Governo anuncia investimento de 700 milhões para modernização da Linha da Beira Alta

O ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, vai presidir à cerimónia de consignação das obras no troço ferroviário entre a Guarda e Cerveira. Os últimos dados divulgados apontavam para um montante de 700 milhões de euros necessários para a modernização total da Linha da Beira Alta.

O Governo, através do ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, vai esta manhã, dia 26 de julho, pelas 10h20m, liderar diversas cerimónias de lançamento de obras e de concursos para a modernização da linha ferroviária da Beira Alta.

Segundo informação prestada pela IP – Infraestruturas de Portugal, cujo presidente, António Laranjo, também estará presente nestas cerimónias, proceder-se-á à consignação da obra ferroviária no troço entre a Guarda e Cerveira, na referida linha da Beira Alta.

Neste evento, que decorrerá na estação ferroviária da Guarda, será também assinalado o lançamento do concurso público para a empreitada de modernização do troço Pampilhosa – Santa Comba Dão, que inclui a construção da ligação ferroviária entre a linha do Norte e a linha da Beira Alta, denominada Concordância da Mealhada.

Lusa

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies