Mangualde. Jovens em vigilância florestal

No início do mês foram oficialmente implementados os Programas do Posto de Vigia na Torre da Igreja da Nossa Senhora do Castelo (Câmara Municipal de Mangualde) e Vigilância Móvel (União das Freguesias de Mangualde, Mesquitela e Cunha Alta) – Voluntariado Jovem para a Natureza e Florestas 2019, promovidos pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). 

A sessão de formação envolveu 21 jovens: 6 voluntários no Posto de Vigia fixo da Torre da Igreja da Nossa Senhora do Castelo (CMM) e outros 15 no Programa de Sensibilização e Vigilância Móvel da União de Freguesias de Mangualde, Mesquitela e Cunha Alta (UFMMCA), estes últimos divididos em 3 grupos de 5 elementos.

 A sessão contou ainda com a presença de elementos do EPNA-GNR e de Técnicos do Gabinete Técnico Florestal da Câmara Municipal de Mangualde que procederam aos esclarecimentos técnicos necessários para a execução das tarefas a executar, bem como, à sensibilização dos jovens para as eventuais situações de risco com que podem ser confrontados ao longo do cumprimento da vigilância.

As ações de vigilância de espaços rurais têm cada vez mais importância na efetiva redução do número de ocorrências de incêndios florestais. Nesse sentido, estes projetos visam assegurar a deteção imediata de um foco de ignição, a sua localização e a rápida comunicação da ocorrência às entidades responsáveis pela primeira intervenção.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies