Ópera no Património passa por Viseu

Entre 26 e 29 de setembro, Viseu acolhe sete apresentações integradas no Programa ÓPERA NO PATRIMÓNIO. Concertos operáticos, concerto coral sinfónico e apresentações de grupos de corda em vários locais da cidade, sempre com acesso gratuito.

O.P.(US) – ÓPERA NO PATRIMÓNIO apresenta obras referenciais da História da Música, num roteiro artístico-cultural que une os municípios da Batalha, Leiria, Viseu, Pinhel, Vila Nova de Foz Côa e a Universidade de Coimbra. A terceira edição de ÓPERA NO PATRIMÓNIO começou a 15 de agosto, em Vila Nova de Foz Côa, continuou por Pinhel, Leiria, Coimbra, Batalha e termina esta semana, entre 26 e 29 de setembro, em Viseu.O projeto é cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional a partir da sua candidatura ao Programa Operacional Regional do Centro e executado no triénio 2017, 2018 e 2019.

Sete apresentações em Viseu
Entre quinta-feira e domingo, há concertos no Museu da Cidade (26 de setembro, 17h), Biblioteca Municipal (26 de setembro, 19h), Quinta da Cruz (27 de setembro,19h) e na Igreja Matriz de Abraveses (28 de setembro, 16h30). Nas noites de 27 e 28 de setembro, sexta-feira e sábado, o Adro da Sé é palco para a “Sansão e Dalila”, de Camille Saint-Saëns e, no último dia deste ciclo ouvir-se-á o “Requiem” de Verdi, na Sé Catedral, pelas 21h30.

Tensão resolvida pela morte
A história bíblica de Sansão e Dalila, na ópera composta por Camille Saint-Saëns, é um dos pontos altos do programa e será apresentada no Adro da Sé de Viseu, a 28 de setembro, sábado, às 21h30. Na véspera, às 21 horas, os mais interessados podem ainda assistir ao ensaio. ”Sansão e Dalila” tem direção musical de José Ferreira Lobo, elenco constituído por Carlos Guilherme (Sansão) Gisela Sachse (Dalila), Pedro Telle (Grande Sacerdote de Dagon), com a narração feita por Henrique Silveira. De acordo com o programa esta obra “é um catálogo de arte musical, progressões, cadências, fugas, bailados, um grande dueto de amor, provocações, escárnio e apocalipse.

Requiem de Verdi
No último dia juntam-se à Orquestra da Ópera no Património, elementos do Coro Sinfónico Inês de Castro, Coro Capella Maiorquina e Coro Ciutat d’Eivissa para interpretar, com direção musical de José Maria Moreno. A obra do compositor italiano, que estreou a 22 de maio de 1874, na Igreja de São Marcos, em Milão, é interpretada por Marina Pacheco, Patrícia Quinta, Pedro Rodrigues e Rui Silva.

PROGRAMA VISEU 2019

Concertos no Património

26.09.2019 – 5.ª feira

17h00 – Museu da Cidade

Quarteto de Cordas

19h00 – Biblioteca Municipal

Quarteto de Cordas

27.09.2019 – 6.ª feira

19h00 – Quinta da Cruz

Grupo de Cordas

27.09.2019 – 6.ª feira

21h00 – Adro da Sé

Ensaio Aberto da Visitação à Ópera Sansão e Dalila de Camille Saint-Saëns

28.09.2019 – Sábado

16h30 – Igreja Matriz de Abraveses

Grupo de Sopros

Concerto Operático

28.09.2019 – 21h30

Adro da Sé

Visitação à Ópera Sansão e Dalila de Camille Saint-Saëns

Concerto Coral Sinfónico

29.09.2019 – Domingo – 21h30

Sé Catedral

Giuseppe Verdi – Requiem

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies