Câmara de Nelas deverá exigir pagamento da dívida da Companhia das Águas Medicinais da Felgueira

Reunião de Câmara em Nelas

Presidente da Câmara pretende exigir o cumprimento da sentença que transitou em Julgado (tornou-se efetiva, não sendo já passível de qualquer recurso) e assim o pagamento da dívida de rendas das Termas da Felgueira à Autarquia

É um processo que temos vindo a acompanhar e se arrasta há décadas. As Termas da Felgueira, atualmente exploradas comercialmente pelo Grupo Patris Capital, tem uma dívida que ascenderá a cerca de 300 mil euros, relativa a rendas não pagas pelo uso dos edifícios e terrenos do Balneário Termal. Na reunião de Câmara de quarta feira, 25 de setembro, Manuel Marques (Vereador do CDS/PP), voltou a solicitar um esclarecimento ao presidente da Câmara, indagando se “o Executivo pretende perdoar a dívida, ou pelo contrário exigir o seu pagamento, conforme sentença que já transitou em julgado”. Borges da Silva foi claro: “Tive uma reunião com o presidente da Patris, Gonçalo Pereira Coutinho, e reafirmei que a dívida é para pagar”, deixando a porta aberta, no entanto, a um entendimento amigável. De referir que um eventual acordo para o pagamento, terá que se submetido a apreciação e votação em sede de reunião de Câmara.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies