EDITORIAL: A pandemia, os encerramentos e cancelamentos

É com profunda tristeza que diariamente, com o agudizar da pandemia, vemos o cancelamento de eventos, o fecho de locais de grande tradição, e em como se repercutem em mudanças na vida social e comunitária. É um reflexo muito preocupante da nova realidade que vivemos, nas relações sociais saudáveis, na vida do Associativismo.

Hoje, 7 de novembro, o cancelamento do leilão do cortejo de oferendas dos Bombeiros de Cabanas de Viriato e o encerramento, temporário, do Bar da Associação de Folhadal (Nelas). São duas Associações de grande importância para os respetivos Concelhos. Se a isto aliarmos o cancelamento de eventos diversos, como Festas, Certames e espetáculos musicais, entre outros, a vida social e lúdica está confinada aos ecrãs e ao reduto familiar e a um eventual círculo de amigos muito restrito. Triste realidade que a pandemia trouxe.

This slideshow requires JavaScript.

 

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies