Parada. Torneio de Futsal, Baile e Convívio “Porco no Espeto”

Vai já na III edição…
A Associação Recreativa de Parada continua a apostar anualmente no Torneio de Futsal que mobiliza os amantes desta prática desportiva e lhes faz o gosto ao pé durante quase duas semanas, no Polidesportivo da Freguesia.
Este ano, o pontapé de saída foi a 30 de julho mas até ao dia 11 de agosto, as equipas participantes vão suar a camisola para tentarem arrecadar o primeiro prémio do Torneio no valor de 150,00 €uros.
Ao todo, seis equipas – Grupo Amigos de Parada; RMA (Carregal do Sal); Tó Neves Tratorista de Papízios; Entre Amigos (São João de Areias); Fiais da Telha e NGA (Santa Comba Dão), disputam o Torneio que atribui prémios a todas as equipas participantes; ao melhor marcador; ao melhor guarda-redes e a taça de disciplina.
Os próximos jogos realizam-se nos dias 4, 5, 8, 9, 10 e 11 (final). Mas pelo meio, a organização convida também para outras iniciativas: no dia 4, um baile no recinto dos jogos, com a Banda Som d’Côco e no dia 6, o convívio “Porco no Espeto”

“I Love Dão – Casas da Fraga” aposta no turismo de natureza

Visitámos o turismo em espaço rural “I Love Dão – Casas da Fraga”, localizado em Beijós, no passado mês de junho. A Helena e a Catarina receberam-nos de braços abertos e contaram-nos um pouco mais sobre este recente empreendimento turístico.
A “I Love Dão – Casas da Fraga” é composta por seis casas que aliam a bela traça rústica exterior, que caracteriza a região do Dão, com um interior desenhado de forma a oferecer todo o conforto necessário aos seus hóspedes. Estas estão inseridas num espaço rodeado pela natureza onde os sons predominantes são oferecidos pela fauna e flora existentes. Além das seis casas, este empreendimento turístico é constituído também por uma piscina, uma zona de grelhador e forno, bem como por uma horta comunitária onde os hóspedes podem recolher gratuitamente todos os hortícolas que desejarem.

This slideshow requires JavaScript.

Quanto à estratégia seguida pela “I Love Dão – Casas da Fraga”, a resposta foi bastante clara: oferecer uma experiência turística integrada de alta qualidade, mostrando o que de melhor existe na região do Dão. Para tal, a “I Love Dão – Casas da Fraga” colabora com um vasto leque de parceiros (empresas locais) que oferecem serviços de animação turística, bem como experiências culturais, gastronómicas e vínicas.

De acordo com as avaliações realizadas pelos seus hóspedes desde julho de 2015 em várias plataformas on-line, parece que a referida estratégia está a dar frutos. Por exemplo na plataforma Booking.com, a “I Love Dão – Casas da Fraga” exibe uma classificação de 9.6 em 10, contando já com mais de 90 comentários.

PSA e Aquinos associam-se à onda de solidariedade para com as vítimas do incêndio de Pedrogão Grande

A PSA Mangualde sensibilizada pela tragédia provocada pelos incêndios que afetou o país, toma a iniciativa de realizar duas ações de responsabilidade social: organiza uma campanha interna de angariação de bens e homenageia as vítimas do incêndio de Pedrogão Grande.

 

 

A Aquinos também se juntou à onda de solidariedade, oferecendo diversos bens, entre os quais colchões

COMENTÁRIOS no jornal digital são suprimidos definitivamente

Tendo o nosso jornal aberto uma exceção e voltado a publicar, desde há algumas semanas, comentários no nosso jornal digital (pois a sua maior parte eram publicáveis e de mail´s devidamente identificados, inclusive de autarcas), voltam a surgir diversos comentários em que não temos possibilidade de controlo da identificação do autor.

Decidimos então suprimir de novo os comentários dos leitores, agradecendo sempre a preferência, sugerindo que os façam na nossa página no Facebook (se necessário procedam ao convite para amizade, que aceitaremos).

Página Facebook : Jose Silva Nelas Carregal

 

Edição 55 CENTRO NOTICIAS amanhã nas BANCAS

Grande ENTREVISTA com Carlos Aquino, CEO do maior empregador da Região Centro, que se prepara para inaugurar a nova unidade industrial em Oliveirinha.

À MESA COM … Isabel Pires e Carlos Cunha Torres. O prato forte foi o turismo, entre várias provas dos novos vinhos de 2015 da Quinta das Marias, também degustados no Petz Bar (Laceiras).

Novidades do desporto, das empresas, da sociedade e da política.

AMANHÃ em Nelas, Canas de Senhorim, Lapa do Lobo, Santar e Carregal do Sal.

Câmara Municipal de Carregal do Sal é a 13ª melhor do país em presença na internet. Subiu 78 lugares face a 2014

A Câmara Municipal de Carregal do Sal classificou-se em 13.º lugar no ranking global que analisa a presença das Câmaras na Internet e registou a uma subida de 78 posições, em relação ao ultimo estudo realizado em 2014.

O resultado é da 9.ª edição do Índice da Presença na Internet das Câmaras Municipais 2016 – Ipic2016, estudo realizado pelo GÁVEA – Observatório da Sociedade da Informação da Universidade do Minho, em parceria com a Microsoft, que retrata o estado da modernização Web das câmaras municipais e do nível da sua relação eletrónica com os munícipes.
Para além da observação direta dos 308 sítios web, o estudo analisou esses portais em função de quatro grandes critérios nomeadamente Conteúdos; Acessibilidade, Navegabilidade e Facilidade de Utilização; Serviços Online e Participação.
Entre as categorias em análise, a Autarquia destacou-se pelo 7.º lugar obtido no item Serviços Online.
Em termos globais, considerando todos os critérios, Carregal do Sal ocupa o 13º lugar em 308 Municípios, sendo o melhor classificado do distrito de Viseu.

COMUNICAÇÃO da DIREÇÃO

Fechámos ontem acordo com o jornalista Amadeu Araujo para colaboração com o nosso jornal, em regime de prestação de serviços, pelo menos durante os próximos quatro meses.
Prestigiado jornalista regional e nacional, foi colaborador da TSF e Diário de Notícias. Também foi destacado jornalista no Jornal do Centro e Correio Beirão, além de diversos trabalhos ligados à produção de livros e revistas, como a revista dos 125 anos do espumante, e mais recentemente o livro HOJE do Chef Diogo Rocha. Amadeu Araujo vai ser o responsável por toda a área política nas nossas plataformas informativas, mas sempre a espreitar a gastronomia e vinhos, ou seja o que de melhor a terra (a terra) das Beiras nos dá.

Com esta aquisição de luxo, pretendemos acrescentar-lhes valor.

Bom trabalho Amigo e Grande Beirão Amadeu Araujo

O Diretor

José Miguel Silva

Ano eleitoral leva autarquias a prescindir ou reduzir a derrama

106 autarquias abdicaram da derrama sobre os lucros tributáveis. E mais 15 baixaram o imposto. Apenas quatro agravaram a taxa.

Este ano, as autarquias estão mais generosas com as empresas – ao todo, 106 municípios optaram por não cobrar a derrama sobre o IRC. São mais sete do que no ano passado. E há ainda 15 câmaras que decidiram baixar a taxa e várias dezenas de outras concederam isenção ou uma taxa reduzida às sociedades com um volume de negócios inferior a 150 mil euros. Em ano de eleições, apenas quatro autarquias agravaram a derrama que, no máximo, pode atingir 1,5% do lucro tributável. Os dados da Autoridade Tributária e Aduaneira mostram que, além de ter aumentado o universo dos que não aplicam a derrama, diminuiu também o número de câmaras que cobram a taxa máxima. No ano passado, contavam-se 146 autarquias a reclamar para si 1,5% do lucro tributável das empresas; este ano, este número baixou para 138. Algumas das maiores autarquias estão neste patamar máximo. É o caso de Aveiro, Guimarães, Coimbra, Lisboa, Alenquer, Loures, Sintra, Oeiras, Amadora, Odivelas, Porto, Palmela, Chaves, Vila Real ou Faro. Por outro lado, entre os distritos com o maior número de autarquias a prescindir daquela receita municipal estão Bragança, Castelo Branco, Coimbra e Faro. As câmaras açorianas estão também entre as mais generosas. A derrama municipal sobre o lucro tributável das empresas constitui uma receita das autarquias e soma-se à taxa nominal do IRC, cujo valor máximo está atualmente balizado nos 21%. Tal como sucede no IRS, a lei dá poderes aos municípios para decidirem anualmente se pretendem arrecadar uma parte da receita destes impostos ou se preferem devolvê-los aos contribuintes que residem ou têm sede no seu concelho. A taxa não pode ir além de 1,5% e pode, caso seja essa a escolha das autarquias, coexistir com uma taxa reduzida para as empresas com um volume de negócios inferior a 150 mil euros. A legislação permite ainda a aplicação de um regime de isenção a empresas recentemente constituídas e que criem postos de trabalho.

Veja mais em: https://www.dinheirovivo.pt/economia/camaras-perdoam-taxas-as-empresas-em-ano-de-eleicoes/?utm_source=Push&utm_medium=Web#sthash.at2ovoTb.dpuf

Votação no INQUÉRITO em telemóveis : Selecionar VER SITE COMPLET0

O nosso jornal acaba de lançar um novo inquérito, sendo que a nossa plataforma informativa só permite uma votação por IP (conta de internet). Este inquérito não é, nem pretende ser, qualquer forma de sondagem, mas tão somente inquirir os nossos leitores, sobre tão importante assunto para o futuro do concelho de Nelas (o futuro Presidente de Câmara).

Quem desejar votar, usando smarthphones, e não tenha selecionado VER SITE COMPLETO, deverá fazer correr a versão inicial para telemóvel até ao final, e selecionar VER SITE COMPLETO. Fazendo correr as notícias, depois dos anúncios publicitários aparecerá então o inquérito. O Utilizador terá que entrar no SITE (através do Google, colocando CENTRO NOTICIAS é o primeiro que aparece), não sendo possível votar através do Facebook.

Junto de programadores informáticos, foi-nos dito entretanto,que existirão aplicações para permitir ao mesmo IP votar ilimitadamente, violando assim a configuração da plataforma. Iremos acompanhar a votação por IP, para verificar se a situação se poderá repetir. A acontecer novamente, suspenderemos o  inquérito e denunciaremos este IP às autoridades, por prática de crime informático.

A decorrer normalmente e a não termos que o suspender, será mantido durante um mês.

Dado que temos informações, que carecem contudo ainda de anúncio oficial, de que irão apresentar-se mais dois candidatos à CM de Nelas (Movimento Independente situado na “Margem Esquerda” e CDU), lançaremos novo Inquérito no próximo mês de Junho, sendo depois lançado novamente 15 dias antes do próximo ato eleitoral autárquico de 1 de Outubro de 2017.

Previsão de 2,4% no T1 de 2017 : ISEG aponta para maior crescimento do PIB desde 2010

O ISEG está optimista sobre a evolução da economia portuguesa nos primeiros três meses deste ano, antecipando que o PIB terá subido 2,4% face ao mesmo período de 2016.

A confirmar-se esta estimativa, seria a maior subida homóloga do PIB desde o segundo trimestre de 2010 (2,5%). Em relação aos três meses anteriores, o crescimento terá sido de 0,6%.

 Na síntese de conjuntura de Abril, o grupo de análise económica do ISEG destaca que “a informação disponível sugere que o primeiro trimestre de 2017 voltou a registar um nível de crescimento homólogo relativamente elevado”.

 No entanto, a composição do crescimento difere da dos últimos três meses de 2016, caracterizando-se por uma subida mais moderada do consumo privado, um crescimento mais intenso da formação bruta de capital fixo e um aumento mais forte das exportações e importações mas com um resultado ligeiramente negativo em termos do contributo da Posição Externa Líquida.

“Relativamente aos indicadores analisados registam-se, nos dois primeiros meses do ano, e comparativamente ao último trimestre de 2016, uma desaceleração no crescimento dos volumes de negócios do comércio a retalho e dos serviços e uma estabilização no crescimento da produção industrial. Simultaneamente, a actividade da construção teve um forte impulso no primeiro trimestre”, ressaltam os economistas.

 No início do mês também a Católica se mostrou mais positiva nas suas projecções para a economia nacional, tendo revisto em alta a subida do PIB no primeiro trimestre para 2,7% (superior à do ISEG). Para o conjunto do ano, o Católica-Lisbon Forecasting Lab (NECEP) antecipa mesmo um crescimento de 2,4%, o que representa a expansão anual mais forte desde 2007, exercício em que o PIB cresceu 2,5%.

Esta projecção para 2017 está também acima da do próprio Governo, que no Programa de Estabilidade inscreveu um previsão de crescimento de 1,8% para este ano.

INQUÉRITO : Em qual dos candidatos a presidente da Câmara de Nelas votaria hoje ?

NOTA DE REDAÇÃO : 

O nosso jornal acaba de lançar um novo inquérito, sendo que a nossa plataforma informativa só permite uma votação por IP (conta de internet). Verificámos contudo que, no último inquérito e em poucos minutos, se registou uma votação maciça numa das respostas, que veio claramente adulterar o resultado final.

Junto de programadores informáticos, foi-nos dito que existirão aplicações para permitir ao mesmo IP votar ilimitadamente, violando assim a configuração da plataforma. Iremos acompanhar a votação por IP, para verificar se a situação se poderá repetir. A acontecer novamente, suspenderemos o  inquérito e denunciaremos este IP às autoridades, por prática de crime informático.

Por último, este inquérito não é, nem pretende ser, qualquer forma de sondagem, mas tão somente inquirir os nossos leitores, sobre tão importante assunto para o futuro do concelho de Nelas.

A decorrer normalmente e a não termos que o suspender, será mantido durante um mês, sendo eventualmente lançado novamente 15 dias antes do próximo ato eleitoral autárquico de 1 de Outubro de 2017.

Centro de Saúde de Carregal do Sal faz parte de projeto piloto de medicina dentária

O Centro de Saúde Viseu 3 e ainda os de Carregal do Sal, Santa Comba Dão e Vouzela, fazem parte de um projeto-piloto nacional de tratamento dentário no âmbito do Serviço Nacional de Saúde. São 59 as unidades que,em Portugal, até final do próximo ano, vão disponibilizar o serviço a todos os utentes referenciados pelos médicos de família.

Até agora só os grupos vulneráveis e grávidas tinham acesso a consultas de higiene oral. Os cuidados de medicina dentária a prestar aos utentes não vão ter custos acrescidos para além da taxa moderadora. Na região Centro, o Agrupamento dos Centros de Saúde Dão Lafões é o que tem mais unidades envolvidas no projecto

Edição 53 CENTRO NOTICIAS Quinta Feira nas BANCAS

A não perder hoje nas BANCAS em Nelas, Canas de Senhorim e Carregal do Sal e nos locais habituais na Lapa do Lobo  : os prováveis candidatos a Vereadores na Câmara Municipal de Nelas, com alguns nomes que vão surpreender.

DOSSIER AMBIENTE : num trabalho de vários dias, percorremos alguns dos pontos negros do concelho de Nelas, na área ambiental e damos conta do que o atual executivo PS pretende fazer, com candidaturas aprovadas no programa POSEUR,agora que entrou na reta final do seu mandato. Avançamos também com a recente posição assumida pelo Ministro do Ambiente sobre descargas poluentes.

Os pagamentos a Blogues para elogios

Num mundo político, onde cada vez mais prevalece o interesse financeiro, a promoção pessoal e alimentar egos, muitas vezes de dimensão estratosférica, e menos o interesse social e das populações, vale tudo para tentar ludibriar o povo. Aqui fica um exemplo cabal do muito que se vai passando por este país fora, com grande promiscuidade entre políticos e “ditos” jornalistas, ou “espécie” de jornalistas  (“avençados”) : 

José Miguel Silva

EXTRAÍDO de CORREIO da MANHÃ on line :

José Sócrates pagou, entre 2005 e 2015, uma avença mensal de 3550 euros ao blogger António Peixoto para este elogiar o seu Governo e atacar a oposição. Os pagamentos eram, no entanto, feitos em nome do filho do blogger, António Mega Peixoto, que é assessor de Fernando Medina, presidente da Câmara de Lisboa, avança o semanário ‘Sol’. António Peixoto, sob o pseudónimo Miguel Abrantes, escreveu durante dez anos no blogue Câmara Corporativa – conhecido por Corporações – opiniões favoráveis aos socialistas. O blogger terá conhecido José Sócrates durante o primeiro Governo de António Guterres, quando o ex-primeiro-ministro era secretário de Estado. António Peixoto, entretanto já reformado, terá sido funcionário público de carreira, tendo desempenhado funções, por exemplo, no Ministério das Finanças. Segundo o Ministério Público, os pagamentos eram feitos pela RMF, sociedade de Rui Mão de Ferro, arguido na operação Marquês e sócio de Carlos Santos Silva – o amigo de infância de Sócrates. O esquema será o mesmo que foi utilizado para pagar a Domingos Farinho, o professor de Direito que alegadamente escreveu o livro de José Sócrates. Neste caso, as avenças mensais eram pagas à mulher de Farinho. Os investigadores da operação Marquês acreditam que, em ambos os casos, o dinheiro tem origem na fortuna de Carlos Santos Santos mas que alegadamente pertence a Sócrates. António Peixoto já foi ouvido no Departamento Central de Investigação e Ação Penal. O blogger terá sido confrontado com registos bancários que indiciam que recebeu durante dez anos 3550 euros por mês. Ou seja, um total de 426 mil euros. Contactado pelo CM, António Mega Peixoto não quis comentar. A autarquia de Lisboa disse desconhecer os factos e, tal como Fernando Medina, optou por não comentar.

Ler mais em: http://cmjornal.teste.online.xl.pt/tv-media/detalhe/socrates-paga-blogue-a-assessor-de-medina