MAAVIM alerta para “Época de Incêndios sem limpezas”

A MAAVIM, na defesa dos lesados dos Incêndios de Outubro de 2017, continua a reivindicar ajudas aos seus lesados e à população afetada.

Estamos em plena época de Incêndios, felizmente com poucas ocorrências, mas lembramos que mais uma vez existem muitas limpezas por fazer, principalmente das autarquias e do estado.

As autarquias e o estado continuam a não cumprir a lei las limpezas e são muitas vezes os proprietários privados os que sofrem pelo não cumprimento da lei.

Os autarcas continuam a não assumir a competência da proteção das populações e dos seus bens.

Continuam a “empurrar” as culpas sempre para as populações, ou por falta de limpeza, por negligência ou por outro motivo qualquer.

Não podemos permitir que as autarquias continuem a gastar milhões em propaganda e não usem esse dinheiro para limpar o que é da sua competência, evitando a perda de vidas humanas e de bens privados e comuns.

Muitas das estradas da região afetada pelos incêndios de Outubro continuam cheias de árvores e vegetação que impede a circulação nas mesmas com boas condições de visibilidade, sendo um “barril de pólvora” em caso de incêndio.

Queremos justiça por quem não cumpre e cumpriu a lei. Ainda hoje existem dezenas de famílias sem a sua habitação permanente, por culpa dos incêndios de Outubro de 2017.

Desde 2017 que aguardamos justiça, quer para com quem cometeu infrações, quer para quem não ajudou as populações.

Quem são os culpados? Passou muito tempo e ninguém penaliza quem nos abandonou em Outubro de 2017.

Queremos JUSTIÇA CONTRA OS CULPADOS pelo ABANDONO das populações

Não aceitamos que a região ainda hoje pareça que acabou de sair de uma guerra.

Nós não somos culpados, somos vítimas.

Nuno Tavares Pereira

Porta-Voz MAAVIM