Iúri Leitão vence de forma autoritária em Miranda do Douro

A Equipa Continental UCI Tavfer-Measindot-Mortágua disputou hoje a 2a Etapa do Grande Prémio Douro Internacional, uma ligação de 144,7 quilómetros que uniram Carrazeda de Ansiães e Miranda do Douro. Após um excelente trabalho de toda a equipa, Iúri leitão rematou da melhor maneira, alcançando a sua primeira vitória como profissional e também a primeira vitória em etapas para a equipa esta temporada.
Etapa toda ela corrida a boa velocidade onde a equipa tinha apenas um objetivo, levar o pelotão compacto até Miranda do Douro e fazer com que Iúri Leitão chegasse nas melhores condições para levar de vencida esta etapa.
Pelo meio, Gaspar Gonçalves aproveitou para cimentar a sua liderança na Classificação das Metas Volantes, venceu a contagem do dia e aumentou a sua liderança. No final subiu ao pódio para envergar a Camisola Laranja.
Equipa que fez um trabalho incansável durante toda a etapa, na perseguição da fuga que viria a ser anulada já nos derradeiros quilómetros. Chegada sinuosa a Miranda do Douro onde Iúri Leitão entrou na reta da meta já com vantagem e levantou os braços confortavelmente com cerca de 10 metros de avanço para o segundo classificado. Um sprint vigoroso do jovem de Viana do Castelo que lhe valeu a primeira vitória como profissional e foi também a primeira vitória em etapas para a equipa na presente temporada, após estarmos muitas vezes perto de a alcançar.
Com este resultado, Iúri leitão manteve a 2a posição na Classificação Geral e ascendeu à primeira posição na Classificação dos Pontos e no final subiu ao pódio para envergar a Camisola Verde.
A terceira jornada de competição, neste sábado, terá dois setores que se adivinham decisivos para as contas finais da corrida. Às 10h00 começa o contrarrelógio individual de 10,8 quilómetros, a disputar em Resende, local de onde, às 16h20, o pelotão parte para uma curta ligação de 66,2 quilómetros, que termina em S. João da Pesqueira, cerca das 18h15. O setor vespertino conta com um prémio de montanha a 5600 metros da meta, o que poderá incentivar a movimentações importantes.
Classificação Etapa
Carrazeda de Ansiães – Miranda do Douro: 144,7 kms 1.o Iúri Leitão (Tavfer-Measindot-Mortágua), 3h39m19s 42.o Joaquim Silva (Tavfer-Measindot-Mortágua), mt 63.o Ángel Sanchez (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 22s 66.o Pedro Pinto (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 8m01s
Velo Clube do Centro, Rua da Ponte, 26, Povoinha. 3450-450 Mortágua
Tlm: 918754986 – 911952447 | Tlf: 231921740 | @: [email protected]

PRESS RELEASE
67.o Gaspar Gonçalves (Tavfer-Measindot-Mortágua), mt DNF Pedro Paulinho (Tavfer-Measindot-Mortágua)
Classificação Geral
1.o Maurício Moreira (Efapel), 7h21m24s
2.o Iúri Leitão (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 25s
19.o Joaquim Silva (Tavfer-Measindot-Mortágua), mt
42.o Ángel Sanchez (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 15m09s 55.o Gaspar Gonçalves (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 20m40s 56.o Pedro Pinto (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 25m51s
Classificação Metas Volantes
1.o Gaspar Gonçalves (Tavfer-Measindot-Mortágua), 6 pts
Classificação por Pontos
1.o Iúri Leitão (Tavfer-Measindot-Mortágua), 72 pts
Classificação Geral por Equipas
1.o Efapel, 22h05m02s
8.o Tavfer-Measindot-Mortágua, a 13m01s

CF Carregal do Sal continua num impasse diretivo

O presidente da Assembleia Geral do clube Carregalense, Vasco Jorge Almeida, fez chegar à nossa redação o ponto de situação, sobre a eleição para os novos orgãos sociais: 

O Clube de Futebol de Carregal do Sal, tem já uma longa e honrosa história, que a todos nos enche de orgulho.Neste momento, após três assembleias gerais, está a passar, por uma situação de impasse diretivo, após dois mandatos da direção que está a concluir a sua prestação.É legítimo que qualquer dos elementos deste corpo diretivo, não queira continuar e apresentam, pela voz do seu atual Presidente de Direção, saturação, por já se encontrarem nas “direções do Clube de Futebol” há anos. O que já não me parece razoável, é o líder da atual direção, nada fazer em arranjar “pontes” com outros sócios, para que se possa chegar a uma estrutura diretiva; sugerido na penúltima assembleia geral (1/6). Com o passivo que o Clube tem, uma obra em conclusão (bancada) e sem qualquer envolvimento da atual direção (atualmente em gestão), será difícil, não vermos o desmoronar de um Clube de Futebol, criado, seguramente, com muito esforço e dedicação, por muitos e muitos carregalenses, que no mínimo, merecem da nossa parte, uma homenagem à sua memória e gratidão, para todos os que ainda se encontram entre nós. O futuro a DEUS pertence; mas, apelo a todos os sócios, que façam um derradeiro esforço, para dar continuidade, a uma das associações que engrandece o concelho de Carregal do Sal.

Carregal do Sal, 10 de junho de 2021

Vasco Jorge Matias Antunes de Almeida

(Sócio e atualmente a exercer as funções de Presidente da Mesa da Assembleia Geral do Clube de Futebol de Carregal do Sal)

Iúri Leitão segundo classificado e Gaspar Gonçalves líder das metas Volantes

A Equipa Continental UCI Tavfer-Measindot-Mortágua iniciou hoje a sua participação no Grande Prémio Douro Internacionalprimeira etapa do Grande Prémio Douro Internacional, uma ligação de 140,2 quilómetros, entre Torre de Moncorvo e Mogadouro. A equipa esteve muito perto da vitória com Iúri Leitão ao terminar na 2a posição e Gaspar Gonçalves subiu ao pódio como o líder das Metas Volantes.

Etapa toda ela corrida em terreno bastante ondulado e duro e onde as fugas foram uma constante. A que mais tempo seguiu na frente, contávamos com a presença de Gaspar Gonçalves. Este levou de vencida a Meta Volante e garantia desta forma a presença no pódio final com a Camisola Laranja, símbolo de líder das Metas Volantes.

A corrida desenrolava-se a bom ritmo e na parte final foi necessário a equipa entrar ao trabalho na perseguição de forma a anular os escapados. De 2 minutos, a diferença foi bastante encurtada, mas não foi possível alcançar Maurício Moreira (Efapel) que viria a chegar isolado. A 25 segundos chegava o pelotão, encabeçado por Iúri Leitão que vencia assim o sprint mas que se teve de contentar com a 2a posição na etapa. Ainda assim, uma bela prestação de toda a equipa e particularmente de Iúri Leitão que se conseguiu impor ao sprint num grupo já bastante restrito de cerca de 30 unidades.

Uma boa prestação da equipa para começar este Grande Prémio Douro Internacional e que trás boas perspetivas para as próximas etapas.

A segunda etapa corre-se nesta sexta-feira. Vai ligar Carrazeda de Ansiães a Miranda do Douro, através de uma rota de 144,7 quilómetros.

Classificação Etapa
Torre de Moncorvo – Mogadouro: 140,2 kms
1.o Maurício Moreira (Efapel), 3h42m05s
2.o Iúri Leitão (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 25s
11.o Joaquim Silva (Tavfer-Measindot-Mortágua), mt
37.o Gaspar Gonçalves (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 12m39s 39.o Ángel Sanchez (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 14m47s 58.o Pedro Pinto (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 17m50s
84.o Pedro Paulinho (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 32m09s DNF Francisco Morais (Tavfer-Measindot-Mortágua)

Classificação Geral

1.o Tomas Contte (Louletano – Loulé Concelho), 8h47m20s
5.o Joaquim Silva (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 9s
7.o Gaspar Gonçalves (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 12s
36.o Rui Carvalho (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 19m25s 56.o Francisco Morais (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 25m57s 76.o Iúri Leitão (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 35m34s

82.o Ángel Sanchez (Tavfer-Measindot-Mortágua), mt

Classificação Metas Volantes

1.o Gaspar Gonçalves (Tavfer-Measindot-Mortágua), 3 pts

Classificação Geral por Equipas

1.o Efapel, 11h07m05s
8.o Tavfer-Measindot-Mortágua, a 12m39s

Baja Todo Terreno:Tiago Santos motivado para prova Espanhola

Piloto natural das Terras de Senhorim, irá disputar na vizinha Espanha, nos dias 11,12 e 13 de Junho, a Baja TT Dehesa da Extremadura.
A jornada espanhola que terá o seu centro nevrálgico na cidade de Badajoz, irá marcar o arranque do Campeonato Europeu de Bajas, contando com um total de 752km dos quais 426km serão contra o cronómetro.
“Sinto-me motivado para enfrentar esta primeira corrida deste campeonato, querendo alcançar o maior número de pontos e lutar pela revalidação do título. Foi uma prova que só não venci em 2020 porque tive um problema mecânico a 4km da meta, por isso estou confiante de que iremos trazer um bom resultado se a estrelinha da sorte também estiver do nosso lado. Quero agradecer a todos os patrocinadores que tornam possível a nossa participação, bem como ao Pedro Almeida pelo seu apoio, esforço e dedicação em preparar a nossa Yamaha WR250F para a minha segunda experiência com navegação”, explicou ao nosso jornal o bicampeão Europeu da modalidade.

Equipa Continental UCI Tavfer-Measindot-Mortágua otimista

A Equipa Continental UCI Tavfer-Measindot-Mortágua volta à competição já esta quinta feira, com o Grande Prémio Douro Internacional, prova que se disputa de 10 a 13 de junho na região do Douro.

A prova arranca com uma ligação de 140,2 quilómetros, entre Torre de Moncorvo e Mogadouro, com partida às 11h50 e chegada às 15h40. No sobe e desce caraterístico da região, o itinerário comporta quatro contagens de montanha de terceira categoria. A segunda etapa, na sexta-feira, leva a caravana de Carrazeda de Ansiães (11h50) até Miranda do Douro (15h50), numa viagem de 144,7 quilómetros, com uma única subida de terceira categoria, a pouco menos de 100 quilómetros da meta.

No sábado haverá jornada dupla. A partir das 10h00 disputa-se um contrarrelógio individual de 10,8 quilómetros, em Resende. Às 16h20 os ciclistas partem para uma deslocação de 66,2 quilómetros, entre Resende e S. João da Pesqueira (18h15). Um prémio de montanha de terceira categoria, apenas a 5600 metros do final, promete aguçar o engenho dos corredores e das equipas com espírito ofensivo.

As últimas pedaladas, 148 quilómetros entre Tabuaço (11h50) e Lamego (15h50), estão guardadas para domingo. É mais uma tirada em terreno ondulado. Inclui duas subidas de terceira categoria. A última, na N.a Sr.a da Ouvida, a 24,5 quilómetros da meta.

Após a boa prestação da equipa no Grande Prémio Abimota, a equipa parte para esta prova com ambições altas de vencer a Classificação Geral mas também procura vitórias de etapa. Do alinhamento da prova anterior mantém-se Joaquim Silva, Gaspar Gonçalves, Pedro Paulinho, Iúri Leitão, Francisco Morais, Ángel Sanchez e entra Pedro Pinto para o lugar Rui Carvalho.

Em antevisão, o diretor desportivo adjunto Xavier Silva afirma que “Esta é uma prova nova no nosso calendário que terá tanto de bela como de dura. Os indicadores na prova anterior foram muito bons e vamos lutar para estar na discussão da Classificação Geral, bem como procurar vitórias de etapa com os nossos homens mais rápidos.”

Alexandre Borges visa o pódio em Montalegre

O próximo fim de semana de 12 e 13 de junho, marca o regresso do Campeonato de Portugal de Kartcross, a Montalegre, após o reajustamento do calendário face às medidas de contenção da pandemia de COVID-19.

A competitividade e prestígio deste Campeonato, além-fronteiras, está a atrair cada vez mais pilotos de outras nacionalidades, estando confirmada, a presença de pilotos espanhóis e franceses, que se juntam aos habitués, para esta segunda prova pontuável, garantindo desde já, os ingredientes necessários, para corridas com muita emoção e adrenalina, até ao cair da bandeira de xadrez.

Alexandre Borges, o piloto da NelaSport e líder do Campeonato, será certamente, um dos protagonistas a ter em conta na luta pelo pódio, após a vitória na prova inaugural, em Lousada.

“O nível competitivo das várias equipas, está bastante forte, como foi visível na primeira prova. Os diferenciais, por volta, estão na casa dos centésimos de segundo, por isso, o grau de concentração, tem que estar no máximo. Estou determinado em lutar novamente por um lugar no pódio, contudo, tenho a noção que não será uma tarefa fácil. O Circuito Internacional de Montalegre, é extremamente rápido, por isso não há margem para qualquer erro. Foco e determinação, são a imagem de marca da minha equipa, a qual tem sido incansável, para que tudo esteja a 100% para esta prova”, refere Alexandre Borges.

Devido às restrições, no âmbito da pandemia de COVID-19, Montalegre continuará sem público nas bancadas, contudo, a transmissão em live streaming, encontra-se assegurada, para que todos os aficionados possam acompanhar o desenrolar das várias corridas, ao longo do fim de semana.

Para a presente época, a equipa conta com os apoios de: A Oficina – Borgesport; Qbeiras Energia; JC Automóveis; Câmara Municipal de Nelas; Officelan; Junta de Freguesia de Nelas; Maciça; Opção Atual – Consultores de Gestão; Quinta da Fata; Planus; Grafinelas; Movsil; Ana Mendes – Mediação Imobiliária; Auto Mecânica Ideal de Nelas – Posto GALP; Movsteel; Transportes Penacovense; Tinita; Avencar; News Motor Sports; Semog; Maxi Shocks; Artes & Letras, Papelaria.

ABC de Nelas Futsal: Resultados

SÁBADO, 5 JUNHO

FUTSAL INICIADOS

Torneio Complementar (4ª jornada)

ABC de Nelas 10 – 06 Gigantes de Mangualde

11:00H – Pavilhão Municipal de Nelas

FUTSAL JUVENIS

Torneio Complementar (4ª jornada)

ABC de Nelas 06 – 00 São João da Pesqueira

14:30H – Pavilhão Municipal de Nelas

FUTSAL INFANTIS

Torneio Complementar (3ª jornada)

ABC de Nelas 01 – 04 FCLMG-FC Lamego

17:15H – Pavilhão Municipal de Nelas 

DOMINGO, 6 JUNHO

FUTSAL JUNIORES

Torneio Complementar (4ª jornada)

ABC de Nelas 11 – 01 Unidos da Estação

10:00H – Pavilhão Municipal de Nelas

FUTSAL BENJAMINS

Torneio Complementar (3ª jornada)

FCLMG-FC Lamego 01 – 18 ABC de Nelas

11:00H – Pavilhão Desportivo Álvaro Magalhães – Lamego

FUTSAL SENIORES

Campeonato Nacional 2ª divisão – Segunda Fase (3ª jornada)

AD Fafe 02 – 02 ABC de Nelas

16:00H – Pavilhão Multiusos de Fafe

Joaquim Silva é o Rei da Montanha no GP Abimota e junta Metas Volantes

A Equipa Continental UCI Tavfer-Measindot-Mortágua terminou hoje a sua participação no GP Abimota, com uma etapa de 158,7 quilómetros que ligou Anadia a Águeda. A equipa confirmou o bom momento de hoje e Joaquim Silva levou de vencida as duas classificações de que era líder, a Montanha e as Metas Volantes. No final subiu ao pódio para envergar a camisola azul e a rosa.

Fase inicial muito rápida onde Iúri Leitão, Francisco Morais, Ángel Sanchez e Rui Carvalho fizeram um trabalho soberbo ao estarem presentes em todos os grupos que se formavam, garantindo a presença na frente da corrida. Nenhuma fuga parecia realmente vingar e foi já nas principais dificuldades do dia que a corrida se viria a decidir.

Joaquim Silva foi em busca dos pontos da montanha e impôs um ritmo duro, fragmentando o grupo dos favoritos e deixando em dificuldades particularmente o camisola amarela e ciclistas que se encontravam à sua frente na Geral. Já na descida o grupo viria a juntar-se, 27 unidades seguiram juntas até ao final da corrida onde contávamos com as presenças de Joaquim Silva e Gaspar Gonçalves.

Ao ser segundo na contagem de montanha, Joaquim Silva assegurou a vitória na Classificação da Montanha. Conquista importante para Joaquim que viu assim recompensado o seu esforço de ontem na fuga do dia durante mais de 150 quilómetros.

Já na aproximação à meta, Gaspar Gonçalves e Joaquim Silva chegaram com o mesmo tempo do vencedor e mantiveram também os seus ligares dentro do Top-10. No final Joaquim Silva foi o 5o na Geral enquanto que Joaquim Silva terminou na 7a posição.

Coletivamente a Tavfer-Measindot-Mortágua fechou na 6a posição, dando mostras de u coletivo forte. A próxima competição será o Grande Prémio do Douro que se disputa de 10 a 13 de Junho.

Classificação Etapa
Anadia – Águeda: 158,7 kms
1.o Rafael Silva (Antarte-Feirense), 3h43m31s
9.o Gaspar Gonçalves (Tavfer-Measindot-Mortágua), mt
34.o Rui Carvalho (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 5m32s
63.o Francisco Morais (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 12m04s 75.o Iúri Leitão (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 21m41s
82.o Ángel Sanchez (Tavfer-Measindot-Mortágua), mt

Velo Clube do Centro, Rua da Ponte, 26, Povoinha. 3450-450 Mortágua
Tlm: 918754986 – 911952447 | Tlf: 231921740 | @: [email protected]

Classificação Geral

1.o Tomas Contte (Louletano – Loulé Concelho), 8h47m20s
5.o Joaquim Silva (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 9s
7.o Gaspar Gonçalves (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 12s
36.o Rui Carvalho (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 19m25s 56.o Francisco Morais (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 25m57s 76.o Iúri Leitão (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 35m34s

82.o Ángel Sanchez (Tavfer-Measindot-Mortágua), mt

Classificação Metas Volantes

1.o Joaquim Silva (Tavfer-Measindot-Mortágua), 5 pts

Classificação Montanha

1.o Joaquim Silva (Tavfer-Measindot-Mortágua), 21 pts

Classificação Geral por Equipas

1.o W52/FC Porto, 26h29m00s
6.o Tavfer-Measindot-Mortágua, a 12m49s

Nota de Imprensa da Equipa Tavfer-Measindot-Mortágua

AF Viseu I Divisão. Canas de Senhorim na luta pela subida

Na jornada de hoje,6 de junho, os Canenses deslocam-se ao Viseu e Benfica.

São neste momento terceiros classificados, na zona sul, a três pontos do líder, Campia.

06/06 Campia 17:00 Moimenta Dão
Viseu e Benfica 17:00 Canas Senhorim
GD Santacombadense 17:00 CF Os Repesenses
Vila Chã de Sá 17:00 Nandufe
CLASSIFICAÇÃO
P J V E D GM GS DG
1 Campia 28 5 3 1 1 12 5 +7 a
2 Moimenta Dão 27 5 4 0 1 14 8 +6 a
3 Canas Senhorim 25 5 2 1 2 7 6 +1 a
4 Vila Chã de Sá 21 5 2 1 2 7 7 0 a
5 Viseu e Benfica 21 5 1 0 4 8 12 -4 a
6 GD Santacombadense 20 5 2 3 0 12 8 +4 a
7 CF Os Repesenses 18 5 3 0 2 6 5 +1 a
8 Nandufe 7 5 0 0 5 5 20 -15 a

Fonte: Zerozero.pt

Joaquim Silva e Gaspar Gonçalves em grande nível na primeira Etapa do GP Abimota

A Equipa Continental UCI Tavfer-Measindot-Mortágua iniciou hoje a sua participação no 41a GP Abimota, com uma etapa de 197 quilómetros entre Fátima e Vouzela. Uma grande prestação da equipa com Joaquim Silva a ser o líder da Montanha e Metas Volantes, e ainda a estar na 4a posição na Classificação Geral. Gaspar Gonçalves este igualmente muito bem no final, foi 6o na etapa.

Fuga inicial a 3, com Joaquim Silva a estar integrado e que chegou a ter cerca de 12 minutos de vantagem para o pelotão. Ao longo do percurso o nosso ciclista aproveitou para vencer a contagem de montanha em Alvaiázere, a Meta Volantes da Lousã e ainda a Meta de Montanha em Mortágua. Com estes resultados, Joaquim Silva subiu ao pódio para envergar duas camisolas, a azul de líder da montanha e a rosa, símbolo de líder das Metas Volantes.

A cerca de meia corrida, começaram as movimentações no pelotão, o que levou a que a fuga acabasse por ser anulada, deixando tudo em aberto. Na frente da corrida formou- se um grupo de 23 corredores, entre eles, Joaquim Silva, o único sobrevivente da fuga inicial. Uma etapa de verdadeiro campeão de Joaquim Silva que após 150 quilómetros escapado, conseguiu resistir ainda no grupo da frente e ser uma ajuda bastante útil para Gaspar Gonçalves que se juntara de trás.

Na aproximação a Vouzela, Gaspar Gonçalves tentou a sua sorte já dentro do último quilómetro, na tentativa de antecipar um sprint final que viria a ser inevitável. Ainda assim foi o 6o na linha de meta e Joaquim Silva, mesmo com todo o desgaste acumulado foi 10o com o mesmo tempo do vencedor.

Ao ganhar a Meta Volante da Lousã, Joaquim Silva amealhou 3 preciosos segundos de bonificação que faz com que agora seja o 4o na Classificação Geral a 7 segundos do líder Rafael Reis (Efapel). Gaspar Gonçalves está também em boa posição, em 7o a 10 segundos do líder.

Coletivamente e em virtude de Gaspar Gonçalves terem chegado ambos com o mesmo tempo do vencedor, ocupamos a 3a posição na Classificação por Equipas. Um dia muito positivo para a equipa, que passou pela sua terra natal e contou com o apoio de muitos entusiastas e amantes da modalidade.

Amanhã o pelotão arranca de Anadia para a segunda e última etapa do Grande Prémio ABIMOTA. A chegada será em Águeda, depois de percorridos 158 quilómetros.

Velo Clube do Centro, Rua da Ponte, 26, Povoinha. 3450-450 Mortágua
Tlm: 918754986 – 911952447 | Tlf: 231921740 | @: [email protected]

Classificação Etapa
Fátima – Vouzela: 155,7 kms
1.o Rafael Reis (Efapel), 5h04m01s
6.o Gaspar Gonçalves (Tavfer-Measindot-Mortágua), mt 10.o Joaquim Silva (Tavfer-Measindot-Mortágua), mt 28.o Iúri Leitão (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 13m41s 36.o Francisco Morais (Tavfer-Measindot-Mortágua), mt 44.o Rui Carvalho (Tavfer-Measindot-Mortágua), mt 83.o Ángel Sanchez (Tavfer-Measindot-Mortágua), mt DNF Pedro Paulinho (Tavfer-Measindot-Mortágua)

Classificação Geral

1.o Rafael Reis (Efapel), 5h03m51s
4.o Joaquim Silva (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 7s
7.o Gaspar Gonçalves (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 10s 29.o Iúri Leitão (Tavfer-Measindot-Mortágua), a 13m51s 37.o Francisco Morais (Tavfer-Measindot-Mortágua), mt 45.o Rui Carvalho (Tavfer-Measindot-Mortágua), mt
84.o Ángel Sanchez (Tavfer-Measindot-Mortágua), mt

Classificação Metas Volantes

1.o Joaquim Silva (Tavfer-Measindot-Mortágua), 5 pts

Classificação Montanha

1.o Joaquim Silva (Tavfer-Measindot-Mortágua), 12 pts

Agenda de jogos do ABC de Nelas

SÁBADO, 5 JUNHO

FUTSAL INICIADOS

Torneio Complementar (4ª jornada)

ABC de Nelas – Gigantes de Mangualde

11:00H – Pavilhão Municipal de Nelas

FUTSAL JUVENIS

Torneio Complementar (4ª jornada)

ABC de Nelas – São João da Pesqueira

14:30H – Pavilhão Municipal de Nelas

FUTSAL INFANTIS

Torneio Complementar (3ª jornada)

ABC de Nelas – FCLMG-FC Lamego

17:15H – Pavilhão Municipal de Nelas

DOMINGO, 6 JUNHO

FUTSAL JUNIORES

Torneio Complementar (4ª jornada)

ABC de Nelas – Unidos da Estação

10:00H – Pavilhão Municipal de Nelas

FUTSAL BENJAMINS

Torneio Complementar (3ª jornada)

FCLMG-FC Lamego – ABC de Nelas

11:00H – Pavilhão Desportivo Álvaro Magalhães – Lamego

FUTSAL SENIORES

Campeonato Nacional 2ª divisão – Segunda Fase (3ª jornada)

AD Fafe – ABC de Nelas

16:00H – Pavilhão Multiusos de Fafe

Futsal Fase da Subida: ABC de Nelas perde por 4-2 em Paços de Ferreira

Ontem,3 de junho, em jogo muito disputado – os Nelenses do ABC estiveram a vencer por 1-2 -, a equipa do Paços de Ferreira deu a volta ao resultado mesmo no final do encontro, numa reviravolta muito meritória e até inesperada,o que torno este desporto altamente emocionante,em que cada segundo conta.

Foi a segunda jornada da fase de subida à Primeira Divisão de futsal e da fase de manutenção nos campeonatos nacionais da modalidade.
De sublinhar que todas as quatro equipas do distrito de Viseu em competição sairam derrotadas.

O ABC de Nelas tem assim uma vitória e uma derrota.

Ciclismo:Grande Prémio Abimota é o próximo desafio para a Tavfer-Measindot-Mortágua

A Equipa Continental UCI Tavfer-Measindot-Mortágua inicia o mês de junho com o Grande Prémio Abimota que tem data marcada para o próximo fim de semana, nos dias 5 e 6 de junho. Esta prova dá início a um mês de junho muito preenchido com 14 dias de competição.

O Grande Prémio Abimota, uma das mais tradicionais provas por etapas do país, vai juntar o pelotão profissional e sub-23 para duas etapas. A tirada inaugural vai ligar Fátima a Vouzela, numa longa viagem de 197,3 quilómetros, tendo dois prémios de montanha de terceira categoria, o último ainda a 45,3 quilómetros da meta. A partida vai acontecer às 11h50, prevendo-se a chegada para as 16h45. Pelo meio, haverá a passagem por Mortágua que será feita ao quilómetro 143. Os corredores abordarão a vila pela rotunda do Intermarché (15:30h) seguindo depois em direção a Vouzela, onde poucos quilómetros mais à frente terão um Prémio de Montanha na Felgueira. A passagem no alto está agendada para as 15:45h sensivelmente.

No domingo o pelotão inicia as pedaladas em Anadia, às 12h50, encontrando a meta em Águeda, depois de percorridos 158 quilómetros, cerca das 16h50. As subidas de Sever do Vouga, Talhadas e Belazaima do Chão, dentro dos 55 quilómetros finais, proporcionam oportunidade para fazer a seleção de valores.

Para esta competição contamos com os regressos de Joaquim Silva e Gaspar Gonçalves mas também com a participação de Pedro Paulinho, Rui Carvalho, Francisco Morais, Ángel Sanchez e Iúri Leitão.

Xavier Silva, diretor adjunto da equipa, admite que “Esta é uma prova com bastante tradição no calendário português. Este ano mesmo com menos dias de competição é uma prova muito especial para nós pois irá passar em Mortágua e vamos querer naturalmente correr para ganhar.”

Portugal e Espanha querem realizar o Mundial de Futebol 2030

Portugal e de Espanha apresentam oficialmente na sexta-feira a “candidatura Ibérica” ao campeonato do mundo de futebol de 2030, numa cerimónia com a presença dos chefes de Estado e de Governo dos dois países.

Segundo a agenda oficial do Rei de Espanha, Felipe VI e Marcelo Rebelo de Sousa vão estar na “apresentação da candidatura ibérica”, que vai ter lugar às 18:45 (17:45 de Lisboa) desta sexta-feira, à margem do jogo particular de futebol entre Portugal e Espanha, que começa às 19:30 (18:30) no estádio Wanda Metropolitano, do Atlético Madrid, na capital espanhola.

A cerimónia também deverá ter a presença dos chefes de governo dos dois países, António Costa e Pedro Sánchez, assim como dos presidentes das federações de futebol, Fernando Gomes e Luís Rubiales.

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e a Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) anunciaram em junho de 2019 que iriam estudar a possibilidade de “uma candidatura conjunta para a organização do Campeonato do Mundo de 2030”.

As duas federações assinaram em outubro passado um protocolo de colaboração com vista a “impulsionar” essa candidatura conjunta.

Nessa altura, o Governo português, através do secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, afirmou que via “com muito bons olhos e acolhe muito entusiasticamente a parceria” entre as duas federações.

A ideia da candidatura conjunta nasceu em novembro de 2018, quando o primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, uma proposta para uma candidatura de três países, Espanha, Marrocos e Portugal.

Posteriormente, Marrocos saiu do projeto que ficou limitado a Espanha e Portugal.

A escolha do país, ou países, responsáveis pela organização do Campeonato do Mundo de 2030 será decidida em 2024.

Lusa

Paulo Catalino deverá deixar o CF Carregal do Sal

O atual presidente sinalizou ao nosso jornal que não se irá recandidatar ao cargo de presidente da direção do clube Carregalense,não apresentando assim listas na próxima Assembleia Geral do clube, marcada para 8 de junho,pelo presidente deste órgão,Vasco Jorge Almeida.

Paulo Catalino remeteu para depois dessa “última Assembleia Geral do meu mandato”, fazer ao nosso jornal um ponto de situação do CF Carregal do Sal, neste momento.

ABC de Nelas cerfificado como entidade formadora três estrelas

O ABC de Nelas recebeu a comunicação da FPF que passou a ser classificada como Entidade Formadora Certificada de Futsal Masculino com três Estrelas.
“Na época passada obtivemos a classificação de centro básico de formação, mas este ano, após um trabalho contínuo, conseguimos a certificação de três estrelas”, explicou ao nosso jornal, Artur Jorge Ferrreira,presidente da coletividade, acrescentando:”Esta certificação deve-se essencialmente aos profissionais que colaboram com o ABC de Nelas, treinadores, diretores e departamento médico, aos atletas e os seu pais, à AFV, à Autarquia, e principalmente aos nossos diretores Daniel Marialva e Inês Milheiriço, que supervisionaram e executaram todo o processo. Muito obrigado a todos.
Este reconhecimento trás (ainda) mais responsabilidade para o nosso clube. Tudo faremos para manter o padrão de qualidade no que à formação diz respeito. O nosso objetivo é continuar a ser uma referência e elevar cada vez mais a qualidade do futsal, do clube, do concelho e da região”.