Arrancou em Carregal do Sal a reabilitação e requalificação de ecossistemas ribeirinhos

Começaram, no início de março, os trabalhos de regularização fluvial nas áreas afetadas pelos incêndios florestais ocorridos entre agosto e outubro de 2017, no Concelho de Carregal do Sal.
As obras de reabilitação e requalificação dos ecossistemas ribeirinhos, a realizar junto às linhas de água da Ribeira de Cabanas, Ribeira de Beijós, Ribeira do Sobral e Rio Mondego, visam garantir o escoamento nas respetivas linhas de água e minimizar a erosão e o arrastamento dos solos designadamente através da remoção de sedimentos e outro material nos leitos, recuperação da secção de vazão das passagens hidráulicas e pontões e consolidação e recuperação de taludes e margens.
Estas medidas de proteção dos recursos hídricos e de regularização fluvial das linhas de água incluem:
– Corte e remoção de material vegetal arbóreo e arbustivo ardido;
– Corte de vegetação exótica e invasora;
– Remoção e reutilização de material em obra (execução de estacaria viva, faxinas, entrançados, etc);
– Remoção de sedimentos e outros materiais nos leitos;
– Recuperação da Secção de vazão das passagens hidráulicas e pontões;
– Consolidação e recuperação de taludes e margens;
– Reposição/reabilitação da galeria ripícola (plantação e/ou sementeira de espécies autóctones).
As intervenções resultam do protocolo firmado entre a APA (Associação Portuguesa do Ambiente) I.P. e o Município de Carregal do Sal e são totalmente financiadas pelo Fundo Ambiental, num investimento que ronda os 102 mil euros, mais IVA.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies