Vinhas devastadas em França devido ao calor extremo

É uma situação que deriva do sobre aquecimento do Planeta, que, a cada ano que passa, se agudiza. Esta imagem que nos chegou de França, onde por estes dias a onda de calor levou os termómetros a subir aos 46 graus, vale mais que mil palavras – vinhas a sofrerem “escaldão” e a ficarem totalmente queimadas e destruídas. Mesma a videira, planta nobre e altamente resistente, não escapa aos efeitos nocivos das alterações climáticas.