Detido e identificado pelo crime de incêndio florestal

O Comando Territorial de Viseu, através do Núcleo de Proteção Ambiental de Viseu, ontem, dia 14 de março, identificou um homem de 61 anos, pela prática do crime de incêndio florestal, no concelho de Viseu.

Após a realização de diligências no âmbito da investigação de um incêndio florestal, ocorrido no dia 21 de fevereiro, foi possível identificar o seu autor, apurando-se que o incêndio teve origem numa queima de sobrantes florestais, em que o suspeito perdeu o controlo do fogo, consumindo uma área total de pinheiro bravo e eucaliptos.

Os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Viseu.

O Comando Territorial de Viseu, através do Posto Territorial de Tarouca, hoje, dia 14 de março, deteve um homem de 55 anos, pela prática do crime de incêndio florestal, no concelho de Tarouca.

No âmbito de uma ação de patrulhamento, os militares, após avistarem um incêndio em espaço florestal, deslocaram-se ao local tendo verificado que o incêndio resultou de uma queima de sobrantes, em que o seu autor perdeu o controlo do fogo, acabando por consumir uma área de mato e pinheiro bravo.

Os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Lamego.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies