“Caro Luís Pinheiro – estava longe do meu imaginário que entrasses na Câmara Municipal de Nelas pela porta pequena”

A Canense Mafalda Lopes, 5ª na lista do PS candidata à Câmara Municipal de Nelas nas autárquicas de 2017 e atual membro do Secretariado da Federação Distrital do PS Viseu, remeteu-nos a carta aberta que abaixo publicamos :

Carta Aberta ao conterrâneo e amigo Luís Pinheiro

Antes de mais permite-me parabenizar-te publicamente pelo cargo que aceitaste/bateste e irás ocupar como chefe (com influência de vereador) de Gabinete do Presidente da Câmara Municipal de Nelas. Cá para nós recuperaste o lugar de influência que dizias ter aquando da (des)governação da coligação Todos Juntos por Nelas, “mais do que vereador, eu é que mando naquela toda”, dizias-nos tu, com aquela prosápia própria, em sede de Assembleia de Freguesia.

É sem sombra de dúvida um cargo que está à tua altura, que muito honra a nossa vila, por esta ser geradora de personalidades de tão alta reputação e credibilidade, reconhecidas até pelo próprio Sr. Presidente Borges da Silva como sendo uma imprescindível mais valia.

Ainda assim estava longe, no meu imaginário, que alguma vez entrasses na Câmara Municipal de Nelas pela porta pequena, embora ambos saibamos que até agora não tinham sido trilhados os caminhos para que pudesses ser legitmamente eleito por sufrágio popular, adiante.

Quem como eu, sem o contar, te viu depositar um caixão à porta da Câmara Municipal de Nelas, com uma coroa de espinhos sobreposta, em plena Luta, esperava igual coragem e fulgor dando o peito às balas calcorreando o concelho de Nelas pelas suas ruas e vielas divulgando e defendendo o projeto que terias para oferecer aos munícipes ladeado por aqueles que agora vais assessorar. Até porque não duvido das tuas cândidas intenções.
Recordo, com saudade, as palavras carinhosas (por certo) que me dirigiste no debate que travámos na AHBVCS, e que está gravado para memória futura, aquando das eleições à Junta de Freguesia de Canas de Senhorim estávamos no pretérito ano de 2009, quando me atiraste esta pérola (entre outras):
– “Eu sou o Presidente do Movimento de Restauração do Concelho de Canas de Senhorim, o movimento sou eu!”
Neste caso tu!! Recordas-te Luís? De retrocares quando eu te disse que todos somos movimento, que o movimento é transgeracional e renasce de tempos a tempos pela injustiça ou demagogia e/ou ambição dos seus líderes? Ou com objetivo de neutralizar um adversário politico? (esta acrescentei agora, não me veio à ideia na altura).

Ao ler a carta aberta que nos endereçaste, e que abre espaço de resposta (vais-me desculpar não recorrer a plágios ou citações, é que te escrevo no intervalo entre aulas sem margem de tempo para pesquisas e copy pastes ou grandes figuras de estilo) perceciono a tua vaidade, toda ela emerge na carta, quer pelo convite(?) para tal cargo quer pela hipotética posição de influência que terás junto do presidente da Câmara, sobretudo numa matéria que me é tão cara e de que tu és um extraordinário study case – Educação – adiante esmiuçarei este tema. A tua carta também denota aquele enérgico vigor que em tempos direcionavas para “a Luta” pela criação do concelho de Canas de Senhorim, estamos pois no bom caminho, vigoroso.

A municipalização da educação que se avizinha, em tudo semelhante ao modelo francês, passa a responsabilidade de gestão do património escolar e do pessoal não docente para as autarquias acompanhada de transferência de verbas significativas para a sua gestão. Um presente envenenado, pois os governos com esta transferência objetivam poupar recursos, pontos de vista, uns querem livra-se de problemas outros enchem-se de vaidade e nem auscultam/acautelam o lado negativo. Outra novidade é a nomeação do diretor (dos imovéis e pessoal não docente) por convite direto do executivo, como se de um curador de um museu, por exemplo, se tratasse, cargo apelativo para fim de carreira politica, o arquétipo da perfeição, merecido!

Deixa-me muito tranquila este dossier perspetivando um canense, e que canense, ao leme deste desígnio. Com a tua experiência, qualidade de gestão e organização, não defraudarás as nossas expectativas até porque há uma fila de candidatos que vais ter de te dar ao trabalho de selecionar, e todos eles poderão trazer o tal retorno em votos ao PS. A coordenação pedagógica não transitará para as autarquias, permanecerá sob a alçada do Ministério da Educação, pelo que os docentes não serão um empecilho. Os docentes ficarão sob a supervisão do Conselho Pedagógico, em total autonomia, serão assuntos de somenos importância e dos quais tu não percebes nada.

De qualquer forma não duvido de que quem ganha é Canas! Por ter pessoas influentes na gestão autárquica, independentemente do cargo ou da força partidária. Já estou a imaginar a mudança no discurso “Temos de estar lá …etc”, e nesta prerrogativa concordamos! Precisamos de mais e melhor representatividade, até porque trará, por certo, contrapartidas e retorno em obras a esta vibrante vila que aspira a ser um dia sede de concelho desde há pelo menos 43 anos, como tu tão bem lutaste, obtendo uma ampla maioria dos votos na Assembleia da Republica, criando o Concelho de Canas de Senhorim e não fora o veto Presidencial de Jorge Sampaio, de conluio com TODOS os partidos com assento na nesta, esse sonho teria sido alcançado.

Todos sabemos que “a Luta” esmorece ou mesmo morre, vou corrigir o tempo verbal, esmoreceu ou morreu, quando os líderes do movimento (que são uma espécie de Lenda do Zorro para o povo de Canas), mas que afinal só o são para promoção pessoal, se servem deste para ascensão/visibilidade politica, se vendem como vereadores ou como chefes de gabinete com influência de vereador … um déjà vu portanto. Disseste-o tantas vezes naquelas eloquentes Sessões de Esclarecimento na praça, que ainda não esqueci. Claro que te referias a outro conterrâneo também ele alegadamente comprado pelo PS. Luís Pinheiro dixit in habituais Sessões de Esclarecimento na praça.

Por falar em PS, deixa que te diga que o que mais me apraz neste volt face é o de trazer novos membros ao PS. Congratulo-me com a tua decisão de demissão de líder do Movimento de Restauração do Concelho de Canas de Senhorim e desfiliação do PSD, enternece-me o teu contributo para engrossar as fileiras do PS e trazer cada dia mais e mais camaradas. Por si só este já seria motivo de regozijo. Já imagino todos aqueles numerosos canenses que desfilaram com propriedade na arruada do Todos Juntos pelo Concelho de Nelas, em 2013 pelas ruas de Nelas, a fazerem já de seguida campanha para as legislativas engrossando agora a arruada PS, depois as europeias, são reforços muito importantes, culminando nas autárquicas de 2021!!
Agrada-me mesmo que contribuas para reerguer um partido que, inadvertidamente com toda a certeza, contribuíste para fraturar, enfraquecer e praticamente extinguir. Juntos seremos mais fortes! Deves ao PS esse desiderato.

Ora o nosso presidente como exímio político que é matou quatro coelhos com uma cajadada só, ora vejamos: conseguiu recuperar um amigo, é sempre melhor quando estamos rodeados pelos amigos, fortaleceu o PS com a entrada de novos e representativos militantes e simpatizantes, capturando um enorme ativo político o MRCCS, garante também a salvaguarda do dossier educação, exelente, e neutraliza a oposição CDS-PP e PPD-PSD (conhece-lhe os podres como ninguém, foi até há muito pouco tempo o vice presidente da concelhia do PSD e também há bem pouco tempo numa entrevista afirmou a propósito dos resultados catastróficos do PSD que deviam ter-se apresentado a eleições coligados, temos o MM controlado)!

O Sr Presidente tem pois toda a minha solidariedade.

Assim Luís ver-nos-emos mais vezes doravante. Quando for à CMN cumprimentar o Dr. Borges, o Aires, ou o Fernando, ou frequentar algum dos estabelecimentos de ensino do concelho, naquelas ações de formação para obtenção de créditos (tu sabes, temos de cumprir no mínimo um crédito por ano) aumenta exponencialmente a probabilidade de nos cruzarmos. E os canenses fora da terra é um pouco como os Tugas fora do país, é sempre um gosto vê-los!
Desejo-te os maiores sucessos para as tuas novas funções, o sucesso delas será também o nosso sucesso. Prossigamos. Evoluamos.

Um abraço
Mafalda
Canas de Senhorim 22 de outubro de 2018

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies