Editorial : Alcatrão em Pisão (Nelas)

Quem me conhece sabe que defendo o Jornalismo de verdade. O que vejo, registo em vídeo e fotografia e, na maior parte das vezes, publico e comento. Outras vezes uso fontes. O típico trabalho de jornalista.

Esta noite dormi em Pisão (Nelas).Um pacata aldeia tipicamente Beirã, onde ainda se acorda com o cantar do Galo. Ao pequeno almoço, pude escutar o verdadeiro jornalismo local de proximidade (duas vizinhas a falares entre si).

Resolvi então dar a minha caminhada de 45 minutos, aproximadamente, ainda não o conseguindo fazer diariamente, como aconselha o nosso mais recente Cronista, o médico Vasco Jorge Almeida. Casualmente decidi fazer o percurso do Pisão até ao entroncamento Moreira/Pedra Cavaleira.  Alguns poderão agora pensar – foi lá de propósito esta manhã, a seguir à reunião de Câmara de Nelas de ontem. Tal não aconteceu e como uma consciência tranquila é a melhor coisa que existe para a mente, lembrei-me, logo no início do percurso, que esta foi uma das estradas que percorri três dias depois dos trágicos Incêndios de 2017 – percorri todas as do concelho de Nelas e reafirmo o que tenho escrito – estavam todas apenas “chamuscadas”, com o alcatrão em bom estado, perfeitamente transitáveis, ou seja, praticamente no mesmo estado em que estavam antes dos Incêndios.

Fui subindo, sentindo o aroma marcado do eucalipto, que por ali continua a proliferar, dando razão ao que um presidente de Câmara da região me disse logo após os incêndios “daqui a dez anos vai ser igual ou pior”, e lembrei -me de um assunto que ontem foi trazido a reunião de Câmara em Nelas, fora da ordem de trabalhos.

Insinuou-se que algumas estradas requalificadas estavam em estado “lastimável” e que poderia não ter os 5cm de betuminoso, que constam na adjudicação da obra – subsidiada pelo Fundo de Solidariedade da União Europeia.

Na minha opinião, neste troço o alcatrão tem 5 cm de altura e todos estes (poucos) kilómetros, estão em estado impecável.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies