Como deve ser feito o desconfinamento?Escolas devem reabrir em março?

Devemos aprender com os erros, o Natal foi um mau exemplo de” desconfinamento” e por isso ainda hoje estamos a pagar a fatura . É urgente ter um plano de desconfinamento com “cabeça , “tronco” e “membros” e não apenas só porque há pressões para desconfinar ,vamos lá então desconfinar.Os erros pagam-se caros, as mortes que tivemos em Janeiro e Fevereiro, a pressão nos hospitais, obrigam-nos a ser coerentes e a não tomar posições só por tomar, é urgente pensar que podemos e devemos “perder” a Páscoa , para ganharmos o Verão e o Natal.

Apenas 3% da população está vacinada, sabemos do atraso nas vacinas, sabemos da “ feira” que aconteceu com o Chico espertismo português , sabemos da falta de planeamento na vacinação , sabemos que claramente estamos atrasados na vacinação , sabemos que a imunidade de grupo que devia ser atingida em Junho , na melhor das hipóteses será atingida em Setembro, tudo isto são factos para pensar o desconfinamento. Entendo que o mesmo deverá ser gradual e progressivo em relação à abertura de diversos setores económicos, mesmo com prejuízos para essas atividades, mas o que fizermos agora , será para um melhor futuro.

Em relação às escolas, sabendo que o ensino on-line é muito diferente do ensino presencial , aceito uma abertura ao pré primário e ao primário faseada depois de 16 de Março e com testes massivos na classe docente, pois só assim se consegue anular cadeias de transmissão , lembro a mudança de estratégia do ministério da saúde, testar , testar, testar, todos sabemos que isso ficou apenas por boas intenções , nada mais, por isso, vamos acreditar que o governo central aprendeu com os erros e que acima de tudo não minta aos portugueses, será que alguém acredita que ninguém sabia da variante inglesa ?

Manuel Santos