Comissão de Utentes da Lapa do Lobo solicita reunião urgente com responsáveis da Infraestruturas de Portugal

Em 19 de Janeiro de 2019, A Comissão de Utentes, enviou à Infraestruturas de Portugal a carta com o teor que transcrevemos de seguida:

“Após mais um grave acidente com utentes, verificado no passado dia 3 Janeiro, pelas 11h40m, em que uma pessoa idosa caiu na linha ao tentar subir para o comboio, a Comissão de Utentes Pela Reposição de Horários no Apeadeiro da Lapa do Lobo, manifesta a sua profunda preocupação com o sucedido, que teve como causa directa as deficientes condições de acessibilidade do Apeadeiro de Lapa do Lobo.

 Assim, vimos junto da Infraestruturas de Portugal, solicitar informação sobre a previsão para a execução desta obra tão importante para a segurança e comodidade dos utentes da CP que têm necessidade de utilizar o Apeadeiro da Lapa do Lobo. Para além do exposto, a realização desta é decisiva para o aumento da utilização pela população deste Apeadeiro”.

A resposta à Carta que enviamos nessa data à Infraestruturas de Portugal, chegou finalmente.

Informa o seguinte a Infraestruturas de Portugal, dirigindo-se ao Presidente da Comissão de Utentes Pela Reposição de Horários no Apeadeiro da Lapa do Lobo:

“Na sequência da exposição apresentada no dia 19-01-2019, a Infraestruturas de Portugal, S.A. (IP, S.A.) informa que no âmbito do Projeto de Modernização da Linha da Beira Alta está em estudo a possível relocalização do apeadeiro, situação que permitirá ultrapassar as dificuldades sentidas.” Assina, pela Infraestruturas, Sónia Figueira, Diretora.

Tomada à letra, a resposta da Infraestruturas de Portugal é animadora. Pela primeira vez admite que as condições do Apeadeiro da Lapa do Lobo são más, razão pela qual inclui a sua “relocalização” no âmbito do “Projeto de Modernização da Linha da Beira Alta”. Importante vitória da nossa luta!

O que não satisfaz a Comissão, nem pode satisfazer os utentes da Lapa do Lobo, é o facto da Infraestruturas de Portugal produzir uma afirmação vaga e intemporal, quando diz: “que está em estudo a possível relocalização”.

Como se sabe, os “estudos” podem levar anos a ser elaborados e a palavra “possível”, deixa no ar a incerteza quanto à vontade e compromisso desta empresa pública proceder à “relocalização” e melhoria do nosso Apeadeiro.

Estas dúvidas, são razão bastante para requerermos uma reunião urgente aos responsáveis da Infraestruturas de Portugal, S.A., para que nos esclareçam, de viva voz, sobre as suas intenções para o apeadeiro da Lapa do Lobo e nos indiquem prazos concretos para a execução das necessárias obrasimportantes para a segurança e comodidade dos utentes da CP que têm necessidade de utilizar o Apeadeiro da Lapa do Lobo.

Nota de Imprensa da Comissão de Utentes da Lapa do Lobo

 

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies