Futsal.ABC de Nelas termina Nacional da II Divisão líder, sem derrotas

A equipa de Nelas, no escalão sénior de Futsal, assegurou hoje, 15 de maio, a presença nos campeonatos nacionais na próxima temporada. 

Assim os Nelenses irão disputar a próxima fase com o Fafe, o Paços de Ferreira e uma 4ª equipa que falta apurar na série C. Irão assim fazer três jogos. O 1º e 2º classificado ficam na 2ª divisão, os outros passam para a 3ª (nova divisão nacional).

Os primeiros de cada fase irão jogar o Play Off de acesso à LIGA PLACARD.

Governo indemniza de forma compensatória SIRESP S.A.

O Governo aprovou a atribuição de uma indemnização compensatória de 11 milhões de euros à empresa SIRESP S.A. para garantir, durante o segundo semestre deste ano, o cumprimento das obrigações de interesse e serviço públicos relativas ao Sistema Integrado das Redes de Emergência e Segurança de Portugal (SIRESP).

A decisão foi aprovada ontem em Conselho de Ministros eletrónico, coincidindo com a promulgação pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, do decreto-lei do Governo que define o modelo transitório de gestão, operação, manutenção, modernização e ampliação da rede SIRESP.

Esta solução transitória destina-se a assegurar o funcionamento ininterrupto da rede SIRESP após o dia 30 de junho e por um período máximo de 18 meses, quando estará a funcionar o modelo institucional – também criado pelo diploma promulgado ontem – de desenvolvimento da área das tecnologias, comunicações e comunicações de emergência do Ministério da Administração Interna (MAI).

Este modelo da estrutura de gestão integrada do SIRESP inclui a área tecnológica da Rede Nacional de Segurança Interna, as comunicações, o 112.pt, as comunicações de emergência e as bases de dados dos serviços e organismos da Administração interna.

Essa gestão integrada vai ficar a cargo de uma entidade da administração indireta do Estado, a criar e com a sua orgânica e estatutos a aprovar no prazo de 180 dias, que integrará as valências existentes nos serviços e organismos tutelados pelo MAI.

Até lá, cabe à empresa SIRESP – Gestão de Redes Digitais de Segurança e Emergência, S.A. e à Secretaria Geral do MAI (SGMAI) darem continuidade aos procedimentos de aquisição dos bens e serviços necessários ao funcionamento ininterrupto da rede SIRESP – o que abrange a sua conceção, fornecimento, instalação, operação, manutenção, modernização e ampliação operacional e tecnológica.

A verba relativa à indemnização compensatória agora aprovada é assumida pelo orçamento da SGMAI.

Ciclovia em Nelas com mais de 3km

Foi assinado na passada quarta-feira, dia 12 de maio de 2021, pelo Presidente da Câmara Municipal de Nelas, José Borges da Silva, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, o auto de consignação com o empreiteiro, empresa “A. M. Cacho & Brás, Lda“, de Condeixa-a-Nova, que foi representada neste ato pelo Eng. Pedro Miguel Fernandes, e marca o arranque da obra de construção da Ciclovia na Variante de Nelas, entre a Rotunda do Milénio – Rotunda da Vinha – Nova Rua António Ferreira Garcia, num investimento de mais de 600.000€, numa extensão de mais de 3Km de ciclovia.
Este investimento foi aprovado no âmbito de uma candidatura efetuada ao Aviso PAMUS (Plano de Ação de Mobilidade Urbana Sustentável), no Centro2020 da CCDRC, e contará com o apoio financeiro de fundos comunitários de 85%, constituindo uma excelente infraestrutura de mobilidade externa à malha urbana da Vila de Nelas, em particular, como alternativa ao veículo automóvel nas acessibilidades às suas Zonas Industriais Norte e Sul.
O arranque dos trabalhos, cujo prazo de execução é de 10 meses, ocorrerá ainda durante o corrente mês de maio, segundo assegurou o empreiteiro.
Maior mobilidade e melhor acessibilidade à malha urbana e ao tecido empresarial é um compromisso que tem vindo a ser cumprido por parte da Câmara Municipal e continuará a ser realizado noutros locais e noutras localidades.
Fonte: Município Nelas Página no Facebook

Nelas: Corte de água temporário

Dr. José Borges da Silva, Presidente da Câmara Municipal de Nelas, TORNA PÚBLICO que o abastecimento de água pública vai estar condicionado, com eventuais cortes no abastecimento, na freguesia de Nelas devido à necessidade de ligação da adutora do Novo Reservatório de Nelas ao Reservatório Elevado de Nelas a partir das 8h00 até às 14h00 do dia 18 de maio de 2021.
Para constar e para os devidos efeitos se publica o presente EDITAL e outros de igual teor que vão ser afixados nos lugares públicos do costume.
Paços do Concelho, 14 de maio de 2021
O Presidente de Câmara,
Dr. José Borges da Silva

Partido Chega anuncia candidaturas no Distrito de Viseu

No próximo dia 17 de maio, pelas 19:00, no Hotel Grão Vasco, será feito o anúncio de “candidaturas a algumas Concelhias do Distrito de Viseu pelo Presidente do Partido Chega, Doutor André Ventura”, refere o partido numa  informação que chegou à nossa redação.

Paulino de Almeida, sublinha que “as regras ainda em vigor por via do Covid impedem uma cerimonia alargada, como seria o desejo de tantos militantes e obriga  enorme contenção na gestão dos espaços onde será feito o anúncio e o subsequente jantar.”

Mangualde. Câmara investiu em soluções para cães e gatos

O Municipio de Mangualde investiu cerca de 100 mil euros na ampliação do Centro de Recolha Oficial Intermunicipal (CROI), instalado no Satão e do qual fazem parte também os Concelhos de Satão, Penalva do Castelo e Aguiar da Beira. Esta ampliação permitiu aumentar o número de cercas para abrigar os animais, construir uma nova área para gatil, bem como um parque de exercício para cães. Foram ainda plantadas árvores de forma a oferecer sombra e melhorar o bem-estar animal. Toda esta ampliação foi aprovada pela Direção-Geral de Alimentação e Veterinária.

Para assinalar o momento estiveram presentes os Presidentes de Câmara Municipal dos quatro Municípios associados neste CROI, bem como a Direção-Geral de Alimentação e Veterinária, vice-presidentes e membros da assembleia do CROI dos respetivos Municípios. A Câmara Municipal de Mangualde está ainda neste tema a trabalhar com a GRUMAPA (Grupo Mangualdense de Apoio e Proteção aos Animais) para nas suas instalações serem criados Parques de Acolhimento de Matilhas e aumentar a capacidade de resposta.

“A problemática dos animais errantes tem crescido ao longo do tempo, gerando problemas de segurança e de saúde pública, suscitando assim respostas por parte da autarquia“- destacou Elísio Oliveira, Presidente da Câmara Municipal de Mangualde.

Nota de Imprensa da CM de Mangualde

Coligação PSD/CDS: Francisco Rodrigues dos Santos vai ser apresentado publicamente

A coligação PSD/CDS de Oliveira do Hospital “Unidos para Construir o Futuro”, vai apresentar amanhã, 15 de maio, pelas 16h no Largo Ribeiro do Amaral (Jardim Dr. Oliveira Mano), como primeiro Candidato à Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital, Francisco Rodrigues dos Santos.
A informação é de fonte ligada à candidatura, embora ainda não seja oficial. O atual líder nacional do CDS, terá consigo a presença de dirigentes nacionais e regionais de ambos os partidos.

Avelino Marques é candidato à  União de Freguesias de Ázere e Covelo

Tendo a missão de trabalhar por um futuro melhor da sua terra, com um foco na juventude e na criação de condições para que ali se fixem, vivam, invistam e se sintam bem.  

Um homem que é profundo conhecedor das necessidades da união de freguesias, mas também com a plena consciência da enorme necessidade de muito ter que trabalhar para se conseguir oferecer as condições de vida e sociais que são elementares para a qualidade de vida de todos.

Tem um passado que lhe é reconhecido pelo seu mérito e que dele não abrirá mão no seu compromisso com os seus fregueses.
Nota da candidatura de Fernando Tavares Pereira (PSD/CDS) à Câmara de Tábua

Concelho de Nelas: Maratona de concertos

O Concelho de Nelas este fim-de-semana será palco de uma maratona de concertos, numa iniciativa conjunta entre Paróquias, a Fundação Lapa do Lobo, o Município de Nelas e a Orquestra sem Fronteiras (OSF).

Uma iniciativa singular da OSF, com direção e apresentação a cargo do maestro Martim Sousa Tavares.

Uma forma de promover o acesso à cultura, levando a música clássica às localidades pouco habituadas a estes eventos, dando a oportunidade de assistir a concertos gratuitos.

O programa consiste nas obras Adagio Celeste e Divertimento, ambas do compositor E. Rautavaara.

Com Entrada Gratuita, limitado à lotação do espaço, a Maratona de Concertos passa por:

15 maio (sábado)

Carvalhal Redondo, Capela da Nª Srª do Viso, às 17h00

Canas de Senhorim, Igreja Matriz, às 21h00

16 maio (domingo)

Santar, Igreja Matriz, às 10h30

Lapa do Lobo, Fundação Lapa do Lobo, 15h30

Para assistir ao Concerto de domingo às 15h30 na Fundação é obrigatório efetuar reserva: 232 671 084.

Relembramos que é importante continuarmos a cumprir as medidas implementadas pela DGS:

– Higienização das Mãos

– Uso de Máscara

– Distanciamento social

Fonte: Página no Facebook da Câmara Municipal de Nelas

Depois de chuva e neve, calor abrasador

Este fim de semana  o tempo vai alterar-se abruptamente. Depois da chuva e da queda brusca das temperaturas, que incluiu até um nevão na Serra da Estrela, prepare-se para o calor intenso, que vai começar já esta sexta-feira pelo Sul do país.  As temperaturas chegarão perto dos 30ºC e depois subirão até aos 33ºC ao longo dos dias seguintes.

Será assim no Algarve, onde em Faro estão previstos 33ºC de máxima de domingo até ao fim da semana. No Alentejo, onde Beja andará entre os 29ºC e os 34ºC e Évora entre os 28ºC e os 33ºC. Ou no litoral sul, com Setúbal entre os 25º e os 30ºC e Lisboa também entre os 25º e os 29º. Depois é como se o país se dividisse ao meio: do Tejo para cima, apesar de o sol estar de volta e não se prever chuva, as temperaturas serão mais amenas, e não haverá estes saltos de quase dez graus em apenas dois dias, como vai acontecer a Sul. O dia mais quente será o de quinta-feira, 20.

Já na região de Viseu, as temperaturas máximas vão continuar amenas, com a previsão a apontar para alguma chuva e os termómetros a não ultrapassarem os 20 graus.

 

Dão promove conferência internacional sobre sustentabilidade

“Vine & Wine Sustainability” é o mote da conferência da 11ª edição do Dão Primores – Colheita 2020, que irá reunir vários especialistas, nacionais e estrangeiros.

 Este ano o Dão Primores, evento organizado pela Comissão Vitivinícola Regional do Dão (CVR Dão) em parceria com o Instituto Politécnico de Viseu (IPV), decorrerá num novo formato. Assim, no dia 21 de maio, o Instituto Politécnico de Viseu será o palco da conferência “Vine & Wine Sustainability”, o mais completo seminário sobre sustentabilidade no setor do vinho, organizado no âmbito das Dão Innovation Sessions.

Este encontro – que conta com o apoio de The Porto Protocol – reúne alguns dos maiores especialistas nacionais e estrangeiros em torno de um dos temas mais atuais e urgentes, a sustentabilidade da Vinha e do Vinho analisando casos, perspetivas e possibilidades.

Entre outros, estarão programas de sustentabilidade tidos como de referência, nomeadamente a Equalitas de Itália e “Sustainable Winegrowing” da Nova Zelândia, a visão do “trade” e dos consumidores nos diferentes mercados, o monopólio Norueguês, num painel internacional moderado por Nick Breeze, jornalista especializado em clima e cofundador da “Cambridge Climate Lecture Series”, além de painéis sobre o caso português: o programa implementado no Alentejo e as práticas implementadas por produtores e cooperativas. Contamos também com a visão do Instituto da Vinha e do Vinho e da ViniPortugal.

O encerramento da conferência estará a cargo de Ana Abrunhosa, Ministra da Coesão Territorial.

“Com o contexto atual que vivemos, devido à pandemia, tivemos que alterar o formato do evento e pareceu-nos, mais do que nunca, pertinente discutir a sustentabilidade no setor vínico na medida em que iniciamos o nosso próprio programa de sustentabilidade, em parceria com as CVR´s que integram a Região Centro. Para isso teremos vários especialistas, tanto nacionais como estrangeiros, que abordarão temas relevantes”, explica Arlindo Cunha, Presidente da CVR Dão.

A par da conferência, e tal como aconteceu em edições anteriores do Dão Primores, serão entregues os prémios “Os Melhores Vinhos do Dão no Produtor”, além da atribuição do diploma “O Grande Vinho do Dão – IPV”.

A conferência será transmitida online nas redes sociais e no Youtube dos Vinhos do Dão.

Nota de Imprensa

Riportico assegura fiscalização da obra de conservação do edifício do Supremo Tribunal de Justiça

A Riportico, uma das melhores consultoras de engenharia em Portugal, foi a empresa responsável pela Fiscalização e Coordenação de Segurança e Saúde das obras de conservação e restauro das instalações do Supremo Tribunal de Justiça, na Praça do Comércio, em Lisboa, que foram inauguradas ontem, dia 13 de maio. A empreitada decorreu durante mais de dois anos em toda a estrutura do edifício, do Salão Nobre aos gabinetes dos conselheiros, incluindo a construção de uma biblioteca, aberta agora ao público. A cerimónia de inauguração do edifício contou com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

A empreitada de remodelação do edifício representou um investimento de quatro milhões de euros, financiados pelo Instituto de Gestão Financeira e Equipamentos da Justiça (IGFEJ). «Todos os trabalhos de requalificação e conservação do edifício foram acompanhados pela Riportico, que esteve no terreno com uma equipa multidisciplinar composta por coordenadores de segurança e engenheiros residentes, nomeadamente engenheiros mecânicos e engenheiros eletrotécnicos, que deram resposta nas várias fases de trabalho para garantir um resultado final de excelência ao nível da qualidade da obra», explica Davide Borges, gestor da Riportico Engenharia.

A infraestrutura era composta por três prédios que não tinham ligação entre si, existindo pequenas passagens em dois dos quatro andares. Desta intervenção resultou a ampliação das áreas afetas aos serviços, pela utilização das zonas anteriormente ocupadas pela Cruz Vermelha Portuguesa e pela Farmácia, tendo a maior intervenção sido realizada no piso térreo, onde foi concretizada a ligação entre os três prédios, tornando-os espaços de trabalho modernos, e aberta uma galeria ao público. A intervenção incluiu ainda a construção de uma biblioteca no bloco central do primeiro andar, tendo nos demais espaços do edifício sido realizados trabalhos de remodelação.

Nota de Imprensa

Covid-19. Pessoas com mais de 55 anos podem ser vacinados por auto-agendamento

A população acima de 55 anos pode, a partir de hoje, 13 de maio,  previamente marcar a aplicação da vacina contra a Covid-19, anunciou hoje à Lusa, a task force para a vacinação.

A decisão surge devido ao “bom ritmo a que tem decorrido a vacinação contra a Covid-19”, refere a equipa nomeada pelo Governo.

Este medida, surge apenas quatro dias depois de se ter aberto, no domingo, a marcação para maiores de 60 anos. De acordo com o calendário estabelecido, as vacinações para esta nova faixa etária só deverão começar a partir do próximo dia 24 de Maio.

O portal destinado ao auto agendamento para a vacinação começou a funcionar a 23 de Abril, tendo registado, até ao início da semana passada, cerca de 206 mil inscrições para a toma da vacina contra a covid-19.

 

Nelas.Estratégia Local de Habitação dos próximos cinco anos aprovada por unanimidade

Borges da Silva, edil de Nelas, na reunião de Câmara de ontem, 12 de maio, no assunto relativo à aquisição do prédio em construção na Quinta do Pomar, inserido na “Estratégia Local de Habitação dos Próximos 5 anos”,  propôs o continuação da discussão e respetiva votação, na próxima reunião de Câmara, devido ao pedido dos vereadores “em especial Mafalda Lopes e Joaquim Amaral”, como nos referiu, e também  “à discussão que o tema gerou em especial nos moradores nos restantes prédios do Pomar e levando e consideração as suas preocupações”.

A proposta que vai continuar a ser discutida e votada é:

1. Que o contrato promessa seja aprovado ou ratificado, comprando-se o mesmo por 200m€ ;
2. Que os 11 apartamentos T2 se destinem exclusivamente a jovens casais do Concelho de Nelas ou de fora que aqui se queiram instalar;
3. Que se exclua a instalação nos apartamentos de famílias de núcleos precários ou acampamentos, famílias para as quais estava prevista outra solução de construção nova junto aos seus acampamentos ;
4. Que o projeto se candidate a financiamento do IHRU – Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana, com a expectativa de financiamento não reembolsável a 100% no âmbito do PRR-Plano de Recuperação e Resiliência, permitindo a venda de cada T2 a 50 ou 60 mil euros, teria que ser aprovado em reunião de Câmara, órgão competente também para aprovar os critérios de atribuição dos apartamentos e até a seleção das famílias”.

Ainda de acordo com Borges da Silva, a proposta geral sobre a ELH- Estratégia Local de Habitação, foi aprovada por “unanimidade”, e que se consubstancia no diagnóstico efetuado pela autarquia: 

HÁ PELO MENOS 121 FAMÍLIAS E 281 PESSOAS SEM POSSIBILIDADE DE ACEDER A CASA DIGNA NO CONCELHO DE NELAS E POR ISSO A CÂMARA TEM DEFINIDA A ESTRATÉGIA LOCAL DE HABITAÇÃO QUE PASSA PELA CONSTRUÇÃO E REABILITAÇÃO DE 121 HABITAÇÕES, PARA FAMÍLIAS CARENCIADAS E PARA ACESSO DE JOVENS A HABITAÇÃO A PREÇOS CONTROLADOS, NUM INVESTIMENTO DE 9 MILHÕES DE EUROS NOS PRÓXIMOS 4 ANOS, APOIADOS PELO IHRU (INSTITUTO DA HABITAÇÃO E DA REABILITAÇÃO URBANA) E PELO PRR (PLANO DE RECUPERAÇÃO E RESILIÊNCIA)

São 121 famílias, que constituem pelo menos 281 pessoas, a viver em casa sem condições, 15 pelo menos nas suas habitações em várias localidades do Concelho, 27 em núcleos precários e 28 com carências várias de alojamento condigno. A esta realidade acresce a necessidade de construção ou reabilitação de pelo menos 50 habitações, numa fase inicial, para fixar e atrair jovens casais, com idades entre os 20 e os 34 anos preferencialmente.

Para resolver o problema, a Câmara de Nelas vai discutir e votar na próxima reunião de Câmara da próxima quarta feira, a Estratégia Local de Habitação gizada pelo Executivo e pelo Presidente da Câmara Municipal.

Prevê-se um investimento de quase 9 milhões de euros nos próximos quatro anos com o apoio estatal do “1º Direito” – Programa de Apoio ao Acesso à Habitação (Decreto Lei 37/2018, de 4 de Junho e Portaria 230/2018 de 17 de Agosto), bem como no acesso ao Programa de Habitação a Custos Controlados.

A ideia destes Programas é, nos 50 anos do 25 de Abril – em 2024 – não ter ninguém em Portugal, a viver em habitação que não seja digna. A Câmara de Nelas já fez o seu diagnóstico e tem tudo pronto para submeter a candidatura, assim a mesma seja aprovada em reunião de Câmara e na Assembleia Municipal a realizar logo de seguida.

A par destes Projetos e Candidatura, a Câmara de Nelas vai começar em breve as obras de requalificação de todas as 47 habitações sociais já existentes (Figueira Velha, Bairro Dr, Augusto Rosado, Póvoa de Luzianes, Fiais e Canas de Senhorim), no âmbito de uma Candidatura de eficiência energética aprovada no Centro 2020, no valor de 450,000€.

A Câmara, no âmbito da Estratégia Local de Habitação e Construção de Habitação a Custos Controlados, vem adquirindo já terrenos junto à conhecida Quinta dos Bigote (e ao arruamento que dá acesso ao Novo Quartel  dos Bombeiros de Nelas) para resolução do problema de habitação indigna dos núcleos precários, negociando terrenos junto ao Bairro de Santa Luzia para construção de apartamentos não destinados a residentes em núcleos precários ou acampamentos e disponibilizando ainda imóveis seus para reabilitação para esse fim (por exemplo no antigo Edifício da EDP, no Folhadal junto à Igreja da Sra. da Tosse e em Vila Ruiva).

Celebrou ainda o Presidente da Câmara um contrato promessa de compra e venda com a empresa proprietária de um Lote de terreno no Pomar em Nelas, com um edifício em construção (parada há mais de 20 anos), destinada á sua conclusão para acabamento de 11 apartamentos, a ceder no âmbito da Estratégia Local de Habitação com venda ou arrendamento a preços controlados (conforme Portaria 65/2019, de 19 de fevereiro e pelos valores de referência aí fixados e que no caso de Nelas para um T2 pode situar-se o preço entre os 50 e os 60 mil euros) a jovens casais que se queiram fixar ou instalar no Concelho de Nelas, podendo constituir esses parte das 50 habitações que se pretendem construir destinadas a este fim nos próximos 4 anos. Do contrato consta, não só que o prédio não se destina a famílias atualmente residentes em núcleos precários ou acampamentos, como que o mesmo contrato ficará sem efeito se o Estado não vier a apoiar a compra e o acabamento do prédio para o referido fim. A Câmara não pagou qualquer quantia a titulo de sinal ou preço (estabelecido em 200 mil euros por avaliação efetuada pelos Serviços Técnicos da Câmara), e não será obrigada a pagar qualquer indemnização se o contrato ficar sem efeito, estando tal no mesmo contrato expressamente previsto.

A Estratégia e os Projetos e Ações estão em curso, havendo já noticias de uma comparticipação estatal que pode chegar aos 100% no PRR (Plano de Recuperação e Resiliência). Por isso mesmo seria imperdoável a Câmara de Nelas perder esta oportunidade para resolver o problema destas famílias e destas pessoas e promover um futuro com mais habitação, mais dignidade e conforto na habitação e mais jovens com casa para a comprar ou arrendar a preços acessíveis no nosso Concelho”.

O autarca de Nelas, realçou, finalmente ao nosso jornal, que o “trabalho de casa está feito”.

Covid-19. Nelas com zero casos ativos

Situação da epidemia no concelho de Nelas:
0 (zero) casos novos de COVID-19 reportados hoje pela Autoridade de Saúde pública concelhia: 3 (três) casos recuperados de Covid-19 no Concelho de Nelas, segundo informação obtida pelo Serviço Municipal de Proteção Civil;
No total existem 0 (zero) casos ativos de COVID-19 no Concelho de Nelas;
Segundo informação fornecida hoje, dia 13 de Maio, pela Autoridade de Saúde pública concelhia, foram reportados 0 (zero) novos casos de pessoas residentes no Concelho de Nelas com diagnóstico positivo de COVID-19.
Informação na página no Facebook da Câmara Municipal de Nelas

Percursos a Grande Rota da Orla do Mondego, a Rota da Pinha e do Pinhão e a Rota dos Narcissus homolugados

Já é oficial. Estão homologados três percursos do Concelho de Carregal do Sal – a Grande Rota da Orla do Mondego, a Rota da Pinha e do Pinhão e a Rota dos Narcissus. 

As Cartas de Homologação foram emitidas pela entidade competente – Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal, no seguimento do projeto de “Sinalização Turística em Viseu Dão Lafões”, da Comunidade Intermunicipal Viseu Dão Lafões, após as vistorias realizadas nos respetivos percursos pedestres.

Os documentos foram agora enviados à Câmara Municipal de Carregal do Sal e têm uma validade de 5 anos.

A homologação confere maior visibilidade e constitui um exponencial turístico dos três percursos que, a partir de agora são também divulgados a nível nacional e internacional, através de edições próprias e em parceria e do seu sítio http://www.fcmportugal.com.

CM de Carregal do Sal

Sítio na Internet

 

Carregal do Sal desconfina para as regras gerais do país

O concelho Carregalense, é um dos três que saem da linha vermelha e avança no descofinamento. 

Juntamente com Cabeceiras de Basto e Paredes, vai “acompanhar o resto do país a partir de agora”, revelou esta tarde a ministra da Presidência.

Mariana Vieira da Silva saudou estes concelhos, por ter sido “possível recuperar no espaço de uma semana” e salientou “a melhoria geral em Portugal”.

Arganil e Lamego recuam para as regras de 19 de abril. Resende fica nas regras de 5 de abril, como já está.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies