Encontro em Viseu contra “forças antidemocráticas no Brasil”

Enquadrado num vasto movimento internacional, no seguimento da emergência de forças antidemocráticas no Brasil, um grupo de cidadãos convoca um encontro Pela Democracia, Contra o Ódio no Brasil em Viseu.

O Encontro ocorrerá a 25 de outubro, pelas 18h30, no Rossio, a três dias do segundo turno das Eleições Presidenciais no Brasil, que se realiza no dia 28 de outubro.
Durante o primeiro turno, as propostas do candidato Jair Bolsonaro incluíram apelos à descriminação e violência etnicamente motivadas, à submissão das mulheres, à proscrição das pessoas homossexuais e transgénero, ao genocídio dos povos indígenas, à liberalização da caça mesmo para as espécies que estão em risco de extinção e ao desmatamento da Amazónia.
Durante o período que antecede o segundo turno, a progressão da violência tem sido diária e inclui espancamentos, violações, assassínios, além de continuadas ameaças a quem se opõe ao candidato e seus apoiantes. Aos olhos dos agressores, uma vitória significaria a legitimação de todas as agressões e assassinatos. Eleger Jair Bolsonaro é um atentado à democracia e aos direitos humanos.
Todas as pessoas, independentemente do seu género, orientação sexual, etnia, religião ou ideologia têm o direito de viver em paz e desfrutando de liberdade de expressão. Assim, Pela Democracia, Contra o Ódio, propõe tornar-se um encontro de manifestação de apoio e solidariedade a quem, no Brasil, trava neste momento uma dura luta contra o ódio, repudiando inteiramente todas as forças que visam criar um clima de hostilidade propício a violências de proporções ainda inimagináveis.