Santander mantém agência de Canas de Senhorim

Na sequência dos contactos estabelecidos entre o Presidente da Câmara Municipal e o Presidente da Junta de Freguesia de Canas de Senhorim, desde a comunicação no início de setembro dos responsáveis do Banco Santander no sentido do encerramento da agência do banco em Canas de Senhorim ainda naquele mês, foi possível concertar posições no sentido da salvaguarda dos interesses, quer da população e dos serviços bancários de proximidade de que necessita, quer naturalmente respeitando, na medida do possível, uma entidade privada como é uma entidade bancária.
Na sequência dos intensos contactos aos mais diversos níveis com aquela entidade bancária e que chegaram à Administração e ao Presidente do Banco, com o envolvimento dos responsáveis governamentais a quem cabe zelar pela defesa de políticas de coesão territorial, é possível hoje (com a garantia de compromissos escritos assumidos entre instituições) transmitir com segurança, que foi possível obter um entendimento no sentido de garantir que a agência do Banco Santander de Canas de Senhorim não encerrará no corrente ano, nem no ano de 2021, permanecendo a agência aberta pelo menos 2 dias por semana, ficando nessa situação até novembro desse ano, altura em que as partes tudo farão para reavaliar a situação da agência e dos serviços a prestar pela mesma, em função da evolução, quer da situação económica em geral, quer da situação dos negócios resultantes da envolvente económica local.
Durante este período, a Câmara Municipal e a Junta de Freguesia, no sentido do reforço dos serviços de proximidade, quer públicos quer privados, que uma comunidade tão importante como a de Canas de Senhorim precisa para o seu desenvolvimento, foi possível garantir que a Caixa de Crédito Agrícola proceda à reabertura da sua agência naquela localidade, ali se comprometendo a ficar por um período mínimo de cinco anos, mediante um maior envolvimento quer da Câmara Municipal quer da Junta de Freguesia e das restantes forças vivas de Canas de Senhorim com aquela instituição, comprometendo-se, inclusive, a mesma Caixa de Crédito a mudar proximamente as suas instalações para um local mais central e de mais fácil acesso naquela vila, considerando ser essa a sua responsabilidade como marca que deve estar presente junto das populações.
Assim, nas condições possíveis, e sem prejuízo da Câmara e da Junta de Freguesia continuarem a lutar pelo reforço de todos os serviços públicos e privados essenciais à população, apela-se a que todas as pessoas, famílias e instituições acarinhem e utilizem esses mesmos serviços, porque isso é essencial para que os mesmos se mantenham e se fortaleçam, e com a sua força, ajudem também no desenvolvimento económico e social das comunidades.
A Câmara Municipal de Nelas
A Junta de Freguesia de Canas de Senhorim
23 de outubro de 2020

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies