O Medo e a Intimidação em Canas, em dia de desfile dedicado à LIBERDADE DE IMPRENSA

É uma verdade o que o nosso leitor on line acaba de publicar no nosso Blogue … o medo existe em Canas. Fomos hoje intimidados nesta vila, por um personalidade com grandes responsabilidades locais. O estilo trauliteiro, intimidatório, caciqueiro e rude de estar na vida, típicos de senhores feudais, ou ditadores de repúblicas de bananas, tem os dias contados. Vivemos em democracia e dela não sairemos … desenganem-se aqueles que pensam que todos são cobardes como eles. Portugal criou a democracia e a coragem para enfrentar a cobardia e a tentativa de limitação a uma das grandes conquistas de Abril – a liberdade de expressão e de imprensa.

José Miguel Silva

MAIS TARDE imagens do grande desfile de carnaval de crianças, do Agrupamento de Escolas de Canas, dedicado curiosamente à Comunicação Social e à liberdade de imprensa … um bom exemplo que vai ser documentado nesta edição on line.

Manuel Marques confirmado Vice Presidente da CCDRC, segundo o jornal “As Beiras”

De acordo com uma informação avançada na passada Terça Feira, pelo diário “As Beiras”, Manuel Marques acaba de ser nomeado Vice Presidente da CCDRC, estando de acordo com aquele jornal,desfeita qualquer dúvida sobre este assunto, depois de uma demora mais do que o previsto nesta nomeação e depois do próprio Presidente nomeado, Norberto Pires, atual administrador da “Coimbra Inovação” e Prof. Universitário na Lusa Atenas,não ter sido o primeiro nome indicado (seria um nome do distrito de Aveiro).O outro Vice-Presidente nomeado, é um técnico do distrito de Viseu, da confiança pessoa do atual Secretário de Estado da Economia, Almeida Henriques. E proclamava o atual governo PSD/CDS-PP, o velho e gasto slogan “no jobs for the boys”.

Carnaval de Canas ….mais novidades

Mais um comentário de um leitor on line …afinal tudo em suspenso … Questão fulcral para o editor desta edição on line …. porque nos percursos que a GNR tem não há cruzamento nas Avenidas ?

Comentador :

“Querem tapar os olhos a um cego? O que o jornalista escreveu no jornal tem um fundo de verdade.Porque é que irá sair um comunicado conjunto? É porque havia divergências e toda a gente de Canas sabe só que o estado de “medo” é tanto que ninguém ousa dizer a verdade. Embora o Presidente da Junta já tenha, mais uma vez, amainar as hostilidades elas continuam disfarçadas pois não haverá, tal como o ano passado, cruzamento nas avenidas embora já haja despique. Os percursos que foram entregues na GNR não existe cruzamento algum entre os dois corsos, porquê? Sinais que está tudo bem? Não me parece”.

Fundação Lapa do Lobo promove leitura encenada de “Há fantasmas cá em casa”

É mais um evento de grande valia cultural, que a Fundação Lapa do Lobo vai promover nos próximos dias 25 de Fevereiro, 3 de Março e 10 de Março.
Com um livro aberto, um microfone, um cadeeiro e silêncio, muito silêncio, vai decorrer em 3 episódios, nas datas referidas, pelas 21h30m, no auditório Maria José Cunha, a leitura do conto “Há fantasmas cá em casa”,direcionado para todos os públicos. A história baseia-se na obra “O Fantasma de Canterville”, do famoso escritor Irlandês, Oscar Wilde, expoente máximo da literatura Vitoriana, que se notabilizou com o mítico romance “O Retrato de Dorian Grey”, uma obra prima que vale a pena conhecer.

Esclarecimento – Carnaval de Canas

A notícia que publicámos no nosso jornal, sobre a alegada polémica entre os Bairros de Canas, foi hoje desmentida por alguns leitores. Apenas temos a informar que se há erros, aqui nos penitenciamos como habitualmente. Até por isso, aqui reproduzimos um comentário de um leitor, que não se identificou. De qualquer forma reafirmamos, que no nosso jornal, nunca existiram, existem ou existirão outros interesses ocultos, que não sejam o de informar com rigor e imparcialidade :

“Caro José Miguel Silva, tenho a informar que este ano não houve nenhum tipo de discussão entre Paço e Rossio acerca do percurso e nem esteve em causa o local onde iria decorrer o despique. A notícia que saiu no jornal impresso é uma vergonha e possui muitas informações completamente erradas. Em 1º lugar,nunca a Associação do Paço quis ou sequer mencionou querer o despique no Largo Abreu Madeira. Em 2º lugar, os bailes nunca se realizaram junto à Junta, o Rossio fazia na Praça e o Paço nos Bombeiros. Em 3º, ambos os bairros têm conjuntos bastante conhecidos, no Paço são os Alta Frequência e no Rossio não estou bem certo em relação ao nome do conjunto. Na minha opinião, esta notícia veio para afastar as pessoas do Carnaval de Canas, visto o Presidente da Associação de Municípios ter mencionado o nosso carnaval e não o de Nelas”.

Bairro da Igreja aposta num cortejo cheio de cor e alegria

– Qual o orçamento para 2012?
Está orçamentado mas ainda não está contabilizado.

– Qual o valor de financiamento do Município para esta atividade?
Sete mil e quinhentos euros.

– Quais as empresas envolvidas e valor do investimento privado?
Podemos dizer que temos dois tipos de investimento privado: o das empresas e o humano.
O das empresas que nos ajudam não só nesta atividade como nas outras atividades que temos ao longo do ano e às quais fica aqui o nosso agradecimento pois a sua ajuda é preciosa.
E o investimento “humano” de todas as pessoas que direta ou indiretamente nos ajudam e que tem sido fundamental e às quais também agradecemos.

– Quais as principais dificuldades encontradas em 2012
As principais dificuldades em 2012 … a crise … quer a financeira quer a humana porque uma “arrasta” a outra …

– Qual o tema escolhido para este ano?
O tema é surpresa

– Qual o grupo a destacar?
Não temos nenhum grupo a destacar, para nós todos são fantásticos

– Quantas pessoas envolvidas na preparação deste evento?
É-nos difícil dar um número em concreto pois depende da disponibilidade das pessoas. Hoje podem ir seis como amanhã trinta como depois de amanhã quinze.

– Quantos figurantes estão já inscritos
Entre 300 a 400 pessoas

– Quantos figurantes estão previstos para os grupos do vosso Bairro
As inscrições ainda estão a decorrer nos dias 19 e 21 vamos ver … como já referimos temos entre 300 a 400 pessoas inscritas

– Número de carros previstos
Este ano reduzimos de seis para cinco.

– Quantos carros vão sair no domingo?
Cinco

– Quantos vão sair na terça-feira?
Cinco

– Quais as ruas da Vila o corso do vosso bairro vai percorrer?
As ruas que tem sido nos anos anteriores: Saída da Associação – R Comandante Armando Monteiro Ribeiro Pereira (Titanic) – Av. Da Restauração – Praça do Município – Av. Da Restauração – Av. João XXIII – Rua Luís de Camões – Largo Francisco Gonçalves da Costa – Rua Gago Coutinho – Largo da Cavalaria – Praça do Município

– Onde terá lugar a troca de Rainhas?
Praça do Município

– Quem será a Rainha ou rei deste Carnaval 2012.
A nossa rainha é eleita por todas as pessoas que nos ajudam na elaboração do Carnaval e é essa eleição é realizada no fim de semana antes do Carnaval neste momento, essa eleição ainda não se realizou.

Cimo do Povo com orçamento curto, aposta nos Trapalhões e inova nos carros alegóricos

André João, recém eleito presidente da Associação do Cimo do Povo, dá-nos conta em entrevista exclusiva, dos preparativos para o carnaval do próximo fim de semana, assumindo que é aquele de “maior aperto” para Associação, nos últimos anos, fruto de uma crise que tem afetado de forma dramática o Associativismo.

Qual o orçamento do carnaval 2012?

O orçamento para este ano é muito inferior ao de anos anteriores. O carnaval é um evento da Associação Cimo do Povo que tem um custo bastante elevado. Sem apoio do Município não seria possível a sua realização. Não podemos arriscar fugir ao orçamento definido, pois com a actual lei, são os dirigentes da associação quem responde com o seu património sobre as dívidas da instituição. A titulo de exemplo, refiro os custos que a Associação tem que suportar junto da Sociedade Portuguesa de Autores – cerca de 600 euros, para poder colocar o Carnaval nas ruas de Nelas.

Qual o valor de financiamento do Município para esta actividade?

Foi hoje aprovada uma verba de 7.500 euros para cada Associação, um valor que fica muito aquém dos anos anteriores.

Quais as empresas envolvidas e valor do investimento privado?

A associação conta com o apoio logístico de pequenas empresas do Concelho, sendo de realçar na actual conjuntura, o apoio com material, dado pela empresa Lusofinsa.
Quais a principais dificuldades encontradas em 2012?

Alem das dificuldades económicas, o Cimo do Povo também se depara com a dificuldade em ter voluntários mais jovens para a preparação de todo o evento. São as pessoas mais velhas e muito ligadas à associação, que se dedicam à construção dos carros alegóricos. Os mais novos estão disponíveis para participar nos desfiles de domingo e de terça feira, mas não se envolvem na sua preparação.
Dois meses antes do Carnaval trabalham cerca de 40 pessoas diariamente na construção de carros e fatos para o desfile. Estas pessoas fazem o seu trabalho em regime de voluntariado, mediante a disponibilidade de cada um.

Qual o número de carros alegóricos que irão ter a desfilar pelas ruas de Nelas?
Vamos ter 5 carros no desfile

Qual o tema escolhido para este ano?

O tema escolhido para este ano é OS TRAPALHÕES
Este tema poderá ser apreciado nos cinco carros alegóricos. No desfile destaco o grupo de foliões junto do carro de abertura do desfile e o outro grupo junto do carro da Rainha do Carnaval.

Os restantes carros do desfile serão acompanhados por outros grupos com o mesmo tema.
Quantos figurantes estão já inscritos?

Ate ao momento perto de 200 inscritos

Quantos figurantes estão previstos para os grupos do vosso Bairro?

Previstos cerca de 250 figurantes.

Como está a decorrer a preparação dos fatos?

A preparação está a decorrer com normalidade, pois estamos a reaproveitar tecidos e peças de anos anteriores.

Quais as ruas da Vila, que o corso do vosso bairro vai percorrer?

Vai percorrer o trajeto do ano passado. Saindo das instalações do Cimo do Povo em direcção À Praça do Município pela Rua D Afonso Henriques. Depois segue pela Av. João XXIII até junto da rotunda da Igreja de Nelas. Na rotunda da Igreja segue para a rua Sacadura Cabral até as quatros esquinas, para ai percorrer a Rua Gago Coutinho.

É tradição a Rainha de cada Bairro trocar de carro alegórico. Onde terá lugar a troca de Rainhas?

A troca de Rainhas terá lugar no LARGO DO MUNÍCIPIO

Este ano o Cimo do Povo terá um Rei ou Rainha a desfilar?

Será uma Rainha.

Que novidades teremos este ano no vosso desfile ?

Está a ser preparado com bastante secretismo um carro alegórico. Este carro surge a partir de uma ideia que remonta ao final dos anos 70 e que nos foi apresentada por antigos directores. Pensamos que será uma agradável surpresa para todos os que visitarem o Concelho de Nelas e a nossa tradição de Carnavalesca.
André João destaca ainda o excelente trabalho que está a ser desenvolvido por todos os voluntários, aos quais agradece toda a colaboração.

Carnaval em Canas com o brilho e tradição habitual

– Diferendo entre o Paço e Rossio está resolvido

De acordo com uma informação que chegou à nossa redação, o Carnaval de Canas de Senhorim manterá o seu brilho habitual, tendo os Bairros do Paço e Rossio chegada a acordo, quantos aos trajetos dos corsos, que serão os habituais, mantendo-se também o despique nas 4 esquinas. Em relação aos tradicionais bailes, chegou-nos a informação que o Paço contratou o conjunto musical Alta Frequência, para o Baile de Domingo.

Câmara aprovou hoje taxa de 15 mil euros por mangueira em postos de combustível

Foi hoje aprovada em reunião de Câmara, uma taxa de 15 mil euros, por cada mangueira de abastecimento, nos postos de combustível do concelho. Numa reunião marcada pela ausência da presidente da Câmara, Isaura Pedro, do vice presidente, Manuel Marques e ainda do vereador, Osvaldo Seixas,a liderar os trabalhos esteve então a vereadora Maria Antónia Figueiredo, que de acordo com a agenda, colocou à votação o aumento da taxa sobre os postos de combustível, para 15 mil euros por mangueira. Este valor foi considerado “exorbitante”, pelos vereadores do PS, Adelino Amaral e Hélder Ambrósio, que votaram contra a proposta, que acabou por ser aprovada com o voto de qualidade de ….Maria António Figueiredo. Esta reunião de Câmara “sui generis”, será desenvolvida na próxima edição do nosso jornal.

Câmara continua a contratar

Contrariando claramente o que tem vindo a ser dito pelo atual executivo, que não pode proceder a novas contratações, não tendo sido renovados dezenas de contratos a prazo, a verdade é que como se pode ver no site da autarquia, a edilidade liderada por Isaura Pedro continua a contratar técnicos e mais técnicos. Desta vez foram contratadas duas técnicas superiores para as áreas de Desporto e Animação Cultural. Certamente devem fazer falta a uma Câmara que como temos vindo a evidenciar, tem tudo menos falta de pessoal. Lembramos que é de longe a Câmara da região com mais trabalhadores per capita – enquanto por exemplo a autarquia de Viseu, liderada por Fernando Ruas, tem cerca de 10 por cada mil habitantes, Nelas tem 23 – um feito notável.

Avisos :

– Celebrado contrato de trabalho em Funções Públicas por tempo indeterminado, com a trabalhadora Sílvia Isabel Soares Pais, com a carreira e categoria de Técnica Superior, na área funcional de Desporto/Educação Física.
– Celebração de contrato de trabalho em Funções Públicas por tempo indeterminado, com a trabalhadora Susana Margarida Camões Martins, com data a partir de 01 de janeiro de 2012, com a carreira e categoria de Técnica Superior, na área funcional de Animação Cultural.

Repartição de Finanças também deverá ter o seu destino traçado – encerramento

O verdadeiro “tufão” troikiano de reformas, que o governo PSD/CDS-PP (veremos com que frutos) ainda amplificou, está a devastar os serviços públicos no concelho de Nelas, de forma muito mais violenta do que noutros concelhos. Como já havíamos noticiado anteriormente, a repartição de finanças de Nelas é outro dos serviços que deverá encerrar. Fonte contactada pelo nosso jornal, deu-nos conta do “futuro incerto” da repartição de Nelas, pese embora “durante este ano ainda deva manter-se em funcionamento”. A ideia que o governo tem é serem as próprias Câmaras Municipais a passarem a arrecadar os impostos, pelo menos aqueles que são receitas suas – IMT, Derrama,IMI, e ainda parte do IRS.

Manuel Marques e o nosso jornal

Engraçado um comentário e insinuação de um leitor nosso, que acabámos de publicar, de que existirá uma relação privilegiada entre Manuel Marques e o nosso jornal. A questão é que o ainda Vice Presidente da autarquia é neste momento o único elemento do atual executivo que não se furta a dar entrevistas, comentários, reações e quaisquer informações ou esclarecimentos. A título de exemplo, na nossa última edição pretendiamos publicar 2 entrevistas, com o Presidente da Assembleia Municipal, António Pereira, e com o vereador do CDS/PP, Jorge David Paiva. Ambos foram recetivos, mas não nos enviaram as respostas às questões colocadas.
O jornalismo vive de informação, para quem não saiba ….

Manuel Marques ainda não tomou posse na CCDRC

Manuel Marques acaba de nos comunicar que ainda não tomou posse como vice presidente da CCDRC. Depois de nos ter informado que “era para ontem” essa tomada de posse, ao que parece o processo está atrasado. Assim sendo, Marques mantém-se para já no lugar de vereador em permanência e vice presidente, mas na prática já renunciou ao cargo, pois como nos informou “já comuniquei à Sra. Presidente da Câmara que aceitei o lugar na CCDRC”. Ou seja, apenas está em causa uma questão de tempo …a menos que ao convite dirigido a Manuel Marques, não corresponda a sua nomeação e tomada de posse, o que seria um volte face quase inédito, pois lembramos que tendo nós avançado em primeira mão, neste espaço, esta informação, ela foi amplamente veiculada na comunicação social nacional.

Artur Jorge Ferreira renuncia ao cargo de adjunto de Isaura Pedro

É mais uma baixa importante na equipa do atual executivo camarário, liderado por Isaura Pedro. Depois da renúncia da Manuel Marques ao cargo de vice-presidente da autarquia e vereador em permanência, é agora a vez do social democrata Artur Jorge Ferreira, até aqui adjunto da presidente da Câmara, abandonar este cargo e regressar ao serviço local de finanças, de onde saiu em 2009. Na próxima edição impressa do nosso jornal, desenvolveremos este assunto, com declarações do ex adjunto de Isaura Pedro.

Câmara corta de forma “violenta” subsídios para o Carnaval 2012

Mesmo em cima da hora, já quando as Associações têm em curso a preparação do Carnaval 2012, a Câmara de Nelas (uma das 38 no país em situação de “colapso financeiro”, segundo a revista Visão), decidiu ontem cortar em cerca de 50% o subsídio concedido às Associações de Canas e Nelas, para a organização do Carnaval 2012. Aqui reproduzimos a declaração de voto que os vereadores do PS, Adelino Amaral e Hélder Ambrósio, fizeram chegar à nossa redação :

“Os vereadores do Partido Socialista votam contra os valores dos subsídios constantes da proposta apresentada, a atribuir às Associações que organizam os Carnavais de Nelas e de Canas de Senhorim.
Para além dos valores propostos serem manifestamente insuficientes para garantir a cobertura de uma parte das despesas que as Associações suportam, entendemos que todos os apoios que a Autarquia deve prestar para a realização dos Carnavais de Nelas e Canas de Senhorim, das Marchas Populares e de outras actividades de carácter cultural, devem ser objecto de protocolos a negociar e estabelecer com as Associações, em que fiquem claramente expressas as responsabilidades de cada um dos contraentes”.

Isaura Pedro vai reunir amanhã com o presidente da ARS

– Em causa a falta de médicos nos Centros de Saúde de Nelas e Canas

A Presidente da Câmara Municipal de Nelas, Isaura Pedro, vai reunir amanhã em Coimbra, com o Presidente da Administração Regional de Saúde do Centro, José Tereso, no sentido de concertarem posições relativamente à situação do Centro de Saúde de Nelas e de Canas de Senhorim e ao futuro da Unidade de Saúde familiar de Nelas, bem como definirem um conjunto de medidas que visem colmatar a falta de médicos no Concelho e minimizar a atual incapacidade de resposta do serviço de saúde à população.
O nosso jornal já solicitou ao gabinete de Isaura Pedro, o envio de uma nota com as conclusões da reunião, logo após a sua realização.

Tribunal de Nelas deverá encerrar em breve

O Tribunal da Comarca de Nelas, é um dos que está indicado para encerrar, de acordo com a informação avançada na comunicação social nacional e no que diz respeito à reorganização do mapa judiciário, que a Ministra da Justiça, Paula Teixeira da Cruz, quer implementar de forma célere. Desenvolveremos este assunto na próxima edição impressa do nosso jornal, que estará nas bancas antes do carnaval.

Estado coloca Bombeiros em rutura financeira

– Em causa os valores pagos pelo Ministério da Saúde para o serviço de ambulância

É mais um forte sinal da crise, que poderá mesmo colocar em causa os serviços básicos, ao nível da saúde e da proteção civil, tal como os conhecemos desde o 25 de Abril. A Liga de Bombeiros Portugueses (LBP), lançou um alerta para a possibilidade das corporações de bombeiros, um pouco por todo o país, poderem “paralisar o socorro e encerrar os seus quartéis, no período nocturno, caso o estado não aumente os preços dos quilómetros pagos às ambulâncias, assim com aumente as taxas de saída, uso de oxigénio e horas de espera”. Jaime Soares, autarca de Poiares do PSD, e responsável máximo da Liga, avisou de forma clara “falta dinheiro aos bombeiros”, ao mesmo tempo que ameaçou com “paralisação total de serviços” e ainda uma manifestação em Lisboa “com milhares de ambulâncias e outras viaturas”. De acordo com o dirigente da LBP “a nova lei de transporte de doentes não urgentes, colocou 80% das corporações em risco de falência”. “Mil pessoas já foram despedidas e há corporações que já estão a vender ambulâncias e outro bens do seu património, para fazer face à situação”, assegurou.
O nosso jornal já pediu entretanto um comentário e ponto de situação, às duas corporações de bombeiros de concelho – Canas e Nelas.

Carnaval de Canas ao rubro

Paço e Rossio não se entendem mais uma vez e este ano, tudo indica, poderemos mesmo vir a ter corsos completamente separados, não se encontrando nem se cruzando os bairros de Canas, podendo vir a perder-se mesmo aquela que é uma das mais antigas tradições carnavalescas, de um dos mais antigos carnavais do país – o despique nas 4 esquinas. Este assunto será desenvolvido na próxima edição do nosso jornal, que será editada antes do carnaval.

Fundação Lapa do Lobo exibe “Cinema Paraíso”

É sem dúvida uma boa notícia e mais uma excelente escolha, no vasto programa cultural que a Fundação Lapa do Lobo disponibiliza no seu edifício sede. Desta vez será exibido, no próximo dia 29 de Janeiro, pelas 16h30m, o clássico da 7ª arte “Cinema Paraíso”, de Giuseppe Tornatore. Por muitos aclamado como uma obra prima do cinema, a película conta-nos a história de um pequeno cinema, numa pequena vila situada na ilha da Sicília. Os 125 minutos do filme são uma verdadeira homenagem a todos os cinéfilos.