Fernando Figueiredo candidato pela IL à Câmara de Viseu

O candidato da Iniciativa Liberal, fez a sua apresentação na sua página no Facebook: 
Está farto do PS com e sem “D”?
Então, caro Viseense, leia até ao fim, escrevi a pensar em si!
Não será novidade para ninguém se disser que vivo Viseu. Gosto do concelho, acredito em todo o nosso potencial enquanto região.
Tão pouco será novidade se vos disser que sou uma pessoa de acção, os que me conhecem (gostem ou não de mim) sabem disso!
Ao longo da minha vida, abracei desafios que não se esgotam numa simples pessoa ou liderança. Nesses desafios consegui rodear-me de gente competente e, com honra e capacidade de trabalho, levar o barco a bom porto.
Acredito que enquanto cidadãos, se vemos alguma coisa menos boa, seja na nossa rua, bairro, cidade, concelho ou região, temos não só o dever, mas também a obrigação, de agir. É isso que tenho procurado fazer ao longo da vida.
Numa fase em que pensava aproveitar a companhia da família, tive diversos desafios para me envolver na vida política de Viseu. Fui desafiado para trazer ideias e caras novas para a arena política. E, por via disso, conferir um renovado dinamismo à acção política regional.
Por diversos motivos, o mais fácil seria dizer não. Pessoalmente tenho muito pouco a ganhar com esta nova experiência.
No entanto Viseu e os Viseenses merecem mais e, acima de tudo, melhor, muito melhor! Viseu merece!
Assim, aceitei o desafio da Iniciativa Liberal, um “partido” diferenciado. Aceitei o desafio de ser um agente de mudança. O desafio de ser uma alternativa válida às cansadas propostas sociais-democratas e socialistas.
Eles vão falar do comboio, da auto-estrada, da universidade, de tudo aquilo que nos têm feito perder.
Nós vamos trazer soluções práticas para os problemas do dia a dia e, proposta a proposta, conquistar o futuro.
Assim, o meu compromisso com Viseu é não repetir o que já todos sabemos que eles vão repetir. Essa é a missão deles!
O meu compromisso é ser a cara de uma proposta diferenciada, uma proposta capaz de libertar Viseu e os Viseenses das amarras e atavismos que nos têm impedido de dar o passo em frente.
Não vamos ser o PS A, B, C ou D, isso eles já fazem bem.
A minha proposta é mudar Viseu, mas a sério!