O esbanjar dos dinheiros públicos. Opinião por Manuel Marques

Ontem numa das nossas visitas a todo o nosso concelho de Nelas, fiquei indignado com aquilo que observei.
Se a memória não me atraiçoa, poucos meses antes das eleições ou até mesmo no mês das eleições, o presidente da câmara municipal de Nelas, Dr. José Silva, determinou que fosse alcatroada a estrada desde o cruzamento da mata das alminhas, antiga estrada de Carvalhal Redondo, até ao estradão que liga a EN-234 ao Folhadal, junto à Adega Carvalhão Torto.
Gastou-se dos nossos impostos milhares de euros para o pagamento ao empreiteiro.
Como referi, ontem passei por esse troço de estrada onde verifiquei que a pavimentação  há pouco mais de um ano efetuada está hoje toda rebentada como valas longitudinais e transversais, tendo que ser novamente pavimentada.
Bem sabia o presidente da câmara que por esse troço de estrada iriam “passar” as condutas de água e saneamento básico, pois que, o projeto do “Sistema do Intercetor” foi aprovado hà cerca de três anos.
A conduta do edil ao alcatroar este troço de estrada foi apenas um ato eleitoralista, ou simplesmente uma tremenda desorganização que paira na “Casa Amarela.”
O dinheiro dos nossos impostos não pode, não poderá assim ser esbanjado, ainda existem famílias no nosso concelho a viver com muitas dificuldades.
O Vereador do CDS/PP
Manuel Marques

 

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies