25 de Abril: Liberdade com mais pobreza e austeridade? E onde fica o combate à corrupção?

Na abertura das Comemorações dos 47 anos do 25 de Abril naquele que deveria ser o dia de celebração do derrube da ditadura, discute-se quem é o dono da celebração da liberdade.

A Elite Política, que se declara dona desta data, vem-nos brindando nos últimos anos com migalhas a troco de mais impostos e taxas, redistribuindo aquilo que fazem melhor, a pobreza. Descendo a Avenida da Liberdade exclusiva a uma ala de pensamento político, parece que não celebram o real sentido da data, mas sim a impunidade do 44. Pois tudo o que fazem se resume a uma mera promessa que prescreve, simplesmente preocupados em tornar a justiça num mero circo. Ainda assim o 25 de Abril merece ser vacinado contra esta pandemia que nos assola há décadas e ser renovado como sinal de esperança de um amanhã melhor, com um Portugal mais liberal onde a liberdade é um direito de todos!

Pedro Pais

Iniciativa Liberal (Mangualde)