PSD Viseu : E investimento público, sr. Primeiro-ministro?

A Comissão Política Distrital do PSD de Viseu saúda o Primeiro-ministro, António Costa, pela visita a realizar à Luso Finsa. Trata-se de um justo reconhecimento à capacidade empreendedora de um grupo económico que muito tem contribuído para a criação de riqueza no país e de emprego na região. Uma empresa que no hiato de 4 anos, investiu mais de 90 milhões de euros na unidade de Nelas.

Não obstante este ato, é de lamentar que, nos últimos três anos, o Governo apenas se tenha limitado a reverter um conjunto de investimentos que estavam em curso, nesta região, e alguns podendo estar hoje concluídos. São três anos de um Governo, ideologicamente limitado, e zero euros de investimento público em infraestruturas.

Cancelaram a Barragem de Girabolhos que poderia ser uma solução para os conhecidos problemas da água nesta região; desistiram da “Via dos Duques” por questões ideológicas e, simultaneamente, cancelaram a conclusão do IC12 (Canas de Senhorim-Mangualde), inviabilizando também a construção do IC37 (Nelas-Viseu). Tudo isto com a conivência envergonhada dos camaradas presidentes de Câmaras Municipais de Nelas, Mangualde e Carregal do Sal.

Quanto à linha da Beira Alta, depois de sucessivos anúncios falhados pelo Ministro das infraestruturas, ainda não se conhecem projetos e calendário para a concretização da requalificação integral da linha. O caricato acontece quando ainda nem foi lançado o concurso para a realização do projeto para o novo traçado Santa Comba Dão – Mangualde, e já se anuncia (há 5 dias) o investimento em sinalização inteligente e segurança para o antigo. Das duas, uma: não irão fazer a requalificação inicialmente prevista e confirma-se o desvio de fundos da ferrovia 2020 para a linha de cascais e metro de lisboa, ou estão a desperdiçar fundos e equipamentos numa linha que será desativada. Em que ficamos Senhor Primeiro-ministro?

A duplicação do IP3 não passa de um logro. Nunca será uma autoestrada e as obras em curso, por muito que o neguem, todos sabemos que não passam de uma grande reparação há muito programada, que apenas visa a recuperação do traçado original. Tudo o resto são atos de preenchida agenda eleitoral do Governo. As obras, que são o mais importante, foram canceladas ou adiadas.

Cancelaram todas as obras programadas no âmbito do Plano de Investimentos de Proximidade 2014-2019. Foram mais de 28 milhões de euros desviados do Distrito de Viseu para satisfazer os acordos da “geringonça”. De que está à espera o Governo para fazer estes investimentos?

Aproveitando a presença no parque industrial de Nelas, o senhor Primeiro-ministro podia comprometer-se com a urgente requalificação da EN234 que faz a ligação entre os parques industriais de Nelas e de Canas de Senhorim. Esperando que esta não leve o mesmo tempo a desbloquear como a EN 229 Viseu-Sátão.

Senhor Primeiro-ministro, estamos fartos de anúncios de medidas avulsas que nada resolvem! Basta que siga o exemplo dos empresários que hoje visita e concretize em investimento tudo o que tanto apregoa. Que fique bem claro, vivemos no interior porque queremos e porque gostamos! Não precisamos da complacência de alguém. Apenas exigimos respeito e igualdade de tratamento.

A Comissão Política Distrital do PSD/Viseu

Pedro Alves

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies