Nelas.Ana Mendes (Agente Imobiliária) está otimista

Os últimos 12 meses revolucionaram o mundo e a economia, trazendo profundas mudanças aos mercados. A pandemia centrou as atenções em 2020, com impacto também no ramo imobiliário.

Portugal confinou-se em casa e muitos descobriram que o local onde viviam estava longe de ser o espaço ideal. Por seu turno, outros decidiram ir viver para segundas residências, com a crescente afirmação do teletrabalho. Os negócios continuaram com evolução positiva, e Portugal manteve-se atrativo para os investidores.

Ana Mendes, Agente Imobiliária, com estabelecimento próprio em Nelas, dá-nos conta da realidade que se vive no setor e mostra-se “bastante confiante”.

Trabalha no mercado imobiliário há quantos anos?

Estou no mercado imobiliário há 23 anos, inicialmente como funcionária da
então empresa “Beiraneves”, e numa fase posterior empresária em nome
individual, com a Imobiliária “Ana Mendes”.

Que balanço faz da sua atividade em 2020 e do mercado imobiliário na
sua área de atuação, com maior ênfase para o concelho de Nelas?

Contrariamente às previsões, o saldo foi bastante positivo. Tendo em
conta que a construção parou no concelho há alguns anos, e por vezes
as opções são reduzidas, e ainda com a agravante do confinamento, acabou por ser um ano com muita procura, tendo corrido muito bem.

Como arrancou o ano de 2021 e que perspetiva para este ano e para
2022?

Inicialmente receei alguma contração, mas neste momento estou
otimista, pois existe uma procura constante, não só de pessoas que
querem sair dos grandes centros urbanos para se fixarem em zonas mais
rurais, talvez para usufruirem de mais tranquilidade e de uma outra
qualidade de vida, que passa por poderem respirar um ar mais puro e
terem mais liberdade de movimentação, como também de pessoas residentes no concelho que procuram mudanças.

Aguardo que o ano de 2022 siga o mesmo rumo, no entanto era importante
o arranque de alguma construção, pois corre-se o risco de a procura ser
maior que a oferta, algo que já se começa a verificar atualmente.

Estou bastante confiante!

Qual o segmento em que está a registar maior procura?

É difícil de dizer. Tem sido muito diversificado, existe um leque
variado de clientes, depende muito do fim a que destina o imóvel:
investimento, habitação própria ou casa de férias. É tudo muito relativo.
Tem havido procura um pouco para todas as tipologias.

No que respeita ao mercado do arrendamento, tem sido uma mais valia para
os bons resultados neste último ano, e com tendência a manter-se, pois
contrariamente à tendência nacional, as rendas no nosso concelho têm
vindo a subir, uma vez que a procura é superior à oferta.

Contactos:

Ana Maria Mendes
Rua Gago Coutinho, 38 – 3520 – 057 Nelas
Telm.: 967294188
E-mail: [email protected]