Centro Notícias : Ficha Técnica/Estatuto Editorial

Ficha Técnica : 

Número de Registo Entidade Reguladora para a Comunicação Social : 126 289

Diretor : José Miguel de Sousa Silva

Editor: Daniela Brandão de Araújo Lima

Sede do Editor: Rua Natália Correia 1, 2º Esquerdo 3400-087 OLIVEIRA DO HOSPITAL

MAIL : [email protected]

Tlm : 96 9471013

Sede de Redação e do Proprietário :

Rua Natália Correia 1, 2º Esquerdo 3400-087 OLIVEIRA DO HOSPITAL

Colaboradores : Manuel Henriques ; Joaquim Amaral ; Jorge Correia ; Diego Garcia ;  Artur Jorge Ferreira ; Marcelo Costa ; Amadeu Araújo : Pedro Mateus ; Vasco Jorge Almeida ; Francisco Cardoso

Estatuto Editorial :

Centro Notícias Nelas é um projeto de informação generalista, de âmbito regional, preferencialmente nos concelhos situados no Sul do distrito de Viseu,com destaque para Nelas, Carregal do Sal, Viseu e Mangualde, que se insere no processo de mudanças tecnológicas e civilizacionais que marcam os nossos dias. Orientado por princípios de rigor e criatividade editorial, sem qualquer dependência de ordem ideológica, política e económica, com um jornalismo de qualidade, recusando o sensacionalismo e a exploração económica/financeira da matéria informativa.

Centro Notícias Nelas aposta numa informação variada, em diversas áreas, correspondendo às motivações e interesses de um público plural, com ênfase para a criatividade, pluralismo e interação com os leitores, usando as diversas plataformas ao seu dispor.

Centro Notícias Nelas defende que a existência de uma opinião pública informada, ativa e interveniente é uma premissa basilar da democracia.

Centro Notícias Nelas é responsável apenas perante os seus leitores, numa relação rigorosa e transparente, autónoma do poder político e independente de poderes particulares.

Público sustenta como seu único limite o espaço privado dos cidadãos.

CENTRO NOTÍCIAS : Ano Novo e muitas novidades

No início deste ano de 2018 apresentamos algumas evoluções e novidades para os nossos leitores.

Começamos por desejar um excelente ano de 2018 e com ele a realização plena de todos os objetivos pessoais, profissionais e financeiros.

No nosso jornal diário digital (www.centronoticias.pt) introduzimos uma nova secção de EDUCAÇÃO, tema que temos tratado com alguma regularidade e será (em conjunto com a Cultura e Negócios/Empresas) reforçado em 2018. Procedemos na nossa página a uma melhoria no design e introduzimos duas novidades importantes :

  1. Possibilidade dos leitores subscreverem as notificações, o que lhes irá permitir, em tempo real, ser notificados das novas notícias publicadas (pequena campainha no canto inferior direito)
  2. Surgimento de um pop up (janela na abertura) com notícias de última hora ou anúncios/cartazes de empresas/instituições

Por último, na edição impressa faremos também algumas alterações gráficas, para deixar o jornal mais apelativo e de mais fácil leitura. Estas mudanças irão ser visíveis na próxima edição de Janeiro – nas bancas durante a próxima semana.

Saudações jornalísticas

José Miguel Silva

DIRETOR

 

Revista de 2017 : Muito boas notícias e a tragédia das tragédias

Acontecimentos do Ano : 

– Casa do Passal.Marcelo Rebelo de Sousa condecora Aristides de Sousa Mendes, a título póstumo,com a Grã Cruz da Ordem da Liberdade.

– Indêndios de 15 de Outubro

– “Les Misérables – School Edition” – ContraCanto

Figura do Ano : Marcelo Rebelo de Sousa

O verdadeiro Presidente de todos os Portugueses. Esteve nos momentos de glória, nas vitórias do país, celebrando-as efusivamente, mas soube sempre estar nos momentos mais difíceis.

Nas tragédias que assolaram Portugal, saiu da sua zona de conforto, visitou todo os concelhos afetados pelos incêndios e deixou palavras de conforto e esperança. Espalhou afetos e deixou imagens impressionantes de humanismo, mostrando ao país a sua autenticidade e como a política pode ser exercida com nobreza (a imagem que apresentamos é disso prova eloquente).Exortou deputados e políticos em geral a visitarem as áreas ardidas. Mostrou gratidão e honrou os Bombeiros. Deu o exemplo como lhe compete. Foi incansável a exigir do Governo ação rápida e apuramento de responsabilidades (incluindo políticas). Esteve com os sem abrigo e termina o ano a vetar um diploma que os partidos (exceto o CDS) congeminaram, de forma praticamente secreta, para criarem para si regimes de isenção e benefícios fiscais, contrastando com a dureza dos impostos que pesam sobre a sociedade civil.Além da deslocação a todos os concelhos da região afetados pelos incêndios, Marcelo ainda esteve em Abril na Fundação Lapa do Lobo e honrou Aristides de Sousa Mendes, na “sua” Casa do Passal.

O ano em Revista, mês a mês …

Janeiro

Mês de Balanço do ano anterior, trouxe-nos excelentes notícias de empresas e instituições sedeadas em Nelas.

A Fundação Lapa do Lobo revelou a estatística da sua atividade, que mais uma vez registou um aumento expressivo, quer de utilizadores (mais 7%), quer em número de eventos. Ficámos a saber que a Movecho obteve,uma vez mais, um importante reconhecimento, com o galardão de melhor empresa Portuguesa do seu setor (atribuído pela Revista Exame) e que o Grupo Aquinos conquistou um prémio de “Melhor Empresa Exportadora”. Mas as boas notícias de Janeiro não ficaram por aqui. Nelas registou uma “impressionante dinâmica nas exportações”, ao crescerem, entre 2013 e 2015, mais de 44%.

Fevereiro

Momento alto para Nelas e Carregal do Sal. Miguel Ângelo Figueiredo, natural de Nelas, onde foi 2º comandante dos Bombeiros locais, saiu de Comandante da corporação de Carregal do Sal para liderar a proteção civil no distrito de Viseu. É o novo Comandante Operacional Distrital.

Março

Foi em Março que fizemos um roteiro pelos principais pontos negros na área do Ambiente, no concelho de Nelas.  Na maior parte continuam por resolver, mas com os financiamentos aprovados para a contrução de diversas ETAR´s um pouco por todo o concelho, deverão resolver-se no curto/médio prazo.

Abril

Em Abril, acontecimentos mil. À cabeça o primeiro dos grandes acontecimentos de 2017 : Deslocação do presidente da República a Cabanas de Viriato e Lapa do Lobo.Marcelo Rebelo de Sousa condecorou, a título póstumo, Aristides de Sousa Mendes, com a Grã Cruz da Ordem da Liberdade. Na Lapa do Lobo, visitou a Fundação liderada por Carlos Torres, que foi seu aluno de direito, numa visita de “afetos”, memorável para a instituição.

Maio

A inauguração da unidade de produção da Covercar, em Canas de Senhorim, reforçou as boas notícias na área empresarial no concelho de Nelas. A empresa Espanhola, que produz essencialmente para a Auto Europa, já emprega mais de 100 trabalhadores.O Ministro das Infraestruturas, Pedro Marques, deixou em Canas uma ideia clara : “O setor automóvel está a consolidar-se e a expandir-se em Portugal”

Junho

E Junho deu sequência às boas notícias empresariais que marcaram o ano de 2017. A Aquinos inaugurou, na presença do Primeiro Ministro, na Zona Industrial de Oliveirinha, a sua nova unidade, que já emprega mais de 200 trabalhadores. O Grupo do setor do mobiliário, já é líder Europeu na produção de sofás, e tem no eixo Nelas-Carregal do Sal, duas unidades que deverão ter fechado o ano com mais de 700 trabalhadores.

Julho

Cristiano Pereira. Foi o mês do atleta da Lapa do Lobo, que tantas alegrias nos tem trazido. Em Londres arrecadou o Ouro nos 5 000 metros e a Prata nos 1 500 metros, nos Mundiais Paralímpicos de Atletismo.

Agosto

No oitavo mês do ano, com o aproximar das Autárquicas, foram diversas as candidaturas apresentadas publicamente. Das diversas propostas e compromissos eleitorais dados a conhecer, destacamos em Carregal do Sal a concretização do espaço Museulógico na Casa do Passal – um memorial dedicado ao herói Aristides de Sousa Mendes, e em Nelas a recuperação ambiental das instalações dos antigos Fornos Elétricos e a sua transformação em Centro de Acolhimento Empresarial: O PS prometeu, mas tarda em concretizar a aquisição à CGD (o prazo dado pela instituição terminava em Dezembro de 2017). Aguardemos pelos próximos desenvolvimentos.

Setembro

Mês de vinhos e vindimas. A Feira do Vinho do Dão, na sua 26ª edição, foi mais um êxito e Nelas recebeu a notícia que o IMI  ira baixar em 2018 para a taxa mínima. Boas notícias, que estivemos sempre na linha da frente a veicular.

Outubro

De quatro em quatro anos, os eleitores são chamados a escolher os seus autarcas.

Em Nelas e Carregal do Sal, sem surpresas, os autarcas Borges da Silva e Rogério Abrantes foram reeleitos para um segundo mandato, ambos com maioria absoluta.

O mês de Outubro foi marcado pela maior tragédia de que há memória na região Centro de Portugal : o horror dos grandes incêndios de 15 de Outubro deixou um impressionante rasto de destruição, 45 mortos e muitas centenas de casas e empresas destruídas. Percorremos,a 18 de Outubro, toda a área ardida nos concelho de Nelas e Carregal do Sal. As Beiras renascem das cinzas, mas quase nada vai voltar a ser como era. Com 109 mortes, 2017 foi o ano, desde que há registos estatísticos, em que morreu mais gente nos fogos.

Novembro

Não bastava a tragédia dos devastadores incêndios de Outubro, a seca trouxe graves problemas ao país e a quatro concelhos em particular (Nelas,Mangualde.Viseu e Penalva do Castelo),que correram o sério risco de ficar sem água nas torneiras, pois a Barragem de Fagilde praticamente secou. A maior operação de transporte de água até hoje realizada em Portugal impediu mais uma tragédia. Nota para o papel determinante que o autarca de Nelas, Borges da Silva, terá tido na gestão desta crise.A água será um dos grandes desafios já para 2018, pois a previsão continua a apontar para seca extrema.

Dezembro

Depois da tempestade parece que a bonança chegou à região e o ano fechou com chave de ouro. “Les Misérables” – a obra prima do Francês Victor Hugo, fez com que, em cinco noites, o Centro Cultural de Carregal do Sal fosse pequeno para acolher milhares de pessoas, que entraram num universo mágico e ao mesmo tempo emocionante e doloroso da França dos início do Século XIX. António Leal e os seus 40 jovens da ContraCanto estão mais uma vez de parabéns. O interior merece projetos desta envergadura. Para finalizar uma nota para a designação de Rogério Abrantes como presidente da CIM Viseu Dão Lafões. O edil de Carregal do Sal ganha prestígio e assume um papel de grande relevância a nível regional. Pautando a sua ação pela discrição, vai trilhando um caminho eficaz, quer na gestão autárquica em Carregal do Sal (onde é de salientar a atenção para a gestão da floresta – que foi determinante para o concelho ter sido dos que menos sofreu com os incêndios), quer a nível da região.

Edição 60 do seu jornal : Amanhã nas BANCAS em Nelas e Carregal do Sal

O drama dos incêndios, a terra queimada, a visita do Presidente da República aos concelhos de Nelas e Carregal do Sal e o SUPLEMENTO dedicado às atividades da Fundação Lapa do Lobo, com entrevistas a algumas das forças vivas da primorosa Aldeia : Carlos Cunha Torres, ADCLapense e ContraCanto, são os grandes destaques da Edição 60 do seu jornal.

A não perder amanhã durante a manhã nas BANCAS (locais habituais).

O desespero cobarde…

A PROPÓSITO DO PANFLETO ANÓNIMO LANÇADO EM CABANAS COM O TÍTULO “O FILME SOBRE A VIDA DO CÔNSUL-BORDEUS ARISTIDES DE SOUSA MENDES

Há canalhas cobardes à solta a tentar denegrir a imagem do prof. Óscar Paiva, um homem culto, trabalhador e amigo de causas nobres. A sua vida pública não precisa de apresentações. Fala pelo que tem feito e está à vista de todos. E nunca vi este cidadão a dizer mal de ninguém, muito menos da figura do herói Aristides de Sousa Mendes como insinua o sujo panfleto largado pela calada da noite sob anonimato, em Cabanas de Viriato.

Se têm dúvidas vejam o trabalho que desenvolveu na Câmara enquanto vereador da cultura. E foi nessa qualidade que coordenou a “Comissão organizadora das Comemorações do Cinquentenário da Morte do Cônsul Aristides de Sousa Mendes”, entre 2003 e 2005.

Para quem sofre de falta de memória e só pode ser mau caráter aconselho a ler o livro de que foi principal redator e coordenador, o prof. Óscar Paiva: “Aristides de Sousa Mendes – 50 Anos de Memória – 1954/2004”, publicado em setembro de 2005, com edição da Câmara Municipal.

O senhor Presidente do Conselho de Administração da Fundação Aristides de Sousa Mendes, Álvaro de Sousa Mendes, numa sua mensagem, publicada nesse livro, pp. 15-16, escreveu o seguinte referindo-se ao prof. Óscar Paiva: “Pretendo, por último, elogiar e felicitar a Câmara Municipal de Carregal do Sal e o seu Presidente, Senhor Atílio dos Santos Nunes, pela excelente iniciativa e trabalho efetuado, sendo justo realçar o papel desempenhado pelo Senhor Vereador, Dr. Óscar Paiva, que não se poupou a esforços no sentido de tornar estas Comemorações um êxito”. Há gente para quem tudo vale! Importa é ganhar nem que seja escarnecendo os outros com mentiras e atoardas. No entanto, importa repor a verdade neste caso triste dum panfleto cobardemente anónimo.

E já agora permitam-me o desabafo: é a dizer mal e a denegrir de forma sistemática, a imagem de pessoas que nada vos devem, em comícios onde o vazio de ideias é notório, que julgais fazer com que a população acredite em vós como construtores de um futuro melhor para o concelho? Quem usa o insulto como arma de combate político contra os seus adversários, não tem nada de válido a oferecer para o futuro!

Um bom democrata preza sempre a verdade e o respeito pelos outros, mesmo que divirja (e ainda bem que assim é) das suas ideias.

Felizmente muita gente já vai percebendo que estes métodos são de baixa política e classificam perfeitamente quem os utiliza. E infelizmente o concelho nada pode esperar de bom de quem se permite enveredar por estes insólitos caminhos.

Fonte: Comunicado de imprensa do PSD de Carregal do Sal

Três fogos na região Centro mobilizam quase 300 bombeiros e nove meios aéreos

Quase 300 bombeiros e nove meios aéreos estão mobilizados para o combate a três incêndios florestais que deflagraram na tarde de hoje na região Centro, dois no distrito de Viseu e outro no de Santarém.

 De acordo com a página na Internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), o fogo que eclodiu às 15:18 na localidade de Chão de Codes, no concelho de Mação, mobiliza 141 elementos, 32 veículos e cinco meios aéreos.

Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro de Santarém, as chamas lavram em mato, pinhal e eucaliptal e, às 16:15, não existiam habitações em perigo.

No distrito de Viseu, deflagraram incêndios em Sardeza, concelho de Sernancelhe, e Beijós/Pardieiros, no município de Carregal do Sal, com este último a mobilizar 113 elementos, 27 veículos e dois meios aéreos.

O fogo de Sernancelhe tem no terreno 50 operacionais, apoiados por nove viaturas e dois meios aéreos.

Os dois incêndios também não ameaçam habitações ou localidades, adiantou o Comando Distrital de Operações de Socorro de Viseu.

Fonte: RTP

Um Envelope na vindima

A Magnum Wines aproveitou o fim-de-semana das vindimas para apresentar o Envelope, o novo branco do enólogo Carlos Lucas feito com uvas colhidas nas vinhas velhas existentes na propriedade do Ribeiro Santo e numa parcela em São João de Lourosa. Foi bebido no jantar de gala em que Carlos Lucas anunciou ainda a extensão de atividade aos vinhos verdes.

Feito a partir das castas Encruzado e Malvasia Fina foi colhido em 2016, estagiou em barricas de carvalho francês, mostra lágrima, sendo uma poderosa mensagem que chega de Envelope e que se bebe fresco, a lembrar fruta, harmonioso, com um saboroso, e longo, final de boca.

Depois do jantar, na sexta-feira, seguiu-se a vindima na Quinta do Ribeiro Santo, no Dão. Sob o olhar, atento, do enólogo Carlos Lucas, cachos e uvas foram colhidos com desvelo e depositados na adega de Carregal do Sal, onde vinificam. 2017 promete uma grande colheita, mas nas cepas ainda há muito para cortar. “Nesta altura estamos com uma produção de quase 400 mil litros e o que temos nas videiras é sobretudo Touriga Nacional, que esperou por melhor maturação”.

Pela Quinta do Ribeiro Santo passaram duzentos “vindimadores” entre os mais de uma centena de clientes da vinícola. Vieram “ver sobretudo ver o respeito com que tratamos as nossas uvas porque isso permite aos compradores verificar a qualidade da vindima, aquilatar aromas e sabores e cores, num processo que lhes permite conhecer a colheita”.

As quintas do Ribeiro Santo, no Carregal do Sal, e da Alameda, em Santar, são as bases da Magnum Wines no Dão, a que se juntam as adegas de Mora, no Alentejo, Casal de Loivos, no Douro, e os vinhos verdes, em Marco de Canaveses.

Nas três regiões e com a vindima quase no fim, começou na segunda semana de agosto, Carlos Lucas espera uma “colheita memorável, que tirou partido das extraordinárias condições climatéricas, com noites frias, dias quentes e pouca humidade”.

Natural de Coimbra e com mais de 25 anos de experiência em vinhos, Carlos Lucas é um dos mais reconhecidos enólogos e viticultores do país. Em 2011, fez nascer a Magnum Carlos Lucas Vinhos e, desde aí, tem-se afirmado como uma das melhores marcas de vinhos nacionais.

Conhecedor profundo do universo vinícola, o empresário tem comprovado a excelência dos seus tintos, brancos, espumantes e rosés pelos quatro cantos do mundo e, hoje, já exporta para países como o Brasil, Estados Unidos, Bélgica, Alemanha, Roménia, Inglaterra, Canadá, Finlândia, Noruega, Japão, Uruguai e México.

O volume de negócios para este ano deve atingir os três milhões de euros, refletindo um aumento de 12 por cento em relação a 2016 o que leva a empresa a projetar a ampliação da adega da Quinta do Ribeiro Santo, dotando-a de sala para enoturismo.

This slideshow requires JavaScript.

Ano letivo arranca em Carregal do Sal com distinção dos melhores alunos 2016/2017

Duas abordagens à Educação e distinção dos Melhores Alunos 2016/2017

Antecipando o início do ano letivo 2017/2018, a Câmara Municipal realizou a já habitual cerimónia de boas vindas aos professores e distinção dos melhores alunos do ano letivo transato.
Inicialmente prevista a presença/participação da Secretária de Estado Adjunta e da Educação, Alexandra Leitão, isso acabou por não acontecer por imperativos de última hora que levaram a representante do Governo a cancelar a agenda prevista.
A Cerimónia foi então presidida pelo edil carregalense, Rogério Mota Abrantes, que se fez acompanhar na mesa da sessão pelo Presidente da Assembleia Municipal, Jorge Gomes; pelo Vereador da Educação, José Sousa Batista; pelo diretor do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal, Herminio da Cunha Marques e pelo orador convidado, António Nunes, que dividiram também a tarefa da distribuição dos prémios aos Melhores Alunos.
Coube ao Presidente da Assembleia dar as boas vindas a todos num discurso breve, mas claro de incentivo a professores (aos que vão lecionar no Concelho pela primeira vez e aos que já lecionam no Agrupamento de Carregal do Sal), pessoal não docente e alunos felicitando, de forma particular, os que atingiram classificações de mérito.
Depois usou a palavra o diretor do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal, Hermínio Cunha Marques, que falou sobre “O Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal: Verdade(s) Pedagógica(s).” Ao abordar a temática, Hermínio Marques sublinhou que, apesar de dirigir o que a comunicação social apelida de Agrupamento do interior, há muitas situações em que nos destacamos referindo-se, por exemplo, ao facto de ser um dos poucos Agrupamentos portugueses que fazem parte da rede de escolas Unesco; de ter ficado em 1.º lugar no ranking de Português do 12.º ano em 2011; de ter conquistado a Bandeira e-Twinning; de ter alunos empreendedores que avançaram com o primeiro Gap Year… Assumiu então que não existem verdades absolutas em educação e muito menos fórmulas mágicas para o sucesso. E justificou: talvez por isso “o nosso sistema educativo esteja sempre em constante mudança, com reformas e contra reformas, tentando encontrar a saída”.
Ainda com enfoque no caráter mais pedagógico da Educação, seguiu-se um outro orador – António Nunes, Professor Doutor com um vasto curriculum na área e atualmente a lecionar na Universidade Lusófona do Porto, que surpreendeu na abordagem à temática “A Escola de Hoje: um espaço de sentidos, de reencontros e de incertezas”. António Nunes sublinhou que o modelo de escola é o mesmo dos finais do século XIX; o que mudou foi a forma de pensar dos alunos. No seu discurso, não esqueceu a importância das novas tecnologias que considera instrumentos do presente do futuro.
Dirigindo-se aos professores, admitiu que a própria escola e o isolamento são fatores que dificultam o exercício da profissão, pelo que os aconselhou a procurar outros espaços “para refletir, pensar, decidir em grupo, discutir as coisas da Educação”.
Seguiu-se a distinção aos Melhores Alunos de 2016/2017 do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal. Chamados por níveis e ordem alfabética crescente, os 31 alunos do 4.º, 6.º, 9.º e 12.ºano (profissional e regular) subiram ao palco para serem premiados registando-se, apenas a ausência de uma aluna que, por questões pessoais não pode comparecer, mas que se fez representar por uma familiar.
Antes do encerramento da Cerimónia, o Vereador da Educação da Câmara Municipal, José Sousa Batista, leu uma breve comunicação da Secretária da Estado Adjunta e da Educação que, apesar da impossibilidade em estar presente, não quis deixar de se associar à cerimónia e enviou uma mensagem.
Coube ao Presidente da edilidade carregalense, Rogério Abrantes, fazer a última intervenção da Cerimónia, na abordagem à temática “Assunção de Competências na Educação – visão autárquica” após dirigir palavras de boas vindas a professores e de parabéns aos alunos distinguidos.
Sobre o mote da sua intervenção, Rogério Abrantes referiu-se às competências que, nos últimos anos, têm sido imputadas aos municípios entre as quais os transportes escolares, as refeições do 1.º ciclo e da Educação Pré-escolar, as Atividades de Enriquecimento Curricular… Responsabilidades que trouxeram enormes esforços financeiros aos municípios, sem que lhes fossem “garantidas contrapartidas duradouras no tempo”.
Perante este cenário questionou “Estarão os municípios em condições de assumir mais responsabilidades e competências? Haverá, com os contornos da realidade atual, condições para os municípios assumirem tais competências?” e assumiu que a resposta “é de enquadramento duplo. Sim, se nos detivermos na vontade dos municípios em bem fazer e em melhorar as condições de vida das suas populações. Não, se nos detivermos na impossibilidade dos municípios, principalmente os de menor dimensão como é o caso de Carregal do Sal, em assumir sem contrapartidas efetivas e duradouras a viabilização de tais responsabilidades.” Concluiu, portanto, que “o Governo tem um desafio de monta: saber criar e promover condições que nos permitam, a nós municípios, potenciar no terreno todas as vantagens que a assunção de competências poderá traduzir.”
Terminada a sessão, os professores foram presenteados com a entrega de uma lembrança oferecida pela Câmara Municipal e pelo Agrupamento de Escolas, seguindo-se um almoço convívio, na Escola Básica de Carregal do Sal.

 

 

This slideshow requires JavaScript.

Mangualde.Inaugurada a sede de candidatura de João Azevedo (PS)

O candidato à Câmara Municipal de Mangualde realçou o esforço que o seu executivo tem vindo a fazer para melhorar a qualidade de vida dos mangualdenses em várias dimensões, destacando o trabalho feito a nível da consolidação das contas públicas, o aumento do investimento público no concelho, e a baixa dos impostos. Também a captação de empresas e investimento privado, e a diminuição da taxa de desemprego, é um ponto de orgulho para o atual autarca.

“A obra está feita! Estamos a preparar o futuro. Não é uma promessa, nem uma notícia no jornal a meia dúzia de dias das eleições”, afirmou João Azevedo. “Não temos calendário eleitoral. Fazemos porque tem de ser feito”, acrescentou.

“MANGUALDE REJUVENESCEU, REVITALIZOU-SE.”

Leonor Pais, candidata à Presidente da Assembleia Municipal de Mangualde, durante o seu discurso salientou o trabalho feito até agora. “A Mangualde de agora, não é a de antigamente. Mangualde rejuvenesceu, revitalizou-se. O que Mangualde é hoje, nós não soubemos sequer sonhar face às dificuldades que sabíamos que íamos enfrentar. E esta é apenas a face visível do esforço que foi feito. Por trás disto, há um trabalho infinito que foi preciso fazer”, afirmou.

Também Ricardo Ângelo, candidato a membro da Assembleia Municipal de Mangualde, fez questão de frisar que “há um Mangualde antes de João Azevedo, há um Mangualde depois de João Azevedo”. Nesta sessão de abertura marcaram presença vários elementos da lista candidata à Câmara e à Assembleia Municipal, bem como os candidatos às Assembleias de Freguesia, entre outros militantes e simpatizantes que, rapidamente, lotaram a sala.

Edição de Julho do seu jornal amanhã nas BANCAS

Alguns dos compromissos eleitorais de algumas das candidaturas em Nelas e Carregal do Sal, que foram apresentadas nas últimas semanas.

A visita do Ministro do Ambiente a Carregal do Sal,a vitória épica de Cristiano Pereira, que se sagrou campeão mundial de atletismo IPC nos 5 000 metros, e muitos outros conteúdos do seu interesse.

Amanhã disponível em Nelas, Canas de Senhorim e Carregal do Sal.

Parada. Torneio de Futsal, Baile e Convívio “Porco no Espeto”

Vai já na III edição…
A Associação Recreativa de Parada continua a apostar anualmente no Torneio de Futsal que mobiliza os amantes desta prática desportiva e lhes faz o gosto ao pé durante quase duas semanas, no Polidesportivo da Freguesia.
Este ano, o pontapé de saída foi a 30 de julho mas até ao dia 11 de agosto, as equipas participantes vão suar a camisola para tentarem arrecadar o primeiro prémio do Torneio no valor de 150,00 €uros.
Ao todo, seis equipas – Grupo Amigos de Parada; RMA (Carregal do Sal); Tó Neves Tratorista de Papízios; Entre Amigos (São João de Areias); Fiais da Telha e NGA (Santa Comba Dão), disputam o Torneio que atribui prémios a todas as equipas participantes; ao melhor marcador; ao melhor guarda-redes e a taça de disciplina.
Os próximos jogos realizam-se nos dias 4, 5, 8, 9, 10 e 11 (final). Mas pelo meio, a organização convida também para outras iniciativas: no dia 4, um baile no recinto dos jogos, com a Banda Som d’Côco e no dia 6, o convívio “Porco no Espeto”

“I Love Dão – Casas da Fraga” aposta no turismo de natureza

Visitámos o turismo em espaço rural “I Love Dão – Casas da Fraga”, localizado em Beijós, no passado mês de junho. A Helena e a Catarina receberam-nos de braços abertos e contaram-nos um pouco mais sobre este recente empreendimento turístico.
A “I Love Dão – Casas da Fraga” é composta por seis casas que aliam a bela traça rústica exterior, que caracteriza a região do Dão, com um interior desenhado de forma a oferecer todo o conforto necessário aos seus hóspedes. Estas estão inseridas num espaço rodeado pela natureza onde os sons predominantes são oferecidos pela fauna e flora existentes. Além das seis casas, este empreendimento turístico é constituído também por uma piscina, uma zona de grelhador e forno, bem como por uma horta comunitária onde os hóspedes podem recolher gratuitamente todos os hortícolas que desejarem.

This slideshow requires JavaScript.

Quanto à estratégia seguida pela “I Love Dão – Casas da Fraga”, a resposta foi bastante clara: oferecer uma experiência turística integrada de alta qualidade, mostrando o que de melhor existe na região do Dão. Para tal, a “I Love Dão – Casas da Fraga” colabora com um vasto leque de parceiros (empresas locais) que oferecem serviços de animação turística, bem como experiências culturais, gastronómicas e vínicas.

De acordo com as avaliações realizadas pelos seus hóspedes desde julho de 2015 em várias plataformas on-line, parece que a referida estratégia está a dar frutos. Por exemplo na plataforma Booking.com, a “I Love Dão – Casas da Fraga” exibe uma classificação de 9.6 em 10, contando já com mais de 90 comentários.