O défice democrático de Borges da Silva.EDITORIAL por José Miguel Silva

Não posso, em consciência, deixar passar em claro, mais uma atitude que revela os tiques autoritários com que o presidente da Câmara de Nelas gere o município. E o que vou escrever não é uma opinião – é o relato de factos dos quais fui testemunha.

A moção de repúdio ao comportamento do vereador Manuel Marques, aprovada hoje, 16 de julho, em reunião de Câmara, é um autêntico número de circo. O sr. presidente da Câmara poderia e deveria propor esta moção para si próprio em primeiro lugar. Fomos testemunhas ao longo destes últimos anos das mais atrozes violações do que deve ser a postura ética, educada e democrática de um presidente de Câmara. Desde mandar à “bardamerda” a ex Vereadora Rita Neves, a levantar-se e ameaçar fisicamente (temos imagem) o Vereador Manuel Marques (isto quando Borges da Silva deixou o executivo PSD/CDS, para passar para a oposição), a usar termos como burro, javardo, asno e jumento – foi capa do nosso jornal em agosto de 2014, são muitas as lamentáveis situações que o próprio criou. Numa gravação de uma outra reunião de Câmara (a que tivemos acesso), vira-se para Manuel Marques e diz : “Oh Marques não sejas porco”. Inenarrável. Por mais provocações/insinuações/acusações que Marques, no seu estilo corrosivo, tenha feito, nada justifica o circo que Borges da Silva foi montando, ao longo dos anos, nas reuniões de Câmara.

Claro está que o Edil de Nelas faz censura e não deixa que todas as alarvidades que faz e diz sejam transcritas para as atas. Interrompe sistematicamente reuniões de Câmara, nalguns casos dando-as por terminadas, antes do final da ordem de trabalhos.Levanta-se, sai das reuniões, volta (quando volta) e connosco teve uma atitude que fere de morte um dos principais pilares da democracia : a liberdade de imprensa, “desviando-me” o braço quando tentava captar imagens de uma das mais escaldantes reuniões de Câmara a que assisti e que foi motivo de chacota nacional (como a imagem de capa ilustra).

O que se exige ao autarca de Nelas é que seja ele a dar o exemplo e a dignificar as reuniões de Câmara.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies