Entradas grátis em Museus, Monumentos e Palácios

No domingo, a entrada nos equipamentos da Direcção Geral do Património Cultural — museus, monumentos e palácios — é gratuita para todos os visitantes. A iniciativa decorre no âmbito das Jornadas Europeias do Património (JEP), que arrancam nesta sexta-feira e irão contar com mais de 1400 actividades em 173 concelhos de todo o país com o tema “Artes, Património e Lazer”.

De acordo com um comunicado da DGPC, em Portugal as actividades deverão alcançar um público estimado de 250 mil pessoas em todo o país, e serão de entrada livre na sua maioria, sendo de acesso gratuito nos equipamentos tutelados, quando os visitantes participarem nas actividades, nesta sexta-feira e no sábado. No domingo, os monumentos abrem portas aos visitantes de forma gratuita.

É a primeira vez que a Fortaleza de Peniche vai participar na iniciativa. No programa, está um roteiro pela vila, a celebração do visitante cem mil e uma encenação, com marionetas, da fuga de Álvaro Cunhal.

A Fortaleza de Peniche, no distrito de Leiria, onde funcionou a antiga prisão política do Estado Novo, abriu ao público no dia 25 de Abril deste ano, com uma exposição intitulada Por teu livre pensamento, e tem ainda em construção o futuro Museu Nacional Resistência e Liberdade.

“Temos actividades mais improváveis, mas que mostram o espírito criativo que nós queremos que as jornadas também tenham, e o tema deste ano tem feito com que haja adesão de outras entidades menos prováveis”, disse Paula Silva, directora-geral.

Pretende-se com este tema “destacar as muitas facetas do património ligadas às artes, como fonte de entretenimento, e ao lazer, que nos permitem a todos viver outras dimensõ

No Funchal, o Palácio de São Lourenço vai abrir portas, nesta sexta-feira e sábado, para visitas ao monumento e jardins, mostrando telas de Lourdes Castro e António Areal raramente vistas, segundo o gabinete do representante da República. O programa inclui um encontro denominado Olhares sobre o Palácio — Incorporações de arte no Palácio de São Lourenço: Lourdes Castro e António Areal.

As celebrações, sob diversos formatos — desde festivais, visitas guiadas, oficinas, exposições, espectáculos — prolongam-se desde finais de Agosto a Outubro, consoante a programação dos vários países participantes.

Celebradas nos 50 Estados signatários da Convenção Cultural Europeia, as JEP evidenciam a diversidade das tradições e saberes locais, estilos arquitectónicos e obras de arte que, no seu conjunto, constituem o património europeu. Lançadas pelo Conselho da Europa em França, no ano de 1985, as JEP são organizadas conjuntamente com a Comissão Europeia desde 1999.

Fonte : Público.pt

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies