Escavação da Orca da Lapa do Lobo identifica vestígios de pintura

Durante os trabalhos deste ano, na campanha de escavação da Orca da Lapa do Lobo, foram identificados vestígios de pintura com um pigmento vermelho em dois dos esteios daquele monumento. Os resultados vão ser apresentados no próximo dia 12 de julho, pelas 17h30, na Fundação da Lapa do Lobo.

Recordamos que a edificação da Orca da Lapa do Lobo, durante o Neolítico Médio regional, sobrepôs aquele dólmen a um habitat do Neolítico Antigo e que o monumento foi convertido no Neolítico Final num “santuário de antepassados” de onde foram recolhidos cerca de duzentos elementos ideotécnicos (incluindo uma estela-menhir, bétilos, estelas e seixos idoliformes). Este conjunto de elementos ideotécnicos configura desde já uma situação ímpar no território nacional.

As escavações neste arqueossítio inserem-se, sob direção do Prof. Doutor João Carlos de Senna-Martinez (investigador da Uniarq), no Projecto NeoMega 2, contando com diversos apoios locais como Câmara Municipal de Nelas, Fundação Lapa do Lobo, Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Canas de Senhorim e Juntas de Freguesia de Canas de Senhorim e Lapa do Lobo.

O Município de Nelas tem apoiado este projeto de investigação a cargo da Uniarq, de forma a dar a conhecer o Património Megalítico existente, reforçando a aposta na implementação de um Circuito Pré-Histórico no Concelho.

Fonte : CM de Nelas

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies