Miss Saigão : Novo musical sobe ao palco no Centro Cultural de Carregal do Sal em julho

O encenador António Leal escreveu na sua página na rede social Facebook ;

Miss Saigão é um musical de Claude-Michel Schönberg e Alain Boublil. O seu enredo é baseado na ópera Madame Butterfly, de Giacomo Puccini, e da mesma forma narra o conto trágico de um romance envolvendo uma mulher asiática abandonada pelo seu amante americano. O cenário da trama é transferido para a década de 1970, em Saigão durante a Guerra do Vietname, e a história do casamento entre um tenenteamericano e a menina japonesa Madame Butterfly, é substituída por um romance entre um soldado americano e uma menina de um bar vietnamita, Kim.

Estreou no West End, em Londres a 20 de Setembro de 1989 e em Nova Iorque em 11 de Abril de 1991, no Broadway Theatre. Em 1991 foi indicado para 10 Tony Awards, e venceu em três categorias. Após a sua abertura na Broadway em 1991 o musical foi unanimemente considerado o melhor musical do ano, tanto pela critica como comercialmente. Quebrou vários recordes da Broadway, incluindo um recorde de vendas de bilhetes antecipadamente.
O musical representa o segundo grande sucesso de Schönberg e Boublil, na sequência de Les Misérables em 1985. Antes da abertura da reposição em 2014 em Londres, foi alegado que Miss Saigão tinha estabelecido um novo recorde mundial de venda de bilhetes num só dia de abertura de um musical.
É pois este o próximo trabalho da classe de Teatro Musical da Contracanto. Gratos pela confiança mais uma vez dos detentores dos direitos – Cameron Mackintosh e MTI.
Penso que, nunca antes em Portugal, um encenador e/ou uma companhia levou a cena estes dois grandes clássicos mundiais de Schonberg e Bloublil.
O facto de isso ser totalmente indiferente a certas entidades, especialmente às regionais que maior orgulho nisso poderiam sentir, tendo em conta especialmente que neste trabalho estão envolvidos dezenas de jovens da região, leva-me a concluir que isso possa dever-se a uma das duas seguintes razões: completa ignorância acerca da realidade cultural regional e local ou por um puro e simples erro de paralaxe.
Siga!

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies