Kartcross: Nelense Alexandre Borges segundo em Montalegre

Num fim de semana atípico em termos meteorológicos, Montalegre viveu corridas de pura adrenalina, com constantes reviravoltas na tabela classificativa, até ao cair da bandeira de xadrez.

Se no sábado, o típico dia de verão, presenteou pilotos e máquinas, com muito pó e calor, o domingo ficou reservado para uma descida da temperatura, com nevoeiro e precipitação, por vezes intensa, o que baralhou as contas das equipas, na escolha do melhor setup para cada uma das corridas.

Alexandre Borges, o piloto da NelaSport, apesar de não ter passado incólume, no dilúvio de domingo, partiu determinado para a Final, acabando na 2ª posição e amealhando o terceiro pódio da época, o que lhe permite continuar a liderar o Campeonato de Portugal de Kartcross.

“Foi um fim de semana intenso, com várias peripécias e um misto de emoções. Tanto ocupámos os lugares cimeiros, como de um momento para o outro, passámos para lugares longe dos nossos objetivos e vice-versa. Mas o importante, foi nunca baixar os braços e impedir que os imprevistos, influenciassem negativamente a equipa. Por isso, este 2º lugar, foi bastante positivo e “arrancado a ferros”. O toque no final da reta da meta, empenou um dos triângulos da suspensão, tornando a condução extremamente complicada, mas mesmo assim, ainda conseguimos averbar a volta mais rápida e manter a liderança do Campeonato”, refere Alexandre Borges.

No final da corrida, a equipa ainda teve que fazer “horas extraordinárias”, com o Semog Bravo, a ser alvo, novamente, de uma verificação técnica, a nível de motor, por parte da organização, com o objetivo de aferir se tudo se encontrava de acordo com o Regulamento Técnico. Como seria de esperar, confirmou-se que tudo estava em concordância com o Regulamento.

Para a presente época, a equipa conta com os apoios de: A Oficina – Borgesport; Qbeiras Energia; JC Automóveis; Câmara Municipal de Nelas; Officelan; Junta de Freguesia de Nelas; Valvoline; Maciça; Opção Atual – Consultores de Gestão; Quinta da Fata; Planus; Grafinelas; Movsil; Ana Mendes – Mediação Imobiliária; Auto Mecânica Ideal de Nelas – Posto GALP; Movsteel; Transportes Penacovense; Tinita; Avencar; News Motor Sports; Semog; Maxi Shocks; Artes & Letras, Papelaria.

Alexandre Borges vai lutar pelo pódio em Montalegre

Alexandre Borges, atual líder do Campeonato de Portugal de Kartcross, parte para a segunda passagem do Campeonato, pela capital do Misticismo, determinado em lutar pelo pódio.

Depois de um fim de semana onde viu goradas as suas aspirações, na Final de Sever do Vouga, fruto dos danos provocados no seu Semog Bravo, em consequência de alguns toques, o piloto da NelaSport, viaja para o Circuito Internacional de Montalegre, focado em ser um dos protagonistas em pista e voltar a subir ao lugar mais alto do pódio.

Nesta, que é uma das pistas mais rápidas de todo o Campeonato, os níveis de concentração, têm que estar sempre no máximo, ao longo das várias corridas, fator que contribuirá certamente, para corridas emocionantes, que podem ser acompanhadas via live streaming, uma vez que a prova decorrerá sem a presença de público nas bancadas, face às medidas de contenção da pandemia de COVID-19.

“Vamos com o objetivo de lutar pelo pódio, mas conscientes que a tarefa não se avizinha fácil. O Campeonato está ao rubro, com um lote muito vasto de pilotos extremamente rápidos. Arrisco mesmo a dizer, que esta é provavelmente, uma das edições mais competitivas dos últimos anos. Queria deixar um agradecimento especial para a minha estrutura, que foi incansável, para ter o Kartcross nas melhores condições para Montalegre”, refere Alexandre Borges.

Para a presente época, a equipa conta com os apoios de: A Oficina – Borgesport; Qbeiras Energia; JC Automóveis; Câmara Municipal de Nelas; Officelan; Junta de Freguesia de Nelas; Valvoline; Maciça; Opção Atual – Consultores de Gestão; Quinta da Fata; Planus; Grafinelas; Movsil; Ana Mendes – Mediação Imobiliária; Auto Mecânica Ideal de Nelas – Posto GALP; Movsteel; Transportes Penacovense; Tinita; Avencar; News Motor Sports; Semog; Maxi Shocks; Artes & Letras, Papelaria.

Prestação sólida da UCI Tavfer-Measindot-Mortágua no Troféu Joaquim Agostinho

A Equipa Continental UCI Tavfer-Measindot-Mortágua terminou hoje a sua participação no Troféu Joaquim Agostinho com a terceira etapa, uma ligação de 185 quilómetros, entre Serra d’El Rei e o alto de Montejunto. Mais um dia onde a equipa esteve entre os melhores com Tiago Antunes e Joaquim Silva entre os 10 primeiros na alto, cimentando assim os seus ligares também nos 10 primeiros da Classificação Geral.

Etapa mais longa da competição mas nem assim deixou de ser atacada desde o quilómetro 0. Uma fuga de 14 elementos viria a formar-se após cerca de 30 quilómetros mas que nunca teve grande margem por parte da equipa do camisola amarela. A nossa equipa manteve-se junta e coesa no pelotão, aguardando as principais dificuldades do dia para fazer diferenças.

Já dentro dos últimos 10 quilómetros com as subidas ao Avenal e Montejunto, a corrida explodiu por completo com o aumentar do ritmo. No grupo da dianteira contávamos com a presença de Tiago Antunes, Joaquim Silva e Gaspar Gonçalves. Já nos derradeiros quilómetros Tiago Antunes e Joaquim Silva trabalharam em conjunto para alcançar a frente da corrida e no Alto do Montejunto Tiago Antunes foi 5o e Joaquim Silva 10o classificado. Com estas posições cimentaram os seus lugares dentro dos 10 primeiros da Classificação Geral, terminando assim em 6o e 7o lugar respetivamente.

Coletivamente foi mais um dia bastante positivo e o assalto à liderança desta classificação foi falhado por apenas escassos 6 segundos. Um grande esforço de toda a equipa não só no dia de hoje, mas ao longo dos 3 dias de competição. Esta foi a última prova antes da Volta a Portugal, que uma vez mais foi concluída com um desempenho positivo.

Classificação Etapa
Serra d’El Rey – Alto do Montejunto: 185 Kms
1.o José Fernandes (W52-FC Porto), 4h38m26s
5.o Tiago Antunes (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 1m15s
10.o Joaquim Silva (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 1m29s 16.o Gaspar Gonçalves (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 2m11s 39.o Rui Carvalho (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 7m30s
65.o Francisco Morais (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 19m19s 78.o Pedro Paulinho (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 23m32s 97.o Leangel Linarez (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 37m57s

Classificação Geral

1.o Frederico Figueiredo (Efapel), 10h56m38s
6.o Tiago Antunes (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 2m03s 7.o Joaquim Silva (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 2m04s

Velo Clube do Centro, Rua da Ponte, 26, Povoinha. 3450-450 Mortágua
Tlm: 918754986 – 911952447 | Tlf: 231921740 | @: [email protected]

PRESS RELEASE

17.o Gaspar Gonçalves (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 4m02s 33.o Rui Carvalho (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 11m53s
59.o Francisco Morais (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 28m54s 73.o Pedro Paulinho (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 29m15s 94.o Leangel Linarez (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 1h03m05s

Classificação Geral por Equipas

1.o Euskaltel – Euskadi, 32h58m01s 3.o Tavfer-Measindot-Mortágua, a 6s

Joaquim Silva entre os melhores na Serra do Socorro, foi 4o em chegada inédita

A Equipa Continental UCI Tavfer-Measindot-Mortágua concluiu hoje a sua participação na 1a Etapa do Troféu Joaquim Agostinho, uma etapa de 85 quilómetros com chegada inédita à Serra do Socorro. Mais um dia onde a equipa esteve na disputa direta da etapa com dois homens no Top-10, Joaquim Silva 4o e Tiago Antunes 8o.

A etapa foi marcada foi marcada por uma fuga de 5 elementos, mas que nunca teve grande margem para o pelotão. A equipa manteve-se unida no pelotão, na tentativa de proteger os homens mais fortes na montanha, Joaquim Silva, Tiago Antunes e Gaspar Gonçalves.

Na subida à Serra do Socorro, toda ela muito dura com pendentes perto dos 20%, a seleção foi feita e à entrada do último quilómetro era já um grupo muito restrito de cerca de 10 unidades onde estavam presentes Joaquim Silva e Tiago Antunes. Já nas rampas finais, os ataques sucederam-se e Joaquim Silva resistiu até aos últimos metros e no risco de meta terminou na 4a posição a 19 segundos do vencedor Frederico Figueiredo (Efapel). 36 segundos depois chegou Tiago Antunes marcando a sua presença no Top-10.

Gaspar Gonçalves foi o nosso 3o homem a cortar a linha de meta, fechando assim a equipa. Por equipas ocupamos agora um honroso 3o lugar. A prova continua neste sábado. A segunda etapa parte às 12h45 da Câmara Municipal de Arruda dos Vinhos, terminando, cerca das 16h45, na Variante Poente, na quarta passagem pela meta. É o dia do tradicional circuito de Torres Vedras, que, entre outros pontos de interesse, inclui as subidas do Varatojo e da Serra da Vila.

Classificação Etapa
Turcifal – Serra do Socorro: 85,3 Kms
1.o Frederico Figueiredo (Efapel), 2h10m38s
4.o Joaquim Silva (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 19s
8.o Tiago Antunes (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 36s
32.o Gaspar Gonçalves (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 1m35s 46.o Francisco Morais (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 2m18s 57.o Rui Carvalho (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 2m53s
92.o Leangel Linarez (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 6m59s 97.o Pedro Paulinho (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 7m01s

Velo Clube do Centro, Rua da Ponte, 26, Povoinha. 3450-450 Mortágua
Tlm: 918754986 – 911952447 | Tlf: 231921740 | @: [email protected]

Classificação Geral por Equipas

1.o Efapel, 6h33m13s
3.o Tavfer-Measindot-Mortágua, a 1m11s

PRESS RELEASE

Troféu Joaquim Agostinho será o último desafio antes da Volta a Portugal

A Equipa Continental UCI Tavfer-Measindot-Mortágua regressa este fim de semana à competição com o Troféu Joaquim Agostinho, prova internacional de categoria 2.2 que se disputa de 16 a 18 de julho na região de Torres Vedras.

A tirada inaugural da prova parte do Turcifal, junto à igreja matriz, pelas 15h15. Os corredores vão ter de percorrer 85,3 quilómetros até à Serra do Socorro, onde deverão chegar às 17h20, após um percurso que poderá fazer algumas diferenças.

Para a segunda etapa, os ciclistas vão partir de Arruda dos Vinhos, junto à Câmara Municipal, às 12h45, num dia que poderá ser propício para um final ao sprint. Chegados a Torres Vedras, onde se situa a chegada, os corredores vão ter de completar três voltas a um circuito, terminando à quarta passagem pela meta, após terem sido percorridos 166 quilómetros.

Na terceira e última etapa, a partida está marcada para as 11h45, perto da junta de freguesia de Serra d’el Rei, a partir de onde o pelotão terá de completar 185 quilómetros até ao Alto de Montejunto. A chegada será pelas 16h00, numa tirada marcada por duas contagens de montanha de primeira categoria, na parte final do percurso.

Esta vai ser uma prova com um nível de exigência muito alto com duas chegadas em alto em três etapas, todas elas bastante duras. Será com certeza um bom teste para a Volta a Portugal que se irá iniciar cerca de 15 dias após terminar esta competição. Para esta prova vamos alinhar com 8 corredores, são eles Joaquim Silva, Leangel Linarez, Tiago Antunes, Gaspar Gonçalves, Ash Coning, Francisco Morais, Rui Carvalho e Pedro Paulinho.

Em antevisão a esta prova, o diretor desportivo adjunto Xavier Silva afirma que “Vamos com ambições para esta prova que é o derradeiro teste para a Volta a Portugal. A equipa encontra-se à algumas semanas em estágio na Serra da Estrela e estamos preparados para disputar a vitória das etapas bem como a Classificação Geral.”

CIM Viseu Dão Lafões Apresenta “Viseu Dão Lafões Riders Challenge”

Após o sucesso da primeira edição, a Comunidade Intermuncipal (CIM) Viseu Dão Lafões apresentou, hoje (dia 12 de julho), em Castro Daire, a segunda edição do Viseu Dão Lafões Riders Challenge.

Neste desafio de ciclismo de estrada, a decorrer entre os dias 15 de julho e 15 de setembro, os participantes são desafiados a cumprir quatro circuitos, cujos percursos integram as quatro Subidas Épicas| Viseu Dão Lafões.

Embora as componentes de superação e de descoberta continuem a ser os condimentos principais de atração, a componente competitiva está presente, através do registo do tempo que os participantes demoram a percorrer cada uma das etapas.

Este desafio foi desenvolvido num formato que permite incrementar a dinâmica de descoberta do território, potenciando o tempo de permanência dos atletas, causando um impacto direto nos agentes locais ligados ao turismo.

Procurando dinamizar a atratividade deste evento, para os agentes turísticos da região e para os atletas, a CIM Viseu Dão Lafões deu uma especial atenção à estruturação de parcerias com as unidades de alojamento e de restauração, exemplo disto é a criação do “Rider Card” (cartão digital), que promove, junto dos atletas e acompanhantes, o acesso a condições especiais nas reservas de alojamento e restauração

Para o Secretário Executivo da CIM Viseu Dão Lafões, Nuno Martinho, “Este desafio surge no âmbito da estratégia que a CIM  delineou, de ativação da região enquanto destino de turismo natureza e desportivo, através do desenvolvimento de um produto compósito no domínio do Walking & Cycling que alia percursos pedestres, Ecopistas, Centros de BTT e Trail às Subidas Épicas, com o objetivo de atrair para o território uma dinâmica e animação permanente.”

“Com esta iniciativa, a CIM pretende assegurar a  ativação do destino Viseu Dão Lafões enquanto referência para o Turismo Desportivo, em particular para o Ciclismo de Estrada, em torno das quatro Subidas Épicas traçadas nas encostas das Serras do Caramulo, Arada e Montemuro”, concluiu o Secretário Executivo.

De acordo com o Presidente da Câmara Municipal de Castro Daire, Paulo Almeida, “Estas iniciativas são importantes para o território na medida em que  dinamizam a economia e ajudam a promover a atratividade, ao longo de todo o  ano, junto de novos públicos.

Iúri Leitão conquista duas medalhas de prata na Rússia

Iúri Leitão terminou ontem a sua participação na Taça das Nações de Pista em São Petersburgo, ao serviço da Seleção Nacional. Desempenho brilhante do nosso corredor que alcançou duas medalhas de prata, em Madison (dupla com João Matias) e Omnium.

Ao longo dos 4 dias de competição Iúri leitão esteve presente em quatro provas distintas. Começou a sua participação na prova de Perseguição Individual onde alcançou a 8a posição a 12,5 segundos do vencedor, o britânico Kyle Gordon.

Já no sábado, Iúri Leitão que fazia dupla com João Matias, tiveram um desempenho de grande qualidade nos 50 quilómetros do Madison. A dupla de Portugal manteve-se na luta pelo pódio, pontuando em vários sprints. À entrada do último terço da corrida, os portugueses arriscaram tentar ganhar os 20 pontos atribuídos às equipas que dobram o pelotão. O esforço de Iúri Leitão e João Matias foi bem sucedido e, com essa movimentação, Portugal ficou na luta pela medalha de ouro. No final a seleção russa levou a vitória com 7 pontos de vantagem para a dupla portuguesa que levaram assim para casa a medalha de prata.

No último dia de competição, Iúri Leitão esteve de novo em ação competindo no Ominium, esta que é uma prova composta pelas disciplinas de Scratch, Tempo Race, Eliminação e Corrida por Pontos. Iúri teve uma entrada muito forte no concurso, vencendo desde logo as duas primeiras provas de Scracth e Tempo Race. Com um 3o lugar na Eliminação ficou tudo em aberto para a Corrida por Pontos. Iúri Leitão defendeu-se bem, ganhou duas voltas ao pelotão e pontuou em quatro sprints. Com este desempenho desceu ao segundo lugar da geral, com 166 pontos alcançando assim mais uma medalha de prata.

Iúri Leitão representa a seleção nacional na Rússia

Iúri Leitão vai estar nos próximos dias ao serviço da Seleção Nacional ao estar presente na Taça das Nações de Pista na ronda de São Petersburgo, Rússia, que vai disputar-se entre 8 e 11 de julho.

O nosso ciclista parte para este compromisso com alguns objetivos alinhados com a participação de Portugal, colocar o setor masculino nacional de pista em condições de apurar-se para o Campeonato do Mundo, que irá realizar-se em outubro. Nesta participação, Iúri Leitão será acompanhado por João Matias e no setor feminino por Maria Martins.

Apesar de a ronda de São Petersburgo da Taça das Nações começar no dia 8, os ciclistas portugueses apenas correm a partir de dia 9. Às 12h15 inicia-se a qualificação de perseguição individual, na qual participará Iúri Leitão. Caso consiga um dos quatro melhores registos poderão chegar à final, na tarde do mesmo dia.

No sábado, dia 10, Iúri Leitão e João Matias farão equipa em Madison, prova que se realiza às 17h30. A representação nacional fecha a participação no dia 11, com Iúri Leitão. O vianense fará a qualificação de Omnium durante a manhã. Apurando-se para a final, correrá as quatro disciplinas pontuáveis entre as 15h00 e as 17h35.

Feliz pelo seu regresso à pista, Iúri Leitão afirma que “Vai ser uma corrida difícil e bastante exigente. Vamos tentar fazer o máximo de pontos possível, com vista a qualificação para os campeonatos do mundo.
Vai ser um regresso à pista que já há muito aguardava, espero que o corpo se adapte rapidamente a este tipo de competição.”.

CF Carregal do Sal.Tiago Afonso é o novo presidente

Em reunião da assembleia geral, realizada ontem, 6 de julho, à noite, em instalações próprias, foram eleitos e tomaram posse os novos órgãos sociais do Clube de Futebol de Carregal do Sal, na qual estiveram presentes 48 sócios.

A nova direção constituída por Tiago Afonso (presidente) e Marta Mendes (vice-presidente) revelou que estes dois elementos foram “os impulsionadores para a existência da mesma lista”, referiraram aos associados, sustentando que “Às vezes só falta o combustível para o motor funcionar e foi assim que aconteceu. Ao longo destas últimas semanas fomos criando pontes com os sócios e todos os envolvidos de forma a manter viva a chama do Clube. Temos consciência que teremos um barco pesado para gerir, mas também temos a certeza que iremos contribuir com o nosso melhor. Pretendemos manter todas as camadas jovens assim como continuar a ter uma equipa sénior competitiva, mesmo tendo em conta a atual situação pandémica”.

“Por fim, deixamos um voto de agradecimento à mesa da assembleia, conselho fiscal e direção cessante por todos os contributos dados para com esta associação. Agradecemos também a todos os que estão unidos neste grande desafio que será gerir o Clube de Futebol de Carregal do Sal e a todos os que se disponibilizaram para ajudar futuramente. Dedicação, Empenho e União. Viva ao nosso Clube!”, concluiram.

De imediato procedeu-se à tomada de posse do novo elenco directivo, assim constituído:

ASSEMBLEIA GERAL

Presidente                         Ana Filipa Montezinho Moreira Lopes

Vice-Presidente                Paulo Filipe Rodrigues Cristo

1º Secretário                     Igor Lopes Sousa

2º Secretário                     Nuno Miguel Leal

Suplente                            Miguel José Soares Ferreira Dias

CONSELHO FISCAL

Presidente                          Raúl Lourenço Almeida

Vice-Presidente                 Victor Manuel Coelho Peixeira

Relator                                Carlos Alberto da Conceição Lopes

DIREÇÃO

Presidente                          Tiago André Pereira Afonso

Vice-Presidente                 Marta Soares Mendes

Tesoureiro                          João Pedro Ferreira de Melo

1º Secretário                     Tiago André Mota Cunha

2º Secretário                     Tomás dos Santos Batista

Vogal                                   João António Marques Gil

Vogal                                   João Carlos Almeida Albuquerque

Vogal                                   Hortênsio Dias de Lemos

Vogal                                   Jorge Oliveira Santos

Vogal                                   Ana Isabel Campos Filipe

Vogal                                   António Manuel Almeida Figueiredo

Vogal                                   Nuno Marco Nunes Mendes

Vogal                                   Alexandre Lopes dos Santos

Vogal                                   André Daniel Costa Marques

Vogal                                   Diogo Coutinho Amor Antunes

Vogal                                   Eduardo José Dias Correia

Vogal                                   Tiago Miguel Tavares Fernandes

Vogal                                   Jorge Manuel de Jesus Simão

Kartcross.Nelense Alexandre Borges forçado a desistir

Alexandre Borges, líder do Campeonato de Portugal de Kartcross, chegou a Sever do Vouga, decidido em amealhar mais um bom resultado, mais viu goradas as suas aspirações, depois um toque na Final, que danificou irremediavelmente o seu Semog e forçou a sua desistência.

Nesta que foi a terceira prova pontuável para o Campeonato, o piloto da NelaSport, apresentou-se novamente com um bom ritmo, rodando sempre no grupo dos mais rápidos e vencendo duas, das quatro corridas de qualificação, da sua série. No somatório das quatro qualificações, fechou a manhã de domingo, na terceira posição.  Com um segundo lugar na Meia-Final A, assegurou uma posição na primeira linha da grelha de partida para a Final, a qual, viria a ser madrasta para as aspirações da equipa, em resultado dos toques da primeira curva.

“As corridas, por vezes, têm estes dissabores. Foram alguns toques que acabaram da pior forma para mim e com danos significativos no Kartcross.  Desta vez, infelizmente, fui eu o “comtemplado”. Como foi visível ao longo de todo o fim de semana, o ritmo competitivo está muito alto, deixando a indefinição do resultado final, até ao cair da bandeira de xadrez. O lote dos mais rápidos é muito vasto e felizmente, não se resume apenas a três ou quatro pilotos. Até agora, três provas, três vencedores diferentes, o que demonstra bem a competitividade do nosso Campeonato. Agora é tempo de reparar os estragos e começar já a preparar a próxima prova, agendada para o fim de semana de 24 e 25 de julho, no Circuito Internacional de Montalegre”, refere Alexandre Borges.

Para a presente época, a equipa conta com os apoios de: A Oficina – Borgesport; Qbeiras Energia; JC Automóveis; Câmara Municipal de Nelas; Officelan; Junta de Freguesia de Nelas; Valvoline; Maciça; Opção Atual – Consultores de Gestão; Quinta da Fata; Planus; Grafinelas; Movsil; Ana Mendes – Mediação Imobiliária; Auto Mecânica Ideal de Nelas – Posto GALP; Movsteel; Transportes Penacovense; Tinita; Avencar; News Motor Sports; Semog; Maxi Shocks; Artes & Letras, Papelaria.

Tiago Antunes 3º classificado em sprint reduzido em Águeda

A Equipa Continental UCI Tavfer-Measindot-Mortágua esteve hoje presente no 5o GP Anicolor, onde esteve novamente em destaque com mais uma presença no pódio. Tiago Antunes chegou no restrito grupo de 5 unidades que discutiu a corrida e foi o 3o classificado na prova.

A corrida teve duas fases distintas, ambas importantes na seleção de valores. Os primeiros 100 quilómetros assistiram a uma sucessão de fugas, sem que vingasse qualquer uma dessas iniciativas. No entanto, as movimentações foram importantes para reduzir o pelotão principal a menos de metade dos elementos. Num grupo de cerca de 25 unidades que se destacou do pelotão contávamos com dois elementos, Ángel Sanchez e Tiago Antunes estavam naquele que iria ser o grupo que viria a discutir a corrida.

Nos últimos 40 quilómetros já com as principais dificuldades do dia a fazerem-se sentir, o grupo ficou cada vez mais restrito e à entrada para a última montanha a apenas 10 quilómetros do fim, eram apenas 5 unidades na frente da corrida. Aí estávamos representados por Tiago Antunes que era uma boa possibilidade para o sprint final e mostrando que está em crescendo de forma após as quedas que sofreu nos últimos meses.

Na reta da meta o sprint foi intenso e Tiago Antunes esteve muito perto da vitória discutida taco a taco, o vencedor foi Francisco Campos (W52-FC Porto). Tiago Antunes esteve uma vez mais a um bom nível, na luta com os melhores e alcançou mais um pódio muito importante para si bem como para a equipa.

Terminado mais um fim de semana de competição para a equipa com bons indicadores, segue-se agora um período de algum descanso, já com o foco no Troféu Joaquim Agostinho que se realiza de 16 a 18 de Junho e que será a última prova antes da Volta a Portugal.

Classificação Etapa
Fermentelos – Águeda: 164,4 Kms
1.o Francisco Campos (W52-FC Porto), 4h02m02s
3.o Tiago Antunes (Tavfer-Measindot-Mortágua), mt
12.o Ángel Sanchez (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 3m57s 39.o Rui Carvalho (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 16m49s 64.o Ash Coning (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 31m33s 65.o Leangel Linarez (Tavfer-Measindot-Mortágua), mt 66.o Francisco Morais (Tavfer-Measindot-Mortágua), mt

Classificação Geral por Equipas

1.o W52-FC Porto, 12h14m12s
5.o Tavfer-Measindot-Mortágua, a 12m40s

 

Tiago Antunes 4º classificado na inédita Clássica de Viana do Castelo

A Equipa Continental UCI Tavfer-Measindot-Mortágua esteve hoje presente na Clássica de Viana do Castelo, prova inédita no calendário nacional com vários setores de gravilha e pavê. Mais um bom dia para a equipa onde Tiago Antunes fechou na 4a posição.

A prova, iniciada em Vila Franca do Lima, começou rápida, até porque se sucederam tentativas sem que o pelotão autorizasse que qualquer delas singrasse. A movimentação decisiva deu-se na primeira das quatro subidas ao santuário vianense, com cerca de metade da corrida disputada.

Este ataque colocou na dianteira um grupo com pouco mais de dez elementos, onde contávamos com a presença de Tiago Antunes. Desde cedo ficou claro que era a partir deste grupo que iria sair o vencedor desta Clássica. Tiago Antunes na dianteira dava garantias de um bom resultado e conforme se iam sucedendo as passagens ao monte de Santa Luzia o grupo ia ficando cada vez mais restrito.

No final, Tiago Antunes foi o 4o classificado a 3m04s do vencedor Alexander Grigorev (Atum General/Tavira/Maria Nova Hotel). Espelho de uma prova bastante dura, terminaram apenas 30 corredores, onde Rui Carvalho e Ash Coning concluíram a prova também. Por equipas alcançámos a 3a posição, um lugar igualmente honroso.

Balanço positivo desta Clássica de Viana do Castelo, amanhã disputar o Grande Prémio Anicolor, prova de 164,4 quilómetros, com partida em Fermentelos, às 13h00, e chegada a Águeda, cerca das 17h00.

Classificação Etapa
Viana do Castelo – Viana do Castelo: 162,9 Kms
1.o Alexander Grigorev (Atum General/Tavira/Maria Nova Hotel), 4h29m01s 4.o Tiago Antunes (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 3m04s
20.o Rui Carvalho (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 26m28s
53.o Ash Coning (Tavfer-Measindot-Mortágua), mt
DNF Ángel Sanchez (Tavfer-Measindot-Mortágua)
DNF Francisco Morais (Tavfer-Measindot-Mortágua)
DNF Leangel Linarez (Tavfer-Measindot-Mortágua)

Classificação Geral por Equipas

1.o Atum General/Tavira/Maria Nova Hotel, 13h53m39s 3.o Tavfer-Measindot-Mortágua, a 29m30s

Alexandre Borges de olhos postos no pódio para Sever do Vouga

A Capital do Mirtilo, recebe já no próximo fim de semana de 3 e 4 de julho, a terceira prova pontuável para o Campeonato de Portugal de Kartcross.

Com uma lista a rondar novamente as três dezenas, num dos Campeonatos mais concorridos dos últimos anos e com vários candidatos ao pódio, estão mais do que garantidos, os condimentos necessários, para mais um fim de semana de muita emoção, até ao cair da bandeira de xadrez.

Uma das presenças confirmadas, é Alexandre Borges, o piloto da NelaSport e líder do Campeonato. Até agora, o único a bisar a presença no pódio, nesta edição de 2021.

“O Campeonato este ano, está muito forte, com um lote muito vasto de pilotos a lutar pelos lugares cimeiros. Os cronos em Lousada e Montalegre, foram prova disso, estamos com andamentos muito semelhantes e com diferenças mínimas, muitas vezes, na casa das milésimas de segundo. A margem de erro, tem que ser reduzida praticamente a zero, pelo que o nível de concentração em cada corrida, tem que ser muito elevado. O nosso objetivo, mantém-se inalterável, por isso vamos para Sever do Vouga, determinados em lutar por um lugar do pódio”, refere Alexandre Borges.

Face às medidas de contenção da pandemia COVID-19, não será autorizada a entrada de público, contudo, a transmissão das várias corridas do fim de semana, em live streaming, encontra-se assegura.

Para a presente época, a equipa conta com os apoios de: A Oficina – Borgesport; Qbeiras Energia; JC Automóveis; Câmara Municipal de Nelas; Officelan; Junta de Freguesia de Nelas; Valvoline; Maciça; Opção Atual – Consultores de Gestão; Quinta da Fata; Planus; Grafinelas; Movsil; Ana Mendes – Mediação Imobiliária; Auto Mecânica Ideal de Nelas – Posto GALP; Movsteel; Transportes Penacovense; Tinita; Avencar; News Motor Sports; Semog; Maxi Shocks; Artes & Letras, Papelaria.

ABC de Nelas.Resultados

RESULTADOS ABC DE NELAS – 26 e 27 JUNHO

SÁBADO, 26 JUNHO 

FUTSAL JUVENIS

Torneio Complementar (7ª jornada)

ABC de Nelas 09 – 03 Atitudes Traquinas

10:30H – Pavilhão Municipal de Nelas

FUTSAL INICIADOS

Torneio Nacional Sub-15 (2ª jornada)

CRP Ribafria 02 – 02 ABC de Nelas

17:00H – Pavilhão Ext. Coop. de Benedita

FUTSAL BENJAMINS

Torneio Complementar (6ª jornada)

ABC de Nelas 16 – 00 FCLMG-FC Lamego

18:00H – Pavilhão Municipal de Nelas

 

DOMINGO, 27 JUNHO

FUTSAL JUNIORES

Torneio Complementar (7ª jornada)

ABC de Nelas 20 – 00 Gigantes de Mangualde

10:30H – Pavilhão Municipal de Nelas

 

FUTSAL INICIADOS

Torneio Complementar (7ª jornada)

Atitudes Traquinas 03 – 03 ABC de Nelas

10:30H – Pavilhão Municipal de São Martinho de Mouros

Festival de Street-Art: Telas a céu aberto em Viseu

O Festival de Street Art está de volta. Arranca amanhã, 29 de junho e prolonga-se até 4 de julho. São sete artistas e coletivos, que fazem de Viseu a sua principal tela a céu aberto para a concretização de um conjunto de pinturas e obras criativas na cidade e nas Freguesias.
Entre o leque de convidados que garantem a sua presença no Festival está SOJO, artista espanhol que se estreia em Viseu, os RUÍDO, a ilustradora Fátima Bravo, o ARM COLLECTIVE, o BIGOD, o Matilha e o jovem viseense Daniel Almeida.

Natação Adaptada.Gil Mendes campeão nacional de Verão

Gil Mendes, nadador da Escola Municipal de Natação de Carregal do Sal, no âmbito do projeto “Natação Adaptada”, participou no Campeonato Nacional de Verão – Natação Adaptada.

Nos dias 26 e 27 de junho, o Complexo de Piscinas de Campanhã recebeu o Campeonato Nacional de Verão de Natação Adaptada. As provas dividiram-se em duas jornadas, sábado às 15h30 e domingo às 9h30. A competição contou com a presença de 108 nadadores, oriundos de 28 clubes.

O nadador carregalense conquistou o 1º Lugar no escalão de esperanças e bateu o record pessoal na prova de 50m livres, onde realizou o tempo de 38.04 e no domingo nadou a prova de 100m livres em 1,28.72.

Piscinas de Nelas reabrem

As Piscinas Municipais Descobertas de Nelas abrem já no próximo dia 29 de junho, com o horário definido.
De acordo com as orientações da DGS e legislação em vigor, houve a necessidade de adotar e implementar medidas de boas práticas e de higiene para a diminuição do risco de disseminação de COVID-19, este ano, com lotação máxima de 150 utentes.
É obrigatório o uso de máscara de proteção nos espaços interiores e no acesso a esta instalação municipal, bem como o uso de chinelos nas áreas de circulação, instalações sanitárias e chuveiros exteriores. É ainda proibido o uso de equipamentos lúdicos, dentro e fora de água, sendo recomendado ir devidamente equipado de modo a evitar qualquer contacto desnecessário com as superfícies.
A entrada é gratuita para as crianças até aos 3 anos de idade e para os restantes utentes tem um valor de 4,12 euros, com desconto será de 2,01 euros de acordo com o regulamento interno, sendo que a aquisição do bilhete não confere a reentrada.
CM de Nelas

Joaquim Silva nos 10 primeiros após Contra Relógio de grande nível

A Equipa Continental UCI Tavfer-Measindot-Mortágua completou hoje a sua participação na 4a e 5a Etapa da 38a Volta ao Alentejo, dia de jornada dupla. Da parte da manhã partíamos com Iúri Leitão na liderança que defendemos. No final da etapa Iúri Leitão perdeu a camisola amarela mas continuou como o líder da Classificação por Pontos.

Da parte da tarde Contra Relógio Individual de 8,4 em Castelo de Vide, onde a equipa esteve de novo a um bom nível. Joaquim Silva foi o nosso melhor homem na 8a posição a 36 segundos do vencedor Maurício Moreira (Efapel). Uma prestação de grande nível do nosso corredor num esforço curto, não tão talhado para as suas características.

Também em bom plano terminou Gaspar Gonçalves na 17a posição a 45 segundos do vencedor e também Tiago Antunes, que mesmo após a sua queda da manhã, ficou a pouco mais de um minuto do melhor tempo.

Uma prestação sólida da equipa neste esforço individual que valeu a Joaquim Silva a entrada nos 10 primeiros da Classificação Geral, é agora também 8o classificado. Na classificação Geral por Equipas estamos também num lugar honroso, na 4a posição. No final do dia Iúri leitão mantém a Camisola Verde.

Amanhã o dia de todas as decisões nesta Volta ao Alentejo com uma etapa de 162,9 quilómetros que vai ligar Portalegre a Évora.

Classificação Etapa
Castelo de Vide – Castelo de Vide (CRI): 8,4 Kms
1.o Maurício Moreira (Efapel), 12m14s
8.o Joaquim Silva (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 36s
17.o Gaspar Gonçalves (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 45s 42.o Tiago Antunes (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 1m11s 52.o Iúri Leitão (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 1m22s
58.o Pedro Pinto (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 1m25s
75.o Ángel Sanchez (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 1m49s 103.o Pedro Paulinho (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 2m25s

Classificação Geral

1.o Maurício Moreira (Efapel), 16h29m10s
8.o Joaquim Silva (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 38s
16.o Gaspar Gonçalves (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 47s 30.o Tiago Antunes (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 1m13s

Velo Clube do Centro, Rua da Ponte, 26, Povoinha. 3450-450 Mortágua
Tlm: 918754986 – 911952447 | Tlf: 231921740 | @: [email protected]

PRESS RELEASE

41.o Pedro Pinto (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 3m40s
85.o Iúri Leitão (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 16m33s
96.o Ángel Sanchez (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 16m53s 109.o Pedro Paulinho (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 30m09s

Classificação por Pontos

1.o Iúri Leitão (Tavfer-Measindot-Mortágua), 70 pts

Classificação Geral por Equipas

1.o Efapel, 49h28m10s
4.o Tavfer-Measindot-Mortágua, a 1m58s

Volta ao Alentejo.Iúri Leitão vence etapa e é cada vez mais líder

A Equipa Continental UCI Tavfer-Measindot-Mortágua completou hoje a sua participação na 3a Etapa da 38a Volta ao Alentejo, uma ligação de 173,1 quilómetros entre Alcácer do Sal e Mora. Etapa que foi controlada na totalidade pela nossa equipa e no final Iúri Leitão com um mais um sprint fabuloso bateu a concorrência e fez a dobradinha nesta Volta ao Alentejo.

Etapa onde partimos de camisola amarela com Iúri Leitão e partimos com a ambição de a defender. Muito calor durante toda a etapa, onde chegaram a ser atingidos os 41 graus. A equipa fez um trabalho incrível ao controlar toda a etapa, impondo um ritmo que deixasse a fuga a uma distância alcançável.

Todos sem exceção deixaram tudo na estrada, protegendo ao máximo Iúri Leitão, de forma a fazer com que chegasse o mais confortável possível aos últimos quilómetros. Numa chegada que não favorecia totalmente as características do nosso sprinter, a equipa confiou e uma vez mais Iúri leitão não desiludiu, venceu de forma autoritária e levantou bem os braços em Mora, vestido de amarelo.

Com esta prestação Iúri Leitão mantém a liderança na Classificação Geral e na Classificação dos Pontos. Mais um dia de grande nível por parte da equipa que fez um grande trabalho e viu todo o seu esforço recompensado no final.

Iúri Leitão, fez hoje a dobradinha na Volta ao Alentejo e afirmava que “Hoje a equipa fez um trabalho excecional, controlamos toda a etapa e no final mesmo numa chegada que não me favorecia totalmente, a equipa confiou em mim e eu acreditei sempre que era possível. No final levantar os braços de camisola amarela é indescritível, agradeço a toda a equipa.”

Neste sábado temos jornada dupla na Volta ao Alentejo. Uma etapa de montanha de 85 quilómetros, na parte da manhã, que vai ligar Monforte a Castelo de Vide, local onde, à tarde, terá lugar o contrarrelógio de 8,4 quilómetros. Amanhã será, certamente, um dia decisivo para a classificação geral desta 38a edição da Volta ao Alentejo.

Classificação Etapa
Alcácer do Sal – Mora: 173,1 Kms
1.o Iúri Leitão (Tavfer-Measindot-Mortágua), 4h16m16s
43.o Gaspar Gonçalves (Tavfer-Measindot-Mortágua), mt 53.o Tiago Antunes (Tavfer-Measindot-Mortágua), mt
72.o Joaquim Silva (Tavfer-Measindot-Mortágua), mt
96.o Pedro Pinto (Tavfer-Measindot-Mortágua), mt
112.o Ángel Sanchez (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 4m38s

116.o Pedro Paulinho (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 9m34s

Classificação Geral

1.o Iúri Leitão (Tavfer-Measindot-Mortágua), 14h16m06s
45.o Gaspar Gonçalves (Tavfer-Measindot-Mortágua), mt
48.o Tiago Antunes (Tavfer-Measindot-Mortágua), mt
53.o Joaquim Silva (Tavfer-Measindot-Mortágua), mt
87.o Pedro Pinto (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 2m13s
93.o Ángel Sanchez (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 4m53s 106.o Pedro Paulinho (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 12m33s

Classificação por Pontos

1.o Iúri Leitão (Tavfer-Measindot-Mortágua), 70 pts

Classificação Geral por Equipas

1.o Euskaltel – Euskadi, 42h48m18s 10.o Tavfer-Measindot-Mortágua, mt