PSA poderá vender a Faurecia

O grupo PSA está a ponderar a venda ou “spin-off” da Faurecia, fabricante de componentes automóveis, no âmbito da fusão que está a negociar com a Fiat Chrysler Automobiles (FCA), avança a Bloomberg esta quarta-feira citando fontes próximas da operação.

Segundo a Bloomberg, o grupo liderado por Carlos Tavares admite vender a participação de 46% que detém na Faurecia, uma posição com um valor de mercado entre 2,7 mil e três mil milhões de euros.

A Faurecia tem presença em Portugal através de unidades em Bragança, Vouzela, Nelas, São João da Madeira e Palmela.

A agência noticiosa refere ainda que a FCA estará a analisar a possibilidade de um dividendo extraordinário de cinco mil milhões de euros, por forma a equilibrar a fusão entre iguais, uma vez que, tendo em conta o valor de mercado atual de ambos os grupos, os acionistas da PSA ficariam com 55% do novo grupo resultante da fusão.

Ainda de acordo com a Bloomberg, que cita fontes próximas do processo negocial, o grupo resultante da fusão teria um conselho de administração composto por 11 elementos: seis da PSA e cinco da FCA, com Carlos Tavares como CEO.

Caso a fusão se concretize, o novo grupo será o quarto maior fabricante automóvel mundial, com vendas anuais de cerca de nove milhões de veículos, atrás da aliança Renault-Nissan-Mitsubishi, da Toyota e da Volkswagen.

Esta quarta-feira ambas as empresas confirmaram estar em negociações para uma fusão sem, contudo, adiantarem detalhes.

As ações da FCA fecharam a ganhar 9,53%, para os 12,87 euros, enquanto os títulos do grupo PSA valorizaram 4,53%, encerrando nos 26,05 euros. Com base nestes valores, a capitalização bolsista da Fiat Chrysler situa-se em 19,97 mil milhões de euros, abaixo dos 23,52 mil milhões da PSA.

Fonte : https://www.jornaldenegocios.pt/empresas/automovel/detalhe/psa-admite-vender-faurecia-para-fusao-com-fiat

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies