Manuel Marques : “Perseguição ou anti-democracia do ainda presidente da Câmara Municipal de Nelas?”

Opinião por Manuel Marques, Vereador do CDS/PP em Nelas : 

Bem diz o autor quando escreve “Bem prega o Frei Tomás, faz o que ele diz e não o que ele faz”

Bem diz o autor quando escreve “Quem quiser ver um vilão é pôr-lhe o poder na mão”.

Quantas vezes fui acusado pelo ainda presidente de câmara que nos meus mandatos autárquicos persegui funcionários e munícipes, o que sempre foi demonstrado ser uma rotunda mentira do edil.

O “rótulo” o “labéu” que este autarca me tentou colar, simplesmente não foi possível evidenciar-se, refletindo-se apenas nele e o tempo vem-nos dando razão.

Para tanto vejamos:

O que aconteceu com o seu Vice-Presidente Alexandre Borges?

O que aconteceu com o seu vereador e presidente da Comissão Política do PS, Adelino Amaral?

O que aconteceu com a Técnica Superior e responsável pela Contabilidade da CM Nelas ?

O que aconteceu com o novo Presidente da Comissão Política do PS?

O que aconteceu com a sua Vice-Presidente Sofia Relvas ?

O que aconteceu com a Técnica Superior da área do Desporto da CM Nelas ?

O que aconteceu aos vários funcionários e funcionárias que pediram transferência da CMN ?

Indubitavelmente, como já referi, o tempo, continua a dar-nos razão, e na nossa modesta opinião, só consegue trabalhar com o ainda presidente da câmara, quem dependa de um vencimento para sobreviver e que por ele se deixe manietar, permitindo-lhe que todas as decisões “passem” por ele, e se delas discordarem, só lhes resta a perseguição.

É ESTE O “MODUS OPERANDI” DESTE POLÍTICO.

O Vereador do CDS/PP

Manuel Marques