Amarelo Silvestre apresenta “Fluxodrama” no Centro Cultural de Carregal do Sal

Durante a II Guerra Mundial, milhares de refugiados encontraram abrigo temporário em hotéis portugueses. “Fluxodrama” é uma abordagem performativa à contemporaneidade permanente de assuntos universais como este.

Uma experiência sócio-teatral onde cada um (actor e espectador) pode determinar o fluxo dos acontecimentos.

As convicções individuais farão aproximar e afastar pessoas no seu fluxo contínuo. O fim será adiado até ao limite das possibilidades.

Centro Cultural de Carregal do Sal, no dia 17 de Outubro às 17h e às 21h;

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies