BE Carregal do Sal analisa as contas das Festas do Concelho

O Bloco viu com agrado a mudança organizacional das Festas do Concelho para o Município de Carregal do Sal, atendendo ao facto de que o evento ano após ano estava a perder qualidade programática e organizacional tal como perda de afluência. Sugerimos até uma solução intermédia como por exemplo que a organização das Festas começasse a ser da responsabilidade das duas Corporações de Bombeiros do concelho em parceria com a Câmara Municipal, tal como foi transmitido numa sessão da Assembleia Municipal pelo eleito do Bloco nesse órgão.
Após requerimento do PSD para ter acesso às receitas e despesas das Festas do Concelho de Carregal do Sal – 2019 e assim sendo também nos serem facultados tais documentos, o Núcleo Concelhio de Carregal do Sal do Bloco de Esquerda analisou pormenorizadamente os dados que contam com um défice de mais de 120 mil euros, no âmbito da CIM Viseu Dão-Lafões é o concelho que mais prejuízo teve com as festas municipais. Afirmamos que:
  1. A venda de bilhetes não foi suficiente para pagar o cartaz das Festas do Concelho;
  2. O défice poderá ser ainda maior pois contabiliza um IVA de 30 mil euros como receita e até refere recuperável, o que indica algo incerto;
  3. O investimento das Festas poderia ser feito de forma mais racional libertando verbas para obras e medidas com impacto social na qualidade de vida de pessoas;
  4. Quase 12 mil euros em dormidas e refeições o que consideramos bastante bastante excessivo, o aluguer do espaço para divertimentos e street food não gerou rendimento para cobrir estas despesas;
  5. Os dados fornecidos não estão bem discriminados, ficando aquém do tipo de documento que deveria ser facultado por um órgão municipal;
  6. Que benefícios resultam deste tipo de Festas para a população? A economia local teve benefícios ?

Podemos questionar o prejuízo deste tipo de eventos, com este formato, que em termos económicos é desfavorável para o orçamento municipal, com bom senso poderemos caminhar para um modelo mais económico e que envolva o tecido cultural e social do concelho.

Olhamos com estranheza para estes números quando temos um executivo municipal que se congratula por ter as contas certas e que cativa vários investimentos importantes porque trabalha, na sua maioria, com base no recurso à fundos comunitários, não querendo dar uso a verbas próprias.
O Núcleo Concelhio de Carregal do Sal do Bloco de Esquerda

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies