Escola de Pastores arranca a 23 de setembro

Vai abrir uma Escola de Pastores numa ideia pioneira que visa captar jovens para uma actividade que está em risco de desaparecer. A iniciativa apoiada por fundos comunitários prevê a atribuição de uma bolsa de 5 mil euros a quem se formar no curso.

As inscrições para a Escola de Pastores estão abertas até 23 de Agosto e as aulas devem começar a 23 de Setembro.

A Escola de Pastores faz parte do projecto “Programa de Valorização da Fileira do Queijo da Região Centro” que é apoiado pelos fundos comunitários CENTRO 2020 e que resulta de uma parceria entre associações de produtores, escolas, centros de tecnologia e as Comunidades Intermunicipais de Viseu Dão Lafões, das Beiras e Serra da Estrela, da Beira Baixa e da Região de Coimbra e ainda a ANCOSE.

O projecto é coordenado pela Associação do Cluster Agroindustrial do Centro e envolve também a criação de uma bolsa de terras, visando a valorização dos queijos DOP da Região Centro.

A Escola de Pastores “vai ser itinerante”, contando com “uma componente teórica de 110 horas e uma componente prática de 410 horas, com formação em maneio sanitário, maneio reprodutivo, alimentar, pastagens e forragens e silvo-pastorícia, ovinicultura e caprinicultura e gestão da exploração”, esclarece Regina Lopes, técnica superior do gabinete de saúde pública e veterinária da Câmara Municipal de Gouveia.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies