GNR : Atividade operacional de outubro indica 1 223 detidos em flagrante

A Guarda Nacional Republicana, para além da sua atividade operacional diária, levou a efeito um conjunto de operações, em todo o território nacional, no mês de outubro, que visaram a prevenção e combate à criminalidade violenta, fiscalização rodoviária, entre outras, registando-se os seguintes dados operacionais:

  1. Detenções1 223 detidos em flagrante delito, destacando-se:
  • 421 por condução sob o efeito do álcool;
  • 230 por condução sem habilitação legal;
  • 131 por tráfico de estupefacientes;
  • 51 por furtos;
  • 30 por posse de arma proibida;
  • Oito por violência doméstica;
  • Oito por roubo;
  • Sete por permanência ilegal em território nacional;
  • Cinco por incêndio florestal.

  1. Apreensões:
  • 20 261 doses de haxixe;
  • 2 137 doses de cocaína;
  • 999 doses de heroína;
  • 7,7 quilos de cannabis em folha;
  • 1,2 quilos de liamba;
  • 91 plantas de cannabis;
  • 80 sementes de cannabis;
  • 194 doses de MDMA;
  • 48 armas de fogo;
  • 78 armas brancas;
  • 1 206 munições de diversos calibres;
  • 37 veículos;
  • 2 679 artigos contrafeitos;
  • 920 quilos de tabaco;
  • 315 quilos de pescado e bivalves;
  • 27 442 dinheiro em numerário.

  1. Trânsito:

Fiscalização: 33 866 infrações detetadas, destacando-se:

  • 10 507 excessos de velocidade;
  • 993 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei;
  • 1 772 por falta de inspeção periódica obrigatória;
  • 1 219 relacionadas com anomalias nos sistemas de iluminação e sinalização;
  • 1 178 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;
  • 1 244 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução;
  • 1 209 relacionadas com tacógrafos;
  • 701 por falta de seguro de responsabilidade civil.