Obras no IP3 vão demorar cinco anos

As obras de requalificação e duplicação parcial do IP3 entre Coimbra e Viseu deverão estar concluídas no primeiro semestre de 2024, revelou hoje, 5 de julho, o ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos.em declarações aos jornalistas, durante uma visita aos trabalhos no Itinerário Principal 3, Pedro Nuno Santos destacou que “depois de décadas, as obras começaram”, numa primeira fase com intervenções entre Penacova e o restaurante Lagoa Azul, no concelho de Mortágua, distrito de Viseu.

Na totalidade, as diferentes fases dos trabalhos vão prolongar-se por cerca de cinco anos. O ministro das Infraestruturas e da Habitação disse que serão depois realizadas as obras nos outros troços, de Coimbra a Penacova e de Mortágua a Viseu.

“Temos um prazo com que estamos a trabalhar”, mas, durante estes processos, pode por vezes verificar-se “um conjunto de imponderáveis”, avançou.

A Infraestruturas de Portugal (IP) “é uma empresa pública que faz obras públicas há décadas, tem de existir confiança na sua capacidade”, sustentou.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies