14 Meses depois dos grandes incêndios da Beira Alta MAAVIM lança grande apelo

A MAAVIM, continua a solicitar ajudas aos portugueses e estrangeiros, para milhares de famílias afetadas pelos incêndios de Outubro de 2017.

Os incêndios de Outubro do passado ano, continuam sem culpados.

As populações afetadas pelos incêndios de Outubro, precisam de ajuda urgente.

Existe um milhar de pessoas portuguesas e estrangeiras sem habitação, que perdeu nos incêndios.

Existem milhares de pessoas que nada receberam de apoios da Agricultura  e os valores divulgados, não estão corretos incluindo Lesados e não Lesados como se podem comprovar pelas listas do Vitis.

Todos os que acederam aos projetos 6.2.2. e não executarem o primeiro pedido de pagamento até 31 de dezembro, ficarão sem projetos.

Existem medidas novas para a floresta, que a população não conhece e não ajuda a remover e transformar o barril de pólvora que se está a criar nas zonas afetadas pelos incêndios.

Existe o meio de pedir os prejuízos à CPAPI, que está a ser rejeitado às pessoas que nada receberam.

Enfim “existe um copo cheio de ar, em vez de água”.

Precisamos todos de ajuda. As regiões afetadas estão totalmente devastadas, 14 meses após os incêndios.

Informamos que existe também uma petição colocada em 17 de Abril de 2018, com o nº 534/XIII/3 com o mesmo intuito de poderem ser dados apoios reais às populações afetadas.

 

 

Fernando Tavares Pereira

Presidente  MAAVIM

Podem consultar alguma da nossa atividade em https://www.facebook.com/Maavimmov/

e-mail: maavimmove@gmail.com                                     Tel: 238605810

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies