BE denuncia poluição da Ribeira da Lavandeira (Mangualde)

dav
A Comissão Coordenadora Distrital de Viseu do Bloco de Esquerda tem, junto com a população de Mangualde, registado a poluição da Ribeira da Lavandeira e de toda a zona envolvente da ETAR que está a provocar a poluição de toda esta região, tendo hoje enviado uma exposição à Agência Portuguesa do Ambiente e ao SEPNA-GNR.
A ETAR da Lavandeira não está a funcionar sendo unicamente uma fossa com depósitos dos efluentes de uso doméstico da zona sul da cidade de Mangualde, estando toda a área envolvente transformada num pântano de esgotos.
Estes esgotos estão também a ser canalizados para a ribeira que ali passa, ficando o caudal deste curso de água com uma cor branca acinzentada, sendo o cheiro nauseabundo e perceptível por qualquer automobilista que passe na EN234, perto da Zona Industrial Poente de Mangualde.
O Bloco de Esquerda tem conhecimento do plano de investimentos em curso para a construção de várias ETARs no concelho, no entanto não pode deixar de condenar o arrastamento desta situação ao longo dos anos.
Achamos ainda que para além da necessária construção de equipamentos modernos de tratamento de águas residenciais, é necessário garantir que estes tenham a devida e cuidada manutenção, de forma a garantir que daqui a 10 anos a situação não se volte a repetir.
Importante ainda frisar que toda a zona da ETAR da Lavandeira e da ribeira próxima têm que ser alvo de limpeza e requalificação, para que haja uma recuperação dos ecossistemas e para que a contaminação das águas não se prolongue no tempo.
Nota de Imprensa do Bloco de Esquerda

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies