CVR do Dão e UDACA “lamentam” fecho da Vinícola de Nelas

Fernando Figueiredo, diretor da União das Adegas Cooperativas do Dão, explicou ao Jornal do Centro que a falta de uvas atinge toda a região : “Este encerramento toca num fator que afeta a região, o abandono da viticultura por parte de pessoas que não têm dimensão nas suas explorações, o que leva a que haja uma diminuição do volume de produção do vinho na região. É um assunto muito sensível que é vivido pela empresa e que é transversal ao Dão”, realçou.

Já o presidente da Comissão Vitivinícola Regional do Dão, Arlindo Cunha, lamentou o desaparecimento da Vinícola de Nelas, a mais antiga da região, mas chamou a atenção para o trabalho de outras entidades em defesa do setor. “Nos últimos anos, têm surgido várias novas empresas que se dedicam à produção. Neste caso, há algo que desaparece, mas pretendemos que o balanço final seja positivo entre os que entram e os que saem do mercado”, explicou.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies