Joaquim Amaral (PSD) insiste na requalificação dos parques infantis no concelho de Nelas

Posição do vereador do PSD na última reunião de Câmara :

Recorrentemente tenho trazido esta questão às reuniões de câmara no intuito maior da sua resolução para pleno usufruto da nossa comunidade, mormente as crianças, jovens e seniores. Comecei a abordar a questão no início de 2018, na altura para que se pudessem realizar intervenções simples de reparação e manutenção tendo em vista a melhoria dos espaços e a reparação dos equipamentos. O verão de 2018 passou e nada se fez nesta matéria. Em finais de agosto do ano passado, perante nova insistência da nossa parte, disse o senhor presidente da câmara que dispunha de verba afeta, 50 mil euros, para as obras a realizar nestas infraestruturas. Disse ainda já ter em sua posse 2 orçamentos de empresas especializadas, aguardando ainda um terceiro. O encerramento pela ASAE em setembro de um parque infantil teve como resposta da autarquia o compromisso solene da sua requalificação até ao final de outubro de 2018. Em novembro, perante o incumprimento do prometido voltámos a questionar o executivo. A resposta foi no sentido da admissão do incumprimento, mas que o assunto seria resolvido.

No início deste ano, perante o cenário de nada ter sido feito na requalificação destes equipamentos e infraestruturas, e com o aproximar das condições climáticas propícias às atividades ao ar livre, ao lazer e bem-estar, aos momentos de qualidade de vida, à pura fruição da primavera e do verão pelas nossas crianças, jovens e seniores, em harmoniosa conjugação familiar, retomei o tema, ao qual volto uma vez mais nesta reunião.

Senhor presidente, a primavera está aí, este ano o sol e as temperaturas primaveris vieram ainda mais cedo, durante todo o mês de fevereiro, estamos a chegar ao mês de abril e torna-se imperioso que as obras de requalificação dos parques se façam de imediato, sob pena de se passar mais um ano sem nada se ter feito pelos espaços públicos mais requisitados pelas crianças e pelas famílias.

Se em 2018 houve negligência quer na não realização das obras de requalificação, quer na inexistência de simples intervenções de manutenção e reparação dos equipamentos e espaço envolvente, este ano, e perante tantas intervenções e debate, começa a aparecer manifesta falta de vontade. Serão também outras razões, de disponibilidade financeira, no caso falta dela, que poderão condicionar esta intervenção de requalificação que se impõe. Recordamos no entanto que logo no início de 2018, na reunião de 31 de janeiro, foi aprovado um empréstimo de 450 mil euros, para, entre outras intervenções, se proceder à requalificação dos parques. Fica a pergunta: o que aconteceu aos 50 mil euros que estavam destinados especificamente à requalificação dos parques infantis e seniores do concelho?

Vamos uma vez mais falar de prioridades: quando há sempre disponibilidade financeira para festas, avenças, requisições, concursos desnecessários que duplicam recursos, e não há para outras matérias de interesse coletivo, ficam bem patentes as prioridades para este executivo. Não teria sido preferível, em última instância, suspender, pelo menos por este ano, a realização do rali, ou cortar nas despesas das festas e avenças?

Senhor presidente, queira por favor lançar de imediato a empreitada da requalificação dos parques infantis e seniores, obra há muito anunciada, e necessária, que parece não estar talhada para ser concretizada.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies