Carregal do Sal. Autarquia e Bombeiros no combate à vespa Asiática

Perante a constatação de um crescente número de ninhos de vespa asiática (velutina) no Concelho, e após a contratação de serviços especializados na matéria por parte do Município, a Câmara Municipal e as duas corporações dos Bombeiros Voluntários do Concelho – Cabanas de Viriato e Carregal – acordaram que, doravante, serão estas as entidades com competência para a eliminação destes ninhos.

Perante a constatação de um crescente número de ninhos de vespa asiática (velutina) no Concelho, e após a contratação de serviços especializados na matéria por parte do Município, a Câmara Municipal e as duas corporações dos Bombeiros Voluntários do Concelho – Cabanas de Viriato e Carregal – acordaram que, doravante, serão estas as entidades com competência para a eliminação destes ninhos.

Por isso, durante o dia de sexta-feira, 26 de outubro, um grupo de bombeiros voluntários de Cabanas de Viriato e um outro da EIP (Equipa de Intervenção perante) dos bombeiros voluntários de Carregal do Sal, andaram no terreno a receber formação, e acompanhados pelo veterinário municipal e pelo presidente da Junta de Freguesia de Carregal do Sal, aprenderam e eliminaram alguns ninhos já identificados na respetiva freguesia.

Essa tarefa ficará, de agora em diante, entregue aos bombeiros, cabendo a cada corporação a intervenção na respetiva área de atuação.

Mas a identificação e denúncia da existência de ninhos de vespa asiática cabe a todos. Por isso, o ICNF (Instituto de Conservação da Natureza), a DGAV (Direção Geral de Alimentação e Veterinária) e o INIAV (Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P.) uniram-se e elaboraram umfolheto informativo sobre esta espécie predadora.

Face à proliferação deste tipo de ninhos, a sua deteção ou suspeita de existência deve ser comunicada através de um dos seguintes meios:

– inserção/georreferenciação online do ninho ou dos exemplares de vespa e preenchimento online de um formulário (Anexo IV) com informação sobre os mesmos, disponível no portal www.sosvespa.pt;

– preenchimento do formulário – Anexo IV – e envio para a Câmara Municipal da área onde ocorreu a observação;

– preenchimento via Smartphone disponível no portal www.sosvespa.pt;

– contactar a linha SOS AMBIENTE (808 200 520);

– poderá também solicitar a colaboração da junta de freguesia mais próxima do local de deteção/suspeita, para o preenchimento do respetivo formulário.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies