Como deve ser feito o desconfinamento?Escolas devem reabrir em março?

Em primeiro lugar dizer que percebemos a hesitação do Governo depois dos erros cometidos em novembro/dezembro ( que tantas vidas custaram). A posição que julgamos adequada, sem esquecer o agora tão badalado “principio da precaução”, é no sentido de já em março se preparar um desconfinamento faseado começando pelo regresso às aulas presenciais das crianças até aos 12 anos porque, de acordo com experts que aconselham o Governo, tal abertura não acarreta grandes riscos para a saúde pública.

Será de evitar um “desconfinamento agressivo” para não voltarmos a perder o controlo da pandemia. Temos de estar preparados para estes ciclos de confinamento/desconfinamento pois a experiência do último ano a isso aconselha (veja-se a situação atual na França e na República Checa). Acima de tudo que impere o respeito pelo melhor conhecimento científico disponível em cada momento, e que a mensagem seja transparente para não confundir as famílias e os agentes económicos, e se evitem decisões com base em índices de popularidade ( que foi, no último ano, a matriz do nosso governo).

Manuel Alexandre Henriques