As escolhas vínicas da Visão para 2019. Dão bem representado

Com a chegada do novo ano, é tempo de reavaliar a garrafeira. Eis a nossa seleção – entre tintos, brancos, rosés, generosos e espumantes, divididos por grandes vinhos, bons e acessíveis –, com a garantia de qualidade do crítico gastronómico da VISÃO Se7e, Manuel Gonçalves da Silva

Somam milhares, os vinhos lançados no mercado ao longo do ano de 2018, dos quais provámos algumas centenas. Muitos deles ficaram na memória por serem de qualidade excecional. A lista aqui publicada corresponde à escolha de vinhos que causaram impressão mais forte, mas não todos, por duas razões simples: as limitações de espaço e a consideração do fator preço.

Assim, no elenco dos chamados grandes vinhos incluem-se, a par dos emblemáticos e de custo elevado, outros menos conhecidos e mais baratos, mas também muito bons. No elenco dos vinhos bons e acessíveis, o critério de escolha baseou-se na relação entre a qualidade e o preço: os vinhos são todos bons e todos custam menos de €10. Qualidade garantida, pois, a preços muito razoáveis.

O critério é subjetivo e de outro modo não podia ser. Com tantos vinhos bons no mercado, o que determina a escolha é o gosto de cada um dos consumidores. Esta lista visa apenas dar mais informação, que é o que nos compete.

Oboé Som de Barrica douro tinto 2015 
Neste vinho destaca-se a riqueza e a harmonia dos seus elementos. Feito com uvas selecionadas de vinhas velhas, tem cor de um rubi profundo, aroma elegante e complexo, acidez equilibrada, textura cremosa, final persistente e sedutor. > €68

Incógnito Cortes de Cima Vinho Tinto 2014
Este varietal Syrah é o vinho emblemático de Cortes de Cima, onde o casal Carrie e Hans Jorgensen introduziu a casta, em 1991, e lançou o primeiro Incógnito em 1998, com enorme sucesso. Intenso, fresco e em cada edição mais untuoso, como esta de 2014.> €70

João Portugal Ramos EstremusTinto 2015 
Terceira edição deste vinho, produzido com uvas das castas Alicante Bouschet e Trincadeira, numa parcela de solo, à sombra do Castelo de Estremoz. Cor de um rubi carregado, paladar suave, com estrutura final elegante e persistente.> €80

Luís Pato Vinha Barrosa bairrada doc Tinto 2015 
Cem por cento Baga, de uma vinha plantada, há mais de um século, no meio de pinheiros e de eucaliptos, que conferem ao vinho uma fragrância típica e evidenciam o caráter do terroir, diz Luís Pato, com a autoridade que se lhe reconhece. Para durar e encantar.> €30

Mouchão Alentejo dOC tinto 2013 
Eis um clássico, feito com uvas das castas Alicante Bouschet (mais de 70%) e Trincadeira, que impressiona com a sua personalidade forte e distinta. Este 2013 tem uma cor granada profunda, um aroma complexo a fruta muito madura, com notas de especiarias já características do seu perfil, um paladar impressivo com taninos sólidos e grande frescura. Pede pratos e queijos de sabores fortes. >€42,50

Legado douro tinto 2013 
Traz à memória Fernando Guedes e o seu amor ao vinho e ao Douro, este Legado feito com uvas das castas tradicionais da região e muito talento: cor rubi profunda, aroma complexo a fruta vermelha, com notas florais e balsâmicas, paladar com acidez viva, final longo. Um vinho que faz o acontecimento. > €225

Dona Maria Grande Reserva Alentejo DOC 2012 
A qualidade consistente dos vinhos de Júlio Bastos é proverbial, desde os tempos da Quinta do Carmo até aos atuais, e não menos auspiciosos, no projeto Dona Maria, de que este tinto é notável exemplo: cor rubi quase opaca, aroma limpo e complexo a frutos silvestres e a especarias, paladar intenso, suave, com taninos redondos, final persistente e sedutor. > €27

Paço dos Cunhas Vinha do Contador Grande Júri dão tinto 2011 
A mais recente estrela da Global Wines surgiu no princípio do ano, com a assinatura do enólogo Osvaldo Amado e a aprovação prévia, além de inédita, de críticos internacionais. Feito com Touriga Nacional (60%), Aragonez e Alfrocheiro (em partes iguais), tem cor granada profunda, aroma com notas frutadas, florais e de especiarias, um paladar intenso e uma acidez viva.> €90

Somnium douro doc Tinto 2015 
As uvas provêm de diversas castas de uma parcela de vinhas velhas, cujo solo também é de diferentes tipos. Isso marca-lhe o perfil: cor de um rubi profundo, aroma a frutos de baga e a flores silvestres, com um toque apimentado. O paladar é intenso, com taninos firmes, acidez acentuada e fruta bem presente.> €19,90

Quinta da Gaivosa douro doc tinto 2015 
Um dos mais emblemáticos vinhos do Douro, só é produzido em anos de excecional qualidade, com uvas das castas Touriga Franca, Touriga Nacional, Tinto Cão, entre outras, de vinhas com mais de 80 anos. Cor rubi profunda, aroma complexo, paladar elegante, convida a visitar a garrafeira. > €37

Quinta do Monte d’Oiro Reserva tinto 2014 
José Manuel Bento dos Santos, senhor do Monte d’Oiro e de muitas virtudes, como a sensibilidade e o talento, criou a vinha e fez este vinho magnífico, muito gastronómico.> €35

Quinta do Monte Xisto douro doc Tinto 2016 
Não para de surpreender com grandes vinhos a região do Douro, como atesta este fantástico Monte Xisto, feito com uvas das castas Touriga Nacional (50%), Touriga Francesa (45%) e Sousão (5%): cor vermelho-viva muito intensa, aroma limpo a frutos vermelhos e flores silvestres, paladar cheio, fresco, equilibrado, guloso, a pedir mais e mais. Que bom! > €54

Ribeiro Santo Vinha da Neve dão doc Tinto 2013 
Quando dá o seu melhor, o Dão é único, como demonstra este vinho do enólogo Carlos Lucas, feito com uvas das castas Touriga Nacional, Alfrocheiro e Tinto Cão, de cor rubi profunda, paladar envolvente e fresco. > €38

Quinta das Bágeiras Garrafeira Tinto 2015 
Um vinho singular pelo modo como é feito e pelo perfil: uvas de vinhas quase centenárias, fermentação em lagares e estágio, que se prolonga por 18 meses, em tonéis antigos. O resultado é um vinho com aroma muito complexo, paladar intenso, com taninos e acidez afirmativos, forte e cremoso. Grande, grande tinto bairradino.> €70

Quinta do Noval Touriga nacional douro doc 2015 
Este vinho é integralmente Touriga Nacional, das vinhas da Quinta do Noval, e resulta de uma seleção dos melhores lotes. A cor é de um rubi profundo, o aroma prima pela elegância, com notas delicadas de frutos pretos e de flores silvestres. O paladar exalta a abundância de taninos finos e macios, a intensidade e a concentração. Eis a expressão feliz de uma casta nobre.> €30,50

Quinta dos Carvalhais Único Tinto 2015 
O mais singular que há neste vinho é a delicadeza, que alegra o olhar, excita o nariz e delicia o palato. Feito à base de Touriga Nacional, com seis por cento Alfrocheiro e outro tanto de várias castas de vinhas velhas, tem cor de um rubi profundo, aroma complexo, com notas de frutos pretos, de flores silvestres e de bosque, paladar volumoso e delicado, envolvente e fresco, longo e muito sedutor. > €80

Vinha do Carmo vinho regional lisboa tinto 2016 
Produzido na Quinta do Gradil, terroir com pergaminhos na região de Lisboa, com uvas das castas Alfrocheiro, Aragonez e Alicante Bouschet, seduz pela cor de um rubi profundo e pelo paladar fresco com harmonia. > €18

Regateiro Vinha d’Anita bairrada doc Tinto 2015 
Ana, mãe do enólogo Casimiro Gomes, preferia os tintos, daí que tenha sido dado a este vinho, que a homenageia, o nome carinhoso por que ela era tratada. Exclusivamente da casta Baga, tem cor de um profundo vermelho-violeta, aroma complexo e fresco, com os frutos vermelhos em evidência, paladar elegante e bem estruturado, com taninos finos, acidez viva, final persistente e complexo. Muito gastronómico. > €17

Teixuga dão doc 2014 
É o primeiro tinto da marca de topo de gama de Caminhos Cruzados e, tal como o branco, é uma revelação: cor de um vermelho-profundo, quase opaca; aroma muito fino e complexo a frutos pretos, com notas de flores silvestres, sendo que o trago a madeira da barrica onde estagiou surge bem integrado; paladar intenso, vivo e, sobretudo, elegante, graças ao equilíbrio de todos os elementos. Pode criar algum depósito.> €50

Vallado Vinha da Coroa douro doc 2016 
Exibe a nobreza das 34 castas de uma vinha com cerca de cem anos. Cor rubi, aroma a frutos vermelhos, com notas de especiarias, paladar fresco, envolvente, e final longo, com sabor a fruta e um toque vegetal que lhe dão elegância e classe.> €40

CV – Curriculum Vitae douro doc branco 2016 
As uvas de uma parcela única, com uma mistura de castas em que predomina a Rabigato, dão este branco notável, fermentado e envelhecido em barrica. Aspeto cristalino, cor citrina, aroma fino com notas cítricas e madeira bem integrada, paladar cheio e cremoso com ótima acidez e aliciante frescura.> €70

Hugo Mendes Lisboa branco 2017 
Há quem ouse inovar e fazer vinhos diferentes, desafiando também o consumidor a experimentar coisas novas. Neste caso, um vinho produzido com uvas das castas Fernão Pires e Arinto que apresenta aroma limpo, elegante, com notas de fruta, sobretudo cítrica; paladar muito fresco, vigoroso, com caráter; final longo, impressivo, em que se evidencia o equilíbrio da acidez e da fruta. > €15

Expressões alvarinho 2016 
É cem por cento Alvarinho, coisa que o rótulo não refere, porque o que o vinho pretende é retratar o potencial da sub-região Monção e Melgaço, através da rainha das suas castas, neste caso fermentada e estagiada em barrica. Belíssimos, o aspeto cristalino e a cor citrina; muito fino, mineral e com delicadas notas fumadas, o aroma; pleno de frescura e sabor, o paladar; longo, longo, o final. O Alvarinho no seu esplendor. > €25

Ontem vinho branco 2016 
Este vinho, do produtor familiar Conceito, do Douro, resulta de uma mistura de castas autóctones que ocorre na vinha: Rabigato, Verdelho, Síria, Dona Branca e Encruzado. É surpreendente, com grande acidez e sem correções, muito fresco, personalizado, como só os vinhos das vinhas velhas, e constitui um desafio irrecusável para os enófilos.> €25

Foz Torto vinhas velhas doc douro branco 2017 
Com uvas de vinhas velhas, em que predominam as castas Rabigato e Códega de Larinho, se fez este magnífico vinho branco de aspeto brilhante, cor citrina, aroma fino com notas de fruta, sobretudo cítricas, paladar com volume, profundidade, textura, mineralidade e acidez vibrantes, resultando em pura sedução. > €20

Messias G bairrada clássico doc branco 2012
Duas castas brancas bairradinas, Bical e Cerceal, neste vinho branco da categoria Bairrada Clássico com aspeto brilhante, cor dourada com alguma evolução, em consonância com o seu tempo de vida, aroma complexo com um toque mineral, paladar elegante e muito equilibrado com acidez e mineralidade a brilharem. Pede lugar à mesa na companhia de pratos bem elaborados. > €20

Guru douro doc branco 2017 
A elegância modelar deste vinho prova que o casal de enólogos Sandra Tavares da Silva e Jorge Serôdio Borges atingiu os seus propósitos de “criar vinhos que expressem todo o caráter das vinhas velhas e castas indígenas do Douro”. As castas presentes são Viosinho, Rabigato, Códega do Larinho e Gouveio. O vinho é cristalino, delicadamente frutado, extremamente fino, leve, subtil.> €25,80

Vale dos Ares Limited Edition alvarinho monção e melgaço 2016 
Integralmente Alvarinho, fermentado em inox e estagiado seis meses em barrica com bâttonage e 18 meses em garrafa. Perfeito na cor citrina, no aroma intenso com notas florais e frutadas e apontamentos de mel e de frutos secos, e no paladar volumoso com inebriante frescura.> €15,90

Niepoort VV vinhas velhas bairrada doc branco 2015
Quatro décadas contam as vinhas da Quinta de Baixo com as castas Bical e Maria Gomes, que dão as uvas para este vinho. A designação VV “representa a incrível leveza e a complexidade da Bairrada”, diz o seu criador, Dirk Niepoort. Brilhante no aspeto, citrino na cor, frutado e floral no aroma, encorpado e com tocante leveza no paladar. Muito fresco, muito fino, muito bom.> €28,85

Mirabilis grande reserva douro doc branco 2017 
Feito com uvas de uma vinha muito velha e das castas Viosinho e Gouveio, com fermentação e estágio em barrica, tem aspeto brilhante, cor citrina com reflexos esverdeados, aroma muito complexo, frutado e floral com vibrante mineralidade, paladar elegante e profundo com grande estrutura e harmonia plena. Final longo e sedutor. Para a mesa com (quase) tudo.> €42

Cartuxa Espumante Bruto Alentejo DOC Évora 2011
Nas caves do Mosteiro da Cartuxa, onde os monges rezavam, repousam agora garrafas de um espumante elegante e fresco com o mesmo nome: Cartuxa. Produzido a partir da casta Arinto, tem cor dourada brilhante com reflexos esverdeados, bolha fina e persistente, aroma jovem, fresco, complexo e paladar volumoso, intenso, vivo, com extraordinária frescura.> €15

Vértice Chardonnay Vinho Regional Duriense Brut Nature 2010 
Um verdadeiro Blanc de Blancs que foi laboriosamente vinificado e só está disponível em garrafas de formato Magnum (1,5l), mais favoráveis à melhor expressão das características do vinho. É um caso sério de elegância, de frescura e de sabor, para beber lentamente, deixando-o “explodir” na boca e revelar as suas virtudes. Um vinho de meditação para apaixonados. > €125

Quinta da Lagoalva Vinho Espumante Bruto Branco
Duas castas nacionais, Arinto e Alfrocheiro, na base deste espumante vinificado segundo o método clássico que se apresenta com bolha fina, aspeto brilhante, cor citrina bem definida, aroma frutado com notas florais, paladar também marcado pela fruta, com bom volume, grande frescura e persistência.>€10

Kompassus Espumante Blanc de Noirs Bairrada DOC 2014 
Foi produzido com uvas das castas Baga, Touriga Nacional e Pinot Noir, este belo e delicioso espumante bairradino. Um Brut Nature, portanto, sem adição de açúcar no dégorgement, com bolha muito fina, aroma apelativo de frutos secos e pão torrado, paladar saboroso, seco, longo e muito elegante em todos os momentos.> €14

Murganheira Chardonnay Bruto 2010
Exclusivamente Chardonnay, apresenta-se com aspeto sedutor, límpido, com um cordão de bolha fina e persistente; cor palha com reflexos dourados; aroma intenso com notas de fruta, como o alperce, e de especiarias, como a baunilha, complementadas com as da madeira onde fermentou. Paladar fresco, amadeirado e muito elegante.> €22

Blandy’s Sercial Frasqueira 1968 
Fez-se a vindima em 1968, foi engarrafado em 2017 e acaba de chegar ao mercado, após 49 anos de maturação em canteiro, como é tradicional. Cor ambarina suave, aroma muito fino com leve toque fumado, paladar seco com uma complexidade de sabores extasiante. Preciosidades como esta requerem tempo, até para serem apreciadas como merecem.> €300

Falcoaria Colheita Tardia branco 2014 
Feito com uvas das castas Viognier e Fernão Pires tocadas pela Botrytis cinerea e colhidas com o devido cuidado, bago a bago. Tem cor âmbar, aroma intenso e complexo a fruta com um toque floral de laranjeira, paladar elegante com estrutura e excelente acidez, final persistente marcado por frescura e complexidade. Irresistível.> €18

Colecção Privada DSF Moscatel de Setúbal 2002
Elaborado com uma aguardente da região francesa de Armagnac, no momento de parar a fermentação, com ganhos de “subtileza, frescura, complexidade e harmonia”, segundo o enólogo Domingos Soares Franco. É o último lançamento da marca e convence: cor âmbar, aroma complexo com notas florais e de mel, paladar suave mas cheio de sabor, em especial frutos secos.> €24,99

Ramos Pinto LBV unfilered 2013 
É da natureza do LBV (Late Bottled Vintage), que não tem o poder do Vintage mas ganha–lhe em suavidade e no preço, algo também a ter em conta. Este LBV da Ramos Pinto apresenta-se bem: cor vermelha-escura, mesmo opaca; aroma intenso com boa fruta, notas de especiarias e um toque mentolado; paladar suave e harmonioso, com final longo e fresco, a pedir mais.> €18

Taylor’s Vintage Port 2016
Um Vintage Clássico, logo um grande Porto. Daqueles que nos fazem hesitar entre beber já por ser tão bom ou guardar por vir a tornar-se ainda melhor. A solução é fazer uma coisa e outra, podendo. Seduz com a cor púrpura profunda, o aroma intenso a frutos e flores silvestres com notas exóticas de cedro e jasmim, paladar cheio de poder e de harmonia. Todo o requinte num vinho.> €96

Borges Quinta de São Simão da Aguieira dão tinto 2015 
Castas Jaen, Touriga Nacional, Alfrocheiro e Tinta Roriz, fermentação em curtimenta de 6 a 8 dias, estágio, parte em cubas de inox, parte em barrica, durante 18 meses. Cativante, com a sua cor rubi profunda, o aroma intenso com notas florais e frutadas, o paladar aveludado e final muito longo.> €6,99

Conde Vimioso Sommelier Edition Tinto 2015
Quatro castas – Touriga Nacional, Aragonez, Cabernet Sauvignon e Alicante Bouschet – para um Vinho Regional Tejo sóbrio e sério com 12 meses de barrica, de cor granada profunda, aroma frutado com notas de especiarias e paladar macio e saboroso, com a fruta a marcar-lhe o final.> €6,90

Quinta do Côro Syrah touriga Nacional Tejo Tinto 2013
Uvas das castas Syrah (60 %) e Touriga Nacional (40 %) deram este vinho cheio de carácter que estagiou em barrica durante 10 meses. Tem cor rubi profunda, aroma intenso a frutos silvestres maduros com notas de menta, paladar cheio de sabor e elegância.> €5,90

Monte Cascas colheita douro doc tinto 2016 
Três castas nobres do Douro, a Touriga Nacional (60%), a Touriga Franca (30%) e a Tinta Roriz (10%), num vinho bem concebido: cor atraente vermelha profunda; aroma frutado com notas florais e tostadas a café e chocolate, paladar harmonioso e final persistente.> €6,65

Sidónio de Sousa Reserva Tinto Bairrada 2015
A casta baga como ela é, vinificada em lagar com fermentação sem adição de enzimas e leveduras, e estágio de um ano em grandes tonéis. Apresenta cor granada, aroma típico da casta a frutos silvestres com notas balsâmicas, paladar macio, encorpado, com taninos firmes e acidez viva: Decididamente gastronómico.> €9

Oculto vinho regional tinto tejo 2015
Um senhor vinho, de uvas das castas Cabernet Sauvignon, Syrah e Touriga Nacional. A cor é violeta profunda, o aroma discreto mas elegante com notas de frutos pretos e especiarias aconchegadas pela madeira, o paladar envolvente com boa estrutura de taninos e acidez correta. > €6

Óptima Pergunta Private Selection Beira Interior DOC Tinto 2015 
Vinho sedutor, feito de Touriga Nacional e Tinta Roriz, que dá a melhor resposta a quem duvida do potencial da Beira Interior para produzir bons vinhos. Tem cor vermelha profunda, aroma complexo a frutos maduros com notas de especiarias e de menta, paladar cheio, equilibrado, e final saboroso e persistente.> €9,90

José Piteira alentejo doc 2016 
Produzido com as castas Aragonez, Moreto, Trincadeira, Alfrocheiro e Alicante, tradicionais da região da Granja–Amareleja, estagiou um ano em garrafa e apresenta cor rubi, aroma concentrado a fruta madura e especiarias, paladar cheio com taninos suaves, acidez correta e boa estrutura. > €7,99

Terras do Suão Reserva Alentejo DOC Tinto 2015
A marca tem história e o vinho qualidade. Feito com uvas de um trio de castas tradicionais do Alentejo, que são Moreto, Alfrocheiro e Trincadeira, tem cor rubi, aroma jovem a frutos silvestres e a compota, paladar envolvente com taninos maduros e boa estrutura.> €5,99

São Matias tinto 2014 
A fama dos vinhos do Dão deve muito às castas tintas Touriga Nacional, Tinta Roriz Jaen e Alfrocheiro, e com elas se faz este cativante São Matias: cor rubi profunda, aroma intenso a frutos pretos e vermelhos com leves notas vegetais, paladar elegante e fresco com acidez correta, final longo e persistente. Requer lugar sobre a mesa.> €5,99

Bacalhôa Greco di Tufo Branco 2017
Os romanos atribuíam à casta Greco di Tufo propriedades afrodisíacas e a Bacalhôa faz com ela um vinho excitante, porque exótico, desde a cor amarela-dourada com laivos alaranjados até ao aroma muito aromático, floral e frutado, e ao paladar elegante com acentuada acidez natural, estrutura e corpo que lhe dão capacidade de envelhecimento.> €9,99

Bota Velha Colheita Branco 2017
As grandes castas brancas do Douro – Malvasia Fina, Viosinho, Gouveio, Rabigato, Códega do Larinho, Arinto – neste vinho de cor citrina, aroma intenso, frutado e floral, e paladar sedutor.> €7,50

Covela Edição Nacional Avesso 2017
Só Avesso neste vinho de cor citrina com reflexos dourados, aroma frutado com notas cítricas e tropicais e um toque floral, paladar cremoso com a fruta a impor-se outra vez, bem conjugada com a acidez, num conjunto muito bem estruturado, elegante, fresco e jovial. Muito gastronómico.> €8

Aveleda Alvarinho Colheita Selecionada Branco 2017
Apresenta uma cor bonita amarela–palha, aroma fino com caráter floral e frutado característico da casta Alvarinho, paladar elegante, estrutura rica e aveludada, a que o toque mineral dá ênfase especial.> €4,99

La Rosa Branco 2017
É tão boa a qualidade e tão razoável o preço que se diria uma prenda da Quinta de la Rosa no ano do 30º aniversário a produzir com marca própria. De uvas das castas Viosinho, Códega do Larinho, Rabigato e Gouveio, tem cor citrina, aroma com notas cítricas e florais, paladar cheio, equilibrado, fresco, muito tentador.> €7

Pequenos Rebentos Alvarinho Trajadura “Escolha” 2017 
Frescura, mineralidade, equilíbrio natural e longevidade são características que distinguem os bons vinhos da Região dos Vinhos Verdes, como este, feito com uvas das castas Alvarinho e Trajadura. Tem cor esverdeada, aroma citrino com um toque mineral e ligeiro vegetal, paladar fresco e vibrante.> €5

Maria Bonita Alvarinho DOC Vinho Verde 2017
Cem por cento Alvarinho, cor citrina amarelada, aroma intenso floral e frutado, paladar cheio, vibrante, com acidez presente. Muito gastronómico, vai bem com praticamente tudo, desde que não seja muito pesado.> €6,42

Herdade São Miguel Sauvignon Blanc 2017
Cem por cento Sauvignon Blanc, fermentado em inox e estagiado em cuba sur lies. Tem cor citrina; aroma complexo, típico da casta, a frutos tropicais, erva e espargos verdes com um toque mineral; paladar fresco e harmonioso com acidez fina; final longo, marcado pela mineralidade e pela frescura.> €7,50

Papa Figos Douro Branco 2016 
A base é a casta Rabigato (55%), a que se juntam Viosinho, Arinto, Códega e Moscatel. Tem cor de limão com reflexos dourados; aroma intenso com notas florais e frutadas e apontamentos minerais; paladar cheio, equilibrado, com excelente frescura, e final muito persistente. Aptidão gastronómica evidente.>€6,49

Quinta da Alorna Alvarinho 2017
Belo vinho da casta Alvarinho, com um perfil muito próprio, definido pela cor amarela citrina; pelo aroma polido a fruta amarela como o pêssego e o marmelo, a que acresce um toque floral; pelo paladar rico em sabor, com estrutura, corpo e acidez bem enquadrados. Gastronómico por natureza.> €4,99

1808 Collection Regional Lisboa Rosé 2017
Uma boa surpresa este vinho rosé feito à base de Touriga Nacional (90%) e estagiado em barrica, que apresenta uma elegância e uma estrutura assinaláveis. A cor é rosa suave, o aroma, atraente com notas delicadas, quer de flores silvestres quer de fruta como framboesas e cerejas, o paladar é fresco, cremoso, requintado.> €8,99

Pousio Selection Regional Alentejano Rosé 2017
É bonito, cheira bem e sabe melhor este rosé alentejano da Herdade do Monte da Ribeira. Feito com uvas das castas Aragonez, Trincadeira e Touriga Nacional, tem cor aberta, meio rosa, meio alaranjada; aroma perfumado, com elegantes notas florais e de frutos vermelhos; paladar suave, texturado, cheio de frescura e de sabor.> €6,25

Mar da Palha Rosé 2017
Só de ver, apetece bebê-lo. Vem de uvas das castas Touriga Nacional e Tinta Roriz, em partes iguais, e apresenta uma bela cor salmão, aroma jovem e fresco com notas de frutos vermelhos, paladar intenso com excelente conjugação da fruta com a acidez que resulta em persistência e frescura.> €5,40

Herdade do Rocim Vinho Rosé 2017 
Este rosé, feito exclusivamente com uvas da casta Touriga Nacional, apresenta uma bela cor salmão de tom pálido; aroma exuberante, muito floral e frutado; paladar elegante com um toque de mineralidade e acentuada frescura, resultante da boa acidez. Para beber só, a acompanhar a conversa, ou à mesa, com pratos leves.> €9

Lacrau touriga nacional Rosé 2017
Cem por cento Touriga Nacional, este vinho cativa com a suavidade da cor, mais rosa do que salmão, com o aroma intenso a frutos vermelhos maduros e com o paladar seco, leve, fresco, gostoso. Tem um perfil medianamente encorpado e uma acidez muito equilibrada, que proporcionam um final impressivo e refrescante.> €5

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies