreu no domingo de manhã e a Câmara decretou três dias de luto municipal.

“Atendendo ao carinho demonstrado por todos os viseenses, a deslocação da urna, entre o Hospital de São Teotónio e o cemitério, irá passar pelas principais artérias da cidade de Viseu”, avança o comunicado do município.

Borges da Silva é o candidato do PS à Câmara de Nelas

Depois de avocado – assumido -, o processo pela Federação distrital, (devido ao resultado da votação no PS Nelas), Borges da Silva é candidato à presidência da Câmara de Nelas, nas autárquicas de 2021.

Vencendo por uma maioria clara (39 votos a favor e 20 contra, num total de 81 membros), o atual autarca derrotou Sofia Relvas Marques, no processo de avocação. Isto na Comissão Política Distrital.

O nosso jornal já tinha avançado que o presidente da Federação, José Rui Cruz, tinha dado o seu apoio “inequívoco” a Borges da Silva, que lembramos é o atual presidente. Foi eleito para um primeiro mandato em 2013 e está no final do seu segundo mandato.

A forma como foi apresentada a sua candidatura, no seio do Secretariado Federação de Viseu, por José Rui Cruz, destacou “os resultados invejáveis, em termos de dinâmica municipal e regional”, em diversas áreas, que vão desde “finanças, ambiente e água, educação” a “investimento e emprego, apoio social e calamidades”.

Ajustes diretos das autarquias. Porque empresas de fora, nas mesmas condições, são muitas vezes escolhidas?

Em primeiro lugar  os ajustes diretos ,deverão ser entendidos como exceção e não como regra , pois existem leis que o assim determinam.

O que é o ajuste direto?
De acordo com o n.º 2 do artigo 112.º do CCP, o ajuste direto é o procedimento em que a entidade adjudicante convida diretamente uma entidade, à sua escolha, a apresentar proposta.

A questão que se pode colocar, é se a própria autarquia  não possui  meios técnicos , bem como recursos humanos
que possam responder a estas situações , se não tem , deveria apetrechar-se para tal , poupando assim uns milhares de euros aos munícipes .

Não tendo , faz todo o sentido que sejam executados esses mesmos ajustes diretos , respeitando as condições de concurso , seria interessante que as empresas do concelho pudessem  e quisessem concorrer,pois a ANMP “considera que o recurso ao ajuste direto deve poder ser feito para todas as empresas com sede no território onde a autarquia se situe, sem qualquer tipo de limites e sem que se tenha de verificar a composição societária”, se isto acontece?  não sabemos , ou porque as empresas locais não concorrem ou então porque não são convidadas a concorrer , se não concorrem ,deveriam -no fazer , se não são convidadas ,deveriam ser !

Manuel António Santos

Ajustes diretos das autarquias.Porque empresas de fora, nas mesmas condições, são muitas vezes escolhidas?

Os ajustes diretos devem ser utilizados de acordo com o que está determinado na lei da contratação pública, e não como um procedimento normal. A transparência deveria nortear as contratações de serviços e de obras da autarquia.

É também importante verificar se os ajustes diretos que a Câmara Municipal de Nelas faz não são mais do que duplicações de serviços por existirem recursos humanos e meios técnicos no Município. É urgente valorizar e aproveitar estes recursos e meios disponíveis na autarquia para conseguir dar resposta e apoiar os pedidos que chegam à Câmara, contribuindo assim para uma diminuição da despesa corrente.

Contudo, não somos contra os ajustes diretos. Eles devem ser usados sempre que não seja possível realizar outro procedimento. Mas somos contra que os ajustes diretos do Município tenham como beneficiários quase sempre os mesmos e na sua esmagadora maioria fora do concelho, não contribuindo a câmara para a alavancagem da economia local, como deveria ser o seu papel.

Não se pode andar a afirmar que temos um tecido empresarial, comercial e mão de obra excelente no Concelho e depois não serem chamados para os serviços e obras a realizar em ajuste direto.

Dentro dos limites da lei, do justo valor económico e material deve ser dada preferência aos empresários locais, na hora da aquisição de bens e serviços para a autarquia. Dar preferência ao tecido empresarial local é uma questão de justiça, e, que em muito, contribuiria para o desenvolvimento económico do Concelho.

Sabemos que não é este o procedimento usado pelo atual presidente da câmara.

Porque será?

Será falta de confiança no tecido empresarial ou será por outros motivos …?

Artur Jorge Ferreira

Presidente da CPC do PPD/PSD Nelas

Fernando Tavares Pereira é o candidato da coligação PSD/CDS em Tábua

FERNANDO TAVARES PEREIRA nascido no concelho de Tábua, onde reside e constituiu família, realizou todo um percurso empresarial já com presença em cerca de 70 concelhos, mas nunca perdendo o vínculo à sua terra. Concelho onde criou há mais de 40 anos alguns dos seus negócios, e onde mantém algumas das suas atividades em funcionamento, garantindo largas dezenas de empregos.

FERNANDO TAVARES PEREIRA é candidato à presidência da Câmara Municipal de Tábua assumindo esta responsabilidade com um propósito que oferece a garantia de solucionar os problemas do concelho, que são “claros”, e representam “um enorme desafio para 4 anos, em que se propõe fazê-lo, com muito trabalho, liderando uma equipa de pessoas que a terra conhece e lhes reconhece o devido valor”.

CORAGEM PARA MUDAR, é um grito coletivo, que quer romper com a “decadência de Tábua e que tem que ser parada”!

Esta é a altura de olhar para o futuro sem esquecer e repetir os erros do passado.

Recuperar e consolidar a atual situação financeira do município será um dos maiores desafios, sendo que, “É importante que se saiba exatamente a situação de endividamento da câmara”.

CORAGEM PARA MUDAR é ter a certeza de uma equipa de trabalho para em Tábua criar emprego, fazer crescer a população, fixar os jovens, pensar a criação de pequenas e médias empresas, apoiar as empresas existentes, criar mais justiça social, alavancar a cultura”.

CORAGEM PARA MUDAR é dar mais vida a todas as freguesias do concelho, garantindo “apoio social porta a porta, identificando as carências de cada família, de cada Tabuense”.

FERNANDO TAVARES PEREIRA será um presidente de todos e para todos, assegurando que no município de Tábua todas as freguesias irão ser parte integrante e não sejam esquecidas, onde atualmente quase nada se pode fazer.

Somos todos Iguais, Somos todos Tabuenses!

Aproveitamos para enviar a imagem oficial da campanha e a fotografia oficial do candidato que podem usar sempre que entendam e necessário.

Comunicado da candidatura de Vasco Jorge à Assembleia Municipal de Carregal do Sal

COMUNICADO

Vasco Jorge Matias Antunes de Almeida é candidato à presidência da Assembleia Municipal de Carregal do Sal.

Vasco Jorge Almeida, médico, é o candidato escolhido pelo Partido Social Democrata para encabeçar a lista à presidência da Assembleia Municipal de Carregal do Sal.

Vasco Jorge Almeida, que já exerceu vários cargos autárquicos, nomeadamente Vice-Presidente no Município de Carregal do Sal pelo PSD, aceitou o convite endereçado pelas Comissões Políticas Concelhias de Carregal do Sal do PSD e da JSD, as mesmas, reconhecem no Dr. Vasco Jorge, competências e qualidades que o definem como o candidato com capacidade e determinação para ganhar assim a liderança da Assembleia Municipal nas autárquicas de 2021.

As Comissões Políticas Concelhias do PSD e JSD de Carregal do Sal

Concelhia do PS Nelas opta por Sofia Relvas em detrimento de Borges da Silva

Publicação do PS Nelas na sua página no Facebook:
Caros Camaradas
No passado sábado, dia 27 de Março, reuniu a Comissão Politica Concelhia, com um único ponto da ordem de trabalhos:
– deliberação sobre a escolha do cabeça de lista à Câmara Municipal a apresentar pela Comissão Política Concelhia do Partido Socialista às próximas eleições autárquicas de 2021.
Apresentados os argumentos e as propostas dos dois candidatos, Sofia Relvas e José Borges da Silva, foi colocado à votação e ganhou por maioria dos elementos presentes a camarada Sofia Relvas.
O resultado desta deliberação foi já enviado ao Presidente da Federação do Partido Socialista de Viseu, e demais estruturas partidárias, assim como a todos os militantes, no sentido de dar continuidade ao processo de designação do candidato à Câmara Municipal de Nelas pelo PS. Aguardamos com espírito democrático o resultado final dum processo natural e saudável, de discussão e alternativa dentro do próprio Partido.
A Comissão Política Concelhia do PS Nelas continua convicta da sua missão, de Unir o Partido em torno da Competência, da Liderança forte, do Respeito pelo Desenvolvimento Sustentável e Diferenciador do Concelho de Nelas.
Os desígnios concelhios sufragados são para Cumprir!

PS Nelas estará totalmente dividido

Continua a correr, com insistência, nas redes sociais, que houve no passado fim de semana, mais uma reunião, para a designação do candidato do PS em Nelas, por parte da Concelhia.

Oficialmente nada se sabe, mas fonte próxima do partido, deu-nos conta que foram submetidos a votação dois candidatos a candidato à presidência da Câmara: Sofia Relvas e o atual Edil, Borges da Silva.

Da votação, alegadamente, resultou uma vitória de Sofia Relvas.

Contactados pelo nosso jornal, sobre o assunto, quer Borges da Silva, quer Sofia Relvas, quer o presidente da Concelhia, Pedro Borges, remeteram-se ao silêncio.

Sabemos, e isso com declaração escrita anterior, de Borges da Silva, que tem  “vontade que haja um entendimento”.

Certo é o apoio inequívoco do presidente da Federação de Viseu, José Rui Cruz, a Borges da Silva, em declarações ao Jornal do Centro.