Rali Vinho do Dão cancelado

Em Nota que fez chegar à nossa redação, é o Vereador do CDS/PP, Manuel Marques, que avança com a informação :

Depois da reunião de Câmara de ontem, dia 01.04.2019, em que o presidente da câmara colocou à discussão o assunto anteriormente agendado e permitiu que o mesmo fosse discutido, qual o meu espanto, quando o edil “puxou” por um papel no qual se encontravam esfarrapadas desculpas para dizer que o evento, Rali Vinho do Dão era suspenso.Retirou o assunto da Ordem de Trabalhos, por sua iniciativa, sem que o órgão se pronunciasse, instado por mim, por não o poder fazer, apenas disse “quem manda aqui sou eu”, atitude que deixou incrédulo, por exemplo, o Senhor Presidente da Assembleia Municipal, que se encontrava presente no Salão Nobre. Horas depois, liguei a alguns amigos a perguntar se esta atitude do presidente da Câmara não poderia ser mais uma das suas mentiras e esta com algumas desculpas por estarmos no dia 1 de abril.Não era despropositada a minha pergunta, porquanto, o tratamento que ele dá aos seus pares, de perfeita ignorância, e de insulto aos vereadores da oposição tudo poderá acontecer, vindo de quem vem. Não era mentira, o Rali não vai mesmo realizar-se.” revela Marques.

Quem paga as despesas dos outdoors e deslocações de representação e publicidade, inerentes ao mesmo rali, que há tanto tempo se têm feito?

Reafirmando críticas à gestão de Borges da Silva, mas ao mesmo tempo enaltecendo a decisão, em tom irónico, afirma ainda que “pela primeira vez o presidente da câmara desceu à Terra, pois seria lamentável gastar mais de 100 mil euros num Rali, quando não paga a água, o lixo e dizem-me mesmo os combustíveis, acrescendo o subsídios às associações do nosso concelho.Bem haja senhor presidente da Câmara, pela não realização do evento, no entanto ouso perguntar, quem paga as despesas dos outdoor´s e deslocações de representação e publicidade, inerentes ao mesmo rali, que há tanto tempo se têm feito?”

A autarquia publicou entretanto um comunicado no seu sítio na internet, hoje, 2 de abril, onde fundamenta a decisão com a “gestão do interesse público”

Considerando:

A realização do Rali de Portugal no fim de semana seguinte ao previsto para o Rali de Nelas em 24 e 25 de Maio com provas na região centro do país, bem como a realização de muitos outros eventos do género como o Rali Tábua e Oliveira do Hospital durante o mês de Abril, com a consequente diminuição do impacto, número de concorrentes, importância e dimensão do Rali Vinho do Dão;

  • As condições meteorológicas anormais e graves neste ano de 2019 e nos últimos meses, com falta de chuva e temperaturas elevadas e o perigo de seca nos próximos meses;
  • O grau de prioridade e de cuidado daí decorrente em matéria de preservação de todas as condições de segurança das populações no sentido de minimizar riscos de incêndio ou acidente;
  • Os custos acrescidos em matéria de despesa para preservação da segurança do território e das populações já incorridos e aqueles que se prevêem, particularmente na manutenção do fornecimento de serviços ás populações e ás empresas (elevados e preocupantes em 2017, em situação muito semelhante á atual);
  • A manifestação contra reiterada por alguns vereadores da oposição na Câmara e em certos setores contra esta atividade de promoção territorial, que vem dificultando o consenso como grande evento promocional do Dão e  a sua realização no nosso município, diminuindo os excelentes resultados que este evento e a promoção do Concelho no que ajudou a Câmara a conseguir nos últimos anos, como atração de investimento empresarial agrícola, turístico e industrial e também investimento público, criação de emprego e ausência de desemprego;
  • Não obstante o empenho e esforço já realizados por muitas entidades para a continuidade deste evento neste ano de 2019, que se agradece;

Impõe o sentido de responsabilidade na gestão do interesse público que:

  • Face a estas condições anormais acima referidas não promova a Câmara de Nelas neste ano de 2019 a respectiva edição do Rali do Vinho do Dão.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies